Qual a diferença entre “to” e “for”?

Qual a diferença entre ‘to’ e ‘for’?” é a pergunta que mais perturba. Com certa freqeência sou pego de surpresa por esta perguntinha filha da mãe!
Sempre me esquivei dela, mas acredito que a coisa chegou a um ponto que não tem como escapar! Então vou responder aqui de forma bem simples: “é impossível saber a diferença entre ‘to’ e ‘for’; não existe uma regra, uma forma de saber. Pergunte a um americano e ele dirá a mesma coisa! Nós aprendemos a usar uma ou outra através das expressões nas quais elas aparecem.Em posts anteriores eu sempre falo isto: “certas coisas você tem que aprender em conjunto; tentar encontrar uma lógica do porquê de um e não do outro só atrasa a sua vida e passa a sensação de que você nunca vai pra frente. Ou seja, ao encontrar ‘to’ ou ‘for’ em uma sentença, veja com que palavra ou expressão ela foi usada e aprenda o conjunto“.A dica é a seguinte: pegue um caderno e no alto de uma página escreva “expressions with to” e em uma outra página, “expressions with for“. Conforme você for estudando inglês, lendo textos, ouvindo algo, acostume-se a registrar as expressões que considerar interessante. Não é para anotar tudo o que ver pela frente! É só aquelas que você tem certeza que não diria daquele jeito ou que são curiosas mesmo. Bom, mas prometa que você não vai tentar achar uma diferença entre um e outro, ok!? Só promete isto!

Para servir de início dou a você algumas expressões para o seu mini-dicionário personalizado de expressões com “for” ou “to“.

  • This is very important to me. (veja que não se diz ‘important for‘, eles usam ‘to’ e pronto, fim de papo, acabou, ponto final; querer saber o porquê de ser ‘to’ e não ‘for’ é perda de tempo!)
  • I gave a gift to her.(em inglês você give alguma coisa to alguém; nada de dizer I gave a gift for her; é ‘to’ e fim de papo; aprenda a combinação de palavras ‘give algo to alguém‘)
  • It’s difficult for me. (com ‘difficult‘ use sempre ‘for’ e não ‘to‘; por quê? Sei lá!)
  • It’s not normal for the shops to be closed. (com ‘normal‘ use ‘for‘ e não ‘to‘)
  • She’ll leave a message for me. (‘leave a message for‘ e não ‘leave a message to‘)
  • I sent an e-mail to my friend. (você send algo to alguém)
  • There’s no need for me to wait. (com a expressão ‘there’s no need‘ use sempre o ‘for’ com uma pessoa e o ‘to’ com um verbo – outro exemplo: there’s no need for you to come here)

A idéia que eu quero passar aqui é a mesminha que dou no meu livro: comece a ver o todo e não apenas a parte. Ou seja, ao ler um texto e se deparar com o ‘to’ ou o ‘for’ veja as palavras que estão por perto e decida se a expressão (a combinação de palavras) é interessante e vale a pena ser anotada. Se a resposta for sim, faça isto! Anote a combinação e anote também a sentença onde a viu.

Garanto que assim você vai começar a ver que não há uma regra gramatical que explique a diferença entre um e outro! Só o uso (usage) é quem será capaz de nos dizer qual é e qual não é em determinado momento!

See you tomorrow! Take care! Have a wonderful Wednesday!

Artigos Relacionados
Comentários