Filmes Com ou Sem Legenda Para Aprender Inglês

O que é melhor: assistir aos filmes com ou sem legenda para aprender inglês? Por que você sabe muito inglês, mas ainda assim tem dificuldades ao assistir a filmes sem legendas? Afinal, o que dizem os experts sobre o uso ou não uso de legendas ao assistir a filmes em inglês?

No vídeo abaixo, menciono alguns pontos relacionados às dificuldades que qualquer pessoa pode ter ao assistir a filmes sem legendas.

Em resumo essas dificuldades são:

  1. processamento de várias informações no cérebro (atenção e foco)
  2. sotaques aos quais não se está acostumado a ouvir
  3. tecnologia (o modo como o áudio em filmes e seriados são captados e comprimidos)

Também dou algumas sugestões sobre como desenvolver o listening e assim ir aos poucos se acostumando a não usar legendas com tanta frequência:

  1. aprender as características da pronúncia do inglês falado
  2. enriquecer o seu léxico mental com mais e mais chunks of language
  3. fazer intensive listening

Enfim, assista ao vídeo e leia as informações para entender tudo isso de modo completo.

Com ou Sem Legenda | por que é difícil?

É muito comum ouvir e ler o seguinte comentário feito por alunos de inglês:

Denilso, estudo inglês há anos. Sei muito vocabulário. Sei muita gramática. Consigo ler e escrever bem. Até consigo falar de modo razoável. Mas, não consigo assistir a filmes sem legendas. Qual o meu problema?

De cara, eu já percebo que se trata de mais um caso no qual a pessoa sempre focou na gramática normativa e na decoreba de palavrinhas soltas, phrasal verbs e expressões aleatórias.

Aí, acredita que o simples fato de saber ler e escrever em inglês é a mesma coisa que saber ouvir.

Nada disso!

São habilidades diferentes.

Mas, para entender um pouco mais essa questão de assistir a filmes com ou sem legenda, vamos resumir algumas coisas.

1️⃣ Atenção e Foco

Ao assistir a um filme, seu cérebro está processando várias informações: cenário do filme, roupa e aparência das personagens, ruídos e barulhos das cenas, etc. Sem contar as informações que ocorrem no local onde você está assistindo ao filme.

Portanto, embora você esteja focado em assistir sem legenda, seu cérebro pode inconscientemente voltar a atenção para algo que faz com que você perca a linha de raciocínio da cena.

Como sabemos, uma vez perdido uma parte do diálogo, ficamos com a sensação de que não estamos entendendo nada.

Outro problema que ocorre no cérebro tem a ver com ter um bom vocabulário.

Isso não tem nada a ver com saber palavras soltas, phrasal verbs, expressões idiomáticas de modo isolado. Tem sim a ver com estar habituado a isso tudo em forma de chunks of language.

Sobre isso recomendo que você leia o artigo Por Que Listening É Difícil, publicado aqui neste blog em agosto de 2007.

2️⃣ Sotaques Diferentes

Quando começamos a estudar inglês, nós somos apresentados a dois padrões da língua inglesa.

De um lado temos o Standard American English (SAE) e de outro o Received Pronunciation (RP, também conhecido como BBC English).

Essas são as duas variantes mais usadas no mundo dos negócios, da política, da diplomacia, das relações internacionais.

Acontece que nos filmes, outros sotaques – variantes linguísticas – se fazem presentes.

Logo, um ator pode ter um sotaque irlandês, escocês, sul-africano, neozelandês, australiano, indiano, canadense, etc. Não só isso, mas o filme pode ainda fazer um uso de um sotaque local. Por exemplo, dentro dos Estados Unidos, há cerca de 30 a 40 diferentes sotaques existentes. No Reino Unido, o número varia entre 40 a 50 sotaques.

Cada um destes sotaques possui um modo diferente de articular a fala, vocabulário (expressões) específico, estruturas gramaticais que podem se diferentes da língua padrão.

Logo, se você não está acostumado com os sotaques presentes em um filme ou seriado, você certamente fará o mesmo que falantes nativos de inglês fazem para entender o filme (ou um trecho específico): usar as legendas.

Ou seja, se falantes nativos de inglês recorrem a esse recurso, por que nós também não podemos fazer o mesmo?

3️⃣ Tecnologia

O modo como o áudio em filmes e seriados são captados nos dias de hoje é bem diferente de como era anos atrás.

Hoje, os microfones estão escondidos na cena e/ou estão debaixo da roupa dos atores e atrizes. Isso faz com que o som da voz não seja captado de modo adequado. A atriz pode sussurrar algo e o microfone não conseguir captar com clareza.

Muitas vezes, os produtores e diretores de filmes precisam chamar os atores a um estúdio para regravar uma fala em uma cena. Isso custa caro! Logo, dependendo do orçamento do filme, eles preferem deixar o áudio sem alteração.

Fora isso, a tecnologia usada para capturar os sons não é 100% compatível com o que nossos celulares, televisores, tablets, laptops e computadores conseguem processar. Por exemplo, a captura é feita com tecnologia de 32 ou mais canais. Já os aparelhos que usamos não suporta isso tudo.

Os técnicos de som precisam então comprimir o arquivo de áudio para que seja compatível com os dispositivos que usamos no dia a dia. Ao fazer essa compressão, pode haver perda na qualidade do áudio em alguns momentos.

Portanto, todo mundo mais uma vez recorre às legendas para entender um trecho específico do filme.

Como Se Acostumar a Assistir Sem Legenda?

Assistir sem legenda é algo que leva tempo. Não é impossível. Mas, é preciso ter paciência, dedicação e constância nos estudos.

Primeiro, saiba onde você está. Ou seja, se você começou a estudar inglês alguns meses atrás, não vá achar que já tem conhecimento o suficiente para assistir a algo sem legenda.

Pode até ser que você entenda uma palavrinha (ou mesmo expressão) aqui e ali. No entanto, não conseguirá entender o suficiente para aproveitar o filme. Lembre-se: filmes e seriados foram feitos para fins de entretenimento e não pedagógicos (de ensino).

Segundo, você precisa se acostumar a ouvir a língua falada, que é diferente da língua escrita. A pronúncia do inglês falado possui características que precisamos aprender desde o começo da nossa jornada como estudantes de inglês.

Fazendo isso, você vai também se adaptando a outros sotaques comumente usados.

Terceiro, vai ter também de ampliar seu repertório lexical frequente e constantemente. Não se trata de decorar 30 palavras por dia, 20 phrasal verbs na semana e 10 expressões idiomáticas no mês.

Ampliar o repertório lexical significa aprender chunks of language, os diferentes usos das palavras mais comuns, a gramática secreta dessas coisas (colligation) e toda a teoria que tenho trabalhado e divulgado neste blog, em meus livros, minhas redes sociais e minha vida como profissional de ensino de inglês.

Quarto, faça intensive listening sempre que possível e de modo constante. Isso ajudará a desenvolver sua consciência fonológica (pronunciation awareness).

Por fim, saiba que não é nada impossível. Contudo, não é algo que acontece da noite para o dia, em 30 dais, em 6 meses, etc., como muitos milagreiros pregam por aí. Aprenda a aprender inglês e você certamente será capaz de saber quando assistir a filmes com ou sem legendas em inglês.

That’s all for now! Take care and keep learning!

Etiquetas
Botão Voltar ao topo