Expressões em Inglês

Chunk of language: it’s … to …

Ontem aqui em Cachoeiro do Itapemirim [ES] dei uma palestra falando sobre chunks of language. Assunto pelo qual eu sou apaixonado! Basta notar que muita coisa neste blog é sobre chunks of language.

Dou muita importância aos tais chunks of language pois todo falante nativo de uma língua consegue se comunicar fluentemente não por causa da Gramática Normativa que sabe [se é que sabe!] ou mesmo por causa das palavras isoladas que sabe. A fluência se deve ao fato de saber muitos chunks of language.Acredite se quiser mas um falante nativo não se preocupa com as regras gramaticais e muito menos com os termos técnicos da língua [simple present, past perfect, conditional clauses, irregular verbs, etc] para se comunicar com alguém. Na vida real, a língua falada vai além das regras gramaticais e palavras isoladas.

 

Por exemplo, qualquer pessoa que fala inglês sabe perfeitamente bem que na sequência “it’s … to …” os espaços em branco são geralmente completados por tipos específicos de palavras. O mesmo vale para o português. Veja:

  • É importante saber isto muito bem.
  • É difícil fazer isto de primeira.
  • É legal conversar com ela antes.
  • É bom fazer reservas com antecedência.
  • É necessário sorrir sempre que possível.

Se você for bom observador [aprenda também sobre Noticing] vai notar que temos uma sequência fixa nestas sentenças: é + adjetivo + infinitivo [-ar, -er, -ir]. Porém, usamos esta sequência de palavras [chunk of language] de modo natural no nosso dia a dia. Ou seja, em momento algum paramos para pensar no adjetivo e muito menos no infinitivo. Simplesmente, abrimos a boca e dizemos o que queremos dizer.O mesmo vale para a língua inglesa. O cérebro simplesmente entende que esta é a sequência correta. Não nos preocupamos ao conversar com alguém sobre o infinitivo ou sobre o adjetivo. Simplesmente, comunicamos nossas ideias naturalemnte.

Desta forma vale se acostumar também com o chunk em inglês, que é “it’s … to …“. Não esquente a cabeça querendo entender porque usamos o ‘to’ e não o ‘for’. Apenas compreenda que eles dizem “it’s … to …“. Assim, para dizer as sentenças acima em inglês, basta dizer:

  • It’s important to know that pretty well.
  • It’s hard to do that at the first time.
  • It’s nice to talk with her beforehand.
  • It’s good to make reservations in advance.

Notou o chunk “it’s … to …” sendo usado? Então agora sugiro que você crie alguns exemplos para fixar melhor o chunk. Sugiro ainda que anote ele no seu Lexical Notebook. Além disto, saiba que em inglês os cinco adjetivos que mais costumam aparecer nesta estrutura são: hard [difícil, complicado], nice [legal, bacana], easy [fácil, moleza], good [bom] e interesting [interessante].Well, I don’t know about you, but i think it’s interesting to learn things this way. It’s easier to understand how language is really used in daily life. See you! Take care!

Botão Voltar ao topo
Fechar