Silent B – Dica de Pronúncia em Inglês

Silent B em inglês? Você faz ideia do que seja isso? Nunca ouviu falar? Quer melhorar sua pronúncia em inglês? Então, continue lendo esta dica!

Silent B: o que é?

Indo direto ao assunto, o silent B nada mais é do que o B mudo em algumas palavras em inglês. Ou seja, a letra B até está presente na escrita (grafia) das palavras, mas desaparece na pronúncia. Calma, continua aqui comigo, pois agora vamos aos exemplos!

Silent B: exemplos

Esse silent B (B mudo) está em várias palavras. Geralmente, palavras em que tenhamos a sequência BT ou MB em seu final. Isso não é um regra absoluta! Portanto, é extremamente recomendável checar um dicionário para saber como a palavra é realmente pronunciada.

Seguem alguns exemplos:

  • debt, doubt, subtle, comb, crumb, dumb, bomb, climb, tomb, plumber, numb, womb e outras mais

Se você achava que o B nessas palavras deveria ser pronunciado, enganou-se. Em todas elas a letra B é muda (silent B).

Por que temos esse Silent B nas palavras?

Silent B em InglêsSe você é daqueles estudantes de inglês bem curiosos, certamente deve estar louco para saber o porquê de termos o B na grafia dessas palavras. Afinal, se na pronúncia o B não aparece, por que o inglês manteve isso na escrita?

Quando me fazem essa pergunta, eu respondo com outra pergunta:

Por que em português nós escrevemos “hoje”, “hospital”, “hóspede”, “hóstia”, “hotel”, “hora” com esse H mudo? Se nós não o pronunciamos, então por que deixa-lo aí na escrita?

Se você souber a resposta para minha pergunta em português, você encontrará a resposta para sua pergunta em inglês. Mas, se você faz mesmo questão de saber, então continue lendo!

» Leia e Assista: Sons do TH em Inglês – verdades não ditas

Culpa da História das Palavras

Em inglês (assim como em português), a culpa é da história das palavras. Essa história quem estuda é a Etimologia. Assim sendo, vamos ver o que sabemos sobre isso.

Não dá para analisar todas as palavras. Mas, vamos pegar umas como exemplo e aí a resposta será praticamente a mesma para todas.

Primeiro, vamos ver a palavra “doubt”, que é uma palavra com origem no latim (dubitare), passou pelo francês arcaico (doute) e então chegou no inglês (doubt). Note que no latim, o verbo tinha a letra B e ele era pronunciado. No francês arcaico, o B sumiu tanto na escrita quanto na pronúncia. [Assista a um vídeo sobre isso aqui!]

Em inglês, a palavra quando começou a ser usada lá por volta de 1300 não tinha o B na pronúncia. Todo mundo era feliz! Nem todo mundo também escrevia em inglês. Então, estava tudo sossegado.

Mas, eis que nos anos de 1500, o pessoal resolveu inventar regrinhas para a escrita das palavras em inglês. Os “reformistas” acharam que seria uma excelente ideia resgatar um pouco da grafia latina das palavras. Então, inteligentes como eles eram, decidiram inserir de volta a letra B nas palavras “doubt”, “debt” e “subtle”.

Mesmo que eles já não pronunciassem esse B, eles decidiram resgatar o que tinha em latim. Afinal, o latim era a língua sagrada. Logo, era bom manter a língua inglesa abençoada e assim ela não ser tão – digamos! – vulgar.

Isso aí é a história dessas palavras. No caso de palavras terminadas com MB, a história é outra. Ou melhor, as histórias são outras pois suas origens são variadas. Uma coisa é certa: séculos atrás o B nessas palavras era pronunciado. No entanto, foi deixando de ser pronunciado por uma questão natural e técnica.

Como “m” e “b” são consoantes bilabiais, o “b” acaba sendo engolido pelo “m”. Enfim, algo mais fonético do que qualquer outra coisa.

Só para matar a curiosidade

Mas, vale dizer que climb era originalmente climban no inglês arcaico. O B era pronunciado! Com o passar dos tempos, eles foram banindo o “ban” na hora de pronunciar. Já na escrita, jogaram o “am” no lixo e mantiveram o “b” só para complicar. Outras palavras seguiram essa lógica.

No caso de bomb, o termo veio emprestado do italiano “bomba”. O tempo foi passando e o “ba” ficou silencioso. No final, o “a” sumiu na escrita, mas o “b” permaneceu.

Para encerrar, vale dizer que em alguns locais onde o inglês é falado o B em algumas dessas palavras terminadas em MB é pronunciado. Isso é algo extremamente raro e específico de regiões bem isoladas. Isso significa que o melhor é não pronunciar o B se você quiser pronunciar corretamente.

Gostou dessa dica sobre o Silent B em inglês? Quer saber mais sobre as histórias por trás da língua inglesa e sua formação? Então, continue acompanhando as dicas do Inglês na Ponta da Língua. Afinal, aqui não temos diquinhas de inglês. Aqui nós temos dicas grandiosas para ajudar você a melhorar não só seu inglês, mas também a sua cultura em relação às línguas.

Bye bye! Take care! Happy learning!

Artigos Relacionados
Comentários
  • Paulo

    “Comb” é pronunciado sem o “b” no howjsay . com. Já na música “How do you do” do Roxette, podemos ouvir o “b” muito bem. Fica difícil entender. Talvez dependa do país.

    • Bom! Se levarmos em conta que Roxette era uma dupla sueca, então chegamos ao ponto que a língua inglesa não era a língua materna deles. Logo, é natural que alguns “errinhos” bobinhos de pronúncia possam ocorrer. Mas, só para jogar lenha na fogueira, quando eu ouço essa canção, já no início eu percebo o intérprete cantando algo como “I see you com your hair”. Ou seja, não vejo/noto/ouço o som “b” sendo produzido, apenas o som “m” já seguido por “your”. Esse é o tipo de coisa que gera muita controvérsia. Então, o importante é mantermos a beleza da música como um todo! 🙂