Qual a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO?

Você tem dúvidas sobre quando falar I’VE BEEN TO e I WENT TO? Quer aprender qual a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO?

Se você chegou até aqui é por que quer aprender isso, certo?

Então, siga lendo para entender de uma vez por todas qual a diferença entre essas duas estruturas.

Ah! Depois de ler esta dica, leia também Quando Usar BEEN ou GONE. Afinal, essa é outra dúvida frequente entre estudantes de inglês.

Qual a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO

A primeira coisa que tenho a te dizer é a seguinte: Para entender qual a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO você não precisa de regrinhas gramaticais. Aliás, se você tentar entender isso por meio de regras gramaticais, você vai continuar sem entender nada.

Então, como entender isso?

A segunda e mais importante coisa que tenho a te dizer é: preste atenção ao contexto da conversa.

É o contexto que vai deixar claro quando usar uma estrutura ou outra. Mas, isso não se aprende da noite para o dia. Você vai precisar de tempo, prática, exposição à língua e situações de uso para tornar isso algo natural no seu ato de falar inglês.

Vamos então entender qual a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO colocando tudo em contexto.

Quando usar I’VE BEEN TO

Imagine que estejamos neste exato momento falando sobre locais para passar férias no Brasil. Durante a conversa, você menciona a a cidade de Vila Velha, lá no Espírito Santo. Ao ouvir você mencionar essa cidade, eu posso dizer:

  • Hey, I’ve been to Vila Velha before. It’s a wonderful place with marvelous beaches.

Com isso aí, eu estou dizendo que já estive em Vila Velha antes. Eu não digo quando. Afinal, o que importa no contexto da nossa conversa é o fato de eu já ter estado em Vila Velha e, portanto, posso garantir a você que vale a pena passar férias lá.

Outras coisas que posso dizer são:

  • I’ve been to Vila Velha many times. (Eu já fui a Vila Velha várias vezes.)
  • I’ve been to Vila Velha twice. (Eu já fui a Vila Velha duas vezes.)
  • I’ve been to Vila Velha. (Eu já estive em Vila Velha.)

Lembre-se: o uso de I’VE BEEN TO ressalta o fato de que eu já fui àquele local e por isso estou mencionando isso na conversa. Trata-se de algo relevante ao que estamos falando no momento, no agora.

Quando usar I WENT TO

Por seu vez, I WENT TO indica que eu estou me referindo a um fato já passado. Geralmente, o contexto da conversa deixará claro que estamos falando sobre um momento específico no passado.

Vamos imaginar que você está conversando com uma amiga sobre coisas que fizeram em 2007. Vocês estão relembrando memórias marcantes daquele ano. Um coisa que você pode dizer é a seguinte:

  • Oh, I went to Vila Velha for the first time.

Você não mencionou quando foi isso; afinal, o contexto deixa claro que vocês estão falando sobre o ano de 2007. Logo, não a necessidade de ficar repetindo o ano.

Agora, se o quando não está claro na conversa, você pode dizer assim:

  • Oh, I went to Vila Velha for the first time in 2007.

Nos dois casos, o contexto deixa claro que as pessoas estão falando sobre fatos que já ficaram no passado. Elas estão resgatando memórias. Outros exemplos são:

  • I went to Vila Velha when I was 18 years old. (Eu fui a Vila Velha quando tinha 18 anos.)
  • I went to Vila Velha last year. (Eu fui a Vila Velha no ano passado.)
  • The last time I went to Vila Velha was in 2014. (A última vez que fui a Vila Velha foi em 2014.)

Colocando as duas estruturas juntas

Ao contrário do que muita gente pensa, nós podemos em uma conversa colocar as duas forma juntas.

Mais uma vez o contexto vai ditar o rumo da conversa. Veja o diálogo abaixo:

  • – Did you know I’m going to Vila Velha on vacation?
  • – Really!? That’s awesome! I’ve been to Vila Velha many times. It’s a wonderful place with beautiful beaches.
  • – Cool! So, when did you go there?
  • – Well, I went to Vila Velha for the first in 2007. I guess the last time I went there was in 2014.
  • – Do you have friends in there?

Percebeu a diferença!?

Quando a primeira pessoa menciona o local, a segunda ressalta o fato de que já esteve lá muitas vezes. Então, a primeira pessoa puxa a conversa para o momento mais específico no qual a segunda esteve lá. A primeira pessoa pergunta “When…?“. Ao responder essa pergunta, a segunda pessoa muda o tempo verbal naturalmente pois é o que se encaixa na conversa: ela vai falar quando especificamente ela foi ao local mencionado.

Espero que você tenha percebido que o contexto é tudo nesse momento.

Perceba também que esse é o tipo de coisa que aprendemos com o tempo. É preciso se envolver com a língua inglesa para ir se acostumando com esse joguinho. Além disso, você ainda vai errar muito até conseguir fazer com que os acertos (os usos) se tornem naturais.

Continue aprendendo mais sobre a diferença entre esses tempos verbais assistindo a aula em Past Simple ou Present Perfect: qual a diferença.

That’s all for now! Agora você jêá tem como começar a entender a diferença entre I’VE BEEN TO e I WENT TO. So, take care and keep learning!

Etiquetas
gramática de uso da língua inglesa qual a diferença usos dos present perfect

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo