Expressões Comuns Que Americanos Erram

Como pesquisador apaixonado pelo uso natural da língua inglês, o jeito como os falantes nativos usam a língua, eu gosto de colecionar erros cometidos por eles.

Acho isso interessante, pois as pessoas têm a ideia de que todo falante nativo não erra ao falar inglês. Um mito que eu sempre fiz questão de cutucar. Já escrevi duas dicas relacionadas a erros cometidos por nativos. Essa duas dicas são Eles Também Cantam Errado em Inglês e Erros de Inglês Cometidos por Americanos.

Hoje trago uma nova coletânea de erros. Desta vez, você vai ler sobre algumas expressões comuns que eles mesmos falam errado. O objetivo da dica, além de expor uma curiosidade, é também o de ajudar você a aprender com os erros deles. Então, vamos lá!

“It’s a doggy-dog world.”

Erros Comuns em Inglês

A expressão correta é “It’s a dog-eat-dog world”. Algo que em português pode ser traduzido como “É cobra engolindo cobra”, “É um mundo cão”. Ou seja, neste mundo as pessoas fazem de tudo para levar vantagem em cima dos outros.

“I could care less.”

O correto é “I couldn’t care less”. Em português significa “Eu não dou a mínima”, “Eu tô me lixando”, “Eu não me importo nem um poquinho”. Aprenda mais na dica Como Dizer Eu Tô Me Lixando em Inglês.

“A mute point.”

O correto é “a moot point”, que em português equivale a “assunto irrelevante”, “tópico sem importância”, “conversa desnecessária”.

“You have another thing coming.”

A expressão correta você encontra na dica Como Dizer Tirar o Cavalinho da Chuva em Inglês.

“I nipped that problem in the butt.”

“Nip a problem in the bud” significa “cortar o problema pela raiz”. O certo é dizer “bud” e não “butt”. Mas, tem muito falante nativo que confunde isso.

“He did that on accident.”

Você não é o único que tem problemas com as preposições em inglês. Muitos nativos também têm! O correto, de acordo com as gramáticas, é “by accident” e não “on accident”. Lembrando que isso aí equivale ao nosso “sem querer”; logo, a tradução da sentença acima é “ele fez isso sem querer”.

Aprenda mais sobre como aprender as preposições em inglês assistindo à video-aula Preposições em Inglês: Regras e Dicas Definitivas no canal Inglês na Ponta da Língua no Youtube.

“I should of helped them. “

O certo deve ser “I should have helped them” (eu deveria ter ajudado eles). O problema é que a palavra “have” é pronunciada de modo fraco – /əv/ – e soa igual ao som fraco de “of” – /əv/. Assim, na hora de escrever, eles costumam cometer o deslize. O mesmo acontece com “would have”, “could have” e outras mais.

“Irregardless of what happens, I’ll be there.”

Curiosamente, muitos falantes de português brasileiro também erram. Na gramáticas portuguesas o correto é dizer “independentemente de” e não “independente de“. Quer saber qual é o certo em inglês? Então, veja a dica Como Dizer Independentemente De em inglês.

“She could feel her hunger pains.”

A combinação (collocation) correta em inglês é “hunger pangs”. “Pang” significa “dor aguda”, “pontada”; mas, a combinação “hunger pangs” pode ser traduzida apenas como “fome” (aquela fome que incomoda ao extremo).

“This is going to wreck havoc on our plans.”

A expressão em inglês é “wreak havoc” (causar danos, causar estragos, causar grandes transtornos). Por alguma razão desconhecida muita gente fala “wreck” e não “wreak”. Portanto, mais um errinhos que os falantes nativos cometem.

Caso você queira aprender mais sobre esses e outros erros leia o texto 17 Phrases you’re probably saying wrong. A autora, Sarah Brooks, dá mais detalhes sobre o assunto e ajuda todo mundo a evitar tais erros.

Por fim, se você é daqueles que acha que errar algo em inglês é um absurdo e que a pessoa que comete o erro deve queimar no mármore do inferno, leia a dica Erros no Aprendizado de Inglês.

Até a próxima!

Artigos Relacionados
Comentários
  • denilsolima

    Ana, obrigado por seu comentário! Tenho de discordar de você. Todas as gramáticas de inglês que conheço, e não estou falando de gramáticas pedagógicas, mencionam a expressão “I could care less” como um erro. Até mesmo o significado fica estranho.

    Se dizemos “I could care less,” a ideia é que nós nos preocupamos muito com algo e, portanto, deveríamos nos preocupar menos. No entanto, ao dizermos “I couldn’t care less” a ideia é de que eu não me importaria menos com algo. Ou seja, a pessoa já não se importa e, portanto, ela se importa menos ainda. Em inglês a paráfrase é “it would be impossible for me to care less than I do because I do not care at all”.

    A origem da expressão “I couldn’t care less” é britânica e chegou nos EUA apenas em 1960. A forma “I could care less” apareceu apenas nos EUA por volta de 1975.

    Por fim, vale dizer que esse é um exemplo do que nós chamamos de sentença fixa (sentença feita, frozen sentence, etc); logo, as regras da gramática normativa não se aplicam. É o mesmo para a expressão “How do you like them apples?”.

    Att.,

    Denilso

    • gabriel mendes

      O denilson está correto pois eu assisti uma aula de inglês no http://www.engvid.com quem quiser pode conferir muito bom, e o professor explicou (falante nativo) que a forma correta é ”I couldn’t care less e não I could care less’ hugs