Open your books to, at, on page

Como dizer “abram seus livros na página…” em inglês? Você certamente traduzirá de uma maneira e outras pessoas poderão dizer que está errado; pois, para elas, o correto é apenas a forma que elas sabem e os outros estão errados. Para colocar isso à prova, diga qual das três sentenças abaixo é a correta:

  • Open your books to page…
  • Open your books at page…
  • Open your books on page…

Note que em cada uma delas usamos uma preposição diferente: to, at, on. Portanto, qual dessas três sentenças está certa?

Para respondermos, o melhor é recorrer ao uso da língua. Ou seja, ao modo como a língua é usada naturalmente pelos falantes nativos no dia a dia. E sem entrar em muitos detalhes sobre como isso é feito, o resultado é o seguinte:

» “Open your books to page… ” é muito mais comum no inglês americano.
» “Open your books at page…” é muito mais comum no inglês britânico.
» “Open your books on page…” não é muito comum, mas há algumas ocorrências pelo mundo.

Vale acrescentar ainda que embora o uso da preposição “to” seja comum no inglês americano, há ocorrências do uso da preposição “at” entre falantes dessa variante do inglês. O mesmo vale para o inglês britânico. Isto é, “at” é a preposição mais comum para os falantes de inglês britânico, mas é possível encontrarmos alguns britânicos usando “to”.

E, agora? Que lição aprendemos com isso?

Open your books

Simples! Aprendemos que podemos usar tanto as preposições “to” quanto “at”. Afinal, independentemente da preposição, as pessoas saberão o que está sendo dito. A comunicação acontecerá. Os livros serão abertos na página desejada. A comunicação acontecerá de um jeito ou de outro.

Se usarmos a preposição “on” as pessoas também saberão o que estamos querendo dizer. Mesmo que essa não seja a preposição mais natural, comum. Em outras palavras, o uso de “on” poderá soar estranho, mas as pessoas não se incomodarão; pois, elas entenderão a mensagem. Elas saberão que é para abrir o livro em uma determinada página.

Claro que, como você leu acima, o mais natural/comum é usar “to” ou “at”. Logo, não custa nada usar o que é mais comum, não é verdade? Vai soar mais natural, mais do modo como os falantes nativos falam com mais frequência.

Pois bem! O que escrevi acima é o que podemos chamar de gramática de uso da língua inglesa. Ou seja, é o modo natural de pedir para alguém abrir o livro em um determinada página. Eu poderia parar por aqui e dar o assunto como encerrado; mas tenho de falar algo mais.

O fato é que há sempre aquele pessoal que procura chifre em cabeça de cavalo. Sempre tem quem acha que há sim uma regra divina, inquestionável e única para esse tipo de coisas. Tem gente que cria teorias mirabolantes que nem mesmo os gramáticos da língua inglesa foram capazes de criar. As teorias amadoras mais comuns são as seguintes:

01. Use a preposição “to”, pois o verbo “open” pode ser substituído pelo verbo “go”. Logo, trata-se de um verbo de movimento e, então, pede a preposição de movimento “to”.
02. A preposição “at” é usada em alguns locais, mas é considerada errada pela maioria dos gramáticos.
03. Nunca use “on”, pois é errada e não é aceita em canto nenhum do mundo.

[Leia: As Regras das Preposições em Inglês: será que tem?]

Para o pessoal que acredita na “regra” 01, eu digo que isso até faz sentido; mas, não é uma regra gramatical estabelecida como inquestionável e mutável. Essa suposta regra não está presente nas melhores e mais conceituadas gramáticas da língua inglesa.

Já para a turma da “regra” 02, eu recomendo que leiam os dicionários. Pois, na maioria deles encontramos exemplos como “Open your books at page 25“. Portanto, pergunto: os dicionários produzidos em países de língua inglesa por editoras renomadas estão errados?

E para o pessoal que teima em achar que “on” é um erro imperdoável, eu digo que não é uma questão de erro imperdoável. Trata-se apenas de um uso não muito comum na língua e que causa estranheza para a maioria dos falantes nativos que, como visto acima, estão acostumados com “to” e “at“.

Para encerrar, saiba que podemos dizer “Open your books; On page 25, I want you to read that short text“. Veja que a sentença após o ponto-e-vírgula (;) pode ser reorganizada assim: “I want you to read that short text on page 25“. Isto é, leia o texto que está na página 25. Isso nada mais é que um jeito diferente de comunicar a mesma ideia.

Lembre-se: uma língua não é uma fórmula matemática; há sempre várias maneiras de dizermos a mesma coisa.

Dica final: saber se o correto é “to”, “at” ou “on” em “open your books … page” não é o fim do mundo. O fim do mundo é as pessoas acharem que aprender inglês se resume a essas coisinhas pequenas. A comunicação se faz de várias maneiras; portanto, não é com discussões mesquinhas sobre “open you books to…“, “open your books at…” ou “open your books on…” que alguém saberá mais ou menos inglês. Ser capaz de se comunicar em uma língua vai muito além dessas bobagens.

Duas outras dicas que vale a pena você ler são: O Certo é TO YOU ou FOR YOU? e Esquisitices do Inglês Americano.

Até a próxima!

Artigos Relacionados
Comentários