05 Dicas Para Novos Professores de Inglês

Vira e mexe, as pessoas me pedem dicas para novos professores de inglês. A ideia é sempre a mesma: dicas para que eles se tornem excelentes professores.

De tal forma, compartilho com vocês – novos professores de inglês ou não – algumas coisas que aprendi ao longo da minha carreira profissional e que considero essenciais. São coisas que eu gostaria de saber ao iniciar minha carreira em 1994. Então, aproveite-as!

» Leia também: Como ser Professor de Inglês no Brasil?

1. Comporte-se Profissionalmente

Dicas para Novos Professores de Inglês

A questão comportamental talvez seja a mais complexa de todos. Você tem um jeito de ser e agir. Todavia, lembre-se sempre de tratar seus alunos e colegas de profissão com respeito, humildade, paciência, carinho, dignidade.

Para ficar mais fácil, faça o seguinte: pegue uma folha de papel e nela escreva as 10 características que você adorava ver em seu melhor professor na escola. Depois de anotar essas 10 características, escreva em poucas palavras qual você acha que deve ser a atitude de um excelente professor de inglês com seus alunos e colegas de trabalho.

Quando terminar, guarde essa folha de papel e leia-a todos os dias. Ao ler, reflita sobre como deverá ser (ou como foi) sua atitude de professor naquele dia. Se você achar que algo não saiu de acordo com o que gostaria, melhore no dia seguinte. Seu comportamento, suas atitudes, seus maneirismos devem refletir aquilo que você gostaria de ver no seu ideal de melhor professor.

2. Estude a Língua

Você, professor de inglês, deve conhecer seu objeto de ensino. Não basta conhecer o livro utilizado na escola. Você tem de conhecer a língua em si. Procure saber sobre sua história e como ela se desenvolveu. Estude a gramática normativa: termos técnicos, regras e exceções. Estude o vocabulário: desde as palavras mais simples até as mais esdrúxulas.

Você, professor de inglês, deve conhecer a língua com profundidade: tanto a língua de uso geral quanto a língua extremamente formal. Para isso, você deve ter gramáticas e dicionários. Contudo, ter não é saber. Enfie a cara nos livros e aprenda.

Estude a língua o máximo que puder. Claro que você jamais aprenderá tudo, mas tenha em mente que você é um eterno aprendiz. Não importa o quanto você já sabe ou saberá, você terá de aprender algo novo a cada.

3. Pesquise sobre Métodos e Abordagens

Para ser um excelente professor de inglês é necessário conhecer as abordagens existentes. São várias: communicative language teaching (que no Brasil ainda chamam de abordagem comunicativa), grammar-translation method, audio-lingual method, silent way, community language learning, total physical response, content-based instruction, task-based language teaching, lexical approach, teaching unplugged, etc. Vale também entender o que é a tal de post-method era.

A partir do momento que você conhecer os métodos e abordagens de ensino, você se apaixonará por um e vai querer aprender mais sobre ele. Nada de errado nisso! Mas, jamais considere o método ou abordagem pela qual você se apaixonou como único e verdadeiro. Os outros deverão continuar por perto, pois cada aprendiz (aluno e aluna) tem um perfil diferente.

Claro que você terá de ler muito; mas, para começar eu recomendo que você tenha pelo menos um dos livros abaixo (se tiver dois ou mais, melhor ainda):

» Techniques & Principles in Language Teaching (Diane Larsen-Freeman e Marti Anderson)
» Approaches and Methods in Language Teaching (Jack Richards e Thodore Rodgers)
» The Practice of English Language (Jeremy Harmer)
» Learning Teaching (Jim Scrivener)

4. Aprenda a Ensinar as Habilidades Linguísticas

Aprender uma língua envolve o desenvolvimento de quatro habilidades: fala (speaking), compreensão oral (listening), escrita (writing) e reading (leitura). Portanto, você deve aprender sobre cada uma dessas habilidades.

Ao aprender sobre elas, você será capaz de desenvolver atividades que focarão em uma ou outra habilidade. Isso ajudará no desenvolvimento linguísticos de seus alunos.

Ensinar inglês não é só ensinar regras gramaticais e palavras isoladas. Ensinar inglês vai muito além dessa visão simplista. Ensinar a língua inglesa para fins comunicativos envolve um conjunto de atividades que ajudarão no desenvolvimento da fluência de seus alunos.

Gramática (principalmente, a gramática de uso) e vocabulário (principalmente, aquilo que chamamos de formulaic language – ou chunks of language) deverão estar presentes em atividades que estimulam o desenvolvimento das quatro habilidades citadas acima.

Você precisará ler muito para aprender sobre cada habilidade. Felizmente, há inúmeros livros publicados que abordam cada um desses temas isoladamente:

» How to Teach English (Jeremy Harmer)
» How to Teach Grammar (Scott Thornbury)
» How to Teach Listening (JJ Wilson)
» How to Teach Speaking (Scott Thornbury)
» How to Teach Vocabulary (Scott Thornbury)
» How to Teach Pronunciation (Gerald Kelly)
» Teaching Grammar Creatively (Günter Gerngross, Herbert Puchta e Scott Thornbury)
» Teaching Chunks of Language (Seth Lindstromberg e Frank Boers)
» Teaching English Grammar (Jim Scrivener)

5. Aprenda sobre o Aprendizado de uma Língua

Dicas Para Professores de InglêsAprender como o cérebro aprende uma língua (seja a primeira, a segunda ou mais) ajuda a entender o que passa na cabeça de nossos alunos. Sejam eles crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos.

Quando eu comecei a dar aulas – lá nos idos anos de 1990 –, eu não tinha o menor conhecimento sobre isso. Hoje, eu vejo como esse conhecimento me fez falta em vários momentos em sala de aula. Pode parecer loucura; mas para mim essa é uma maneira inteligente de se identificar com os alunos e também de como cada atividade desenvolvida poderá ser interpretada por eles.

Alguns bons livros são:

» Principles of Language Learning and Teaching (H. Douglas Brown)
» How Languages are Learned (Patsy M. Lightbown e Nina Spada)
» The Study of Second Language Acquisition (Rod Ellis)

Conclusão

Por fim, o segredo para ser um bom professor de inglês é estar em constante desenvolvimento. É preciso ler, pesquisar, trocar ideias com colegas de profissão, trocar ideias com alunos, participar de eventos, fazer cursos e aprender cada vez mais.

No entanto, para concluir minhas dicas para novos professores de inglês, eu diria que a primeira dica é a mais importante. Se você cativar as pessoas – alunos e colegas de trabalho –, você estará vários passos na frente de muita gente. Eu a resumo assim: jamais se considere melhor que os outros. Você nunca saberá tudo e sempre terá algo para aprender. Seja com seus colegas de trabalho ou mesmo com os alunos.

Paralelamente a isso é só continuar seguindo as demais dicas para aos poucos se tornar um excelente professor. Se é que isso é realmente possível! 😀

Artigos Relacionados
Comentários