Exames de Proficiência em Inglês

    TOEIC ou TOEFL: qual a diferença entre esses exames?

    TOEIC ou TOEFL? Qual desses dois exames é o mais recomendado para quem estuda inglês? Entenda aqui a diferença entre TOEIC e TOEFL, qual vale mais a pena fazer, qual o mais fácil e coisas assim.

    TOEIC ou TOEFL?

    Primeiro vamos aos nomes. Portanto, anote aí que:

    • TOEFL é a abreviação de Test of English as a Foreign Language [Teste de Inglês como Língua Estrangeira]; e,
    • TOEIC é a abreviação de Test of English for International Communication [Teste de Inglês para Comunicação Internacional].

    Ambos testes são de propriedade da ETS (Educational Testing Service), empresa americana responsável pelos principais testes aplicados nos EUA. São eles quem aplicam testes parecidos aos nossos vestibulares em terras americanas. Alguns desses exames são SAT, GMAT, PRAXIS, MAPP, SIR II, entre outros. Como a ideia aqui é entender se vale a pena o TOEIC ou TOEFL, então vamos focar só neles.

    TOEIC: um resumo

    O TOEIC é um teste voltado mais para a área de negócios. No entanto, atualmente mais de 5000 instituições [educacionais, empresas, multinacionais, governamentais, etc] aceitam esse exame como uma forma de admissão em seus programas ou cargos. Além disso, há empresas (multinacionais e grandes conglomerados) que utilizam o TOEIC para avaliar o progresso de seus colaboradores estrangeiros que não têm o inglês como língua materna.

    TOEIC ou TOEFL?Assim, executivos em altos cargos, funcionários em cargos de gerência e outras funções estratégicas costumam fazer o TOEIC para comprovar o seu nível de inglês. Essa é também uma excelente maneira para alcançar novos cargos. Afinal, quanto melhor o seu nível de inglês dentro de uma corporação, maiores as chances de conquistar novos espaços.

    O TOEIC  é composto de 200 questões, sendo 100 de compreensão auditiva e 100 de leitura. A ETS está aos poucos implantando as versões de escrita e fala ao TOEIC. Ou seja, muito em breve o candidato será avaliado em todas as competência comunicativas: fala, audição, escrita e leitura. Eles estão assim procurando atender as demandas do mercado no que diz respeito ao conhecimento da língua inglesa.

    TOEFL: um resumo

    Já o TOEFL, certamente o exame mais conhecido, é exigido principalmente por faculdades. Ou seja, enquanto o TOEIC tem um perfil mais corporativo (business), o TOEFL fica mais no perfil acadêmico (education). As faculdades, não só nos EUA mas também em vários outros países, costumam exigir de estudantes estrangeiros essa certificação. Cada faculdade pode estabelecer os critérios de nota exigida levando em conta o curso que a pessoa deseja entrar.

    Dessa forma, o áudio e os textos neste exame são mais acadêmicos. O candidato ao TOEFL deve suportar uma maratona de 4,5 horas de prova, durante este período será avaliado nas 4 habilidades linguísticas: compreensão auditiva [listening], leitura [reading], expressão oral [speaking] e expressão escrita [writing]. O candidato deve, portanto, estar bem preparado para enfrentar este período de exames e assim alcançar uma boa nota (ou pelo menos a nota exigida pela faculdade que deseja ingressar).

    » Leia também: Livros Preparatórios Para o TOEFL

    TOEFL: diferentes modalidade

    Uma coisa interessante sobre o TOEFL é que há diferentes modalidades. Cada uma delas é identificada por siglas diferentes:

    • TOEFL iBT (internet based test)
    • TOEFL CBT (computer based test)
    • TOEFL PBT (paper based test)
    • TOEFL ITP (institutional testing program)

    A primeira – iBT – é hoje a mais aplicada no mundo. Pois, é realizada via internet. Já as modalidades CBT e PBT são aplicadas onde a tecnologia de transmissão de dados ainda não chegou com força. Vale dizer que a modalidade PBT está aos poucos sendo abandonada. Para fazer uma dessas modalidades do TOEFL, você deverá procurar uma instituição credenciada pela ETS ou seus representantes.

    Já o TOEFL ITP [Institutional TestingProgramme] é um exame institucional, feito para avaliar o desempenho dos estudantes de inglês de uma escola de idiomas, por exemplo. Essa modalidade não é aceita como documento para você se candidatar em algum curso universitário. Ou seja, as faculdades de países de língua inglesa aceitam somente as modalidades iBT, CBT ou PBT. A modalidade ITP só tem valor dentro da instituição (escola de idiomas na qual você estuda ou empresa na qual trabalha). Portanto, é sempre bom ficar de olho na propaganda das escolas aqui no Brasil. Muitas dizem oferecer o TOEFL, mas não dizem qual  a modalidade oferecida. Então, é preciso prestar atenção a isso.

    A própria ETS, em seu site, afirma que que o TOEFL ITP não deve ser usado para fins de admissão em faculdades e muito menos como um substituto do TOEFL iBT e as demais modalidades.

    » Leita também: Como Passar no TOEFL ou IELTS

    TOEIC ou TOEFL: conclusão

    Essas são as principais diferenças entre TOEIC e TOEFL. De forma bem resumida, o TOEIC é muito mais exigido no mundo corporativo e o TOEFL no mundo acadêmico. 

    Saber qual você deve fazer dependerá dos seus objetivos. Isto é, se você quer fazer uma pós-graduação no Estados Unidos deverá obter o TOEFL. Caso a ideia seja se candidatar a uma vaga de gerente na Proctor & Gamble, então o melhor é ter o TOEIC. Para ter mais certeza sobre qual exame tirar é sempre recomendável ler os requisitos do programa educacional ou da vaga à qual você estará se candidatando. As universidades e  empresas sempre dão informações sobre isso.

    Para encerrar, saiba que não tem essa de um ser mais fácil que o outro. Afinal, são exames que avaliam o seu nível de conhecimento da língua inglesa. Portanto, o segredo é estudar para se sair bem tanto em um quanto em outro.

    Espero ter esclarecido um pouco sobre as diferenças entre TOEIC e TOEFL e, claro, ajudado você a decidir entre TOEIC ou TOEFL. Caso tenha mais dúvidas a respeito, visite o site da ETS e compare as informações dadas diretamente por eles.

    18 Comentários

    1. Sempre que vou na livraria vejo a seção de idiomas e sempre me perguntava o que era essas tal siglas, sabia que era testes mas não fazia a mínima além disso.Se não me engano tem muitos outros também ( uns com apenas 3 letras ), qual é a diferença daqueles pra esses ?É muito caro fazer esses testes ?

    2. Denilso, seu post veio muito a calhar! Estava me perguntando esses dias o que eram exatamente esses testes e se valia a pena fazer algum deles! Me explicou MUITA coisa!Quanto a isso que vc falou das escolas de idiomas brasileiras, cada vez mais me convenço de que nenhuma delas vale a pena. Opinião puramente pessoal minha! Abraços!

    3. Adorei o post! Tenho muita curiosidade de saber em que nível estou exatamente. Acho que estou no B2 😛

    4. Denilso, vc eh meu professor a um ano, e eu tenho que lhe confessar algo… ainda nao posso fazer nehum teste pois meu ingles falado como diz meu amigo Eric (from England) e muito bom, e tenho muita facilidade para copreençcao auditiva da lingua, mas em compensacao minha escrita ainda deixa muito a desejar….. me ajude, dio meu!!!!!Ps! muito obrigada por tudo…

    5. Olá Denilso, qual a melhor opção: IELTS ou TOEFL?Obrigado.

    6. Olá Denilso, quando puder escreva também sobre os certificados de Cambridge (FCE, CAE e PTE). Estou cursando um preparatório para o First, mas fico me questionando se isso vale realmente a pena…E como "quase" não existe conversação, sinto que estou enferrujando com o tempo. Além disso, o "listening" é em inglês britânico e me sinto um pouco perdida com o "accent" deles…A minha intenção é me especializar em tradução no futuro…O que vc me aconselha?Obrigada!

    7. Oi Denilso,Bacana esse post, porém gostaria que fizesse outro post focado no TEIC tenho algumas dúvidas (referentes à pontuação, avaliação, nível da prova), gosto muito do seu blog excelente.Sds.,Adalto Jr.

    8. I think study english is best in one magazine that have name SPEAK-up learn very much, do it you too….

    9. Caro Denilson, muito legal o esclarecimento. Aproveitando o tema, vc poderia indicar um material legal para quem deseja estudar por conta propria?

    10. Grato pela abordagem clara, objetiva e de suma importância. Claro que perguntarei à escola, mas quero saber sua opinião sobre a English Town! Ela tem uma proposta aparentemente interessante: Sucesso garantido ou seu dinheiro de volta! Será que da pra confiar?! Ela até cita preparação para o Toefl e Toeic, mas não especifica que o sucesso garantido seja NA aprovação, mas caso tenha alguma boa o má referência da escola, por gentileza, comunique.
      Abraço.

    11. Olá Leo, tudo bem?

      Eu não conheço os resultados da English Town em relação ao TOEFL ou TOEIC. O que tenho a dizer é que qualquer escola pode oferecer um preparatório (ensinar a mecânica da prova), mas cabe ao aluno se envolver com a língua para poder fazer a diferença no exame. Afinal, o conteúdo de um exame de proficiência é amplo, logo o que as escolas fazem é dar ao aluno o gostinho de como são as provas (tasks, enunciados, etc.), ajudar na administração do tempo para cada task e coisas do tipo.

      Para ser sincero eu penso o seguinte: se você sabe inglês (está ou já passou do nível intermediário) poderá estudar sozinho em casa. Basta ter um livro, um dicionário, acesso à internet, força de vontade, objetivo e mandar bala. Simulados na internet têm aos montes. O estudante pode ainda comprar um livro com modelos de provas (livros preparatórios) e estudá-los. Envolver-se com a língua é também fundamental: ouvir o máximo e tudo o que puder, ler de tudo na internet, escrever em inglês sempre que puder, falar em inglês (nem que seja sozinho) e coisas assim.

      A escola ajuda! Mas, sou da opinião que se a pessoa sabe inglês, sabe o seu objetivo, são aproveitar os recursos disponíveis gratuitamente, etc., a escola não fará falta.

      Att.,

      Denilso de Lima
      CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

    12. Olá Flávio, veja a informação retirada do site oficial do TOEFL iBT:

      “Quem aceita as pontuações do teste TOEFL?
      Mais de 8.500 instituições de ensino superior, agências e outras instituições em mais de 130 países aceitam as pontuações do TOEFL. Para obter mais informações, inclusive o uso de suas pontuações para atender a requisitos de solicitação de visto na Austrália e no Reino Unido, para localizar instituições que aceitam as pontuações do TOEFL e muito mais, consulte Quem aceita as pontuações do TOEFL.”

      Sobre o processo de imigração é preciso procurar saber se o país aceita ou não este tipo de exame.

      😉

    13. Olá Denilso de Liam,

      Primeiramente parabéns pelo trabalho! Gostaria que tirasse uma dúvida:

      Quanto ao TOEIC existem 2 modalidades, o writing & speaking, além do reading & listening. Qual dos dois é mais aceito no mercado de trabalho?

      Desde já aradeço

    14. Eliza, o TOEFL ITP não é aceito diretamente pelas universidades no resto do mundo. No entanto, no programa Ciência Sem Fronteiras tanto o TOEFL ITP quanto o TOEFL iBT são aceitos.

      A aceitação do TOEFL ITP está atrelada ao edital. Conforme vemos no próprio site do programa:

      “O exame [TOEFL ITP] vale como [certificado de] proficiência quando indicado pelo edital do CsF [Ciência sem Froteiras]. Caso contrário, o TOEFL ITP vale apenas como nivelamento da proficiência do estudante.”

      Veja que há casos indicados em editais que o TOEFL ITP pode ser aceito. Isso vai de acordo com o que os organizadores do programa conseguirem negociar com as faculdades lá fora. Veja que caso o TOEFL ITP não esteja indicado no edital, o mesmo servirá apenas para identificar/nivelar o conhecimento que o candidato tem da língua inglesa.

      Por fim, se você fizer e obter uma boa pontuação no TOEFL ITP hoje, parabéns! Mas, se você for diretamente à Universidade de Havard e tentar se matricular em um curso deles é praticamente certo que eles pediram de você o TOEFL iBT; pois, para ele o TOEFL ITP não serve.

      😉

    Botão Voltar ao topo
    Fechar