Qual o significado de GET? O que significa GET? Como aprender o GET?

O que significa GET? Qual o significado de GET? Como aprender o GET?

Essas três perguntas estão certamente entre as 3 mais frequentemente feitas por estudantes de inglês. E isso não é nenhuma novidade!

Em 2007, quando iniciei este site, uma das primeiras dicas que escrevi foi justamente sobre o verbo GET. O artigo foi GET: o famoso verbo “coisar” da língua inglesa.

Lá se vão 12 anos desde que o artigo foi escrito. Agora, com os tempos de Youtube, resolvi gravar a dica e publicá-la em formato de vídeo lá no nosso canal. Dessa forma, quem não tem paciência mais para ler textos e prefere assistir a uma aula poderá se beneficiar deste recurso.

Creio que vale reforçar aqui que lá no canal, eu tenho postado muitas dicas novas todas as semanas. Portanto, se você ainda não se inscreveu por lá, inscreva-se. É só clicar no botão abaixo e confirmar!

Inglês na Ponta da Língua no Youtube

Qual o significado de GET?

Dito isso tudo, assista abaixo ao vídeo no qual eu dou uma dica muito simples para você não se preocupar tanto com o get e passar a aprendê-lo de modo mais natural e descomplicado.

Mais dicas com GET

Agora que você já tem uma ideia sobre o que significa o get, seguem abaixo algumas dicas extras para você encontrar muitas outras expressões e phrasal verbs com esse verbo.

Caso você queira aprender ainda muito mais, basta fazer uma busca aqui no site pelo verbo get e você encontrará muitas outras dicas.

Por enquanto, eu acho que isso é tudo. Espero ter ajudado você a entender o que significa get, qual o significado de get e principalmente como aprender o get sem complicações e de modo bem natural.

Take care and Keep Learning!

REMEMBER TO DO ou REMEMBER DOING: quando usar um ou outro?

Quando usar REMEMBER TO DO ou REMEMBER DOING? Qual a diferença entre falar “Remember to do this” e “Remember doing this“?

Se você não sabe, vai aprender agora!

Na verdade, a primeira vez que escrevi sobre isso aqui no Inglês na Ponta da Língua foi em janeiro de 2015: Remember to ou Remember ing? Qual é a diferença? Mas, caso você não tenha lido a dica, eu estou compartilhando aqui um vídeo que publiquei recentemente lá no Youtube.

Aliás, se você ainda não se inscreveu em nosso canal no Youtube, eu recomendo que clique no botão abaixo. Afinal, tem muitas dicas interessantes lá para você estudar e aprender inglês de um modo que só o Inglês na Ponta da Língua sabe fazer. Portanto, não fique de fora!

Inscreva-se no Inglês na Ponta da Língua no Youtube

Remember to do ou Remember doing?

Qual a diferença de significado entre as duas sentenças abaixo:

  • I have to remember to talk to Mary about this.
  • I remember talking to Mary about this.

Se você não sabe, há aí uma diferença no significado, na ideia sendo comunicada. Para aprender qual é, assista ao vídeo.

E aí!? Consegue agora dizer qual a diferença entre as duas sentenças dadas acima!?

Deixe um comentário aí abaixo e vamos conversar a respeito. Tenho certeza que com o vídeo você começou a perceber a diferença.

Agora é só praticar e assim ficar com essa diferença entre REMEMBER TO DO e REMEMBER DOING na ponta da língua.

Aprenda mais

Seguem abaixo outras dicas publicadas aqui no site para ajudar você a aprender muito mais.

Por fim, convido você também a acompanhar nossas dicas no Instagram. Lá você também encontrará vídeo curtos, quizzes e dicas para ajudar você a aprender inglês de modo sério e descomplicado.

Travel, Trip e Journey: qual a diferença entre elas?

As palavras TRAVEL, TRIP e JOURNEY são geralmente traduzidas como viagem. Isso acaba dando uma confusão danada! Afinal, qual a diferença entre usar uma palavra ou a outra?

Nesta dica, vou ajudar você a entender como usar TRAVEL, TRIP e JOURNEY e assim – espero eu! – não ter mais dúvidas em relação a elas.

Travel, Trip e Journey

Para ficar mais fácil – e também prático – vamos ver o uso de cada uma dessas palavras separadamente. Vamos então começar com travel.

Travel

Travel é geralmente usada na função de verbo: viajar. Os dicionários sempre incluem o fato de travel envolver uma longa distância. Essa longa distância pode ser dentro de um mesmo país ou para um país diferente.

  • Supersonic planes can travel faster than the speed of sound. (Aviões supersônicos conseguem viajar mais rápido que a velocidade do som.)
  • He travelled over 1,000 miles to be at the wedding. (Ele viajou mais de mil milhas para estar no casamento.)
  • Are you traveling anytime soon? (Você vai viajar em algum momento em breve?)
  • His job requires him to travel frequently. (O trabalho dele exige que ele viaje frequentemente.)

Claro que travel também pode ser usado como substantivo: viagem. Mas, nesse caso, está relacionado ao ato de traveling (viajar). Ou seja, a ideia de longas distâncias está implícita na palavra.

  • She doesn’t enjoy foreign travel. (Ela não curte viagens ao exterior.)
  • My job involves a lot of travel. (Meu trabalho tem muitas viagens.)
  • The book discusses the future of travel in outer space. (O livro discute o futuro das viagens ao espaço.)

Trip

Travel, Trip e Journey: qual a diferença?

A palavra trip é um substantivo que passa a ideia de ir a um local e voltar. O Cambridge Dictionary diz que se trata de uma viagem que você go somewhere, usually for a short time, and come back again.

Note que se trata de ir a um local por um curto espaço de tempo e retornar ao local de origem.

Para não confundir o uso de travel e trip é só lembrar que somente a palavra trip pode ser usada com artigos (a, the) ou adjetivos possessivos (my, your, his, our, etc.). Veja as duas sentenças abaixo:

  1. We’re going on a travel to Norway this summer.
  2. We’re going on a trip to Norway this summer.

Somente a sentença número 2 está correta. Pois, em inglês, não dizemos “on a travel“, mas sim “on a trip“. Veja os exemplos:

  • The trip from York to Newcastle takes about an hour by train. (A viagem de York para Newcastle leva cerca de uma hora de trem.)
  • It’s the time to go out on a pleasure trip with your family and friends. (É hora de fazer uma viagem de lazer com sua família e amigos.)
  • She’s going on a trip to New York, all expenses paid. (Ela vai fazer uma viagem para Nova Iorque, todas as despesas pagas.)
  • How about a trip to the zoo this afternoon? (Que tal uma ida ao zoológico hoje à tarde?)
Collocations com Trip

Eu costumo dizer que a maneira mais fácil de aprendermos a usar a palavra trip é aprendendo as palavras que combinam com ela (collocations).

  • go on a trip (fazer uma viagem)
  • go out on a trip (fazer uma viagem)
  • pleasure trip (viagem de lazer)
  • the trip from … to … (a viagem de … para …)
  • take a trip round/around (fazer uma viagem/um passeio por)
  • school trip (excursão escolar)

Sempre que você encontrar a palavra trip em uma sentença, dê uma olhada nas palavras ao redor dela. Você certamente aprenderá uma nova combinação.

Aí, aprenda essa combinação – anote em seu caderno – e pratique-a sempre. Assim, ao falar ou escrever inglês, você terá a combinação na ponta da língua e não fará confusão entre travel, trip e journey.

Journey

Journey é usada em dois contexto diferentes para se referir a viagem.

Quando se trata de uma viagem longa e que tenha desafios, dificuldades e descobertas.

  • I love going on long journeys. (Eu adoro fazer longas viagens.)
  • We broke our journey in Jacksonville before travelling on to Miami the next day. (Nós fizemos paramos nossa viagem em Jacksonville antes de seguir para Miami no dia seguinte.)
  • I hope to take a journey across America by car one day. (Espero fazer uma viagem pelos Estados Unidos de carro um dia.)

O segundo sentido de journey é quando se trata de uma viagem mais espiritual ou algo do tipo.

  • How do we go about embarking on this ‘inner journey’ to understand ourselves? (Como nós vamos embarcar nesta “viagem interior” para entendermos a nós mesmos?)
  • Her spiritual journey towards Roman Catholicism. (A jornada espiritual dela rumo ao Catolicismo Romano.)
  • I was excited with my character’s journey in the film. (Eu estava empolgada com a viagem da minha personagem no filme.)

Conclusão

De modo geral, a melhor maneira para aprendermos as diferenças entre travel, trip e journey é nos envolvendo com a língua inglesa.

Portanto, sempre que você encontrar essas palavras sendo usadas em um texto, observe como elas estão sendo usadas e procure por collocations. Isso ajudará você a desenvolver o seu vocabulário e percepção de uso delas muito mais rápido.

Por fim, vale dizer que ainda temos a palavra VOYAGE em inglês. Essa se refere a uma longa viagem geralmente feita pelo mar ou espaço.

  • The voyage to the moon in 1972 (A viagem para a lua em 1972)
  • He was a young sailor on his first sea voyage. (Ele era um jovem marujo em sua primeira viagem pelo mar.)

Well, I guess that’s all for now. Espero que você tenha entendido como usar as palavras travel, trip e journey em cada momento correto. Em todo caso, não se desespere. Você com o tempo perceberá as diferenças entre elas.

So, take care and keep learning.

Color Metaphors: expressões idiomáticas e collocations com cores

Color Metaphors!? Que assunto é esse!? Metáforas com cores!? Calma! Vou explicar e ajudar você a aprender várias coisas legais para deixar seu inglês bem colorido. Vamos lá!

No início de um curso de inglês é comum aprendermos as cores em inglês. Até fazemos aquela listinha de cores para decorar e assim não errar. Na sala de aula, a professora pergunta coisas como “What’s you favorite color?” ou “What color is this/that?“.

O problema é que aprender as cores em inglês vai muito além disso. Afinal, no dia a dia, as pessoas costumam usar as cores em expressões e collocations que sempre dizem algo além da cor.

É aí que entra o assunto central dessa dica: Color Metaphors, ou uso das cores em expressões.

Já escrevi aqui várias dicas de expressões idiomáticas com cores, mas hoje decidi escrever uma de modo diferente. Então, continue lendo par aprender.

Color Metaphors

Assim como em português, as cores podem aparecer em várias expressões do dia a dia. Por exemplo, vermelho pode indicar perigo, raiva ou o fato de termos de ficarmos extremamente atento a algo. Já a cor preta remete a algo triste, deprimente, ilegal.

COLOR MATEPHORS

Em inglês também temos esse tipo de coisas. Portanto, seguem abaixo algumas cores com suas metáforas, definições e traduções.

BLUE

O azul – blue – em inglês passa a ideia de depressão (tristeza profunda). Por isso, quando estamos muito tristes podemos usar a expressão feel blue (sentir-se deprimido, para baixo)

  • I always feel so blue during the dark and cold winter months. (Eu sempre me sinto tão deprimida nos meses escuros e frios do inverno.)

Blue é também a cor que indica que algo é pornográfico ou faz referência a algo indecente. Assim, os filmes pornôs são chamados de blue movies. Já uma piada suja (de conotação sexual pesada) é chamada de blue joke.

Essa mesma cor é ainda usada para se referir aos trabalhadores de chão de fábrica, braçais, etc. Isso aparece na combinação blue-collar worker (operário, trabalhador braçal).

GREEN

Dizemos que as pessoas turn green ou go green quando se sentem enjoadas por alguma razão. Por exemplo, em uma longa viagem de barco, algumas pessoas podem go green (sentir enjôo, ficar enjoadas)

Quando olhamos para alguém e achamos que elas estão enjoadas a ponto de vomitar ou algo assim, nós dizemos que elas look green.

Portanto, green é a cor do enjôo, da náusea. Mas, não é só isso! O verde – green – é ainda a cor da inveja. Afinal, quando queremos dizer que alguém fica com inveja de alguém, usamos a expressão green with envy.

Claro que não podemos deixar de fora que green é ainda a cor dos ambientalista: green tourism (turismo verde, turismo ecológico) e o Green Party (Partido Verde).

WHITE

Essa é a cor do pálido, assustado. Por exemplo, digamos que alguém recebe uma ligação e ao ouvir a pessoa do outro lado, ela fica as white as snow. Ou seja, a pessoa ficou branca, pálida, sem cor diante da notícia que recebeu.

Essa mesma expressão pode ainda ser usada com o sentido de branquinho branquinho ou bem branquinho. O cabelo de alguém pode ficar as white as snow conforme vai envelhecendo.

Quando alguém é extremamente correto, honesto, santo, de reputação ilibada, etc., podemos dizer que a pessoa é whiter than white.

Não podemos deixar de fora os white-collar workers, conhecidos como trabalhadores do colarinho branco. Ou seja, os funcionários de uma empresa que trabalham nos escritórios (setores administrativos).

Conclusão

Eu poderia continuar escrevendo sobre color metaphors com outras cores: red, black, grey, pink. Mas, acredito que você já tenha entendido a mensagem.

Não aprenda apenas o básico das palavras. Procure sempre aprender algo mais: outros usos, collocations, expressões. Isso é o que fará com que você tenha um bom vocabulário em inglês.

Well, that’s all for now! I hope you’ve enjoyed this tip! So, take care and keep learning.

Amount, Quantity e Number: qual a diferença entre essas palavras?

Aa palavras AMOUNT, QUANTITY e NUMBER são usadas usadas para falar de QUANTIDADE. Mas, qual a diferença entre elas? Quando usar uma ou outra?

Se você já se deparou com essa dúvida por aí – ou ainda não! –, chegou a hora de aprender.

AMOUNT, QUANTITY e NUMBER

Como dito acima, as três palavras são usadas para fazer referência a QUANTIDADE. Mas, cada uma delas tem o momento certo – apropriado – para ser usada.

NUMBER pode até causar estranheza nesse contexto. Afinal, sempre aprendemos que NUMBER é NÚMERO. No entanto, você perceberá esse outro uso dessa palavrinha ao longo desta dica.

Para ficar mais fácil de entender, vou falar sobre cada uma delas isoladamente. Então, vamos lá!

AMOUNT

AMOUNT é sempre usada com palavras que não têm plural em inglês. Ou seja, com coisas que não podem ser contadas ou medidas. Veja alguns exemplos:

  • a huge amount of information (uma imensa quantidade de informações)
  • equal amounts of time (quantidade igual de tempo)
  • a considerable amount of effort (uma quantidade considerável de esforços)
  • a tiny amount of dirt (uma minúscula quantidade de sujeira)
  • a certain amount of respect (uma certa quantidade de respeito)
  • that amount of hate (aquela quantidade de ódio)
AMOUNT, QUANTITY e NUMBER: qual a diferença?

Podemos então dizer que AMOUNT é sempre usado com substantivos incontáveis.

» Leia também: COUNTABLE e UNCOUNTABLE NOUNS

QUANTITY

Por sua vez, QUANTITY é a palavra que devemos usar com palavras que não têm plural, mas que podemos podemos contar ou medir.

  • a small quantity of drugs (uma pequena quantidade de drogas)
  • a large quantity of ice cream (uma grande quantidade de sorvete)
  • the quantity of dollar bills in my wallet (a quantidade de notas de dólares em minha carteira)
  • a small quantity of butter (uma pequena quantidade de manteiga)
  • a small quantity of our oil (uma pequena quantidade do nosso petróleo)

Note que tratam-se de coisas inanimadas e que podem ser medidas. Já no caso de AMOUNT temos palavras que realmente não podem ser contadas ou medidas (respeito, tempo, sujeira, ódio, etc.)

Com a palavra money ocorre algo curioso. É normal encontrarmos “a large amount of money” e “a large quantity of money“. Você até pode falar de um jeito ou de outro. No entanto, minha experiência diz que o mais correto é dizer “a large amount of money“.

QUANTITY também pode ser colocada no plural: QUANTITIES.

  • huge quantities of oil (grandes quantidades de petróleo)
  • vast quantities of data (grandes quantidades de dados)
  • considerable quantities of food (quantidades grandes de alimentos)
  • minute quantities of copper (pequeníssimas quantidades de cobre)

NUMBER

No sentido de QUANTIDADE é usada com palavras que têm plural. Podemos traduzir como NÚMERO e trata-se de uma maneira de especificarmos a quantidade exata.

  • a certain number of people (um certo número de pessoas)
  • a huge number of students (um grande número de estudantes)
  • a number of reasons (uma série de razões)
  • a large number of cell phones (uma enorme quantidade de celulares)

O uso de QUANTITY e NUMBER pode parecer confuso; mas, em caso de dúvida, lembre-se que ao falarmos de algo inanimado e que não tem plural, a preferência é usar QUANTITY. Pensando assim, como você completaria os dois exemplos abaixo:

  1. a huge ………………… of computers
  2. a huge ………………… of gold

» Leia também: O Plural dos Substantivos em Inglês

Note que na primeira sentença temos uma palavra no plural: computers. É algo inanimado – sem vida –, mas tem plural. Na segunda, estamos de algo inanimado e que não tem plural: gold. Não há o plural “golds“. Assim, teremos:

  1. a huge number of computer
  2. a huge quantity of gold

Conclusão

Você não precisa ser matemático para saber como usar AMOUNT, QUANTITY e NUMBER em inglês. Você precisa apenas de tempo para se acostumar com o uso de cada uma delas.

Minha dica é que sempre que você encontrar AMOUNT, QUANTITY e NUMBER sendo usada em uma sentença, observe as palavras próximas a elas e vá aprendendo o conjunto todo. Isso facilitará o aprendizado e seu cérebro se acostumará com as palavras juntas e não cada uma delas isoladamente.

That’s all for now, guys! Take care and keep learning!

» Fontes:

CAROÇO em inglês: como é que se diz?

Recentemente, recebi um email no qual a leitora queria saber como dizer caroço em inglês. Achei estranho e curioso, então depois de pensar um pouco a respeito decidi compartilhar o assunto aqui.

No email, a leitora dizia ter conhecimento da palavra LUMP. No entanto, ela sabia que LUMP é o caroço encontrado no corpo. Por exemplo, quando alguém quer dizer que “notei um caroço no meu pescoço“, terá de dizer “I’ve noticed a lump in my neck“.

A ideia dela era dizer caroço de frutas, logo o termo LUMP não se aplicava. Assim, sua pergunta: como dizer caroço em inglês? O caroço de furtas!

Vamos às opções!

Caroço em inglês

Para dizer caroço em inglês – caroço de frutas – temos duas palavras: PIP e STONE. Qual a diferença entre elas?

Vamos ver o que os dicionários dizem. Primeiro, a definição de PIP no Cambridge Dictionary:

one of the small seeds of a fruit such as an apple or an orange

O que está dizendo aí é que PIP é uma das sementinhas de frutas como maças ou laranjas. Nesses caso, nós, em português, geralmente chamamos de sementes (seeds) e não de caroço. Mas, fica aí uma palavra para você ter na ponta da língua.

Caroço em Inglês

Frutas como uvas, melancias e outras possuem pips. Aqui basta lembrar que onde nós falamos semente, eles preferem dizer pip.

Já o termo STONE é assim definido no mesmo dicionário:

a large, hard seed inside some types of fruit

Agora trata-se de uma semente maior e dura presente em alguns tipos de frutas. Pêssegos, ameixas, azeitonas, abacates possuem STONES.

Vale dizer que STONE é mais comum no inglês britânico. Portanto, anote aí que no inglês americano é comum o uso do termo PIT.

» Leia também: Utensílios de Cozinha em Inglês

Alguns exemplos

Agora que você já sabe diferentes maneiras para dizer caroço em inglês, vamos ler alguns exemplos.

  • Peaches, plums, and olives all contain pits. (Pêssegos, ameixas e azeitonas têm caroços.)
  • Let the oranges cool then cut into quarters, and remove pips. (Deixe as laranjas esfriar, corte-as em quartos e remova as sementes.)
  • The daughter puts some raisins in the mother’s mouth after removing their pips. (A filha coloca algumas passas na boca da mãe após retirar as sementes.)
  • Select very ripe apricots, remove the stones and reduce the fruit to a pulp. (Escolha damascos bem maduros, remova os caroços e deixa a fruta em uma polpa.)
  • Halve the plums, remove the stones, then slice each half. (Corte as ameixas, retire os caroços, então fatie cada metade.)
  • She found a lump in her breast. (Ela encontrou um caroço no seio.)
  • He was unhurt apart from a huge lump on his head. (Ele não teve nenhum ferimento, só um caroço na cabeça.)

That’s it! Agora você sabe como dizer caroço em inglês de várias maneiras. Ou melhor, sabe qual a palavra certa a ser usada dependendo do caroço.

Take care and keep learning!

Inglês Americano e Britânico: um pouquinho de humor

As dúvidas sobre Inglês Americano e Britânico são sempre motivos para deixar alguns estudantes de inglês confusos. Claro que sem necessidade! Afinal, são línguas parecidas, mas com algumas diferenças.

O curioso é que o inglês americano parece ser uma versão mais simplificada do inglês britânico. Isso quem diz é o comediante britânico Michael McIntyre.

No vídeo que segue abaixo, você assistirá a uma entrevista dada pelo famoso humorista ao programa Jonathan Ross Show.

Na entrevista Michael McIntyre brinca com o fato do inglês americano ter sempre de explicar um pouco a mais o que são as coisas. Ele pega algumas diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano e faz piada com isso.

Inglês Americano e Inglês Britânico: algumas diferenças

No vídeo, você ouvirá palavras como pavement e sidewalk. As duas significam calçada. Mas, pavement é como se fala no inglês britânico e sidewalk no americano.

Ele também menciona os termos bin e wastepaper basket. A primeira é como se fala cestinho de lixo (aquele para escritórios) no inglês britânico; enquanto que a segunda é o termo no inglês americano.

A graça da piada feita pelo humorista está no fato dos americanos precisarem criar novos termos para explicar bem o que é cada coisa.

Inglês Americano e Britânico: um pouco de humor

No caso de calçada, por exemplo, a palavra pavement não explicava muita coisa. Então, eles – os americanos – criaram a palavra sidewalk para deixar claro que se trata de um local para se caminhar ao lado da rua. Evitando assim serem atropelados.

Já para o cesto de lixo, era preciso deixar claro que se tratava de um cesto para papéis dispensados e não papel fresco. Portanto, o termo wastepaper basket é mais claro do que um simples bin.

Enfim, essa é a piada feita por McIntyre ao longo da entrevista. Ele menciona outras palavras. Portanto, sua tarefa é assistir à entrevista e notar quais são as palavras que ele usa e qual é a graça.

Segue abaixo o video. Assista-o e depois continue lendo para aprender mais!

Inglês Americano e Britânico: um pouquinho de humor

E aí!? Conseguiu entender as palavras e as piadas em relação a elas? Percebeu como ele brinca com algumas diferenças entre o inglês americano e britânico?

Para ajudar você, escrevo a seguir quais foram as outras palavras usadas por ele.

Inglês Americano e Britânico: diferenças

Além das palavras que mencionei acima – sidewalk e wastepaper basket –, Michael também cita as palavras:

  • glasses (BrE) e eyeglasses (AmE)
  • squash (BrE) e racket ball (AmE)
  • horse riding (BrE) e horseback riding (AmE)

As piadas em relação aos termos nos inglês americano (AmE) estão, claro, em como os americanos explicam do que se trata cada coisa ou atividade.

No caso de óculos, os americano precisavam deixar claro que se tratava de algo para usar nos olhos. Como a palavra glasses no inglês britânico não explicava isso, eles criaram a palavra eyeglasses. Assim, ninguém usava nas coxas (thighs) ou pés (feet).

No esporte conhecido como squash, a ideia não estava muito clara. Então, os americanos notaram que se jogava com uma raquete e uma bola, assim deram o nome ao esporte de racket ball.

Já na atividade de andar a cavalo, dizer horse riding não especificava em que parte do cavalo era para ficar. Para evitar que alguém andasse segurando no rabo (tail) do cavalo, foi preciso esclarecer que a era para andar nas costas do cavalo: horseback riding.

A Repercussão desse Vídeo

Essa entrevista foi ao ar em 2015. Embora muitas pessoas tenham achado engraçado, outras não enxergaram como uma simples piada ou brincadeira.

O humorista foi até chamado de xenófobo e racista.

Enfim, como acontece sempre nesses casos – inclusive aqui no Brasil – piadas assim podem ser vistas como uma simples brincadeira por uns; mas, podem ser extremamente ofensivas para outros.

Não cabe a mim julgar isso. Apenas compartilho aqui como forma de aprendizado e até mesmo para gerar discussão. Afinal, você acha que esse tipo de piada ou brincadeira é mesmo xenófoba ou racista?

Fora essa questão sociológica, a ideia aqui é que você perceba algumas diferenças entre inglês americano e britânico e como eles fazem graça disso. Prometo trazer um vídeo no qual os americanos dão o troco e fazem piadas com o britânico.

That’s it for now, guys! I hope you’ve enjoyed this tip. So, take care and keep learning.

FICAR DE MOLHO em inglês: como é que se diz?

Como dizer FICAR DE MOLHO em inglês? Ainda não sabe!? Então, vamos aprender!

Antes, quero explicar melhor a ideia de FICAR DE MOLHO nesta dica.

Recentemente, minha esposa – Adriane – quebrou o pé. Ela é uma pessoa super ativa, mas por conta disso ela teve de ficar de molho por uns 45 dias. Isso para ela foi uma tortura; mas, recomendações médicas devem ser cumpridas.

Pronto! É esse ficar de molho que você vai aprender aqui como dizer em inglês. Então, vamos lá!

FICAR DE MOLHO em inglês

Claro que por ser uma expressão idiomática, não podemos simplesmente traduzir isso ao pé da letra. Logo, se você pegou o dicionário para procurar a palavra molho em inglês, pode parar.

A ideia de FICAR DE MOLHO em inglês pode ser expressa de duas maneiras: BED REST e STAY HOME. Qual a diferença entre elas?

A definição de BED RESTou bedrest – nos dicionários é a seguinte:

a prolonged rest in bed, as in the treatment of an illness.

FICAR DE MOLHO em inglês

Portanto, a gente entende que BED REST é o nosso FICAR DE CAMA, FICAR EM REPOUSO. Ou seja, a pessoa tem de obrigatoriamente ficar de cama por um tempo como parte do tratamento de uma doença ou grave ferimento. Lendo os sites que falam sobre o assunto, a gente aprende que no BED REST a pessoa não sai da cama para praticamente nada.

Já a combinação STAY HOME simplesmente expressa a ideia de que a pessoa deve ficar em casa e relaxar. Assim, vale lembrar que nossa expressão FICAR DE MOLHO tem muitas vezes o sentido de ficar em casa, relaxar, evitar fazer esforço, etc. A pessoa pode ficar na sala vendo TV, ir de um canto a outro da casa de modo tranquilo, sair de casa acompanhada e com os devidos cuidados. Enfim, a pessoa não tem de ficar de cama o tempo todo. Ela só deve se cuidar.

Portanto, STAY HOME se aproxima mais do que talvez a gente queira dizer ao falar FICAR DE MOLHO em inglês. Só para deixar esse assunto mais completo, saiba que os médicos podem dizer STAY HOME FROM WORK ou STAY HOME FROM SCHOOL. Ao invés de traduzir isso por ficar em casa do trabalho, melhor traduzir por FICAR DE MOLHO ou FICAR DE MOLHO EM CASA.

Exemplos

» Leia também: Como dizer RECEBER ALTA em inglês?

Agora que você certamente entendeu a diferença entre BED REST, que também pode ser BED CURE, e STAY HOME como alternativas para FICAR DE MOLHO em inglês, vamos aos exemplos.

  • The doctor prescribed bed rest for a month. (A médica determinou que eu ficasse de cama por um mês.)
  • Treatment in pregnancy should consist of bed rest and analgesics such as paracetamol. (O tratamento na gravidez deve ser feito com repouso total e analgésicos como paracetamol.)
  • Bed rest and pain medicine is the only treatment required. (Repouso total e remédios para dores é o único tratamento exigido.)
  • I’m on bed rest. What do I do to pass the time? (Estou de molho na cama. O que eu faço para passar o tempo?)
  • I’m a workaholic and the doctor told me to stay home from work, so this is killing me. (Sou viciada no trabalho e a médica disse para eu ficar de molho em casa, então isso está acabando comigo.)
  • Do I really have to stay home? (Eu tenho mesmo de ficar de molho em casa?)
  • When you’re sick, you’d better stay home from work. (Quando estiver doente, o melhor é ficar em casa de molho.)
  • Got the flu? So, stay home! (Pegou gripe? Então, fique de molho em casa.)

Conclusão

Se você leu até aqui, parabéns! Você realmente gosta de aprender de modo sério. Então, deixa eu falar mais umas coisas sobre FICAR DE MOLHO em inglês.

Você pode ainda dizer apenas relax, repose, take your repose. Lembre-se que a ideia de FICAR DE MOLHO é justamente a de ficar em repouso, relaxar, evitar esforço.

Se tiver de falar FICAR DE MOLHO em inglês, pense no contexto e faça uso da expressão ou palavra certa. Para isso, é preciso que você se acostume e entenda bem cada uma das opções.

Acima, eu procurei explicar a você as nuances que há tanto em inglês quanto em português. Saiba que isso faz uma grande diferença no seu vocabulário e no modo como você se expressa em inglês. Portanto, procure por mais exemplos e pratique.

That’s all for now, guys and gals! So, take care and keep learning!

» Fontes:

Shout at, Shout to, Shout with: qual a diferença?

Qual a diferença entre as combinações SHOUT AT, SHOUT TO, SHOUT WITH? Será que o uso de uma preposição ou outra, muda o significado do que está sendo dito?

Sim! Ao mudarmos a preposição, nós estaremos também mudando o sentido de cada uma. Portanto, para que você não faça mais confusões ou aprenda a diferenciar, vamos falar sobre cada uma delas.

Antes, porém, informo a você que acompanha minhas dicas que continuam as inscrições para o curso Aprender Inglês Lexicalmente. O curso que vai ajudar você a aprender inglês de um modo bem diferente do tradicional. As vagas são limitadas! Portanto, não fique de fora. Para participar clique no botão abaixo!

Shout At, Shout to, Shout with

Antes de vermos cada um separadamente, anote aí – caso ainda não saiba! – que SHOUT significa GRITAR. Claro que pode ter outros significados, mas o principal é GRITAR.

Assim, se traduzirmos literalmente cada uma dessas combinações – shout at, shout to, shout with – ficará uma bagunça grande em nosso cabeça. Podemos simplesmente achar que shout with é o certo para dizer gritar com  e estaremos comentando um erro.

Então, vamos aprender o certo!

Shout at

Esta é a combinação que você usa para dizer GRITA COM alguém em inglês. Isso, claro, quando você está com raiva, enfurecido e então esbraveja com a pessoa.

  • Why are you shouting at us? Did we do something wrong to you? (Por que vocês está gritando com a gente? A gente te fez algo de errado para você?)
  • Don’t you shout at me! Who do you think you are? (Não grite comigo! Quem você acha que é?)
  • Mom shouted at us for making a mess. (A mamãe gritou com a gente por cause da bagunça.)

Shout to

Use esta combinação quando a ideia for a de gritar para chamar a atenção de alguém. Você quer que a pessoa ouça sua voz; portanto, você fala mais alto.

  • A neighbour shouted to us from a window to stop the noise. (Da janela, um vizinho gritou para nós pararmos com o barulho.)
  • People waved and shouted to us as our train passed. (As pessoas acenavam e gritavam para nós enquanto nosso trem passava.)
  • I shouted to them across the busy street, but they didn’t hear me. (Eu gritei para eles na rua movimentada, mas eles não me ouviram.)

Shout with

Já a combinação shout with significa que estamos gritando junto com alguém. Ou seja, nós unimos nosso grito na esperança de sermos ouvidos.

  • Shout with me and let’s hope someone hear us. (Grita junto comigo e vamos torcer para que alguém nos ouça.)
  • They together were shouting with one voice. (Ele estavam gritando juntos.)

Shout with é também usada para dizermos o modo como estamos gritando ou se estamos usando algo enquanto gritamos.

  • She was shouting with a megaphone. (Ela estava gritando com um megafone.)
  • He shouted with his hand above his head. (Ele gritou com as mãos acima da cabeça.)
  • They shouted with joy when they heard the news. (Eles gritaram de alegria quando souberam da novidade.)

Conclusão

That’s it! Acredito que agora você já sabe qual a diferença entre shout at, shout to, shout with.

Caso queira continuar aprendendo mais sobre os usos de shout, recomendo que você procure por essa palavrinha em um bom dicionário de inglês. Abaixo eu recomendo alguns. That’s all for now! So, take care and keep learning!

» Fontes:

O significado de I mean e quando usar essa expressão

Qual é o significado de I MEAN? Como usar essa expressão corretamente em inglês? Se você já se fez essas perguntas e outras mais sobre I MEAN, chegou a hora de aprender. É só continuar lendo.

Essa dica está também em vídeo. Sim, eu gravei uma aula falando sobre o significado e usos de I mean. Portanto, se você quiser assistir a essa aula é só clicar aqui ou ir até o final da dica e assistir ao vídeo por aqui mesmo. Fica a seu critério!

Fillers em Inglês

Não dá para falar sobre I MEAN sem antes falar sobre os fillers em inglês – também conhecidos como discourse markers. Eu já escrevi uma dica aqui sobre isso – até publiquei um vídeo! –, então serei bem breve.

Fillers são palavras e pequenas expressões que nós usamos para preencher as pausas enquanto falamos naturalmente. Ou seja, os fillers ajudam a mostrar que a pessoa fala inglês – ou qualquer outra língua – com naturalidade. Pesquisas recentes mostram que o uso de fillers é um indicativo de que a pessoa é fluente na língua que está aprendendo.

Mas, para que isso seja feito de modo bem natural – nada mecânico! –, a pessoa tem de entender bem como e quando usar cada filler. Portanto, nesta dica, você aprenderá sobre o filler I MEAN, um dos mais frequentemente usados em inglês.

Para saber mais sobre fillers, leia a dica O que são fillers no inglês falado.

O significado de I MEAN

O significado de I MEANEssa pequena expressão – filler – possui vários significados. Portanto, para aprendê-los temos de ver como ela é usada. Só assim a gente consegue achar os equivalentes em português e, portanto, entender bem como ele funciona.

De modo bem simples e direto, eu posso dizer que o significado de I MEAN pode ser quer dizer, digo, tipo, tipo assim. O problema é que só isso não ajuda você a entender como esse filler é realmente usado na prática. Então, vamos aprender algumas situações.

Uso 1

Quando falamos algo e imediatamente percebemos que erramos na informação, nós usamos essa expressão para fazer a correção. Por exemplo:

  • You live in Brazil? So, you must speak Spanish… I mean, Portuguese, right? (Você mora no Brasil? Então, você deve falar espanhol… Quer dizer, português, né?)
  • It cost 200 bucks. I mean, 300. Got mixed up with the numbers here. (Custou 200 dólares. Digo, 300. Me embaralhei com os números aqui.)
  • Are you free on Friday? I mean, Saturday? (Você está na sexta? Digo, no sábado?)
  • We met in São Paulo. I mean, in Campinas. (A gente se conheceu em São Paulo. Quer dizer, em Campinas.)

Uso 2

O segundo uso desse filler se refere ao fato de querermos enfatizar algo que acabamos de dizer. 

  • The town is great. I mean, it’s fantastic. (A cidade é ótima. Ou melhor, ela é fantástica.)
  • That new guy at the office… He’s really handsome. I mean, he’s a real hunk. (O novato do escritório… Ele é lindão. Ou melhor, ele é gostosão mesmo.)
  • He has to stop drinking. I mean, he’s going to kill himself if he keeps it up. (Ele tem de parar de beber. Tipo, ele vai acabar se matando se continuar assim.)

Nesse caso, como você pode ver, nosso pequeno filler é usado para fazer uma pausa e assim complementar o que foi dito com algo mais enfático. A tradução de I MEAN nesse caso é meio complicado, mas a gente sempre tente achar algo que dê certo.

Uso 3

Também usamos o I MEAN no final do que acabamos de dizer apenas para deixar em aberto o que acabou de ser dito. Ou seja, já falamos o que queríamos e não sabemos o que mais acrescentar. Veja:

  • The place was filthy! There was no one to help us, no seats, no information table, I mean… (O local era imundo! Não tinha ninguém para ajudar a gente, não tinha cadeiras, não tinha balcão de informações, Tipo)
  • I’m not mad. No! I’m not angry. It’s just that… I mean… (Eu não estou zangado. Não! Eu não estou p. da vida. É só que… Tipo assim)

Uso 4

Em momentos nos quais queiramos explicar melhor o que acabamos de dizer, o I MEAN também pode ser usado.

  • You’re more of an expert than me. I mean, you’ve got all that experience. (Você é mais especialista que eu. Tipo assim, você tem toda a experiência.)
  • It’s such a great place. I mean, the waiter was wonderful and the food delicious, but it’s too expensive.  (É um lugar excelente. Tipo, o garçom foi fantástico a comida deliciosa, mas é bem carinho.)

Conclusão

Esses são os usos de I MEAN mais frequentes em inglês. Para aprendê-los bem, você precisa se envolver com a língua inglesa. Nesse caso, você deve ouvir inglês com bastante frequência para ir entendendo melhor o significado de I MEAN. 

Confesso a você que esse é o tipo de coisa que a gente leva um tempinho para aprender a usar naturalmente. Mas, garanto que aos poucos você vai começar a fazer uso disso sem nem ao menos perceber. I mean, it’s a thing that happens naturally.

Gostou desta dica!? Então, deixa um comentário aí abaixo. Vamos continuar aprendendo juntos. que tal continuar aprendendo muito mais em nosso canal no Youtube? Clique aqui para se inscrever.

That’s all I have for now! So, take care and keep learning!