Qual a diferença entre have to e must?

Você já se perguntou sobre a diferença entre have to e must? Já teve dúvidas sobre quando usar um ou outro? Se você tem dúvidas a respeito, leia esta dica e aprenda de uma vez por todas.

Essas duas palavras – have to e must – costumam causar confusão pois são usadas com o sentido de “dever” e “ter de”. O grande problema na verdade é que a maioria das pessoas faz as traduções ao pé da letra e aí acha que a diferença entre have to e must é algo que existe e deve ser observada.

Na verdade, em se tratando de sentenças afirmativas, a diferença entre have to e must praticamente não existe. Ou seja, em inglês você poderá dizer:

  • You must be here at nine o’clock.
  • You have to be here at nine o’clock.
  • You must wear a tie.
  • You have to wear a tie.

Portanto, em  sentenças afirmativas, você pode usar have to ou must sem problemas. Elas são intercambiáveis.

A Diferença Entre Have To e MustAlém disso, have to e must podem ser usadas tanto para expressar uma ideia no presente ou uma ideia no futuro:

  • You must make your bed every day.
  • You have to make your bed every day.
  • You must be here on June 30th.
  • You have to be here on June 30th.

Já para expressar uma ideia no passado, você não pode usar must. Afinal, assim como a maioria dos modal verbs, must não possui uma forma no passado. Portanto, para dizer algo no passado, você tem de usar apenas have to, ou melhor, had to. [Leia: O que são modal verbs?]

  • You had to wear tie.
  • We had to stay there for a while.
  • She had to make her bed before leaving.
  • They didn’t have to call us.

Veja que até aqui falamos apenas de sentenças afirmativas. Espero ter ficado tudo bem claro. Pois agora vamos falar de sentenças negativas.

Em sentenças negativas há diferença. Para perceber a diferença entre have to e must em sentenças negativas, veja as duas sentenças abaixo:

  • You must not do this.
  • You don’t have to do this.

Visto assim fora de contexto, fica bem estranho. Mas, vamos continuar assim mesmo. Quando usamos must not (mustn’t) passamos a ideia de uma obrigação mais enfática. Ou seja, a pessoa não deve fazer aquilo que está sendo dito. Se ela fizer a coisa pode ficar feia para o lado dela.

Já no caso de usarmos not have to, a situação é opcional. Isto é, ela não tem de fazer aquilo, mas se fizer não tem problemas.

Logo, nas duas sentenças que acabamos de ver acima, “you must not do this” passa uma ordem categórica e firme. “You don’t have to do this” passa a ideia de que a pessoa não tem de fazer algo; mas, se ela fizer, não tem problema.

Para ficar mais fácil de perceber isso, vamos contextualizar o assunto. Imagine que seu chefe convoca a equipe com a qual você trabalha e diz o seguinte:

“Rafaela must be here at 8 o’clock tomorrow, ok? The rest of you don’t have to be here until nine.”

[Obs.: no lugar de must ele poderia ter usado has to]

Com isso ele está dizendo que a Rafaela deve estar no escritório às 8 da manhã. Já os demais não precisam chegar antes da 9. Ou seja, a Rafaela tem a obrigação de chegar às 8, os demais podem chegar às 8, às 8:15, às 8:30, às 8:35, às 8:55, etc. O horário de chegada oficial dos demais é a partir das 9, mas se quiserem chegar antes, a opção é de cada um.

Agora, imagine que o chefe diga algo assim:

“Rafaela must be here at 8 o’clock tomorrow, ok? The rest of you mustn’t be here until nine.”

Nesse caso a coisa muda de figura. O chefe quer que a Rafaela chegue às 8. Já os demais não devem chegar antes da 9. A ordem é para que os outros cheguem apenas das 9 em diante. Pois, entre 8 e 9 o chefe quer ficar sozinho com a Rafaela [fazendo o quê não é da nossa conta!].

Gramática de Uso da Língua InglesaPercebeu a diferença entre have to e must em sentenças negativas? Será que ficou claro? Espero que sim! Pois, eu não tenho mais nada a dizer sobre esse assunto! Se você quiser continuar aprendendo a gramática da língua inglesa de um modo bem natural e descomplicado, conheça o livro Gramática de Uso da Língua. Você certamente perceberá que a gramática do inglês não é tão complicada o quanto parece!

Gostou desta dica!? Então, compartilhe-a no Facebook, Twitter e/ou Google+. O Inglês na Ponta da Língua agradece!

Artigos Relacionados
Comentários