Uso das Palavras em Inglês

    A diferença entre BLAME e FAULT

    As palavras (substantivos) blame e fault costumam, vez ou outra, confundir alguns estudantes de inglês. Isso por que as duas possuem o praticamente o mesmo significado: culpa. Portanto, como saber quando usar uma ou outra? Qual é a diferença entre blame e fault? Continue lendo para aprender!

    COLLOCATIONS

    No livro Combinando Palavras em Inglês – seja fluente em inglês aprendendo collocations, dou uma dica bem legal para quando você se depara com palavras que parecem ser iguais: “observe sempre as combinações de palavras usadas com cada palavra chave“. Ou seja, para entender a diferença de uso entre uma palavra ou outra (palavras que pareçam ser iguais) observe como elas são usadas com outras palavras.

    Assim, para aprender a diferença entre blame e fault, enquanto substantivos, basta aprender as combinações (collocations) com cada uma delas. Além de aprender as combinações, aprenda também seus significados (equivalência em português) e acostume-se com o conjunto. Um exemplo disso está na combinação abaixo:

    • get the …………… for something » levar a culpa por algo

    Será que devemos completar o espaço com blame ou fault? E agora!?

    Se você aprender a combinação toda, saberá que o mais comum é natural é o uso da palavra blame. Portanto, o mais natural é dizer get the blame for something. Caso a palavra fault seja colocada no lugar de blame, a combinação soará estranha e nada natural. Pois, um falante nativo de inglês certamente não diria get the fault for something; pois, essa combinação não é a mais natural entre eles.

    Assim, como você pode ver o segredo para aprender a usar palavras que possuem significados parecidos está nas collocations. Isto é, nas combinações que cada palavra tem com outras palavras. Portanto, como dito anteriormente, para aprender a diferença entre blame e fault, aprenda cada palavra com suas combinações mais comuns.

    BLAME

    diferença entre blame e faultAs combinações abaixo referem-se apenas ao uso de blame como substantivo e não como verbo.

    » get the blame for something (levar a culpa por algo)
    » take the blame for something (assumir a culpa por algo)
    » shoulder the blame for something (assumir a culpa por algo)
    » bear the blame for something (assumir a culpa por algo)
    » accept the blame for something (assumir a culpa por algo)
    » put the blame (for something) on someone (colocar a culpa [por algo] em alguém)
    » lay the blame (for something) on someone (colocar a culpa [por algo] em alguém)
    » pin the blame (for something) on someone (colocar a culpa [por algo] em alguém)
    » place the blame on someone (colocar a culpa em alguém)
    » share the blame for something (compartilhar a culpa por algo)

    Exemplos:

    •  I always get the blame for anything that goes wrong at work. (Eu sempre levo a culpa por tudo que dá errado no trabalho.)
    • She’s the oldest kid, so she always get the blame for everything. (Ela é a mais velha, portanto ela sempre leva a culpa por tudo.)
    • Do you really expect for me to take the blame for something I didn’t do? (Você espera mesmo que eu assuma a culpa por algo que eu não fiz?)
    • They are trying to put the blame on us. (Eles estão tentando colocar a culpa na gente.)
    • I absolutely refuse to shoulder the blame for the entire fiasco! (Eu me recuso veementemente a assumir a culpa por esse total vexame.)
    • Health officials put the blame for the disease on poor housing conditions. (Os órgão de saúde colocam a culpa pela doença nas péssimas condições de moradia.)
    • We never asked her to bear the blame. (Nunca pedimos a ela para assumir a culpa.)
    • I won’t take the blame for this. (Eu não vou assumir a culpa por isso.)
    • The government must share the blame for this confusion. (O governo deve compartilhar a culpa por essa confusão.)

    FAULT

    diferença entre fault e blameAs combinações abaixo referem-se apenas ao uso de fault como substantivo e com o sentido de culpa. Para outros significados, consulte um dicionário.

    » be someone’s fault (ser culpa de alguém)
    » be at fault for something (ser responsável/culpado por algo)
    » find fault with something (bota defeito em algo)
    » through someone’s fault (por culpa de alguém)
    » through no fault of your own (sem culpa alguma)
    » fault lies with someone (a culpa ser de alguém)
    » accept one’s fault (aceitar a culpa, assumir a culpa)

    Vamos aos exemplos para facilitar um pouco mais:

    • It’s all your fault. (É tudo culpa sua.)
    • It was my entire fault. (Foi tudo culpa minha.)
    • Why should I say sorry when it’s not my fault? (Por que é que eu tenho de pedir desculpas se não foi culpa minha?)
    • I think the owners are at fault for not warning us. (Eu acho que os proprietários são responsáveis por não nos alertar.)
    • The fault lay not with them but with their boss. (A culpa não é deles, mas sim do chefe deles.)
    • People, who through no fault of their own, lost everything they had. (Pessoas, que não tinham culpa de nada, perderam tudo o que tinham)
    • He simply does not accept his fault. (Ele simplesmente não assume a culpa.)

    CONCLUSÃO

    Sempre que você se deparar com palavras que aparentemente significam a mesma coisa em inglês, aprenda a enxergar como elas são usadas em combinações naturais com outras palavras. Os dicionários hoje em dia já mencionam isso. O Oxford Learner’s Thesaurus – a dictionary of synonyms, por exemplo nos diz que “essa palavras têm basicamente o mesmo significado mas os padrões e collocations são diferentes“.

    Logo, o segredo não está em tentar enxergar cada palavra isoladamente, mas sim em enxergar com que outras palavras e expressões elas são usadas. Isso é o que chamamos de collocations. Para aprender mais sobre collocations e ficar com seu inglês ainda mais na ponta da língua, tenha o livro Combinando Palavras em Inglês – seja fluente em inglês aprendendo collocations. À venda em todo Brasil no formato físico (papel) e digital (ebook para várias plataformas).

    That’s all for now, guys! Espero que tenham entendido como melhor aprender a diferença entre blame e fault. Até a próxima! 🙂

    3 Comentários

    1. Deve ser porque não existe uma regra fixa para o uso delas. Por exemplo, eu sei usar, mas não sei explicar como. Simplesmente soa natural usar o ‘blame’ e soa errado o ‘fault’ no lugar. Mas para chegar a tal ponto, acredito que o melhor e mais eficaz é escutar, escutar e escutar a língua ‘-‘

      1. Isso mesmo, Luiz! O problema das pessoas é que elas sempre querem uma regra que facilite tudo; mas, infelizmente, essas regras milagrosas não existem. Por isso que na dica eu falo que o mais importante é aprender as expressões ou combinações nas quais cada uma delas aparece. Isso é o que facilitará saber quando usar uma ou outra. Claro que isso não se aprende em apenas um minuto ou dois. É preciso se envolver com a língua; portanto, ler e ouvir são fundamentais para isso. 🙂

    Botão Voltar ao topo
    Fechar