Aprender a Pronúncia do Inglês

Como aprender a pronúncia do inglês sozinho? Como dominar a pronúncia da língua inglesa? Como fazer para aprender a pronúncia do inglês como um nativo? Uma das grandes dificuldades de quem estuda inglês é a tal da pronúncia. A dificuldade fica ainda muito maior quando você decide estudar sozinho. Sem o auxílio de um professor, a coisa pode ficar mais complicada.

A maioria de vocês que acompanha o meu trabalho sabe que eu – Denilso – aprendi inglês sem frequentar escolas e sem morar fora do país. Tudo o que eu aprendi foi com a ajuda de livros que me eram doados ou que eu comprava após economizar uma graninha. Quando eu falo isso, muita gente pergunta como eu aprendi a pronúncia. Assim, vou dar abaixo algumas dicas do que eu fazia (e ainda faço). Vou indicar livros, sites, atividades e o que mais der para incluir neste post.

» LIVROS

Quando eu comecei a estudar inglês, eu tinha um dicionário que mostrava como a palavra era pronunciada. A tal pronúncia era escrita em português e isso me ajudou bastante. No meu dicionário eu lia a palavra “I” (eu) e do lado vinha a pronúncia [ai]; eu lia “house” (casa) e a pronúncia [raus]; home (lar), [roum]; think (pensar, achar), [finq]. E assim eu ia aprendendo inglês ao meu modo. Eu me virava. Para começar estava de bom tamanho! [ATUALIZAÇÃO: Esse tipo de dicionário não é mais publicado; atualmente, a tecnologia ajudou a produzir dicionários que vêm com CD e, assim, você pode aprender ouvindo. Portanto, os dicionários mais atuais não colocam mais a pronúncia de maneira aportuguesada.]

Pronúncia do InglêsCom o passar do tempo, fui aprendendo mais e mais coisa. Comecei a ficar mais crítico e exigente em relação à pronúncia. Eu sabia que tinha de melhorar e tomei as medidas necessárias para isso. Identifiquei os sons que eu errava com mais frequência. Percebi que não eram tantos e foquei no aprendizado deles. Para me ajudar, comprei livros de fonética, fonologia, pronúncia e entonação.

O primeiro livro foi “English Phonetics and Phonology” (Peter Roach, ed. CUP). Com esse livro aprendi a diferenciar os sons vocálicos, consonantais, aprendi como cada som deveria ser produzido corretamente, aprendi sobre entonação e muito mais. Depois adquiri “Pronunciation for Advanced Learners of English” (David Brazil, ed. CUP) e “Intonation in Context: intonation practice for upper-intermediate and advanced learners of English” (Barbara Bradford, ed. CUP). Todos esses livros são voltados para a pronúncia britânica (Received Pronunciation) e foram fundamentais para que eu fizesse e passasse nos exames de Cambridge (FCE, CAE e o temido CPE).

Depois, quando fui trabalhar no CCAA, passei a focar também na pronúncia americana. Foi aí que comecei a adquirir livros voltados para a pronúncia dessa variante do inglês: “Focus on Pronunciation: principles and practices for effective pronunciation” (Linda Lane, ed. Addison Wesley Publishing Company), “American Accent Training” (Ann Cook, Barron’s) e “American Accent Training: Grammar with Audio CDs” (Ann Cook, Barron’s). Esse livros foram o alicerce para eu aprender a diferenciar os sons do inglês americano para o britânico. Simplesmente fantásticos!

Há hoje no mercado inúmeros livros de pronúncia. Há livros escritos por autores brasileiros e livros de autores internacionais. Você pode encontrar livros que focam apenas nos sons isoladamente ou em livros que já vão para a pronúncia da comunicação real. Eu particularmente recomendo aqueles que focam na pronúncia real. Os sons isolados você pode aprender por meio de sites dedicados ao assunto.

» WEBSITES

Eu não tinha acesso à internet quando estudava inglês. Portanto, acessar websites era inimaginável. Atualmente há também vários sites, blogs, podcasts, apps para smartphones e tabletes, e canais no Youtube dedicados à pronúncia. Seguem abaixo alguns sites que considero excelentes para o aprendizado da pronúncia do inglês americano:

Caso não goste desses sites, ou seu foco seja o inglês britânico, encontre outros que estejam de acordo com o seu estilo. Faça buscas no Google, na AppStore, na Google Play, iTunes, etc., e você encontrará inúmeros serviços gratuitos e pagos para ajudar você a melhorar a pronúncia.

» IDENTIFIQUE SEUS PONTOS FRACOS

Ter um bom material é fundamental. Mas, eu também recomendo que você identifique os seus pontos fracos e trabalhe-os aos poucos. Não se esqueça dos seus pontos fortes. Torne-os cada vez melhores. Assim, você melhorará em praticamente tudo. Além da produção de alguns sons, eu também encontrava problemas com a entonação. Eu então me esforçava ao máximo para dominar isso. Confesso que até hoje me esforço. Afinal, ainda não deixei de aprender.

» ESCUTE INGLÊS O MÁXIMO QUE PUDER

Não adianta fugir! Não adianta dizer que não consegue! Não adianta dizer que é chato! Não adianta dar desculpas! Se você quer mesmo melhorar na pronúncia do inglês, você deverá ouvir inglês o máximo que puder. Escute músicas, filmes, seriados, desenhos animados, entrevistas e o que mais der para ouvir em inglês. Escutar a língua-alvo com frequência ajuda seus neurônios a se acostumarem com a nova língua. Sobre isso, recomendo que você leia a dica “Por que listening é difícil?“. Há inúmeras outras dicas sobre listening aqui no blog, portanto, encontre-as e leia-as.

» DEDIQUE-SE

Dedicação é fundamental para seu progresso. Não basta ter livros excelente e acesso à internet. Você deve estudar, ouvir os CDs, repetir exaustivamente o que deve ser repetido, fazer anotações e tudo mais. Leia textos em voz alta, grave-se e depois corrija a sua pronúncia baseando-se nas gravações feitas.

Uma atividade que eu fazia muito era o voice-over. Essa atividade é muito interessante e ajuda muito se você a fizer com frequência. Nela você deve repetir simultaneamente o que ouve. Ao mesmo tempo que ouve, você deve repetir o que está ouvindo. Procure manter o mesmo ritmo, entonação, pronúncia dos sons e tudo mais enquanto escuta um diálogo, trecho de um filme, música, comercial em inglês…

Como você pode ver, essa coisa de melhorar a sua pronúncia do inglês depende mais de você meter a cara e fazer do que ficar esperando bater a cabeça na parede, desmaiar e acordar falando inglês como um americano, inglês, australiano, canadense, neozelandês, indiano, etc. Dedique-se! Invista tempo e dinheiro! Corra atrás! Você pode não falar inglês como um nativo, mas certamente conseguirá enganar muita gente. No entanto, lembre-se que muitas coisas você poderá não dominar em relação à pronúncia. Saiba por que isso pode acontecer, lendo a dica “Por que aprender a pronúncia do inglês é difícil?“.

É isso por enquanto! Bons estudos e muito aprendizado para você.

Artigos Relacionados
Comentários
  • Congratulations for the wonderful website you have! I got addicted to this website because I love English and you have helped me a lot with it. I enjoyed the part you said: " Você pode não falar Inglês como um nativo, mas certamente conseguirá enganar muita gente."

  • Juliana

    That nice your website !!

  • sueli s moreira

    Achei supper interante esta materia.Sao dicas importantissima para quem deseja realmente aprender sozinho.Maravilha pelas dicas.
    Agora maos a obra!!! Obrigada…

  • Ano passado, tive a chance de estudar inglês com uma professora norte-americana durante duas semanas, 8 horas por dia. Após as aulas, eu a levava para conhecer a cidade, ir ao mercado,comprar artesanato. Durante esses passeios, eu pedia para ela ser rigorosa com minha pronúncia. Ela corrigiu muita coisa. Coisas que nem eu nem professores brasileiros captavam, ela corrigiu. Excelente ter um professor nativo quando você já está num nível avançado de inglês. Um dos meus maiores erros era pronunciar o E mudo (silent E) em final de palavra. Eu não percebia, mas estava com o vício de pronunciar /géti/ (get), /révi/ (have), /bígui/ (big), /népi/ (nap). Ela chamou minha atenção para isso. Graças a ela, fiquei consciente do problema e trabalhei até eliminar o erro. Acho que consegui. O interessante é que outros anglofalantes nativos (que não são professores) nunca me alertaram sobre esse meu erro. Eu conversava fluentemente em inglês e eles nada diziam a respeito da pronúncia errada do "silent E".

    • Nice one, Fred! Essa vogal de apoio, como chamamos, é um dos erros mais comuns entre estudantes brasileiros. Eu já escrevi sobre isso aqui ao falar sobre a pronúncia correta da sentença "I love you". Mencionei rapidamente essa coisa da maioria das pessoas terem a mania de colocar a vogal de apoio (i) onde, em inglês, nada tem: have, love, house, home, take, get, odd, etc. Creio que vale escrever algo mais a respeito. Afinal, é um tema interessante! Take care, pal, and thanks for your words here. 😉

  • Onira Sant Anna

    Denilso, pode me dizer o nome desse dicionário que você menciona no início do post?

    • Onira,

      Estes dicionários não existem mais. Atualmente, as pessoas podem comprar dicionários que vêm com CD e, portanto, podem ouvir a pronúncia e aprender de modo muito melhor e mais correto. No tempo que eu comecei a estudar inglês (eu tinha uns 12 anos de idade) a tecnologia não era tão avançada como hoje. Logo, o material era produzida de qualquer forma. Nos dias de hoje, os dicionários evoluíram para melhor. Sem contar que há dicionários disponíveis gratuitamente na internet e nos quais é possível ouvir a pronúncia das palavras. Conheça alguns lendo a dica Dicionários Online de Inglês.

  • JESSE JAMES

    Denilson, adorei o post. Quero melhorar minha pronucia e gostaria de saber se apenas com os links que vc passou já vai ser o suficiente ou se seria bom comprar alguns desses livros que vc indicou?

    abs e aprabens pelo excelente trabalho.

    • Jesse,

      Pronúncia é algo que você passará a vida estudando e melhorando. O segredo é ouvir muito inglês (inglês natural), envolver-se com a língua, falar, etc. Os livros são bom, excelentes, ótimos. Ajudam a praticar uma coisa aqui e ali, mas nada supera o envolvimento com a língua em uso.

      😉

  • Jesse James

    Obrigado Denilson. Acabei comprando o American Accent Training na Amazon, quem tiver interesse lá foi o melhor preço q encontre: R$ 79,00 já com o frete para o Brasil.

    Denilson, estou lendo o seu livro tb, Ingles na ponta da língua e estou adorando. Recomendo a todos, o livro ė excelente.

    Abs

    • Thanks Jesse! Você vai adorar o American Accent Training, um dos melhores livros de pronúncia que já tive. 😉

  • Lohayne

    Olá Denilson! Gostaria de saber se esses livros que você citou da pronúncia britânica são com explicações em português, como eles funcionam. Obrigada desde já e parabéns pelo trabalho!

    • Não Lohayne. Nenhum destes livros possuem explicações em português. 🙂

  • sill

    Adorei suas dicas, muito obrigado

  • Anne

    Ótimas dicas! Estou tentando segui-las. O site Rachel's English é muito bom. Obg!

  • erica

    ola, adorei seu site esta me ajudando muito,ok! vc poderia me inf algum autor de dicionarios que tema palavra ingles e a pronucia ao lado, como seu post fala, ou na net para baixar?
    thaks

    • Erica, obrigado por seu comentário. Acima eu respondi a um comentário que fazia a mesma pergunta que você. Para facilitar copio abaixo o que eu já disse:

      "Estes dicionários não existem mais. Atualmente, as pessoas podem comprar dicionários que vêm com CD e, portanto, podem ouvir a pronúncia e aprender de modo muito melhor e mais correto. No tempo que eu comecei a estudar inglês (eu tinha uns 12 anos de idade) a tecnologia não era tão avançada como hoje. Logo, o material era produzido de qualquer forma. Nos dias de hoje, os dicionários evoluíram para melhor. Sem contar que há dicionários disponíveis gratuitamente na internet e nos quais é possível ouvir a pronúncia das palavras. Conheça alguns lendo a dica Dicionários Online de Inglês."

  • Rafael Leandro

    Denilso, boa tarde!

    Gostei muto dessa dica. São poucas as pessoas que dão essas dicas tão ajudadoras! Aproveitando eu queria lhe pedir um favor: Em quais sites na Internet eu compro esses livros e que faz entrega para o Brasil? Pois a Saraiva têm alguns, mas não em estoque, ela tem que pedir primeiro ao fornecedor e isso demora muito. sofri muito por esperar quando comprei English Vocabulary in Use, demorou muitoooo. Mas uma vez muito obrigado!

    • Olá Rafael, tudo bem? Obrigado por seu comentário.

      Eu acredito que a melhor opção seja o site da Amazon ou a Cultura. Mas, todos eles demorarão um pouco para entregar. A Amazon costuma ser mais rápida!

      😉

      • Rafael Leandro

        Obrigado!

  • Guest

    Denilso, indiquei os sites mas sem desmerecer suas dicas que são, de fato, ótimas.

  • Yuri Sofiati.

    Muito boa a dica. Gostaria de saber de algum site/livro que ensine a pronúncia do inglês australiano. Grato.

    • denilsolima

      Boa pergunta, Yuri! Vou ter de pesquisar e ver se acho algo. Em todo caso, você pode estudar a pronúncia do inglês britânicos e depois aprender o que o australiano tem de diferente.

      🙂

  • denilsolima

    Olá, Julia! Esse dicionários não existem mais! Hoje em dia, os dicionários mais modernos vem com CD e, portanto, você pode aprender a pronúncia das palavras simplesmente ouvindo o CD.

    😉