Should, Would e Could :: qual a diferença entre elas e como usar cada uma?

Qual a diferença entre SHOULD, WOULD e COULD?

Se você costuma fazer confusão entre essas palavras, esta dica vai ajudar você a resolvê-las de uma vez por todas.

Esqueça que elas fazem parte de uma categoria de verbos conhecida como Modal Verbs. Afinal, isso não faz o menor sentido se você quer apenas aprender os significados e usos de SHOULD, WOULD e COULD.

Então, continue lendo para aprender e nunca mais fazer confusão.

Should, Would e Could

Para começar, cada uma dessas palavrinhas tem um significado diferente da outra. Além disso, elas também são usadas de modos diferentes.

Então, a melhor maneira para aprender a diferença entre SHOULD, WOULD e COULD é aprendendo o significado e uso de cada uma delas por vez.

» Should

Should é geralmente usada para aconselhar alguém a fazer alguém. Trata-se daqueles conselhos ou sugestões indiretos. Em português, nós dizemos “deveria“, “deveriam“, “deveríamos“.

Veja os exemplos:

  • They should stay here. (Elas deveriam ficar aqui.)
  • You should study harder if you want to pass. (Você deveria estudar mais se quiser passar.)
  • He looks tired. He should take some rest. (Ele parece abatido. Ele deveria descansar um pouco.)
  • I guess you should go home and read a book. (Eu acho que você deveria ir embora e ler um livro.)

Há ainda outros usos de SHOULD em inglês. Para continuar aprendendo mais, leia a dica Como usar SHOULD em Inglês.

» Would

Se você é bom em gramática da língua portuguesa, would equivale ao nosso futuro do pretérito.

Mas, como eu acho que nem todo mundo lembra disso, então a melhor maneira de entender é vendo alguns exemplos.

  • I would buy a car if I had the money. (Eu compraria um carro se tivesse dinheiro.)
  • She would stay here if you didn’t have shout at her. (Ela ia ficar aqui se você não tivesse gritado com ela.)
  • I wouldn’t do that if I were you. (Eu não faria isso se fosse você.)

Leia mais sobre would na dica Como Usar Would em Inglês.

» Could

Por sua vez, could é o poderia, poderiam, poderíamos. Mas, também é usado para dizer que alguém conseguia (era capaz, sabia, podia) fazer algo no passado.

Veja os exemplos:

  • I could run 20 kilometers when I was younger. (Eu conseguia correr 20 quilômetros quando era mais novo.)
  • You could talk to her and find out what she thinks. (Você podia falar com ela e ver o que ela achar.)
  • Could you give me a hand? (Você poderia me dar uma mãozinha?)
  • They couldn’t come, I’m sorry. (Elas não podiam vir, sinto muito.)

Na dica Como Usar Could em Inglês, você aprende muito mais sobre os usos dessa palavrinha.

Como você pode ver, cada palavra tem significados e usos específicos. Portanto, não tem como fazer confusão entre elas.

O que você precisa é se acostumar com seus usos e colocá-los em prática. Sem se preocupar com regras e coisas assim.

Só assim você ficará com Should, Would e Could na ponta da língua.

That’s all for now! Take care and keep learning!

Neither ou Either :: Qual a diferença e como usar essas palavras?

Quando usar NEITHER ou EITHER em uma frase em inglês? Qual a diferença entre NEITHER e EITHER?

Se você tem duvidas sobre essas palavrinhas, nesta dica aprenderá – quase – tudo sobre elas.

Então, continue lendo!

Neither ou Either?

A maneira mais fácil de você entender a diferença entre neither e either é aprendendo que uma tem sentido negativo enquanto a outra tem sentido positivo.

Assim, lembre-se que neither sempre tem o sentido negativo. Para facilitar, veja que ela tem o ‘n‘ de not em seu início ligado ao either: neither. Portanto, use-a em sentenças negativas.

Já a palavra either vai ter sempre o sentido positivo. Logo, use-a em sentenças afirmativas.

Mas, calma!

Embora isso aí seja uma maneira de entender a diferença entre neither e either, você ainda não sabe bem quando usar neither ou either.

Para saber quando usar uma ou outra, o melhor a fazer é aprender sobre cada uma delas de modo isolado. Então, vamos aprender!

Quando usar neither?

De modo bem simples, neither significa nem ou também não.

Em português, quando alguém diz “Eu não gosto de chá“, você pode dizer “Eu também não!” ou “Nem eu!” para deixar claro que nem você gosta de chá, certo?

Em inglês, esse “Eu também não!” ou “Nem eu!” é expresso com a palavra “Neither…“. Veja

  • I don’t like tea.
  • Neither do I.

No te o uso do verbo auxiliar em inglês combinando com a sentença dita originalmente. Outro exemplo:

  • I’m not good at math.
  • Neither am I.

E mais um:

  • I can’t dance.
  • Neither can I.

Percebeu o uso dos verbos auxiliares? Esse é um assunto que merece mais atenção. Então, vou escrever a respeito em uma próxima dica. Fique de olho!

Neither é ainda usada junto com a palavra nor para expressar a ideia de “nem … nem …“. Veja:

  • Neither John nor Mike came to the party. (Nem o John e nem o Mike vieram para a festa.)
  • I like neither fish nor chicken. (Eu não gosto nem de peixe nem de frango.)
  • The equipment is neither safe nor accurate. (O equipamento não é nem seguro e nem preciso.)

Por fim, neither tem ainda o sentido de nenhum(a). Isso sempre se referindo a dois itens:

  • Neither answer is correct. (Nenhuma das respostas está correta.)
  • Neither of them came to the party. (Nenhum deles veio à festa.)
  • Neither team played well. (Nenhum dos dois times jogou bem.)

Quando alguém oferece algo a você – por exemplo, você quer chá ou café? –, sua reposta pode ser “Neither, thanks!” para dizer que não quer nenhum do dois.

Esses são os usos mais comuns de neither, agora vamos à palavra either.

Quando usar either?

A melhor maneira de aprender quando usar either é entendendo seus significados e observando os exemplos. Não espere por regras!

Vamos ver então alguns desses usos.

Either é usada para expressar a ideia de um ou outro:

  • There’s tea or coffee. You can have either. (Tem chá e café. Você pode escolher um ou outro.)
  • She has a British and a Canadian passport so she can live in either country. (Ela tem um passaporte britânico e um canadense, então ela pode morar em um país ou outro.)

Também usamos either no sentido de qualquer um dos dois:

  • In my opinion, either team can win. (Na minha opinião, qualquer um dos times pode ganhar.)
  • I can meet you on Wednesday or Thursday. Either day is good for me. (Posso encontrar vocês na quarta ou quinta. Qualquer dia para mim está de boa.)

Temos ainda o uso de “either of…“:

  • Can either of you lend me 5 bucks? (Algum de vocês pode me arrumar 5 pilas?)
  • Has either of them called yet? (Alguma delas já telefonou?)

Caso você queira dizer dizer “ou … ou“, então use “either … or …“:

  • I guess she’s either Polish or German. (Eu acho que ela é ou polonesa ou alemã.)
  • You either smoke outside or don’t smoke at all. (Ou você fuma lá fora ou simplesmente fica sem fumar.)
  • We can either have lunch here or go out. (A gente pode ou almoçar aqui ou comer fora.)

Leia mais sobre isso na dica Como dizer Ou … Ou em inglês.

Por fim, temos algumas combinações com either:

  • either side » de cada lado, dos dois lados
  • either end » em cada ponta (either end of the beach)
  • either hand » em cada mão

Neither e Either em frases negativas

Conforme você for se envolvendo com a língua inglesa, você vai notar que either também aparece em sentenças negativas.

Então, antes de ser pego de surpresa, já aprenda como é isso.

Veja as duas sentenças abaixo:

  • I’ve tried fish and chicken, but I didn’t like either.
  • I’ve tried fish and chicken, but I liked neither.

As duas podem ser traduzidas assim:

  • Eu experimentei peixe e frango, mas não gostei de nenhum.

A diferença entre neither ou either nesse caso está em como a sentença é dita.

Veja que a primeira, está na negativa – usamos o auxiliar didn’t. Logo, fizemos uso da palavra either para expressar a ideia de nenhum. Já a segunda sentença está na afirmativa e usamos apenas a palavra neither para passar a ideia de nenhum.

Em resumo, podemos concluir que sempre que incluirmos uma palavra negativa na sentença, either aparecerá com o sentido de nenhum, nenhuma, nem, também não. Veja:

  • I don’t like him and I don’t like her sister either. (Eu não gosto dele e também não gosto da irmã dele. | Eu não gosto dele e nem da irmã dele.)
  • – I can’t speak Spanish. | – I can’t either. (– Eu não falo espanhol. | – Nem eu! / – Eu também não.)
  • I haven’t seen the movie and my brother hasn’t either. (Eu não vi o filme e meu irmão também não. | Eu não vi o filme e nem meu irmão. | Nem eu e nem meu irmão vimos o filme.)

Dica final…

Lembre-se: quanto mais exemplos você encontrar com o uso dessas palavras, mais fácil ficará perceber quando usar uma ou outra. Não espere por regras milagrosas.

Nesse caso, você deve aprender a observar as palavras sendo usadas na prática. só assim você vai aprender naturalmente quando usar neither ou either. Portanto, fique de olho.

That’s all I have for now! Take care and keep learning!

Quando usar WHOM em inglês | Gramática da Língua Inglesa

Quando usar WHOM em Inglês? Quando devemos usar WHOM ou WHOM? O que significa WHOM? Para que serve o WHOM em inglês?

São várias as perguntas que eu recebo sobre esse assunto. Portanto, para sanar todas as dúvidas – ou quase todas! –, juntei várias dicas neste texto.

Portanto, se você quer mesmo saber quando usar WHOM em inglês, leia com atenção.

Antes, já vou avisando que sobre a diferença entre WHO e WHOM, eu recomendo que você leia a dica O Uso de WHO e WHOM. Assim, a gente consegue já encurtar o assunto por aqui.

Vamos lá!

Quando usar WHOM em inglês?

Para começar, o significado de WHOM costuma ser o mesmo de WHO. Ou seja, WHOM significa QUEM.

É por isso que muita gente fica perdida entre saber quando usar um ou outro.

Embora o significado seja o mesmo, WHOM tem usos bem específicos. Vejamos quais são!

Uso em perguntas

Ao fazer perguntas, o correto, formalmente falando, é fazer com WHOM:

  • Whom did the police arrest? (Quem a polícia prendeu?)
  • Whom do you love? (Quem você ama?)
  • Whom were there with you? (Quem estava lá com você?)
  • Whom did you meet there? (Quem você encontrou lá?)

A explicação para isso é a seguinte:

Nessas perguntas, queremos saber quem é o objeto das ações. Ou seja, quem sofreu a ação. Logo, devemos usar WHOM pois ele, diferentemente de WHO, indica que queremos saber o objeto da ação.

Acontece que no inglês do dia a dia, ninguém se lembra disso. Logo, é muito mais comum e usual fazer a pergunta com WHO. Então, não se preocupe em ter de mudar seu jeito de falar inglês. Afinal, você só fará perguntas assim se quiser dar um tom extremamente formal ao seu modo de falar.

Uso com Preposições 1

Há, no entanto, um uso – também tido como formal – que você deve ficar de olho.

Trata-se do uso com preposições.

Para ficar fácil de entender isso, veja as sentenças abaixo:

  • Who did you go to party with? (Com quem você foi à festa?)
  • Who should I talk to? (Com quem eu deveria falar?)
  • Who did you dream about? (Com quem você sonhou?)
  • Who is she talking about? (De quem ela está falando?)

Veja que acima, a pergunta começou com WHO e terminou com uma preposição. Para nós isso parece entranho! Afinal, em português, não terminamos as frases com uma preposição. Basta ver as traduções.

Agora digamos que você queira colocar a preposição no começo e deixar a pergunta do mesmo como em português. Aí, você terá de fazer assim:

  • With whom did you go to the party?
  • To whom should I talk to?
  • About whom did you dream?
  • About whom is she talking?

Notou que ao colocarmos a preposição no começo, o WHOM entrou em ação?

Como dito, esse também é um bastante formal e raramente você ouvirá alguém falando assim no dia a dia. Assim sendo, não se preocupe!

» Leia também: Preposições no Final de Sentenças em Inglês

Uso com Preposições 2

Vale dizer ainda que nessa história de quando usar WHOM em inglês, esse uso com preposições não ocorre apenas em perguntas.

Ele também ocorre em sentenças afirmativas ou negativas. Tudo dependerá do grau de formalidade que você deseja passar em sua escrita.

  • This is the guy about whom I was talking last night. (Esse é o cara do qual eu estava falando ontem à noite.)
  • Maria is the woman with whom John went out. (A Maria é a mulher com quem o John saiu.)
  • Fábio was the mechanic to whom I sent the information. (Fábio é o mecânico para quem eu enviei as informações.)

No dia a dia, claro, não falamos assim. Para soarmos mais naturais e menos formais, basta falar assim:

  • This is the guy who I was talking about last night.
  • Maria is the woman who John went out with.
  • Fábio was the mechanic who I sent the information to.

Lembrando que no caso acima podemos colocar that no lugar de who ou ainda deixar sem nada.

  • This is the guy I was talking about last night.
  • Maria is the woman that John went out with.
  • Fábio was the mechanic I sent the information to.

» Assista: Regras das Preposições em Inglês

Usos Formais

Como você pode notar, não há muito com o que se preocupar em quando usar WHOM em inglês.

Afinal, são usos formais.

Ou seja, esses usos raramente – ou nunca! – ocorrem em contextos informais ou neutros. Situações em que a escrita ou fala formal podem ser deixadas de fora.

Agora, se o que você estiver escrevendo exigir formalidades, então use whom sem receios. Atente-se para o que foi dito acima e escreva tudo certinho.

That’s it! Agora você já sabe quando usar WHOM em inglês. Nada tão complicado assim!

Take care and keep learning!

Mal Sabia Eu em Inglês | Como é que se diz isso?

Como dizer MAL SABIA EU em inglês? Será que podemos traduzir palavra por palavra e dizer algo como “bad knew I“? Ou seria “bad I knew“?

Não! Nada disso! Em inglês, há uma maneira bem simples de dizer isso. Então, continue lendo para saber como é.

Mal Sabia Eu em Inglês

A expressão para dizer isso em inglês é LITTLE DID I KNOW. Claro que também podemos traduzir como EU MAL SABIA; afinal, quando no contexto certo, isso aí significa a mesma coisa que MAL SABIA EU.

Para facilitar, vamos aos exemplos:

  • Little did I know how exciting it would get. (Mal sabia eu como isso se ficaria tão animado.)
  • Little did I know it was Angelina Jolie’s apartment. (Mal sabia eu que era o apartamento da Angelina Jolie.)
  • Little did I know we would become great friends. (Mal sabia eu que nós nos tornaríamos grandes amigas.)
  • Little did I know I would one day be in charge of the office. (Mal sabia eu que um dia estaria no comando do escritório.)
  • Little did I know they were that rich. (Mal sabia eu que elas era ricas assim.
  • Little did I know that the course of my life was about to change. (Mal sabia eu que o rumo da minha vida estava prestes a mudar.)

Mal sabia ele | Mal sabia ela | Mal a gente sabia

Como dizer MAL SABIA EU em ingês?

Como você bem sabe, também temos essas outras maneiras em português. Então, já aproveita e aprende aí que em inglês basta mudar o pronome e assim ampliar o uso da expressão:

  • Little did she know…
  • Little did he know…
  • Little did John know…
  • Little did we know…
  • Little did they know…

É isso! Acho que você já entendeu, não é mesmo?

Ah, antes de mudar para o tópico que segue, saiba que além do verbo KNOW é possível ainda usar o verbo REALIZE.

O sentido será o mesmo! Então, nem pense em fazer confusão! Nos exemplos dados acima, se você tirar o verbo KNOW e colocar REALIZE no lugar, o resto continuará do mesmo jeito. Inclusive as traduções. 

Agora, que raios de expressão é essa? Ou melhor, que tópico gramatical é esse?

Inversion

O tópico gramatical por trás dessa estrutura é chamado em inglês de INVERSION. Esse assunto costuma aparecer já nos cursos avançados de gramáticas.

Aqui no Inglês na Ponta da Língua, eu escrevi a respeito em uma dica de 2011: Inversion for Emphasis. Portanto, clique aí no link para ler a dica e entender melhor como é isso.

Prontinho! Agora você já sabe como dizer MAL SABIA EU em inglês e também outras coisas mais. Basta seguir praticando para aprender e seguir usando naturalmente.

Take care and keep learning!

You Might Well Ask, o que isso quer dizer?

Você deve estar se perguntando, o que significa YOU MIGHT WELL ASK? Ou ainda, como traduzir essa expressão para o português? Ou quem sabe, como usar essa expressão corretamente em inglês?

Pois bem! Vamos aprender tudo sobre essa expressão e também sobre seus sinônimos que são WELL MIGHT YOU ASK, YOU MAY WELL ASK e WELL MAY YOU ASK.

O que significa YOU MIGHT WELL ASK?

Ok! Você pode até não acreditar, mas eu já usei a expressão equivalente a essa no começo desse texto. As 5 primeiras palavras do primeiro parágrafo forma a frase que traduz YOU MIGHT WELL ASK para o português.

Se você estiver com preguiça de volta ao início, então anote aí que a expressão é “Você deve estar se perguntando“. Mas, para não ficarmos só nisso, vamos ler a definição dada pelo Cambridge Dictionary:

it would be very interesting to know

You might well ask: o que isso significa?

Ou seja, usamos essa expressão para dizer de modo meio que humorado que a pergunta é interessante, curiosa. Há uma boa razão para que aquela pergunta seja feita. Trata-se de uma pergunta natural.

Como usar YOU MIGHT WELL ASK?

Há, até onde posso perceber, duas maneiras de usarmos essa expressão. A primeira é quando quem fala a usa para expressar a ideia de “Você deve estar se perguntando…“. Por exemplo,

  • You may well ask, how could Jonathan afford to buy a new car? (Você deve estar se perguntando, como o Jonathan conseguiu comprar um carro novo?)
  • What happened to my hair? Well may you ask! My barber took a little too much off the top. (Você deve estar se perguntando, o que aconteceu com o meu cabelo? Bom, meu cabeleireiro cortou um pouco além da conta aqui em cima.)
  • You might well ask how I thought I could possibly get away with it. (Você deve estar se perguntando como eu consegui me sair dessa.)

O outro uso é quando alguém faz uma pergunta e a outra diz essa sentença. Nesse caso, embora os dicionários não digam isso, eu prefiro traduzir como “Boa pergunta!” ou ainda “Essa é a questão!“.

Nesse caso, a expressão deixa claro que a pergunta feita é difícil de ser respondida. Imagine o seguinte diálogo abaixo entre duas pessoas:

  • – How are we supposed to do this? (Como é que a gente deve fazer isso?)
  • – You may well ask! (Boa pergunta! | Essa é a questão!)

E também este outro:

  • – What happened to all the cookies you baked for the party? (O que aconteceu com todos os biscoitos que você fez para a festa?)
  • – You may well ask! Andre and his friends ate them. (Boa pergunta! O Andre e os amiguinhos dele comeram todos.)

Conclusão

E aí!? Conseguiu entender o que significa YOU MIGHT WELL ASK? Espero que sim! Agora, anote isso em seu caderno de vocabulário e pratique sempre que puder.

Se ainda tiver um tempinho, aproveita para aprender também a expressão MIGHT AS WELL ou quem sabe assistir a um vídeo sobre MAY e MIGHT em nosso canal no Youtube.

O que significa MIGHT AS WELL? Aprenda tudo aqui!

O que significa MIGHT AS WELL? Como traduzir MIGHT AS WELL para o português?

Se você ainda não sabe o que significa MIGHT AS WELL, continue lendo esta dica. Vou falar tudo a respeito dessa expressão só para você ficar ainda mais com o Inglês na Ponta da Língua.

O que significa MIGHT AS WELL

De acordo com o Cambridge Dictionary, a expressão MIGHT AS WELL é assim definida:

used to suggest doing something, often when there is nothing better to do

Ou seja, usamos essa expressão para sugerir fazer algo, geralmente quando não há nada melhor a se fazer. Veja a sentença abaixo:

  • I suppose we might as well go home. (Eu acho que a gente deveria ir pra casa.)

A ideia sendo expressa é a de que como não há nada melhor para fazer, a gente deveria ir para casa, ir embora. Veja outros exemplos:

  • Well, as we’re late, we might as well take our time. (Bom, já que estamos atrasados, podemos muito bem ir no nosso ritmo.)
  • Well, you’re here; so, you might as well stay. (Bom, você está aqui; então, bem que poderia ficar.)
O que significa MIGHT AS WELL?

Veja que a tradução para essa expressão pode ser: BEM QUE PODERIA, BEM QUE PODIA, PODERIA MUITO BEM, PODIA MUITO BEM. Sempre com a ideia de sugerir algo.

Entendendo ainda mais

Se você ainda não entendeu direito o significado e uso dessa expressão, vamos esclarecer um pouco mais.

Como você viu acima, MIGHT AS WELL é sempre usada para fazer sugestões. Mas, nós a usamos para dizer que aquilo que nós estamos sugerindo é a ação mais fácil e lógica quando não vemos uma alternativa melhor. Portanto, é aquilo que tem de ser feito e pronto.

Veja outros exemplos:

  • You might as well get a taxi from the station. It’ll be quicker than me coming in to get you. (Bem que você podia pegar um táxi na estação. Vai ser mais rápido que eu ir te pegar.)
  • We may as well start the meeting. The others will be here soon. (A gente já pode começar a reunião. Os outros estarão aqui em breve.)
  • She might as well talk to her dad and clear things out. (Ela bem que podia falar com o pai dela e esclarecer as coisas.)

Ainda mais…

Para encerrar, anote aí que podemos dizer também may as well. O significado é o mesmo. Mas, anote também que MIGHT AS WELL é muito mais comum que MAY AS WELL.

Para enfatizar a expressão, podemos colocar a palavra JUST logo após MIGHT ou MAY. Veja:

  • The party was so dull that I might just as well have stayed home. (A festa estava tão chata que eu bem que podia ter ficado em casa.)
  • We might just as well walk there. (A gente bem que podia ir caminhando até lá.)
  • Since we have to wait, we might just as well sit and relax. (Já que temos que esperar, bem que podíamos sentar e relaxar.)

E aí!? Agora você já sabe o que significa MIGHT AS WELL, certo? Caso queira ler mais a respeito, veja a dica “What does MIGHT AS WELL mean?” e também “Como dizer BEM QUE PODERIA em inglês?“.

That’s all for now! Take care and keep learning!

REMEMBER TO DO ou REMEMBER DOING: quando usar um ou outro?

Quando usar REMEMBER TO DO ou REMEMBER DOING? Qual a diferença entre falar “Remember to do this” e “Remember doing this“?

Se você não sabe, vai aprender agora!

Na verdade, a primeira vez que escrevi sobre isso aqui no Inglês na Ponta da Língua foi em janeiro de 2015: Remember to ou Remember ing? Qual é a diferença? Mas, caso você não tenha lido a dica, eu estou compartilhando aqui um vídeo que publiquei recentemente lá no Youtube.

Aliás, se você ainda não se inscreveu em nosso canal no Youtube, eu recomendo que clique no botão abaixo. Afinal, tem muitas dicas interessantes lá para você estudar e aprender inglês de um modo que só o Inglês na Ponta da Língua sabe fazer. Portanto, não fique de fora!

Inscreva-se no Inglês na Ponta da Língua no Youtube

Remember to do ou Remember doing?

Qual a diferença de significado entre as duas sentenças abaixo:

  • I have to remember to talk to Mary about this.
  • I remember talking to Mary about this.

Se você não sabe, há aí uma diferença no significado, na ideia sendo comunicada. Para aprender qual é, assista ao vídeo.

E aí!? Consegue agora dizer qual a diferença entre as duas sentenças dadas acima!?

Deixe um comentário aí abaixo e vamos conversar a respeito. Tenho certeza que com o vídeo você começou a perceber a diferença.

Agora é só praticar e assim ficar com essa diferença entre REMEMBER TO DO e REMEMBER DOING na ponta da língua.

Aprenda mais

Seguem abaixo outras dicas publicadas aqui no site para ajudar você a aprender muito mais.

Por fim, convido você também a acompanhar nossas dicas no Instagram. Lá você também encontrará vídeo curtos, quizzes e dicas para ajudar você a aprender inglês de modo sério e descomplicado.

Hardly, Hardly Ever e Hardly Any: qual a diferença entre elas?

Recebi um email no qual o leitor pergunta qual a diferença entre HARDLY, HARDLY EVER e HARDLY ANY.

No email, ele diz que entende que HARDLY tem o mesmo sentido de RARELY. Mas, se confunde na hora de usar HARDLY ANY e HARDLY EVER em uma sentença.

Como essa pode ser também a dúvida de vários leitores e leitoras deste site, decidi escrever a respeito e assim explicar quando usar um ou outro. Então, vamos lá!

Hardly, Hardly Ever e Hardly Any

Para facilitar a compreensão, vamos ver cada um desses separadamente e depois fazer algumas comparações. Leia com atenção! Caso ainda reste alguma dúvida sobre o uso de HARDLY, HARDLY EVER e HARDLY ANY, deixei um comentário aqui nesta dica e vamos continuar aprendendo.

HARDLY e RARELY são sinônimos?

No email, o leitor diz entender que HARDLY tem o mesmo sentido de RARELY. Será que isso está certo?

Se procurarmos a palavra HARDLY em um dicionário, leremos a seguinte definição:

only just; almost not:

Eu sempre digo que HARDLY significa algo como o nosso mal. Veja as sentenças abaixo para entender que mal é esse.

  • I could hardly hear them. (Eu mal conseguia ouvi-los.)
  • The party had hardly started when she left. (A festa mal tinha começado quando ela foi embora.)
  • I hardly know you. (Eu mal te conheço.)
  • She could hardly sit up. (Ela mal conseguia ficar sentada.)

Percebeu a ideia por trás do HARDLY?

HARDLY, HARDLY EVER, HARDLY ANY

Ela é sempre usada para enfatizar o fato de que fazemos algo com dificuldade ou mal damos conta de fazer.

Logo, HARDLY e RARELY não são sinônimos. Seus usos e significados são diferentes. RARELY significa raramente e é sinônimo de SELDOM.

HARDLY EVER

Para que HARDLY tenha o sentido de RARELY, temos de dizer HARDLY EVER. Ou seja, HARDLY EVER é sinônimo de RARELY. Mas, HARDLY sozinho não é sinônimo de RARELY.

Podemos traduzir esse HARDLY EVER como raramente ou ainda quase nunca. Veja os exemplos:

  • I hardly ever see them. (Eu quase nunca os vejo.)
  • This kind of thief is hardly ever caught. (Esse tipo de ladrão raramente é pego.)
  • Children I know spend more time playing on computers and hardly ever read books. (As crianças que conheço passam mais tempo brincando no computador e quase nunca leem livros.)
  • We hardly ever talk about politics. (A gente quase nunca fala sobre política.)

Não confunda mais o uso de HARDLY com HARDLY EVER:

  • I can hardly see her. (Eu mal consigo vê-la.)
  • I hardly ever see her. (Eu raramente a vejo.)

Percebe a diferença no significado de cada sentença? Espero que sim! Pois agora vamos aprender o HARDLY ANY.

» Leia também: Quando usar SELDOM e HARDLY EVER

HARDLY ANY

HARDLY ANY é sempre usado com as palavras formadas com ANY em sentenças negativas.

Ok! Eu sei que o parágrafo acima ficou estranho. Então, vamos por partes!

Em uma frase negativa, podemos usar HARDLY ANYBODY, HARDLY ANYONE e HARDLY ANYTHING. Cada um desses tem seu significado:

  • hardly anybody » quase ninguém
  • hardly anyone » quase ninguém
  • hardly anything » quase nada

Veja os exemplos:

  • There was hardly anything to eat. (Não tinha quase nada para comer.)
  • Hardy anybody came to the party. (Não veio quase ninguém para a festa.)
  • I knew hardly anybody at the party. (Eu não conhecia quase ninguém na festa.)
  • He’s said hardly anything to anybody since the accident. (Ele não tem falado quase nada com ninguém desde o acidente.)

Note como é feita a tradução do inglês para o português nesse caso. O uso de HARDLY sempre indica que é uma sentença negativa. Portanto, fique de olho nisso.

» Leia também: Como dizer UMA VEZ NA VIDA OUTRA NA MORTE em inglês?

Ok! Mas, e o uso de HARDLY ANY sozinho?

O HARDLY ANY sozinho sempre passará a ideia de pouquíssimo, muito(s) pouco(s), quase nenhum. Note a tradução das sentenças entender melhor seu significado.

  • I’ve got plenty of friends, but hardly any money. (Eu tenho muitos amigos, mas pouquíssimo dinheiro. | Eu tenho muitos amigos, mas muito pouco dinheiro. | Eu tenho muitos amigos, mas quase nenhum dinheiro.)
  • There was hardly any growth till week 30. (Não houve quase nenhum crescimento até a 30ª semana. | Houve muito pouco crescimento até a 30ª semana.)
  • They sold hardly any books. (Elas venderam pouquíssimos livros. | Elas quase não venderam nenhum livro.)
  • She’s been making hardly any public appearances. (Ela tem feito pouquíssimas aparições em público. | Ela quase não tem feito nenhuma aparição em público.)

Enfim, a ideia de HARDLY ANY é sempre essa de muito pouco e quase nenhum. Quanto mais exemplos você encontrar com ele, melhor. Então, continue aprendendo.

Conclusão

Eu espero que depois desta dica você não faça mais confusão com o uso de HARDLY, HARDLY EVER e HARDLY ANY.

Claro que você não vai aprender tudo da noite para o dia. Então, seja paciente. Anote os exemplos, compare com o português, crie seus próprios exemplos e assim você se acostumará naturalmente com o uso de cada um.

Well, that’s all I have for now! So, take care and keep learning!

» Fontes:

OF ou ‘S!? O possessivo em inglês e como usá-lo?

Of ou ‘s? Quando usar um ou outro? Está certo dizer “house of John” ou o certo sempre será “John’s house“? Podemos dizer “the key of the car” ou é melhor dizer “the car key“? Afinal, como usar of ou ‘s em inglês de modo correto?

OF  ou ‘S?

A dúvida entre usar OF ou ‘S é muito comum entre estudantes de inglês de praticamente todos os níveis. Essa dúvida é tão antiga que em 2009  eu escrevi sobre ela no texto “O correto é Zé’s house ou house of Zé?“. Como a dica foi um tanto quanto superficial, vou nesta aqui escrever algumas coisas mais.

O uso do ‘s

O nome que damos a esse ‘s (apóstrofo s) na gramática do inglês é Genitive Case (Caso Genitivo). Ele também já foi abordado aqui no site; portanto, não vou falar muito.

A única coisa que vou dizer aqui é que em inglês o ‘s (ou s’) é comumente usado com pessoas e algumas referências de tempo. Para entender isso, veja os exemplos:

  • Where’s John’s house? (Onde fica a casa do John?)

John é uma pessoa. Portanto, falamos “John’s house” e não “house of John“. Veja outro exemplo:

  • We talked to the girls’ grandma. (Nós conversamos com a avó das garotas.)
Of ou 'S

Novamente, “as garotas” refere-se a pessoas; logo, usamos s’. Note que não é ‘s. Como está no plural – girls –, devemos colocar somente o ‘ (apóstrofo) . Outros exemplos no plural:

  • the boys’ toys (os brinquedos dos garotos)
  • the workers’ timetable (o horário dos trabalhadores)
  • the teachers’ standards (os padrões dos professores)

Aprenda mais sobre o ‘s (apóstrofo s), lendo a dica Gramática: Genitive Case em Inglês.

O uso de OF

Quando estamos diante de seres inanimados é muito comum usarmos of. Mas, podemos também usar o que chamamos de compound nouns. Veja:

  • Have you seen the car key? (Você viu a chave do carro?)

Car key é um compound noun. Isso é muito mais natural do que “the key of the car“. Não estaria errado falar “the key of the car“; mas, não é o mais natural. Logo, prefira dizer car key.

Em inglês, sempre que possível é melhor usar um compound noun a usar uma construção com of. Isso é algo que aprendemos com o tempo e vamos nos acostumando. Eu sempre digo que o melhor é aprender as combinações que vamos encontrando ao longo do aprendizado.

  • the table leg (a perna da mesa)
  • the bottle opener (o abridor de garrafa)
  • the bus stop (a parada de ônibus, o ponto de ônibus)
  • the police car (o carro de polícia)

As controvérsias

Infelizmente, por ser uma língua viva, o inglês certamente causará estranhezas em alguns momentos.

Por exemplo, para dizermos “o custo de vida” o mais comum é dizer “the cost of living“. Mas, no plural – os custos de vida –, o mais natural é dizer “the living costs“. Por quê? Eu não sei! Só sei que é assim e foi assim que me acostumei a dizer.

Quando falamos “a map of Brazil” estamos nos referindo a um mapa mostrando o Brasil. Logo, não falamos Brazil’s map. Afinal, o Brasil não é dono do mapa. Mas, será que podemos dizer “a Brazil map“?

Se pesquisarmos no Google, vamos achar ocorrências para isso. Portanto, acabamos ficando sem entender. No entanto, o que as gramáticas dizem é que o mais usual nesse caso será dizer “a map of Brazil“.

Para dizer “peças do computador“, o mais comum será “computer parts” ou até mesmo “parts of the computer“. Mas, não estranhe se uma hora ou outra você encontrar algum nativo escrevendo “computer’s parts“.

O mesmo vale para animais quando dizemos “the bird’s wings” (as asas do pássaro). Mas, podemos encontrar “the wings of the bird” e “the bird wings“.

Conclusão

O que sempre notamos no uso do inglês é que há sempre uma maneira comum – compartilhada por quase todos – de como usar of ou ‘s. Assim, como estudantes de inglês como outra língua, a gente precisa se acostumar com esses modos mais comuns.

Nem sempre encontraremos uma regra 100% satisfatória para nos ajudar a tirar nossas dúvidas. No caso de of ou ‘s, há momentos que é melhor usar um; assim como há momentos que é melhor usar outro. E, para piorar nossa vida, há momentos que nenhum dos dois será a forma mais comum.

O jeito é continuar seguindo aprendendo, observando a língua em uso e assim ficarmos com o Inglês na Ponta da Língua.

Tradução de YOU: Indo Além do Básico em Inglês

Você sabia que a tradução de YOU pode ser mais criativa?

Quando comecemos a aprender inglês, logo aprendemos que YOU significa VOCÊ ou VOCÊS. Não há segredo nisso! Praticamente todos estudantes de inglês mantém isso na cabeça. Curiosamente, alguns até se perguntam como saber se em inglês o YOU refere-se a VOCÊ ou a VOCÊS.

Mas, essa dica, eu quero ir um pouco além do básico. Quero mostrar a vocês que a tradução de YOU pode ser diferente para assim deixar os textos mais interessantes. Afinal, ficar dizendo VOCÊ ou VOCÊS o tempo todo cansa.

Portanto, continue lendo para aprender umas coisas bem interessantes sobre a tradução de YOU para o português.

A Tradução de You

Ao longo dos meus estudos de inglês, eu sempre achei que YOU deveria ser traduzido apenas pelas maneiras que mencionei acima. Com o tempo, no entanto, fui percebendo que YOU pode ser traduzido de outras maneiras. Afinal, essas outras maneiras deixam as coisas mais perto do modo como nós usamos a nossa língua portuguesa na prática.

Vamos ver cada uma dessas maneiras separadamente.

senhor, senhora

A Tradução de YouNa língua portuguesa, nós costumamos falar assim “O senhor poderia ficar aqui com a gente”. Como você traduziria esse “senhor” para o inglês?

Você certamente deve ter a mesma dúvida que eu tinha. Nós aprendemos as palavras Mister (Mr.) e sir. Para “senhora”, nós temos Mistress (Mrs.) e madam. No entanto, elas não se encaixam da mesma forma que “senhor” e “senhora” em português. Nesses casos, em inglês não ha uma palavra específica. Na verdade, podemos usar o pronome YOU com esses sentidos. Veja os exemplos:

  • You could stay here with us. (O senhor poderia ficar aqui com a gente.)
  • Could you please help me? (A senhora poderia me ajudar?)
  • I think you are totally mistaken. (Eu acho que os senhores estão redondamente enganado.)
  • Do you live here? (O senhor mora aqui?)

Pronome Indefinido

Há momentos em português que a gente não deixa muito claro de quem estamos falando. Ou, na verdade, estamos generalizando. Nessas horas, é preciso entender que em inglês YOU pode ser usado sem se referir a alguém especificamente. Veja:

  • Nowadays, you study English because it’s important for your carreer. (Hoje em dia, estuda-se inglês por ser importante para a carreira.)
  • If you don’t like a candidate, you shouldn’t vote for them. (Quem não gosta de um candidato não deve votar nele.)
  • They want you to spend all the money you have. (Eles querem que a gente gaste todo o dinheiro que tem.)
  • This new technology will help you to better manage your time. (Esta nova tecnologia ajudará as pessoas a gerenciar melhor o tempo delas.)

Isso pode parecer bem estranho. Mas, acredite soa muito mais natural do que ficar traduzindo por VOCÊ ou VOCÊS o tempo todo. Lembre-se que esse é um uso de YOU que as escolas simplesmente não ensinam e que você certamente nunca percebeu. Muita gente só pensa nisso quando precisa verter um texto do português para o inglês.

Ser Mais Específico

Em alguns contextos, nós podemos usar palavras mais específicas para a tradução de YOU. Isso ajuda a deixar o texto muito mais claro e assim saber a quem ele é realmente dirigido.

  • You visit their website and buy whatever you want. (Os clientes entram no site e compram o que bem quiser)
  • Their invention will help you in the future. (A invenção deles ajudará os usuários no futuro.)
  • You should let the public know what is really going on here. (A imprensa deveria informar ao público o que está realmente acontecendo aqui.)

Como dito, aqui dependerá do contexto. Essa é uma estratégia de tradução para evitar o uso abusivo de VOCÊ e VOCÊS no texto. Portanto, ao traduzir um texto do inglês para o português, você pode usar essa estratégia e deixa o texto mais direto.

Omitir o Pronome

Uma outra estratégia é omitir a tradução de YOU. Isso acaba passando uma noção de impessoalidade ao texto. Algo que o deixa mais abrangente e o recado pode ser entendido por todos.

  • It’s not that difficult. You just have to follow the rule. (Não é difícil. Só é preciso seguir as regras.)
  • You are not allowed to smoke here. (Não é permitido fumar aqui.)
  • You should call a grown-up if you see something strange. (Case veja algo de estranho, chame um adulto.)

Conclusão

Novamente, lembre-se que isso tem tudo a ver com o contexto e com a ideia que desejamos enfatizar ao fazermos uma tradução. Claro que a tradução de YOU pode ser sempre VOCÊ ou VOCÊS, mas o texto – a tradução – poderá ficar meio sem graça ou muito literal. Portanto, essas diferentes maneiras de tradução de YOU são ideias para deixar suas traduções mais fluídas.

Well, that’s it for now! I hope you’ve enjoyed this tip. Take care and keep learning!

» Fontes dos Exemplos:

Preposições com Meios de Transporte em Inglês

Preposições com meios de transporte em inglês é um assunto que causa confusão entre estudantes de inglês.

O grande problema é que muitos acham que há regras a serem seguidas. Mas, será que há mesmo essa coisa de regras? Em um texto publicado aqui – e também um vídeo–, eu falo que não há muito essa coisa de regras das preposições em inglês.

Na verdade, o que realmente há é o uso das palavras de modo correto. Portanto, o que você deve aprender é qual a preposição certa a ser usadacom as palavras. Assim, nesta dica, vou mostrar a você as preposições com meios de transportes em inglês a serem usadas corretamente. Então, continue lendo!

Preposições com Meios de Transporte em Inglês

As preposições com meios de transportes em inglês comumente usadas são: by, into, out of, one off. Mas, ao invés de procurar por regras ou tentar adivinhar quando usar uma ou outra corretamente, aprenda quais você deve usar com os meios de transporte correto. Isso facilitará muito seu aprendizado.

» Leia também: Uso das Preposições In, On e At com Lugares

By

Preposições com Meios de Transporte em InglêsA preposição by é usada com as seguintes palavras:

  • air, rail, road, sea, train, bus, coach, car, plane, boat, taxi, etc.

Seu significado quando usado com essas palavras é “de”. Veja os exemplos:

  • We traveled by bus. (A gente viajou de ônibus.)
  • I guess they’re coming by car. (Eu acho que elas virão de carro.)
  • It’ll take longer by train. (Vai demorar mais de trem.)
  • I don’t think it’s a good idea to go by road. (Não acho que seja uma boa ideia ir de carro.)

Além disso, by é também usada com os verbos go, comee travel.

  • go by bus (ir de ônibus)
  • come by air (vir de avião)
  • travel by sea (viajar pelo mar)

»» Inscreva-se no Curso Inglês na Ponta da Língua e aprenda inglês de modo descomplicado. CLIQUE AQUI

INTO e OUT OF

Essas duas são usadas com car, taxi e truck. Veja:

  • She got into the car. (Ela entrou no carro.)
  • He got out of the taxi. (Ele saiu do táxi.)
  • The driver went out of the truck and screamed for help. (O motorista saiu do caminhão e gritou pedindo ajuda.)

» Leia também: Uso das Preposições In, On e At com Expressões de Tempo

ON e OFF

Já essas são geralmente usadas com o verbo get: get one get off. Costumam estar sempre juntas dos seguintes meios de transporte:

  • train, bus, plane, boat, bike, motorbike, motorcycle

Exemplos para fixar melhor:

  • They got on the plane. (Eles entraram no avião.)
  • Mike got off the bus and walked to school. (O Mike desceu do ônibus e foi andando para a escola.)
  • I got off the motorbike and talked to the driver. (Eu desci da moto e conversei com o motorista.)

Dica extra

Acima você viu que usamos by com o sentido de “de”: by train, by bus, by car, by plane, etc. Esse é o correto!

Mas, caso você queira dizer “de pé” ou “à pé”, então use a preposição “on”:

  • We used to go to school on foot. (A gente ia para escola à pé.)

Prontinho! É assim que você deve usar as preposições com meios de transporte em inglês. Veja que não são regras. São apenas observações de como as palavras são usadas em conjunto: uma combinando com a outra (collocations).

Tudo o que você precisa fazer é se acostumar. Portanto, pratique-os, procure por mais exemplos e você certamente ficará com isso na ponta da língua.

That’s all for now, guys! Take care and keep learning!

Os Pronomes Interrogativos em Inglês

Os pronomes interrogativos em inglês não são nada difíceis de aprender. Tudo o que você precisa é aprender seus significados e usos. Portanto, nesta dica vou explicá-los da maneira mais simples e direta possível.

Preparados? Então, vamos lá!

Quais são os Pronomes Interrogativos em Inglês?

Para começar, anote aí que os pronomes interrogativos em inglês são os seguintes:

  • who (quem)
  • where (onde)
  • what (o quê, qual)
  • which (o quê, qual)
  • why (por que)
  • when (quando)
  • how (como)

Os Pronomes Interrogativos em InglêsComo você pode observar todos eles – com exceção de how – são iniciados com wh. Por essa razão, as gramáticas também se referem a eles como wh-questions words.

Note também suas equivalências em português. Afinal, para saber usá-los corretamente você tem de aprender o que significam, não é mesmo?

»» Leia também: Usando WHOSE em Interrogativas

Pronomes Interrogativos em Inglês: como usar?

Por serem pronomes interrogativos, então essas palavrinhas são sempre usadas para fazer perguntas. Não há muito segredo nisso. Basta saber o que você quer perguntar e usar a palavra certa. Veja alguns exemplos:

  • Who are you? (Quem é você?)
  • Where are they? (Onde eles estão?)
  • What do you need? (O que você precisa?)
  • Which do you need: this one or that one? (Qual você precisa: este ou aquele?)
  • Why were you there? (Por que você estava lá?)
  • When is she getting here? (Quando ela vai chegar aqui?)
  • How are you doing? (Como você está?)

Em se tratando de pronomes interrogativos em inglês, isso é o que você tem de aprender logo no começo dos seus estudos de inglês. Não há segredos! Para aprender, basta usar as palavras e ir se acostumando com elas.

»» Leia também: A Diferença entre WHAT e WHICH

Outros Usos

Acima você viu o uso dessas palavras em sentenças interrogativas diretas. No entanto, saiba que ao longo dos seus estudos de inglês você também irá aprendê-las em outras funções e momentos.

Uma coisa que você aprenderá é que elas podem ser usadas como Pronomes Relativos. Mas, não se preocupe! Isso também não é nada complicado. Só o nome assusta!

Outra coisa legal é que esses pronomes ao serem usados em perguntas indiretas não seguem a mesma ordem do modo como você viu acima. Sobre isso você aprende na dica Perguntas com Pronomes Interrogativos.

Enfim, conforme você for se envolvendo mais e mais com a língua inglesa, você aprenderá mais coisas legais sobre o uso dessas palavras. No entanto, o uso delas como pronomes interrogativos você já aprendeu. Antes de encerrar, convido você a assistir a dica Os Sons do TH em Inglês: verdades não ditas lá no Youtube. Mude completamente sua visão sobre esse assunto e aprenda inglês sem traumas.

So, that’s all for now! Take care and keep learning!

DIDN’T YOU ou DID YOU NOT: qual o certo?

DIDN’T YOU ou DID YOU NOT!? Qual é o certo ao fazermos perguntas negativas no passado em inglês? Será que há alguma diferença entre falar de um jeito ou de outro? Se sim, quando devemos dizer DIDN’T YOU ou DID YOU NOT?

Se você tem dúvidas sobre isso, então continue lendo esta dica para aprender.

Fazendo Perguntas em Inglês no Passado

Como você já bem deve saber para fazer perguntas em inglês no passado, nós temos – formalmente – que usar a palavra DID. Esse assunto eu já expliquei em detalhes na dica como usar a palavra DID em inglês.

Mas, seguem alguns exemplos:

  • Did you go to the party? (Você foi à festa?)
  • Did Mike send you an email? (O Mike te mandou um email?)
  • Did they help you? (Ela ajudaram você?)
  • Did she talk to her father about that? (Ela falou com o pai dela sobre isso?)

Note que estamos fazendo perguntas sobre coisas que aconteceram (passado). Logo, devemos usar o DID. Nota também que todas as perguntas acima são perguntas afirmativas. A dúvida que muita gente tem é quando queremos fazer perguntas negativas. Em português, seria algo assim:

  • Você não foi à festa?

Veja que temos o “não” na sentença. Portanto, a pergunta é: o certo em inglês é fazer a pergunta usando DIDN’T YOU ou DID YOU NOT?

  • Didn’t you go to the party?
  • Did you not go to the party?

E agora? Como devemos falar ou escrever em inglês?

DIDN’T YOU ou DID YOU NOT?

Didn't you ou Did you not?As duas maneiras estão corretas. Não há absolutamente nada de errado com elas. Em se tratando de gramática, podemos usar DIDN’T YOU ou DID YOU NOT sem o menor problema. Mas, no que diz respeito ao uso delas em uma conversa, aí há diferenças.

De modo geral, DIDN’T YOU é a maneira mais simples e comum usada no inglês falado (spoken English). Quando perguntamos algo como “Didn’t you go to the party?”, estamos apenas procurando confirmar a informação. É uma pergunta comum.

Por outro lado, quando usamos DID YOU NOT, passamos a ideia de estarmos surpresos, perplexos com a informação. Até o tom de voz muda ao fazermos a pergunta: “Did you not go to the party?”. Colocamos ênfase no “not” e isso dá um tom diferente à pergunta.

Outra coisa sobre DID YOU NOT é que ele é a maneira mais formal de se dizer DIDN’T YOU. Essa diferença já ocorre mais no inglês escrito e não no falado. Por falar em inglês escrito, vale dizer que no passado, a gramática da língua inglesa permitia que disséssemos DID NOT YOU. Nos dias atuais, essa última forma é muito rara de ser encontrada no inglês falado e até mesmo no escrito.

Conclusão

Como você pode notar não há motivos para entrar em desespero quanto ao uso de DIDN’T YOU ou DID YOU NOT. Afinal, as duas maneiras estão corretas. A diferença entre elas está apenas no uso real, prático da língua inglesa.

Essas diferenças você aprenderá com o tempo. Para isso basta se envolver mais e mais com a língua inglesa e assim ir notando as nuances no uso de coisas que são parecidas. Pois, se formos analisar apenas o lado gramatical poderíamos concluir que tanto faz usar DIDN’T YOU ou DID YOU NOT. No entanto, em se tratando do uso real, você percebeu que há uma leve diferença entre elas. Coisa pouca, mas há!

 

Como usar a palavra YET em Inglês?

Como usar a palavra YET em Inglês? Chega um momento nos estudos de inglês que fazer essa pergunta é algo inevitável. Afinal, YET aparece quase que com certa frequência em vários contextos. Portanto, se você tem essa dúvida, chegou a hora de aprender tudo (ou quase tudo) sobre os usos e significados de YET.

Como usar a palavra YET em Inglês

YET é uma dessas palavras que você acha que sabe o que significa. Mas, conforme vai se envolvendo com a língua inglesa, você nota que ela é uma palavrinha polivalente. Ou seja, ela tem várias funções.

De modo bem simples, posso dizer que YET pode ser advérbio ou conjunção. Só que isso não ajuda muito. Pois, o segredo está em saber usar YET na prática. Para isso, você tem de entender (aprender) os diferentes contextos em que YET costuma aparecer. Então, vamos lá!

YET em sentenças negativas

Em sentenças negativas, YET tem o sentido de AINDA. Esse talvez seja o uso mais conhecido dessa palavrinha:

  • I haven’t talked to her yet. (Eu ainda não falei com ela.)
  • She hasn’t gotten home yet. (Ela ainda não chegou em casa.)
  • I don’t know yet. (Eu ainda não sei.)
  • At that time, they didn’t have yet the right to vote. (Naquela época, elas ainda não tinha o direito ao voto.)
  • Not yet! (Ainda não!)

Lembre-se: AINDA em sentenças negativas será sempre YET. Para sentenças afirmativas o correto é usar STILL.

» Leia também: Qual a diferença entre ALREADY, YET e EVER?

YET em sentenças interrogativas

Como Usar a Palavra YET em Inglês?Ao usarmos YET em uma pergunta a ideia é de saber se algo já aconteceu. Estamos procurando saber se algo já aconteceu ou não.

  • Have they arrived yet? (Eles já chegaram?)
  • Did your sister come back yet? (Sua irmã já voltou?)
  • Have you had lunch yet? (Você já almoçou?)
  • Did you have lunch yet? (Você já almoçou?)

Não confunda o uso de YET com ALREADY nesses casos. Nós geralmente usamos ALREADY quando estamos surpresos com o fato de algo já aconteceu. Ou seja, não se trata de buscar a informação, mas sim de demonstrar surpresa por já ter acontecido:

  • Have you had lunch already? Wow! Why so early? (Você já almoçou? Caramba! Por que tão cedo?)
  • Have you had lunch yet? In case, you haven’t, let’s grab something to eat. (Você já almoçou? Caso não tenha, vamos comer alguma coisa.)

» Você tem dúvidas sobre os usos do Present Perfect? Então, adquira o ebook PRESENT PERFECT: desvendando os segredos. Clique aqui e saiba mais!

YET com o sentido de AGORA

Pode parecer estranho à primeira vista, mas YET em alguns momentos pode ser traduzido como AGORA. Isso acontece em algumas sentenças negativas:

  • You can’t give up yet. (Você não pode desistir agora.)
  • Don’t go yet. I like talking to you. (Não vá agora. Eu gosto de falar com você.)

Nesses casos, a ideia é a de dizer que alguém não deve ou não precisa fazer algo neste momento (agora); mas, terá de fazer depois. Claro que dá também para traduzir por AINDA, mas ao traduzir por AGORA fica mais natural.

YET enfatizando comparações

Ao ser usado em frases comparativas, YET tem também o sentido de “ainda”. No entanto, em alguns casos podemos traduzir de modo diferente. A ideia é simplesmente a de enfatizar a comparação.

  • The boss called us, telling of yet more problems. (A chefe nos ligou, falando de ainda mais problemas.)
  • Inflation had risen to a yet higher level. (A inflação subiu a um patamar ainda mais alto.)
  • Each empty room made the next door yet more threatening. (Cada ambiente vazio tornava o próximo ainda mais ameaçador.)

YET como conjunção

Temos o uso de YET como conjunção. Nesse caso, a tradução será “ainda assim”, “no entanto”, “mas”:

  • It was past midnight, yet she still felt wide awake. (Já passava da meia noite, e ainda assim ela ainda estava bem acordada.)
  • It’s unbelievable yet true. (É inacreditável, mas é verdade.)
  • It’s an inexpensive yet effective solution to our problem. (É uma solução barata mas ainda assim eficaz para nosso problema.)
  • And yet this is just what we must do. (E ainda assim, isso é o que realmente temos de fazer.)

YET em expressões e collocations

Por fim, vale lembrar que YET faz parte de algumas expressões e collocations comumente usados em inglês:

  • yet again » mais uma vez, outra vez
  • as (of) yet » até agora, até o momento
  • months/weeks/days/hours/etc yet » ainda mais meses/semanas/dias/horas/etc
  • Are we there yet? » Já estamos chegando? | Já chegamos? | Falta muito para chegar?

Tenha sempre em mente que a melhor maneira de se aprender o uso de YET é observando como ela é usada nas sentenças em que aparece. Não se preocupe com regras, termos gramaticais e coisas do tipo. Aprenda a gramática de uso da palavra. Preste atenção em como ela é usada. Crie seus próprios exemplos baseados em suas observações. Assim, você aprenderá como usar a palavra YET em inglês sem problemas.

That’s all for now, guys! I hope you’ve enjoyed this tip! Take care and Happy learning!

 

O que significa HAVE YOU EVER?

O que significa HAVE YOU EVER? Muitas pessoas quando veem isso logo dizem “Lá vem esse tal de Present Perfect encher o saco!”. Portanto, nesta dica eu não quero que você se preocupe com esse tal de Present Perfect. Preocupe-se apenas em aprender o que significa essa expressão e como usá-la correta e naturalmente ao falar ou escrever algo em inglês.

Falando em Present Perfect, se você quiser – e você vai querer – aprender esse tempo verbal de modo bem descomplicado, conheça o ebook Present Perfect – desvendando os segredos. Clique no botão abaixo para saber mais sobre ele.

O que significa HAVE YOU EVER?

Indo direto ao assunto, essa expressão é usada sempre que você quiser perguntar se a pessoa alguma vez na vida dela fez uma determinada coisa.

Por exemplo, você quer perguntar a uma amiga se ela alguma vez na vida já dirigiu uma Ferrari. Para perguntar em inglês, você vai precisa desse have you ever. Veja:

  • Have you ever driven a Ferrari? (Você alguma vez na vida dirigiu uma Ferrari?)

Digamos agora que a ideia é perguntar se a pessoa alguma vez na vida comeu vatapá. Então, a pergunta em inglês será,

  • Have you ever eaten vatapá?

O que significa HAVE YOU EVER?Como você pode ver não há muito segredo em usar essa expressão, não é mesmo? Tudo é uma questão de praticar e se acostumar. Lembre-se que é uma pergunta que demonstra surpresa. Afinal, você quer saber se a pessoa em algum momento da vida dela fez aquilo que estamos perguntando.

Para facilitar o aprendizado, vamos ver outros exemplos.

Exemplos

  • Have you ever been abroad? (Você já esteve no exterior?)
  • Have you ever been to Macapá? (Você já foi a Macapá?)
  • Have you ever talked to her? (Você alguma vez na vida conversou com ela?)
  • Have you ever thought this would happen? (Você alguma vez na vida imaginou que isso aconteceria?)
  • Have you ever been arrested? (Você já foi preso alguma vez?)
  • Have you ever broken a leg? (Você já quebrou a perna alguma vez?)

Aprenda mais

Se você é daqueles estudantes apegados à gramática e sua regras, deve estar aí se perguntando se após o essa expressão nós temos que usar o verbo no Past Participle. Eu geralmente falo para as pessoas não se preocuparem com isso. Mas, vou falar uma pouco a respeito.

A resposta a essa dúvida é sim. Nós temos que usar o verbo após have you ever no Past Participle. No entanto, eu não recomendo que você tente decorar a lista dos verbos irregulares para aprender isso. A coisa é mais simples do que você imagina.

Digamos que você queira perguntar se a pessoa alguma vez na vida dela já estudou alemão. Você sabe que tem de usar a expressão que aprendeu aqui. Você sabe que “estudar alemão” é “study German”. Portanto, é só mudar “study” para “studied” e dizer:

  • Have you ever studied German?

Se a ideia for perguntar se a pessoa já se perdeu, é só lembrar que “se perder” é “get lost”. Aí você se acostuma com “gotten lost” (inglês americano) ou “got lost” (inglês britânico) e diz:

  • Have you ever gotten lost?
  • Have you ever got lost?

Você não tem de decorar toda a lista de verbos irregulares e fazer confusão com isso. A gente aprende isso com o tempo e se acostuma com os verbos mais comuns na hora de usar essa expressãohave you ever. E isso a gente simplesmente aprende conforme se envolve mais e mais com a língua inglesa.

Leia mais sobre verbos irregulars na dica Verbos Irregulares e Verbos Regulares. Nela você aprenderá muito mais sobre isso e também sobre como não se preocupar em ter de decorar uma lista de verbos.

Well, that’s all for now! Agora você já sabe o que significa have you ever e também como usá-lo corretamente. Minha dica final é que você crie mais exemplos com perguntas que você certamente faria a alguém. Anote tudo em seu lexical notebook e pratique. Assim, você vai ficando com seu Inglês na Ponta da Língua. Bye, guys! Take care and Keep learning!