O uso de can e could

No livro “Gramática de Uso da Língua Inglesa” (Denilso de Lima, 2010), você encontra inúmeras dicas, exemplos e atividades de como a gramática é usada no dia a dia dos falantes nativos da língua inglesa. Ou seja, nele não há explicações gramaticais complicadas, longas, cansativas e chatas. Suas dúvidas são resolvidas de modo direto, claro e sem enrolações. Uma destas dicas é sobre o uso das palavras “can” e “could” ao fazer um pedido para alguém.

Vira e mexe, alguém me pergunta qual a diferença entre dizer “can you help me?” ou “could you help me?”. Muitos aprendem que ambas sentenças significam a mesma coisa; mas então, por que usar “can” em uma e “could” na outra? Será que isso realmente muda o jeito como pedimos ajuda de alguém?

De maneira bem simples, a resposta é sim! Quando pedimos algo a um amigo, familiar, alguém com o qual temos mais intimidade (ou afinidades), etc., podemos usar a palavra “can”. Isto é, em situações informais a expressão “can you…?” pode ser usada sem problemas. Veja alguns exemplos:

  • Can you open the door? (Dá pra você abrir a porta?)
  • Can you do me a little favor? (Dá pra você me fazer um favorzinho?)
  • Can you turn down the TV? (Dá pra você baixar a TV?)

Note as equivalências que dei para “can you…?” nos exemplos acima. Ao invés de traduzir ao pé da letra por “você pode…?”, usei o modo informal de pedirmos algo para alguém em português, que é “dá pra você…?”. Agora você já sabe que para pedir algo a alguém dizendo “dá pra você…?” em inglês será “can you…?”. Isso é uma gramática de uso da língua inglesa: você aprende a usar e não a fazer análise sintática da sentença. O que dizer agora do “could” nesse caso?

Quando desejamos mostrar um pouco mais de educação (formalidade) é comum fazermos o pedido usando a expressão “could you…?”. Geralmente isso será usado em situações nas quais você não conhece muito bem as pessoas ou está em uma situação formal no ambiente de trabalho, por exemplo. O interessante é que ao observarmos a língua em uso, nota-se que é comum os falantes nativos acrescentarem as expressões “excuse me” (com licença) e “please” (por favor, por gentileza) a esse pedido mais formal. Isso mostra que a situação realmente pede mais delicadeza (por assim dizer).

  • Excuse me, could you give some information, please? (Com licença, você poderia me dar uma informação, por favor?)
  • Excuse me, could you do me a little favor, please? (Com licença, você poderia me fazer um favorzinho, por gentileza?)
  • Excuse me, could you help me, please? (Com licença, você poderia me ajudar, por favor?)

Claro que nem sempre toda essa formalidade estará presente. Afinal, cada situação é uma situação diferente. No entanto, não custa aprender isso e ovservar a língua na prática, que é a melhor maneira de aprender inglês, com certeza. Pois bem! Nessa dica o que quero é mostrar a você é o uso de “can you…?” e “could you…?” para pedir algo a alguém. A ideia é não entrar em detalhes gramaticais (regras) do uso de cada palavra.

Aprender inglês observando sua gramática de uso é muito mais simples, pertido, prático e interessante. Destrinchar as regras de acordo com a gramática normativa de “can” e “could” pode deixar você desmotivado para continuar aprendendo essa língua. Acho que você entendeu.

Caso você tenha aí o livro Gramática de Uso da Língua Inglesa, abra-o na página 120. Você encontrará algumas atividades para praticar esse uso de “can you…?” e “could you…?”. Agora se você ainda não tem o livro, saiba como tê-lo lendo a aqui.

Artigos Relacionados
Comentários