A Importância de uma Certificação Internacional :: Os exames de proficiência

Certificação internacional!? Para que serve!? É mesmo importante focar nisso!? Afinal, quais as vantagens de se fazer um exame de proficiência em ingles!?

Se você se faz essas perguntas, vamos conversar a respeito e esclarecer algumas coisas.

Certificados de escolas não têm Valor

Talvez você não saiba, mas os certificados emitidos pelos cursos de idiomas no Brasil não são reconhecidos e nem mesmo validados pelo Ministério da Educação.

Portanto, os certificados emitidos pelas escolas de inglês ao término de um curso de inglês não tem valor algum diante de empresas e universidades.

Seja lá qual for a escola!

Por essa razão, as escolas de idiomas em todo o Brasil já começam a se adequar para que seus cursos direcionem os alunos a um exame de proficiência internacional.

Por exemplo, a Cultura Inglesa costuma preparar seus alunos para os exames da Universidade de Cambridge. O CNA também já começa a fazer isso. inFlux e outras optam por exames como TOEIC ou TOEFL.

Essa mudança acontece justamente pelo fato das escolas saberem que uma certificação internacional vale muito mais no mundo acadêmico e profissional. Assim, essa é uma excelente ferramenta de marketing para conquistar novos alunos.

Para que servem uma certificação internacional?

Essas certificações internacionais têm a finalidade de comprovar seu nível de conhecimento e desenvoltura na língua. São solicitadas pelas maiores universidades e empresas do mundo. No Brasil, são inúmeras as empresas que exigem uma certificação dessas de seus funcionários ou futuros funcionários.

Ou seja, no mercado de trabalho e no mundo acadêmico, ter uma certificação internacional faz toda a diferença. Afinal, é o documento que atesta o seu nível de conhecimento da língua inglesa

Caso você queira fazer uma pós-graduação no exterior, esteja certo que a instituição de ensino pedirá um exames de proficiência em inglesa. As empresas também costumam exigir uma certificação.

Diante de tudo isso, torna-se inquestionável o fato de ter uma certificação internacional.

Quais são as certificações existentes?

Há várias certificações hoje no mercado. Abaixo, mencionarei as mais conhecidas e também mais exigidas.

TOEFL e TOEIC são administrados pela ETS. Esses exames possuem finalidades diferente. O TOEFL é voltado para o mundo acadêmico. Já o TOEIC por sua vez é para o mundo dos negócios. O formato é muito parecido; mas, enquanto um avalia o inglês acadêmico, o outro avalia o inglês dos negócios.

FCE, CAE e CPE são exames administrados pela Cambridge English Assessment. Estes exames mudaram de nome. Atualmente, a nomenclatura é B2 First (antigo FCE), C1 Advanced (antigo CAE) e C2 Proficiency (antigo CPE). A Cambridge English Assessment possui ainda inúmeros outros exames. Esses incluem certificações para crianças e adolescentes bem como para o mundo dos negócios.

Outro exame que desponta no cenário internacional é o IELTS administrado pelo British Council, IDP e Cambridge English Assessment. O IELTS tem dois formatos: Academic e General Training. O Academic como o nome diz é para o universo acadêmico. O General Training é para quem deseja migrar para o Canadá, Austrália, Reino Unido e também para quem pretender fazer o ensino escolar regular ou trabalhar em países de língua inglesa.

Esses acima são os mais famosinhos. No entanto, há ainda outros menos conhecidos e que são exigidos em casos específicos. Muitas vezes, as instituições aceitam a equivalência. Isto é, uma faculdade pode exigir o TOEFL, mas aceita o IELTS com uma nota equiparada à exigida no TOEFL.

Qual exame devo fazer?

A essa pergunta eu não tenho resposta. Afinal, o exame a ser obtido é aquele exigido pela universidade ou empresa na qual você procura ingressar.

Agora, caso você ainda não esteja ciente disso pois está começando a estudar inglês agora, não se preocupe. Apenas estude inglês e quando você chegar ao nível intermediário ou pós-intermediário poderá decidir qual fazer.

As escolas de idiomas costumam indicar um. Assim, se você estiver em uma instituição que ensina o inglês americano, o ideal é que faça o TOEFL ou TOEIC. Por outro lado, se sua escola ensina o ingles britânico, então o ideal é que faça os exames de Cambridge ou IELTS.

Essa coisa de inglês britânico e inglês americano não quer dizer muita coisa. Afinal, ao fazer um exame desse você deve estar com o Inglês na Ponta da Língua e ser capaz de se comunicar bem nas 4 habilidades. Portanto, estude!

» Leia mais: Exames de Proficiência: qual fazer?

Conclusão

Tenho certeza que após ler tudo o que foi dito acima, você tem outra ideia sobre as certificações de proficiência em inglês.

Você pode agora conhecer cada um desses exames lendo a respeito aqui mesmo no site.

Acima disso tudo, o ideal é que você saiba como exame funciona. Afinal, além de saber inglês, você precisa saber os detalhes de cada exame. Principalmente, o exame que você pretende fazer daqui alguns anos (ou em breve).

Aliás, vale dizer que você pode fazer esses exames em qualquer momento. Assim, poderá ter uma ideia de como está o seu inglês diante deles. Depois é só continuar estudando, melhorando o que já sabe, aprendendo coisas novas e refazer para ver se a nota melhorou.

As certificações internacionais são essenciais no seu currículo. Então, não as ignore?

That’s all for now! Take care and keep learning!

Artigos Relacionados
Comentários