Pronúncia do Inglês

Americanos cometem erros de pronúncia?

Recentemente, recebi uma pergunta que me deixou pensativo: americanos cometem erros de pronúncia? A pergunta pode até causar estranheza, mas ela é um tanto quanto válida. Afinal, essa pergunta nos leva a outra tão interessante quanto: o que realmente é um erro de pronúncia?

Antes de continuar, você deve entender que nós somos estudantes brasileiros de inglês como língua estrangeira. O inglês não é nossa língua materna. Portanto, como não temos certos sons em nossa língua é comum que tenhamos dificuldades para reproduzi-los: os sons do th, o som do i curto e outras. Visto que nós não ouvimos e nem falamos inglês desde criança é mais do que natural cometermos erros uma vez ou outra.

Já no caso de um falante nativo – seja americano, britânico, australiano, irlandês, sul-africano etc. –, a situação é bem diferente.

Eles cresceram ouvindo e falando inglês. Então, nós aqui somos levados a acreditar que eles não cometem erros de pronúncia. Já que o inglês é a língua materna deles, acreditamos piamente que eles falam certo o tempo todo. Mas, será que é isso mesmo? Será que eles concordam com esse pensamento?

Como você bem deve saber, a língua inglesa possui diferenças regionais. E olhe que não estou me referindo apenas ao fato de inglês americano, inglês britânico, inglês australiano, inglês sul-africano, inglês irlandês e outros tipos. Eu estou me referindo a diferenças mesmo dentro de um único pais. Ou seja, uma determinada palavra pode ser pronunciada de um jeito em New York City, mas poderá ser pronunciado de outro jeito em Austin (Texas), em New Orleans (Lousiana), em Albuquerque (New Mexico) ou em Seattle (Washington). Assim, fica aquela “briguinha” entre um jeito ser o certo e o outro ser o errado. Contudo, isso apenas mostra que – assim como em português – o inglês também tem lá suas várias variações.

» Leia também: Esquisitices do Inglês Americano

Americanos Cometem Erros de Pronúncia?Ok! Então, isso significa que americanos cometem erros de pronúncia ou não?

Isso vai depender do ponto de vista de cada pessoa. Sabe aquela coisa de que o meu jeito de falar é o certo e o seu é errado? Pois é! Eles também tem isso em inglês! Em outras palavras, o modo como uma palavra é pronunciada em um local pode ser considerado errado em outro. No entanto, linguisticamente falando, isso não é bem um erro; tratam-se apenas de modos diferentes de pronunciar a mesma palavra: regionalismo.

» Leia também: Erros de Inglês Cometidos por Americanos

Espero que você tenha entendido que não se trata de um erro propriamente dito. Pois, agora, vamos ver algumas palavras que possuem diferentes pronúncias e, consequentemente, podem ser consideradas erradas por um grupo de pessoas, mas não para outro.

A primeira dessas palavras é forte que pode ser pronunciada de duas maneiras diferentes. Alguns dirão que a pronúncia correta é /fort/; já outros dirão que o correto é /fortei/. Quem está certo e quem está errado? Difícil dizer! O que nós – estudantes de inglês – temos de fazer nessas horas é ir com a maioria. Portanto, saiba que para a maioria o certo é /fort/. Ainda assim, tem gente que prefere dizer /fortei/.

Outra palavra curiosa é nuclear. A maioria dos americanos dirá que o certo é pronunciar /niukliar/. Mas, você ouvirá algumas pessoas – mesmo pessoas com vasta formação acadêmica e altos cargos políticos – pronunciando algo como /niuk-lar/. Aqui vale dizer que para 90% dos americanos a pronúncia /niuk-lar/ é a errada.

» Leia também: Erros Que Incomodam os Próprios Nativos

Como nem tudo são flores, há também uma flor nessa confusão toda: poinsettia. Para uns a pronúncia é algo como /poincétia/; mas, para outros a pronúncia deve ser algo como /poincéra/. O engraçado é que tem algumas pessoas que também pronunciam como /pointcéra/ (mas a palavra é ponsettia e não pointsettia). Portanto, nesse caso, muitos dirão que /pointcéra/ está errado e o certo deverá ser sempre /poincéra/. Ou seja, /poincéra/ é a pronúncia mais comum.

Outra palavrinha curiosa que pode sair diferente da boca de falantes nativos é iron. A pronúncia correta é algo como eye-earn. Mas, curiosamente, você poderá encontrar uma falante nativo dizendo algo como eye-run. Esse “erro” ocorre geralmente quando a pessoa está falando rápido demais e a língua – coitada! – acaba sendo atropelada no meio do caminho.

Por fim, pergunte a diferentes americanos como eles dizem mayonnase, been, library e February. Você poderá se surpreender com o fato dessas palavras terem pronúncias bem diferentes da que você acha a correta. Será que eles estão errados?

» Leia também: 5 Erros Comuns de Quem Estuda Inglês

Enfim, não dá para dizer quem está certo ou errado. Em outras palavras, não dá para afirma com 100% de certeza que americanos cometem erros de pronúncia. O que eu – como profissional de ensino de inglês – aconselho é que você sempre preste atenção ao modo como a maioria das pessoas pronuncia certas palavras. Sempre que tiver dívidas, leia a pronúncia da palavra em questão em um dicionário de inglês. Assim, você vai ficando cada vez mais com a pronúncia mais comum na ponta da língua. Também vale a pena sempre perguntar a alguém para assim saber o que é melhor.

That’s all for now! Se você gostou (ou não) da dica Americanos Cometem Erros de Pronúncia, deixe seu comentário abaixo. Thanks for reading! Take care and keep learning!

Etiquetas
curiosidades em inglês dicas de pronúncia dicas sobre o inglês falado

4 Comentários

  1. No ano passo fiz um curso intensivo de inglês em D.C. e ara minha surpresa (acho que a de muita gente) um professor falou que a pronuncia de “interrest in” era “inNesrrest in”. Tinha esse som de “N” na palavra.

    1. Nesse caso aí, André, trata-se de algo comum em variantes do inglês americano. Podemos resumir isso da seguinte maneira:

      » Quando tivermos a sequência nt em sílabas átonas o t não é pronunciado”

      Por isso que podemos ouvir:

      » Atlana ao invés de Atlanta
      » innernacional ao invés de international
      » twenny ao invés de twenty
      » sevenny ao invés de seventy
      » innernet ao invés de internet
      » wanned ao invés de wanted
      » cenner ao invés de center
      » dennist ao invés de dentist
      » mennal ao invés de mental

      Enfim, acho que já deu para ter uma ideia do que realmente é. ?

  2. Erros de pronúncia e gramática há bastante entre os falantes do inglês principalmente nas camadas mais baixas. Como há no Brasil e em qualquer país. No caso do inglês talvez a prosódia seja mais complicada ainda do que no Brasil porque os fonemas podem variar muito para uma mesma grafia. Aqui é mais padronizada na formação e pronúncia silábica. Por exemplo: aqui o “a” tem sempre o som de “a” independente da palavra e sílaba. No inglês esse “a” varia muito conforme posição na silaba e palavra. Outra vantagem do português é que a ordem de formação das silabas e seus fonemas respectivos são muito padronizados. Exemplificando: a lógica do ba be bi bo bu segue para todas as sílabas com raríssimas exceções. As palavras tem uma perfeita combinação matemática dessa lógica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar