Preposições do Inglês

Como aprender as preposições da Língua Inglesa? – Parte 2

Depois de ter falado sobre como aprender preposições, algumas pessoas enviaram e-mails pedindo mais exemplos das diferenças entre o uso das preposições em inglês e português. Confesso que não é nada fácil pensar em exemplos. Geralmente, quando queremos não lembramos e quando não queremos lembramos – coisas do cérebro.

Porém, depois de pensar um pouco e pesquisar mais um tanto acabei encontrando alguns casos curiosos. Por exemplo, em português nós reclamamos de algo, em inglês eles complain about. Ou seja, se você quiser dizer “eles reclamaram do péssimo atendimento”, em inglês terá de dizer “they complained about the bad service”. Em português usamos a preposição “de” [traduzido geralmente em inglês como of ou from]; no entanto, neste caso a língua inglesa pede “about”. Conclusão: aprenda que inglês deve se dizer “complain about” e não “complain of”.

Em português costumamos elogiar alguém por algo que fez ou conseguiu. Em inglês, eles “compliment [someone] on”.

  • They complimented me on the success of my book. [Elogiaram-me pelo sucesso do meu livro.]

Os exemplos são muitos e, certamente, satisfazem o gosto de todos. Para aprendê-los, não adianta querer decorar cada uma das palavras isoladamente você deve acostumar-se a usar todas as palavras juntas. Não adianta querer entender o porquê das diferenças entre o português e o inglês. O negócio é aprender assim, acostumar-se a elas e pronto. Veja abaixo mais alguns exemplos.

 

  • casar-se com = get married to (he got married to a French girl = ele se casou com uma francesinha.)
  • contar com = count on (you can count on me = você pode contar comigo.)
  • preocupar-se com = worry about (don’t worry about that, ok? = não se preocupe com isto, tá bom?)
  • olhar para = look at (look at me = olhe para mim)
  • chocar-se com = crash into (his car crashed into a truck = o carro dele chocou-se com um caminhão.)
  • tropeçar em = trip over (I tripped over a stone = tropecei em uma pedra.)
  • acreditar em = believe (I believe you = acredito em você) [em inglês não se usa preposição nestes casos]
  • gostar de = like (I like you = eu gosto de você.)
  • lembrar-se de = remember (do you remember me? = você se lembra de mim?)
  • tocar em = touch (don’t touch me = não toque em mim)
  • encontrar-se com = meet (we’ll meet them tomorrow = vamos nos encontrar com eles amanhã)
  • precisar de = need (I need you here = preciso de você aqui)

Poderia continuar a lista! Mas, infelizmente, você se cansaria rapidinho. No entanto, fica aí a dica: comece a prestar atenção ao modo como as palavras são usadas juntas em inglês. Hora ou outra você acabará encontrando este tipo de curiosidade. Quando isto acontecer, nada de sair desesperado tentando encontrar uma explicação gramatical, um por que isto ou aquilo. O negócio é relaxar e entender que as línguas são assim mesmo: cheias de peculiaridades que podem nos deixar loucos às vezes.

Ah sim! Estas curiosidades você encontra em textos e filmes. Preste atenção, principalmente, em textos. Ao encontrar algo que chame sua atenção, anote em um caderno reservado especialmente para isto. Não adianta querer memorizar ou anotar de qualquer jeito. Você precisa se organizar para aprender; do contrário, você jamais aprenderá algo na vida.

Encontre muito mais exemplos sobre o uso das preposições em inglês – e muitas outras expressões curiosas e dicas de como aprender e organizar o seu vocabulário – no livro Inglês na Ponta da Língua – Método Inovador para Melhorar o seu Vocabulário.

19 Comentários

  1. citando o post:
    “Você precisa se organizar para aprender; do contrário, você jamais aprenderá algo na vida.”

    discordo. isso é relativo, depende da pessoa. pra aprender bem um troço, a melhor maneira é exemplos, na minha opinião. pelo menos pra mim, funciona assim. não adianta anotar, se não tiver um exemplo que capte meu interesse.

  2. Olá ElJunior, tudo bem?Bom todos tem o direito de discordar. Mas no post eu quis dizer que você precisa organizar o modo como você aprender algo.Posso encher o blog de exemplos sobre isto e aquilo, mas mesmo assim você – como aprendiz – terá de organizar estes exemplos em algum lugar para recorrer a eles quando a dúvida surgir. Do contrário, você procurará pelo assunto – exemplos – e não saberá onde estão. Em outras palavras, do que adianta você ver um monte de exemplos e não organizá-los em algum lugar para rápida consulta?Organização não é tudo, mas sem ela tudo se transforma em nada…Take care…Keep coming here for more…

  3. Hi Denilson… estes artigos sobre preposição foram providenciais… acredito que a maior parte das pessoas que estão aprendendo inglês têm problemas para aprender a usar as preposições… tenho alunos iniciantes e vejo que a maioria sofre muita dificuldade com isso.Take care dear… Thank for ur help!

  4. Olá Denilso,tudo em Paz?Gosto destas dicas pois são temas complexos apresentados de forma "simples",surtindo grandes efeitos, ampliando os horizontes de nossa mente para o aprendizado correto e consistente do idioma.Parabens!!

  5. Olá Deniso, estava lendo a respeito das preposições e na verdade existem as formas "believe" e "believe in". A diferença não é tanta. Believe in se diz quando se tem mais convicção, geralmente relacionado a questões religiosas.Cheers, Paulo

  6. I guess so! People usually ask question on the Orkut Community – Inglês na Ponta da Língua [http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3753502] or they usually send me e-mail![:D]

  7. Just a little correction…

    Só uma correção:
    Foi digitado “contra com”, acho que quis digitar “contar com”, right?

    **count on (you can count on me = você pode contar comigo.)

    As dicas são excelentes!!

  8. uffa que bom pq os in on at & co sao sempre o meu calcanhar daquiles ,so quero acrescentar algoNo verbo belive nao acresentam preposisao se se referirem a algo q aconteceu mas nao algo que exista (ou nao)acontecer: i don't believe you said i look fat and saggyHaver: i don't believe IN God

  9. umas dicas sobre on/in/at:preposition AT.The preposition indicates that the noun that follows them is treated as a point in relation to which another object is positioned.some examples of using AT in:*locationTom is waiting for his sister at the bank.Sue spent the whole afternoon at the fair.*destinationWe arrived at the house.The waiter was at our table immediately.*directionThe policeman leaped at the assailant.The dog jumped at my face and really scared me.Preposition IN.The preposition indicates that an object lies within the boundaries of an area or within the confines of a volume.i will also give you the difference of using ON and IN:Three players are practicing on the field. (surface)Three cows are grazing in the field. (area)The sheep are grazing in the pasture. (enclosed by a fence)The cattle are grazing on the open range. (not enclosed by a fence )Three players are on the soccer field. (not enclosed)Two boxers are in the ring. (enclosed by ropes)

  10. I don't even know if u still use this blog,but, u said here that we don't use an preposition for "believe" I believe you..Actually u're wrong in this case.we say "i believe in you" for example :)c u soon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar