I have a question ou I have a doubt: qual a diferença?

Qual o certo: I have a question ou I have a doubt? Você sabia que muita gente erra na hora de dizer “Eu tenho uma dúvida” em inglês?

Aqui no Inglês na Ponta da Língua – isso lá em 2012 – escrevi uma dica sobre isso: Doubt vs Question. Nela eu expliquei a diferença no uso das duas palavras. O objetivo, claro, era ajudar os leitores a não cometerem o mesmo erro da maioria.

Desta vez, decidi publicar uma dica no Youtube falando mais especificamente sobre isso. Portanto, se você prefere ter uma vídeo-aula sobre o assunto, assista ao vídeo abaixo. Nele você vai aprender ser deve dizer I have a question ou I have a doubt.

Além disso, você também vai aprender a pronúncia correta de DOUBT, que é uma palavrinha que muita gente também erra ao pronunciar.

I have a question ou I have a doubtCaso não esteja vendo ao vídeo abaixo, clique aqui e assista diretamente em nosso canal no Youtube.

Ah, aproveite e inscreva-se no Inglês na Ponta da Língua no Youtube. Já temos mais de 60 dicas publicadas por lá. Se você quer ficar ainda mais com seu Inglês na Ponta da Língua, participe lá também.

» Leia também: Dicas de Gramática do Inglês no Youtube

I have a question ou I have a doubt

Mais dicas no Youtube

Quer continuar aprendendo mais com as video-aulas do prof. Denilso de Lima no Youtube!? Então assista também as dicas dos links abaixo:

That’s all for now, guys! Agora vocês já devem saber quando dizer I have a question ou I have a doubt. Portanto, eu acredito que não mais cometeram esse erro tão básico, não é verdade?

Well, I hope you’ve enjoyed this tip. So, bye bye, take care and keep learning.

EU VOU em inglês: não faça confusão ao dizer isso

Por incrível que pareça, muitos estudantes de inglês costumam fazer uma certa confusão na hora de dizer EU VOU em inglês. Muitos nem percebem que fazem tal confusão e acabam cometendo “erros” sem nem saber que estão “errando”. Portanto, leia esta dica para entender melhor.

Eu vou: o problema

O grande problema do EU VOU – ou do verbo ir de modo geral – é que em português ele é usado em duas situações diferentes.

A primeira é como verbo de movimento. Ou seja, trata-se do ato de ir para algum local ou evento:

  • Eu vou para a igreja todos os domingos.
  • Eu vou à casa de meus avós toda sexta-feira.
  • Ela vai para a faculdade somente nas quintas.
  • Nós vamos àquele restaurante todos os sábados.
  • Eu vou ao shopping todas quartas.

Como dizer EU VOU em inglês?Note que em todo os exemplos acima, as frases se referem ao ato da pessoa se locomover a um local ou evento. Temos aí, portanto, o verbo ir em seu sentido principal.

A segunda situação na qual usamos o verbo ir em português é para nos referirmos à ações futuras. Ou seja, nesse caso, o nosso ir acaba se tornando um verbo que remete a algo que acontecerá, que será feito, etc. Veja os exemplos:

  • Eu vou falar com a chefe amanhã cedo. (Eu falarei com a chefe amanhã cedo)
  • Eu vou viajar aos Estados Unidos ano que vem. (Eu viajarei aos Estados Unidos ano que vem.)
  • Eu vou assistir a um filme com meus amigos hoje à noite. (Eu assistirei a um filme com meus amigos hoje à noite.)
  • Ele vai fazer uma festa de aniversário para a irmã. (Ele fará uma festa de aniversário para a irmã.)
  • Nós vamos vencer essa batalha. (Nós venceremos essa batalha.)
  • Eles vão arrumar uma bela de uma confusão. (Eles arrumarão uma bela de uma confusão.)

Observe que acima o verbo ir está servindo para indicar uma ação futura e não que alguém se locomoverá a algum lugar. Caso não tenha notado a diferença, compare os exemplos abaixo:

  • Eu vou para a igreja todos os domingos. (movimento)
  • Eu vou falar com a chefe amanhã cedo. (ação futura)

Dizer EU VOU em inglês

Se você notou as diferenças no uso do verbo ir acima, fica muito mais fácil aprender como dizer EU VOU em inglês.

Se a ideia for de movimento – ir a um local ou evento –, então você terá de usar o verbo GO. Assim, os exemplos do primeiro bloco acima ficarão assim em inglês:

  • I go to church every Sunday.
  • I go to my grandpa’s every Friday.
  • She goes to college only on Thursdays.
  • We go to that restaurant every Saturday.
  • I go to the mall every Wednesdays.

Observe a ideia de movimento nos casos acima. A pessoa vai a um local ou evento. Portanto, nesses caso, é natural usarmos o verbo GO.

Como dito acima o nosso verbo ir – em português – serve também para indicar uma ação futura. Logo, temos de entender aí que o EU VOU em inglês será diferente. Pois, teremos de usar palavras diferentes para expressar a ideia de futuro. As mais comuns em inglês são: WILL e BE GOING TO.

Logo, os exemplos dados acima com o verbo ir expressando a ideia de futuro ficarão assim em inglês:

  • I’ll talk to the boss tomorrow morning.
  • I’m going to talk to the boss tomorrow morning.
  • I’ll travel to the USA next year.
  • I’m going to travel to the USA next year.
  • I’ll watch a movie with my friends tonight.
  • I’m going to watch a movie with my friends tonight.
  • He’ll throw a birthday party to his sister.
  • He’s going to throw a bithday party to his sister.
  • We’ll win this battle.
  • We’re going to win this battle.
  • They’ll get into real trouble.
  • They’re going to get into real trouble.

Veja que agora o verbo ir com a ideia de futuro foi traduzido por WILL e BE GOING TO. Fixe bem isso na sua cabeça e assim evitar cometer um erro muito frequente.

» Assista no Youtube: WILL ou GOING TO – qual a diferença?

EU VOU em inglês: o erro frequente

O erro que a maioria dos estudantes de inglês comete é achar que para dizer EU VOU em inglês basta usar o I GO. Ou seja, não notam que há essa diferença em português e ela tem de ser levada em conta na hora de falar ou escrever inglês.

  • Eu vou ao cinema toda segunda-feira. (ação de movimento)
  • Eu vou ter de trabalhar amanhã cedo. (futuro)

Ao passarmos as sentenças acima para o inglês temos de captar (entender) a ideia do EU VOU.

  • I go to the movies on Mondays.
  • I’ll have to go to work tomorrow morning.
  • I’m going to have to go to work tomorrow morning.

Portanto, cuidado para não cometer esse errinho. Entenda bem os usos do verbo ir em português para não fazer confusão na hora de dizer EU VOU em inglês.

EU VOU em inglês: um outro problema

Uma outra confusão que acontece em inglês e também em português é que o verbo ir com o sentido de movimento pode ficar subentendido na sentença. Veja só:

  • Eu vou à festa na sexta.
  • Ele vai ao shopping amanhã à noite.

Veja que a ideia é expressar o ato de ir a um local no futuro. Logo, o verbo ir não precisa ser usado na frase; pois, soa um tanto quanto repetitivo. Ou seja, é raro falarmos isso:

  • Eu vou ir à festa na sexta.
  • Ele vai ir ao shopping amanhã à noite.

Em português, nós evitamos naturalmente o uso do verbo ir nesses casos. Não que seja errado usá-lo. Trata-se apenas do uso natural da língua.

Já em inglês, ocorre a mesma coisa. Isto é, nós podemos deixar o verbo go de fora caso a sentença seja feita com BE GOING TO:

  • I’m going to the party on Friday.
  • She’s going to the mall tomorrow evening.

Nada impede que digamos:

  • I’m going to go to the party on Friday.
  • She’s going to go to the mall tomorrow evening.

Leia mais sobre isso na dica: Podemos Dizer Going To Go em inglês?

Conclusão

Como você deve ter notado, a confusão na hora de dizer EU VOU em inglês acontece justamente pelo modo como usamos o verbo ir em português. Falamos tão naturalmente que não notamos essas diferenças. Mas, ao falarmos inglês é bom ter isso em mente e assim evitar um erro tão simples.

Claro que se você errar, as pessoas entenderão o que você quer dizer. Mas, como você quer estar com o Inglês na Ponta da Língua de modo correto, não vai querer continuar errando, não é mesmo?

That’s all for now, guys! I hope you’ve enjoyed this tip. Bye bye, take care, and keep learning.

Pronúncia de S no Início das Palavras em Inglês

Você sabia que um dos erros de pronúncia mais cometidos por estudantes de inglês é justamente a pronúncia de S no início das palavras em inglês?

Para comprovar isso, vou pedir para que você leia em voz alta as 10 palavras que estão aí abaixo. Note que todas elas começam com a consoante S. Leia-as como você achar correto. Não se preocupe se está certo ou errado. Depois a gente continua conversando.

  • star
  • study
  • school
  • stop
  • slow
  • sleep
  • stay
  • straight
  • square
  • sniper

Pronúncia de S no Início de Palavras em InglêsE aí!? Será que você comete o mesmo erro que a maioria comete com a pronúncia de s no início de palavras em inglês?

O erro é o seguinte: geralmente os estudantes brasileiros (mesmo de níveis avançado) tendem a colocar uma vogal de apoio antes do s. Isso faz com que as palavras seja pronunciadas mais ou menos assim: istar, istudy, ischool, istop, islow, isleep… Se sua pronúncia for assim, cuidado! Em inglês, essa vogal de apoio simplesmente não existe. Você deve pronunciar o s de modo correto.

Mas, como é essa pronúncia de no início das palavras em inglês?

Não se preocupe! Pois, é mais fácil do que você imagina!

A dica é a seguinte: acostume a pronunciar essa palavras com o som de /c/ em cebola, cenoura ou o som de /s/ em sapato, senhor. Para pratica isso, basta começar a falar cebola, por exemplo, mas preste atenção à pronúncia do c. Você pode até prolonga o som e fazer algo assim: cccccccccccccccccccccebola. Dei uma exagerada aí, mas creio que você já tem uma ideia de como é.

Bom! Caso esteja difícil de entender como é a pronúncia de s no início de palavras em inglês, assista ao vídeo abaixo. Nele você vai poder ouvir como é essa pronúncia. Tenho certeza que vai ficar muito mais fácil do que ler e ficar imaginando como é isso. Então, assista ao vídeo! Depois deixe um comentário dizendo o que achou desta dica! Você gostou de ficar sabendo que esse é um erro comum e tem como evitá-lo? Você cometia esse erro? Enfim, continue conversando com a gente e vamos aprender mais!

That’s all for now, guys! Bye bye and keep learning!

Emprestar em inglês: como se diz?

Para dizer emprestar em inglês, há dois verbos: borrow e lend. O uso desses dois verbos é uma das coisas que mais causam confusão entre estudantes de inglês de vários níveis. Portanto, vamos aprender quando usar borrow e lend corretamente.

Depois de ler esta dica, aconselho você também aprender mais sobre essas duas palavras lendo a dica A diferença entre lend e borrow. Nela eu falo sobre as combinações de palavras mais comuns com elas. Saber isso, ajudará você a falar empresas inglês sem muitos problemas.

Emprestar em inglês » BORROW

O verbo borrow é sempre usado com o sentido de “pegar emprestado” ou “tomar emprestado”. Imagine que você queira pegar uma caneta emprestada de uma amiga. Então, em português você dirá:

  • Posso pegar sua caneta (emprestada)?

Isso em inglês ficará assim:

  • Can I borrow your pen?

Emprestar em InglêsLembre-se que borrow sempre terá a ideia de pegar algo emprestando de alguém. Veja mais exemplos:

  • She borrowed a car from one of her friends. (Ela pegou um carro emprestado com uma das amigas dela.)
  • He asked if he could borrow a book. (Ele perguntou se podia pegar um livro emprestado.)
  • If there’s anything you’d like to borrow, just let me know. (Se tiver algo que você queira pegar emprestado, é só me avisar.)
  • I borrowed fifty bucks from dad. (Peguei cinquentão emprestado com o papai.)
  • We’re borrowing a friend’s car for the weekend. (Vamos pegar o carro de um amigo emprestado para passar o fim de semana.)

Emprestar em inglês » LEND

Já o verbo lend tem o sentido de “emprestar” ou dar “emprestado”. A situação agora é inversa. Digamos que você queira a caneta de sua amiga. Então você poderá dizer o seguinte:

  • Você pode me dar sua caneta emprestada?
  • Você pode me emprestar sua caneta?

Em inglês,

  • Can you lend me your pen?

Portanto, tenha em mente que lend sempre passará a ideia mais geral de emprestar ou dar emprestado. Vamos aos exemplos:

  • She lent me her very expensive coat. (Ela me emprestou um de seus casos caríssimos.)
  • Joe lent his car to us for the weekend. (Joe emprestou o carro dele pra gente pelo fim de semana.)
  • She doesn’t like lending her books. (Ela não gosta de emprestar os livros dela.)
  • The bank agreed to lend him $5,000. (O banco aceitou emprestar $5.000 a ele.)
  • Banks are willing to lend large amounts of money to people starting up businesses. (Os bancos estão dispostos a emprestar rios de dinheiro às pessoas que estão abrindo negócios.)

O uso do verbo lend pode ocorrer ainda de duas maneiras, veja:

  • She lent me her car. (Ela me emprestou o carro dela.)
  • She lent her car to me. (Ela emprestou o carro dela para mim.)

Emprestar em Inglês » BORROW ou LEND?

Para entender bem a diferença entre borrow e lend, procure comparar as duas situações citadas acima para cada um deles.

Note que borrow é o nosso “pedir emprestado”, “pegar emprestado”, “tomar emprestado”. Já lend equivale a “dar emprestado”. Para ficar mais claro, vamos misturar tudo:

  • Carl lent his bike to my brother. (Eu emprestei minha bicicleta a meu irmão.)
  • My brother borrowed Carl’s bike. (Meu irmão pegou a bicicleta do Carl emprestada.)
  • The bank refuses to lend to students. (O banco se recusa a emprestar dinheiro aos estudantes.)
  • The students refuse to borrow money from the bank. (Os estudantes se recusam a pegar dinheiro emprestado do banco.)

Compare também os exemplos dados anteriormente e você entenderá como dizer emprestar em inglês sem fazer confusão. Eu também escrevi uma dica sobre esse assunto quando colaborava com o site English Experts. Caso queira ler a explicação dada lá, a dica é Lend e Borrow: quando usar?.

That’s all for now! Take care and keep learning!

Como dizer outdoor em inglês?

Você deve ter lido o título desta dica e deve estar pensando que tem algo de errado, não é mesmo? Bem que poderia ser um erro; mas, não é! Outdoor em inglês infelizmente não é outdoor!

Se você em algum momento tiver de falar outdoor em inglês, saiba que há duas palavras: billboard e hoarding. Lembrando que billboard é o termos mais comum no inglês americano e hoarding, no inglês britânico. Veja abaixo alguns exemplos:

  • That billboard has two sides. (Aquele outdoor tem dois lados.)
  • Name 3 things that are advertised on billboards. (Cite 3 coisas que são anunciadas em outdoors.)
  • Can I sleep right under that billboard? (Eu posso dormir bem embaixo daquele outdoor?)
  • That billboard is huge. (Aquele outdoor é enorme.)
  • You cannot place a hoarding on the highway without prior approval in writing from the Highway Authority. (Não se pode fixar outdoor na rodovia sem uma autorização por escrito do departamento de trânsito.)
  • Have you seen the hoarding that announces the new Civic? (Você viu o outdoor com o anúncio do novo Civic?)
  • It’s an impressive hoarding! Very creative! (É um outdoor fantástico! Bem criativo!)

Como dizer outdoor em inglês?Ok! Agora você deve estar se perguntando de onde foi que nós – aqui no Brasil – tivemos a ideia de chamar um billboard (ou hoarding) de outdoor? Afinal, por que falamos outdoor no Brasil?

Tudo indica que nós pegamos a palavra outdoor do termo outdoor advertisement, algo como anúncios externos. Ou seja, os billboards (ou hoardings) são um tipo de estrutura usada para fazer anúncios de produtos ao ao livre (outdoor). Portanto, por uma questão de força maior em algum momento da história do marketing no Brasil, o termo outdoor passou a ser usado e acabando se tornando algo comum.

Mas, não se deixe enganar. Outdoor em inglês é billboard ou hoarding. Legal, né? Agora você vai poder ensinar seus amigos e amigas como dizer outdoor em inglês. Até a próxima! 🙂

Expressões Comuns Que Americanos Erram

Como pesquisador apaixonado pelo uso natural da língua inglês, o jeito como os falantes nativos usam a língua, eu gosto de colecionar erros cometidos por eles.

Acho isso interessante, pois as pessoas têm a ideia de que todo falante nativo não erra ao falar inglês. Um mito que eu sempre fiz questão de cutucar. Já escrevi duas dicas relacionadas a erros cometidos por nativos. Essa duas dicas são Eles Também Cantam Errado em Inglês e Erros de Inglês Cometidos por Americanos.

Hoje trago uma nova coletânea de erros. Desta vez, você vai ler sobre algumas expressões comuns que eles mesmos falam errado. O objetivo da dica, além de expor uma curiosidade, é também o de ajudar você a aprender com os erros deles. Então, vamos lá!

“It’s a doggy-dog world.”

Erros Comuns em Inglês

A expressão correta é “It’s a dog-eat-dog world”. Algo que em português pode ser traduzido como “É cobra engolindo cobra”, “É um mundo cão”. Ou seja, neste mundo as pessoas fazem de tudo para levar vantagem em cima dos outros.

“I could care less.”

O correto é “I couldn’t care less”. Em português significa “Eu não dou a mínima”, “Eu tô me lixando”, “Eu não me importo nem um poquinho”. Aprenda mais na dica Como Dizer Eu Tô Me Lixando em Inglês.

“A mute point.”

O correto é “a moot point”, que em português equivale a “assunto irrelevante”, “tópico sem importância”, “conversa desnecessária”.

“You have another thing coming.”

A expressão correta você encontra na dica Como Dizer Tirar o Cavalinho da Chuva em Inglês.

“I nipped that problem in the butt.”

“Nip a problem in the bud” significa “cortar o problema pela raiz”. O certo é dizer “bud” e não “butt”. Mas, tem muito falante nativo que confunde isso.

“He did that on accident.”

Você não é o único que tem problemas com as preposições em inglês. Muitos nativos também têm! O correto, de acordo com as gramáticas, é “by accident” e não “on accident”. Lembrando que isso aí equivale ao nosso “sem querer”; logo, a tradução da sentença acima é “ele fez isso sem querer”.

Aprenda mais sobre como aprender as preposições em inglês assistindo à video-aula Preposições em Inglês: Regras e Dicas Definitivas no canal Inglês na Ponta da Língua no Youtube.

“I should of helped them. “

O certo deve ser “I should have helped them” (eu deveria ter ajudado eles). O problema é que a palavra “have” é pronunciada de modo fraco – /əv/ – e soa igual ao som fraco de “of” – /əv/. Assim, na hora de escrever, eles costumam cometer o deslize. O mesmo acontece com “would have”, “could have” e outras mais.

“Irregardless of what happens, I’ll be there.”

Curiosamente, muitos falantes de português brasileiro também erram. Na gramáticas portuguesas o correto é dizer “independentemente de” e não “independente de“. Quer saber qual é o certo em inglês? Então, veja a dica Como Dizer Independentemente De em inglês.

“She could feel her hunger pains.”

A combinação (collocation) correta em inglês é “hunger pangs”. “Pang” significa “dor aguda”, “pontada”; mas, a combinação “hunger pangs” pode ser traduzida apenas como “fome” (aquela fome que incomoda ao extremo).

“This is going to wreck havoc on our plans.”

A expressão em inglês é “wreak havoc” (causar danos, causar estragos, causar grandes transtornos). Por alguma razão desconhecida muita gente fala “wreck” e não “wreak”. Portanto, mais um errinhos que os falantes nativos cometem.

Caso você queira aprender mais sobre esses e outros erros leia o texto 17 Phrases you’re probably saying wrong. A autora, Sarah Brooks, dá mais detalhes sobre o assunto e ajuda todo mundo a evitar tais erros.

Por fim, se você é daqueles que acha que errar algo em inglês é um absurdo e que a pessoa que comete o erro deve queimar no mármore do inferno, leia a dica Erros no Aprendizado de Inglês.

Até a próxima!

Doubt vs Question

Um erro muito comum entre estudantes de inglês está no uso das palavras DOUBT e QUESTION. Você deve estar achando que isso é um erro de estudantes de nível básico, não é mesmo? Você até deve estar achando que é impossível errar isso. Afinal, question significa pergunta, questão; e, doubt significa dúvida. Portanto, como pode alguém errar isso? Acredite, muita gente erra! Inclusive estudantes de níveis mais avançados. E como muita gente tem me perguntado sobre isso, resolvi escrever a respeito.

Antes de falar sobre Doubt vs Question, preciso falar algo interessante: nunca pronuncie o ‘b‘ em doubt. A letra ‘b‘ aí é muda. A pronúncia correta é /daʊt/). Agora sim! Vamos ao principal!

Imagine que você está em uma aula ou palestra e resolve dizer “Eu tenho uma dúvida“. O mais lógico para se dizer nesse caso parece ser “I have a doubt“, certo? Só parece! Afinal, o que você tem é uma pergunta, logo o melhor a dizer nessa situação é “I have a question” ou “I have a few questions“. Portanto, se alguém estiver explicando algo e você não entende muito bem certamente fará uma pergunta (ou várias) para entender melhor o assunto. Então, diga “I have a question” (eu tenho uma pergunta, eu tenho uma dúvida).

Doubt vs Question

Agora digamos que você queira dizer “uma dúvida muito comum entre…“. Como falar isso em inglês? O mais comum quando se trata de perguntas sobre o uso de um produto, expressão, palavra, etc., é dizer “a very common question among…“. Veja abaixo alguns exemplos:

  • This is a very common question among teenagers nowadays. (Esta é uma dúvida muito comum entre adolescentes hoje em dia.)
  • This is a very common question, based on misunderstanding of the law. (Esta é uma dúvida muito comum, baseada em más interpretações da lei.)
  • “Does Chocolate Cause Acne?” is a very common question among chocolate lovers who are also acne victims. (“Chocolate causa acne?” é uma dúvida muito comum entre chocólatras que também sofrem com acnes.)
  • This is a very common question among those looking for work for the first time. (Esta é uma dúvida muito comum entre pessoas que procuram emprego pela primeira vez.)

A dica é a seguinte: sempre que a dúvida estiver relacionada a uma pergunta (ou várias perguntas), use question. Pois, na verdade, o que você tem são perguntas a serem feitas. Question passa a ideia de “I don’t understand” (então, preciso fazer perguntas); doubt, por sua vez, passa a ideia de “I understand, but I don’t agree” (não tenho perguntas, mas penso de modo diferente, estou incerto).

Se ainda não deu para entender, anote aí que question refere-se ao fato de você querer mais informações sobre algo. Doubt está relacionado a uma crença ou conceito que pode ser verdadeiro ou falso. Só para esclarecer mais ainda, questioners são pessoas que procuram respostas para as coisas, eles costumam fazer bastante perguntas. Doubters são pessoas que duvidam, não têm certeza e simplesmente não vão atrás de respostas; elas ficam presas ao seu próprio modo de pensar. Veja abaixo alguns exemplos com a palavra doubt:

  • Chris was confident that we would be ready on time, but I had my doubts. (Chris tinha plena certeza que ficaríamos prontas a tempo, eu tinha minhas dúvidas. [ou, eu não estava muito certo disso])
  • There seems to be some doubt as to whether this is legal. (Parece haver algumas dúvidas/incertezas se isso é legal.)
  • He is still in some doubt about whether to go or not. (Ele ainda em dúvida se vai ou não. | Ele ainda não decidiu se vai ou não. | Ele ainda não tem certeza se vai ou não.)

O Longman Dictionary of Contemporary English define a palavra doubt da seguinte maneira:

a feeling of being not sure whether something is true or right

Veja que na definição do dicionário temos a ideia de incerteza se algo é verdadeiro ou certo. Logo, doubt expressa incerteza. O mesmo dicionário define a palavra question assim:

a sentence or phrase that is used to ask for information or to test someone’s knowledge

Ou seja, se você quiser pedir mais informações sobre algo que não ficou muito claro, você deverá usar a palavra question.

O curioso nessa bagunça toda é que mesmo os nativos escrevendo a respeito das diferenças a confusão continua. No entanto, eu não vejo como confundir isso se você entender a lógica por trás de cada palavra. Os usos da palavra doubt são bem específicos e precisam ser aprendidos corretamente. Como esse assunto costuma gerar polêmicas nas próximas dicas escreverei sobre o uso de cada palavra isoladamente. Aguarde!

That’s all for now! Take care! 🙂

Usando o Pronome It em Inglês [Parte II]

Se você ainda não leu a primeira parte dessa dica, recomendo que a leia. Afinal, trata-se de uma dica sobre o uso obrigatório do pronome “it” como sujeito de uma sentença. Nessa dica aqui, vamos falar do “it” obrigatório como objeto (após verbos). Não se preocupe com os tecnicismos gramaticais, eu garanto que no final você vai entender isso direitinho.

Para ficar mais claro o que você vai aprender nessa dica sobre o pronome “it”, dê uma lida no diálogo abaixo. Não leia superficialmente, por favor. Preste atenção no uso da palavra “it”. Afinal, é sobre isso o que vamos falar.

  • Do you like to study English?
  • Yes, I do. Actually, I love it.

Em português nós traduzimos esse pequeno diálogo assim:

  • Você gosta de estudar inglês?
  • Sim, gosto. Na verdade, eu adoro.

Pronome ItVeja o que aconteceu com a sentença “I love it”. Nós a traduzimos por “eu adoro”. Se você notar bem, vai fazer uma das seguintes perguntas: 1) o que houve com o “it” na tradução em português?; 2) Por que usamos o “it” em “I love it”?

A situação é a seguinte: em português não é extremamente necessário usarmos um pronome nesse caso. Portanto, nós sempre diremos “eu adoro”. Já em inglês, você deve sempre usar o “it” para que a sentença fique gramaticalmente correta. Esse “it” no final dessa sentença, nesse diálogo em específico, refere-se ao “to study English” da pergunta.

É como se a pessoa estivesse dizendo: “Yes, I do. Actually, I love to study English”. No entanto, como não é preciso ficar repetindo tudo, dizemos apenas “I love it”. Veja outros exemplos:

  • I can’t stand soccer. I really hate it. (Eu não suporto futebol. Eu odeio.)
  • I can’t find my wallet. I guess I must’ve lost it. (Não consigo encontrar minha carteira. Acho que a perdi.)
  • She doesn’t like to live here, but we love it. (Ela não gosta de morar aqui, mas a gente adora.)
  • You’ve lost your wallet? So, let’s look for it. (Você perdeu a carteira? Então, vamos procurar.)

Em todas essas sentenças acima, o “it” está se referindo a algo mencionado anteriormente. Veja que podemos trocá-lo pelo algo ao qual ele se refere:

  • I can’t stand soccer. I really hate soccer.
  • I can’t find my wallet. I guess I must’ve lost my wallet.
  • She doesn’t like living here, but we love living here.
  • You’ve lost your wallet? So, let’s look for your wallet.

Percebeu como ficar repetindo as coisas fica extremamente estranho? O uso do “it” ajuda a evitar essa coisa estranha de repetir tudo. Com ele você já deixa tudo claro e sem repetições.

Enfim, esse é mais um uso do “it” que causa problemas a muitos estudantes de inglês. O jeito mais simples de aprender isso é observando a língua sendo usada em textos escritos, diálogos de fácil compreensão, músicas, filmes, seriados, etc.

Por enquanto é isso! Na nossa próxima dica, continuaremos falando sobre o “it”; afinal, ainda temos mais coisas para falar sobre ele. Espero que essa dica tenha ajudado de alguma forma. Qualquer coisa deixe seu comentário abaixo. Até a próxima!

Usando o Pronome It em Inglês

It” é um pronome muito estranho em inglês. Muitas vezes os alunos entendem que seu significado é “ele” ou “ela” e usado frequentemente para animais ou objeto. Essa definição é muito simples (e errada até certo ponto). Para ajudar você a entender melhor um dos usos do “it”, continue lendo esta dica. Depois, você poderá ler também a segunda parte desta dica em Usando o Pronome It em Inglês [Parte II].

Para começarmos bem, saiba que o pronome “it” é responsável por um erro extremamente comum entre estudantes brasileiros. Para falar sobre esse erro, veja as sentenças abaixo escritas por estudantes de inglês.

  • Is very good to be here.
  • Is raining a lot.
  • Is not that.
  • Is broken.

Eu poderia colocar inúmeras outras sentenças, mas essas aí são o bastante para dizer que em português é comum dizermos “é muito bom estar aqui”, “está chovendo muito”, “não é isso”, “está quebrado”. Em português, não usamos pronome nenhum nessas sentenças. Fica estranho dizer “ele está chovendo muito” ou “ele é muito bom estar aqui), por exemplo.

Em inglês, no entanto, você precisa – deve, tem de – usar o pronome “it” nesses casos. É simplesmente obrigatória sua presença. Isso significa que as sentenças acima para ficarem certas em inglês devem ser escritas assim:

  • It is very good to be here.
  • It is raining a lot.
  • It is not that.
  • It is broken.

O Pronome ItO “it” está presente apenas por estar. Você não precisa traduzi-lo. Ele não tem significado algum. No entanto, deve estar presente na sentença. Nunca o deixe de fora! Por quê? Muita gente explica isso dizendo que em inglês não há sentença sem sujeito. Logo, o “it” deve entrar em ação nesses casos.

Nas gramáticas da língua inglesa, quando o “it” deve aparecer mesmo não significando nada é chamado de “dummy it” (it bobo). Na Cambridge Grammar of English (p. 495) lê-se:

Visto que deve haver um sujeito, os dummy subjects devem ser usados. Dummy subjects, sendo apenas it ou there, são sujeitos que não possuem nenhum conteúdo semântico, mas que simplesmente preenchem o espaço no qual um sujeito é necessário.

Ou seja, em inglês as sentenças têm de ter um sujeito. Quando em português esse sujeito é impessoal ou inexistente, em inglês devemos usar o “it”. Esse “it” não tem conteúdo semântico algum – isto é, ele não significa absolutamente nada, não se traduz para nada em português. Ele está lá de bobeira, só como um acessório que não pode ficar de fora. Veja outros exemplos:

  • It is interesting the way they do that. (É interessante o modo como eles fazem isso.)
  • It takes a lot of time to do that. (Leva-se muito tempo para fazer isso.)
  • It appears to be an error. (Parece ser um erro.)
  • It looks like you didn’t sleep well last night. (Parece que você não dormiu bem essa noite.)
  • It is not a good idea. (Não é uma boa ideia.)
  • It doesn’t make sense at all. (Não faz sentido algum.)
  • It sounds like thunder. (Parece um trovão. | Parece barulho de trovão.)

Veja como em português nós não temos um sujeito nas sentenças. Já em inglês temos o “it”. Aprenda bem isso e evite cometer esse erro tão comum entre a maioria dos estudantes brasileiros.

Sempre que você quiser dizer algo como “é fantástico”, “está calor”, “é muito ruim”, “está frio” e tantas outras, lembre-se que em inglês você precisa usar o tal do dummy it: “it’s awesome”, “it is hot”, “It’s very bad”, “it’s cold”. A partir de hoje, fique de olho nisso e não cometa esse erro.

Para encerrar, deixe-me dar um exemplo que muitos acham curioso. Imagine que uma amiga sua está grávida. Você quer saber o sexo do bebê. Em português, a pergunta inevitável será: “é menino ou menina?”. Note que a pergunta não tem sujeito. A palavra “é” está perdida no mundo – sem companhia. Portanto, em inglês, a pergunta deverá ser “is it a boy or a girl?”. O dummy it entra em ação não para se referir ao bebê, mas sim para não deixar a sentença sem sujeito. O mesmo vale se perguntarmos “o que que é?”, que em inglês será “what is it?”. Isso tem tudo a ver com o que falamos acima. pode parecer estranho no começo, mas você se acostuma a esse uso do “it” com certeza.

That’s all for now, guys! Take care!

Gramática: uso da palavra police

Police como todo mundo sabe significa polícia. Mas, saber apenas isso não quer dizer que você já sabe tudo sobre o uso da palavra police em inglês. Muitos estudantes de inglês ficam intrigados quando se deparam com sentenças como as que seguem abaixo:

  • The police were called to the scene of the crime. (A polícia foi chamada ao local do crime.)
  • The police are looking for the criminals. (A polícia está procurando pelos criminosos.)
  • The police are also looking for a second car. (A polícia também está procurando por um segundo carro.)
  • The police have powers to stop and question you at any time. (A polícia tem autoridade para parar e interrogar as pessoas a qualquer momento.)

Você notou que em inglês o verbo está no plural – were , are, have –, mas em português está no singular – foi, está e tem? Por que será que isso acontece?

Uso da Palavra Police em InglêsEm inglês, a palavra police, por mais estranho que possa ser, é sempre plural. Portanto, o verbo em inglês deverá sempre estar no plural. Assim, caso um dia você faça uma prova e nela tenha de completar algo relacionado à “police” lembre-se que o verbo deverá estar no plural. Veja mais exemplos:

  • The police have been looking into the case. (A polícia tem investigado o caso.)
  • Have the police been called? (A polícia foi chamada? | Chamaram a polícia?)
  • Police say they have arrested more than twenty people. (A polícia diz que mais de vinte pessoas foram presas.)
  • Police suspect a local gang. (A polícia suspeita de uma gang local.)

Agora se você quiser se referir a apenas um policial, então diga “police officer”, que é o termo geral para policiais; ou use “policeman” (policial masculino) e “policewoman” (policial feminina). Já no plural essas palavras ficarão assim: “police officers”, “policemen” e “policewomen”.

Acostume-se bem com esse uso da palavra police em inglês. Muita gente erra isso por achar que português e inglês são iguais nesse ponto. A verdade é que não são! Para eles o uso da palavra police se dá sempre no plural, para nós sempre no singular.

Espero ter deixado isso claro! Até a próxima! 😉