Connected Speech: o que é isso?

O que é connected speech? Será que isso é realmente importante no seu aprendizado de inglês? Leia esta dica para aprender um pouco sobre connected speech e a importância desse assunto no desenvolvimento da sua fluência em inglês. Antes, porém, vamos introduzir esse assunto para você entrar no clima.

Ao longo dos meus anos como profissional de ensino de língua inglesa, ouço vários e vários estudantes de inglês falando coisas assim: “Não consigo entender o inglês falado. É muito rápido”, “Eles falam rápido demais. Não consigo acompanhar” ou “Por que eles falam tão rápido?”. Você certamente já deve ter dito algo assim, não é mesmo? Mas, saiba que o problema não está em você ou na fala rápida do inglês. O problema está no fato de não terem falado sobre connected speech para você no início dos seus estudos de inglês.

Caso você queira aprender mais sobre a pronúncia do inglês, conheça o ebook Pronúncia Básica do Inglês (pdf e áudio). Nele você encontra todos os sons da língua e também aprende sobre as dificuldades de pronúncia que os brasileiros têm e como superá-las. Clique no botão abaixo para saber mais.

Mas, o que é connected speech?

Connected Speech

Connected speech é uma característica da fonética da língua inglesa no qual as palavras são conectadas (ligadas) uma à outra ao serem pronunciadas em uma sentença. Se traduzirmos connected speech para o português teremos algo como “fala conectada” ou “discurso conectado”. Na prática isso refere-se às ligações, uniões, conexões que há no inglês falado para fazer com que a língua flua muito mais natural e rapidamente.

Em outras palavras, também podemos dizer que connected speech tem have com o modo como simplificados a pronúncia das palavras dentro das sentenças. Para você entender bem, vamos passar para alguns exemplos.

Connected speech: exemplos

As sentenças abaixo são comuns em livros de inglês básico. Você certamente conhece a maioria delas. O que eu quero que você faça é que leia em voz alta cada uma delas.

  • What’s your name?
  • My name is [Ana].
  • Where are you from?
  • What did you do?
  • Don’t you like it?
  • Who’s your friend?
  • What are you going to do about it?
  • I’ve got to help them.
  • We have to get out of here.
  • I asked her out.

Se você for como a maioria dos estudantes de inglês, certamente leu as sentenças palavra por palavra. Deve ter repetido as sentenças e prestado atenção à pronúncia de cada som em cada palavra. Enfim, você deve ter lido mais ou menos assim [clique no botão abaixo para ouvir]:

No entanto, quando a gente vai para o mundo real e ouvimos as pessoas falando inglês naturalmente, a gente pode se perder. Pois, o inglês do dia a dia não é falado assim palavra por palavra. Isso se deve justamente por causa do fenômeno conhecido como connected speech. Portanto, as sentenças acima são faladas da seguinte maneira [clique no botão abaixo para ouvir]:

Percebeu a diferença!? Tenho certeza que sim! Não tem como não perceber! No segundo momento, procurei fazer uso dos aspectos relacionados ao connected speech. Não falei as sentenças de modo lento e nem as li palavra por palavra. Procurei conectar os sons das palavras em cada sentença e assim chegar mais perto do modo como um nativo fala.

Por que aprender connected speech?

Quando aprendemos a fazer uso do connected speech naturalmente, no jeito de falar inglês fica muito mais próximo ao de um nativo. O listening (habilidade de ouvir) fica mais apurado. Nós podemos até perder uma coisa aqui e ali, mas no geral somos capazes de acompanhar uma palestra, um filme, um diálogo, uma música, etc., sem muitas dificuldades.

Portanto, os aspectos relacionados ao connected speech são, em minha opinião, algo que todos estudante de inglês deveria aprender desde o nível básico. Ou seja, desde a primeira aula de inglês em uma escola.

Para isso é preciso mudar os hábitos de aprendizado. Pois, quando alguém decide aprender inglês, ela começa a aprender com os olhos. Ela cria o hábito de ler sentenças e textos palavra por palavra. Assim, acostuma-se a pronunciar tudo de modo mais lento e nada natural. Mas, ao dar atenção ao connected speech, a pessoa começa a aprender inglês com o ouvido. Logo, isso fará uma grande diferença no desenvolvimento de sua fluência em inglês.

Isso significa que você deve aprender a ouvir inglês do modo como é falado e não do modo como é escrito. Aprenda e entenda que o inglês escrito e o inglês falado são coisas diferentes. Assim, você deve aprender os dois juntos. Contudo, preste muito mais atenção ao inglês falado; pois, é ele que ajudará você a se sentir mais à vontade para interagir com as pessoas em inglês: falando e ouvindo.

Infelizmente, não dá para falar tudo sobre connected speech em um só texto. Então, voltarei a escrever outros textos relacionados a esse assunto para que você comece a entender ainda mais. A ideia é apresentar alguns aspectos dessa parte da pronúncia da língua inglesa e ajudar você a mudar ainda mais o seu jeito de aprender inglês.

Por enquanto, pense nisso: Não são os nativos que falam inglês rápido demais. Na verdade, é o modo como nós aprendemos inglês que nos condiciona a sermos lentos para entender, ouvir e falar. Temos, portanto, de mudar isso.

 

Artigos Relacionados
Comentários