Quer aprender inglês!? Então, pense duas vezes!

Você quer aprender inglês? Quer muito aprender a falar inglês!? Quer aprender inglês para assistir aos seus filmes e seriados favoritos!? Quer aprender inglês para poder viajar e curtir o mundo sem medo se comunicar!? Quer aprender inglês para se dar bem nos trabalho e também nos estudos!?

Você certamente respondeu sim para a maioria das perguntas acima, não é mesmo? Ou seja, claro que você quer aprender inglês! Que pergunta mais imbecil essa!

Ok! Então, antes de você sair por desesperadamente, pense duas vezes. Ou melhor, pense muito bem antes de querer realmente aprender inglês! Pense com cuidado!

Por quê?

Deixe-me elaborar – explicar – isso com calma. Vamos por partes!

Todo mundo quer aprender inglês

Essa coisa de querer aprender inglês é algo que todo mundo deseja. Afinal, os benefícios são vários e nem preciso listá-los aqui. Todos sabem quais são.

Mas, já que todo mundo quer aprender, por que nem todo mundo aprende?

Será que o problema é a língua inglesa em geral? Será que tem algo a ver com a pronúncia – os sons – da língua inglesa? Será a gramática do inglês? A quantidade de palavras talvez?

A culpa é das escolas que só enrolam pensando em ganhar dinheiro? Será culpa da quantidade de professores e professoras online que oferecem cursos com seus “métodos próprios e inovadores“?

Enfim, onde está o problema? De quem é a culpa? Se você quer aprender inglês, por que será que você não aprende?

Pense duas vezes!

Quer aprender inglês!? Pense duas vezes!

Muita gente me procura dizendo que quer aprender inglês. Geralmente, elas chegam até mim dizendo que sou um excelente profissional e que tenho conhecimento e experiência o bastante para ajudá-las a aprender inglês. Uma espécie de guru! Além disso, essas pessoas também falam que dinheiro não é problema.

Quando eu ouço isso, eu falo para a pessoa pensar muito bem no que ela realmente quer. Quando digo isso, costumo ouvir um sonoro “Eu quero aprender inglês!“.

É aí que eu entro com algumas perguntas para ajudar a pessoa a pensar bem no que ela quer. Pois, querer aprender inglês não se resume a ter um excelente professor ou professora e nem ser capaz de pagar bem por isso.

Aprender inglês vai muito além desses dois pontos!

Aprender Inglês não é só aprender inglês

Quando você pensar em querer aprender inglês, pense também no seguinte:

  1. Você tem tempo para estudar fora da aula? Você vai se dedicar a fazer as tarefas propostas pela professora? Você vai ler o material extra que seu professor eventualmente possa pedir para você ler?
  2. Você vai procurar se envolver com o inglês ao longo do dia? Você vai procurar deixar seu smartphone, tablet, computador, aparelho de TV configurados em inglês para foçar seu cérebro a se acostumar com a língua inglesa?
  3. Você vai participar ativamente das aulas de inglês sem medo de errar e sempre buscando colocar em prática aquilo que aprende?
  4. Você vai parar com a mania de sair baixando tudo que encontrar em sites, blogs, Facebook, Instagram e salvar para estudar depois?
  5. Você vai manter o compromisso com você mesmo de não faltar às aulas ou bater papo via Skype com seu professor online?
  6. Você vai deixar de lado a mania de achar que inglês é uma língua difícil e que você não dá conta de aprender?
  7. Você vai parar de culpar o professor ou professora e passar a observar se você está sendo um bom estudante de inglês?
  8. Você vai estabelecer objetivos de aprendizado e assim procurar alcançá-los de acordo com seus limites e até mesmo ir além disso?

Pense bem! Você quer aprender inglês! Isso é excelente! Mas, você está disposto a se dedicar o máximo possível para fazer isso acontecer?

De quem é a culpa?

Pense muito bem! Todo mundo quer aprender inglês. As oportunidades são várias: sites, podcasts, canais no youtube, escolas de idiomas, cursos online, página no Facebook, perfis no Instagram.

Mesmo com toda essa montoeira de possibilidades, nem todo mundo aprende. No entanto, nem sempre a culpa é do professor, da escola ou do livro.

A culpa muitas vezes pode ser sua mesmo. Afinal, você quer aprender inglês, mas será que você está se dedicando para isso?

Ah! Não adianta dizer que você se inscreveu em 10 canais de inglês no Youtube, segue 30 perfis no Instagram, está em 15 grupos no Facebook, participa de 10 grupos no WhatsApp, baixou 100 ebooks e coisas assim. Afinal, a gente sabe que quantidade não é qualidade. Não se torne um acumulador de conteúdo!

Quando eu decidi aprender inglês – por conta mesmo, pois minha família não tinha dinheiro para pagar um curso –, nós não tínhamos as inúmeras facilidades que temos hoje. Eu estudei com apenas 3 livros (não tinha internet). Eu tirava dúvidas lendo e relendo os livros que tinha até entender o conteúdo ou ainda com meu professor na escola (mas isso foi bem depois).

Eu ouvia a BBC de Londres usando um rádio no qual para conseguir ouvir com mais clareza era necessário colocar um bombril na antena. Quando não funcionava direito, eu encostava a antena com o bombril na minha testa. Isso de alguma forma melhorava o sinal. Não muito! Mas, melhorava!

Quer aprender inglês!? Pense duas vezes!

Acredito que você já entendeu a ideia, não é mesmo? Se você quer aprender inglês, você precisa pensar bem no seu papel como estudante de inglês.

Não seja preguiçoso! Não espere por um milagre! Não seja um acumulador de materiais! Não culpe os outros ou a língua se você não estiver fazendo a sua parte!

O simples fato de querer aprender inglês não é o suficiente. Afinal, querer todo mundo quer; mas nem todo mundo está disposto a fazer a sua parte.

Portanto, Pense duas vezes!

Artigos Relacionados
Comentários