Inglês Australiano: Características e Curiosidades

Nos últimos anos as agências de intercâmbio informam que a busca pela Austrália tem aumentado consideravelmente. As pessoas finalmente descobriram outro país para aprender ou praticar inglês. As condições climáticas parecidas com a do Brasil, o dólar, a hospitalidade e mais uma série de fatores contribuíram por essa descoberta da Austrália como opção para estudos de inglês.

Mas, o que será que o inglês australiano que os demais não têm? Quais as diferenças quando comparadas com o inglês americano e britânico? Quais as características gramaticais e de pronúncia? Palavra, expressões, gírias? Enfim, o que que o inglês australiano tem? Vamos aprender um pouco a respeito na dica de hoje.

Muita gente acha que o inglês falado na Austrália é semelhante ao inglês britânico. Afinal, foi o James Cook, capitão na Real Marinha Britânica, quem reivindicou o território australiano para o império britânico em 1770. Foi ele também o responsável pelo processo de colonização da terra nova. Vale dizer que a Austrália no início de sua colonização era um colônia penal. Enfim, embora a predominância britânica em termos linguísticos fosse forte no início, já em 1788 algumas diferenças começaram a surgir. Em 1820, o inglês falado na Austrália foi reconhecido como sendo diferente do inglês britânico.

Inglês AustralianoEssas diferenças surgiram devido à mistura dos aborígenes, os índios que já estavam lá,  e dos ingleses ( e outros parceiros da coroa britânica), que foram chegando aos poucos. Essa mistura linguística deu à língua inglesa o termo “kangaroo”. Reza a lenda que “gangurru”, palavra da língua falada pelos nativos da Austrália, significa “eu não te entendo”. John Cook ao ver os animais perguntava aos aborígenes “what animal is that?” e os aborígenes respondiam “gangurru”. Cook, um cara esperto, achou que aquele era o nome do animal e registrou “kangaroo” em suas anotações. Ou seja, até hoje não sabemos ao certo qual o nome original do animal!

Fatos históricos à parte, é bom saber que devido às várias influências, o inglês australiano se distingue das demais variantes do inglês na pronúncia, principalmente na pronúncia das vogais. Felizmente, essas diferenças vocálicas não são assim tão notáveis para quem não é falante nativo da língua inglesa. Em outras palavras, somente sendo um linguista devotado à fonética e fonologia para perceber as diferenças. Porém, a produção de alguns sons são sim perceptíveis. Um desses é até famoso em piadas e brincadeiras. continue lendo e veja que som é esse.

Em algumas palavras o som /ei/ é pronunciado /ai/ no inglês australiano. Assim, a palavra “day” é pronunciada /dai/ e não /dei/ como na maioria das outras variantes. Consequentemente, a palavra “yesterday” é pronunciada /iesterdai/; “mate” (amigo, cara, parceiro) é pronunciada /mait/; “fate” soa /fait/. Para dizer “good day, mate” (bom dia, parceiro) a pronúncia será algo como “good eye might”.

O sotaque australiano também é bem diferente. A única maneira de aprendê-lo ou pelo menos percebê-lo é ouvindo o máximo que puder e envolvendo-se com os locais. Há no Youtube inúmeros vídeos de pessoas falando inglês australiano. Tem também vídeos de pessoas tentando fazer o sotaque australiano. Mas, cuidado! Nos comentários feitos a esses vídeos, os próprios australianos dizem que não é nada parecido; pois, eles não falam como o Crocodilo Dundee e a maioria das pessoas que tenta imitar o sotaque australiano está na verdade descrevendo o que eles chamam de “bogan”.

Inglês AustralianoO termo “bogan” é uma gíria, cujo significado é “pessoa que não faz nada da vida e só pensa em bebidas”. Falando em gírias, é bom saber também que o inglês australiano tem gírias que só eles entendem: “ankle biter” (child), “brekkie” (breakfast), “roo” (kangaroo), “servo” (gas station), “unit” (apartment). Para aprender mais gírias australianas, visite os sites abaixo. Porém, lembre-se que gírias só devem ser usadas quando você já tem mais intimidade com o grupo. Ou seja, não use gírias em todas e quaisquer situações.

[list type=”arrow2″]

[/list]

Além das gírias, o inglês australiano também usa palavras diferentes para descrever objetos. No vídeo abaixo, um australiano fala sobre algumas dessas palavras. Ele diz como os americanos dizem e como eles dizem. Vale a pena assistir. Caso não esteja vendo o vídeo, clique aqui.

Em relação à escrita – ortografia – o inglês australiano, assim como praticamente todos os países de língua inglesa, não tem um órgão que cria regras e fiscaliza o modo como as palavras são escritas. Ou seja, eles não têm algo como a nossa Academia Brasileira de Letras. Para ter certeza sobre a escrita de uma palavra, os australianos recorrem ao Macquarie Dictionary, o dicionário oficial do inglês australiano. Não se preocupe muito! Afinal, no que diz respeito à ortografia, o inglês australiano é muito parecido com o inglês britânico. As diferenças são poucas e para aprendê-las é só ler jornais e revistas australianas para percebê-las.

E por fim, a gramática. O que será que a gramática australiana têm de diferente? Neste ponto, felizmente, a gramática do inglês australiano não é tão diferente do inglês britânico. Há sim diferenças em relação ao inglês americano, mas são as mesmas diferenças existentes entre o americano e o britânico: o uso do Present Perfect em algumas situações, o uso do artigo definido “the” em alguns casos, e outras nem tão grandes assim.

Em resumo, as principais diferenças estão na pronúncia dos sons, no sotaque e no vocabulário. Essas coisas você só aprende se envolvendo com a língua – o jeito australiano de falar e usar a língua. Você pode estudar isso também. Basta encontrar livros que abordem o inglês australiano. Editoras como Oxford, Cambridge, Pearson Longman, Macmillan e outras já desenvolvem materiais (livros, dicionários para estudantes, material de áudio, etc.) voltados para o inglês australiano. Uma visita em livrarias especializadas ajuda você a identificar esses materiais.

É isso por hoje! Caso você tenha alguma experiência com o inglês australiano, uma história, uma dica, qualquer coisa, deixe-a registrada aí na área de comentários ou em nossa página no Facebook. Suas experiências certamente ajudarão outras pessoas que escolhem a Austrália como destino todos os anos.

  • Dani e Rico

    Estou morando em SYdney a um ano, e realmente é difícil entender oque os australianos falam. O sotaque deles é muito carregado, falam muito rápido e usam muitas gírias. E em alguns casos eles não usam a gramatica corretamente.

  • Alunos Engª de

    Muito bacana este assunto.1 – E sobre a Nova Zelandia, dizem que quase não há diferenças entre o inglês da Austrália e NZ. É verdade?2 – Eu já ouvi pessoas dizendo que a diferença é a mesma que entre o português do Brasil e o de Portugal (NZ). A proporção é a mesma?3 – Para uma pessoa que tem nível intermediário, fazer um curso de imersão de 1 mês na NZ pode não ser tão proveitoso por causa de tantas diferenças?4 – É possível fazer um post desse tipo comparando com a NZ? ehhehe5 – Estou tão preocupado pois estou pensando em passar um ~mês lá no final deste ano p/ fazer um intercâmbio rápido.Valeu, abraço

    • R.Marques

      Ola !!! Moro na Australia ha 6 anos, sendo minha 1a. experiencia num pais de ligua inglesa. Posso te dar uma ideia para suas perguntas:

      1) O ingles dos KIWIS (nome dado a quem é de NZ) tem diferenca dos australianos apenas no sotaque e algumas girias (muito pouco), mas essa diferenca só mesmo convivendo muito com os dois. Com certeza eles pegam a diferenca rapidamente.

      2) Conforme informei acima, a diferenca (pra nos brasileiros) é praticamente nada.

      3) Nao. O ingles que vc aprende na NZ será util assim como o ingles dos USA, Inglaterra, Escocia, Australia, etc. Sem problemas algum.

      5) Pode vir a NZ sem medo, o povo (assim como os australianos) é muito gente boa e eles já tem costume de receber estudantes de varios paises. Recomendo.

      • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

        Thanks for the info! Tenho certeza que os demais leitores gostarão também! Qualquer informação sobre sua experiência e aprendizado, conta aqui para nós! :)

  • Pedro Paulo

    Parabéns pelo site, realmente está tirando todas minhas dúvidas principalmente na parte de pronúncia( Sou razoavél ). Estou pensando em comprar livros em inglês para aumentar o meu vocabulário. Os pequenos textos que encontro no livro didático são desestimulantes, fáceis de entender. Vou pegar um livro de literatura juvenil ( Harry Potter and the Philosopher's Stone ). Acha uma boa ideia Denilso, ou tem outros métodos melhores? Pois se eu conseguir compreender todo o livro em inglês, já é um avanço muito significativo.

  • Anderson Felippe

    Só falta agora um sobre o inglês aqui da Irlanda, com suas particularidades em pronúncia, vocabulário, expressões e até gramática! :)

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Já vou preparar algo a respeito, Anderson! O Inglês Irlandês também está nas paradas de sucesso. Então, nada mais justo do que escrever algo a respeito! 😉

  • Alessandro

    este site é maravihoso demais….

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Thanks Alessandro! :-)

  • R.Marques

    Caro Denilso, acompanho seu site e os posts no Facebook, mas realmente tinha muita coisa diferente do que eu sei de ingles. Isso é obvio pois moro na Australia (Brisbane) ha 6 anos sendo minha 1a. experiencia num pais de lingua inglesa. Parabens pelo artigo, estava esperando algo relacionado a Australia ha muito tempo. Apesar de ser somente um pais de 22 milhos de habitantes, a Australia está hoje presente e influenciando muitos outros paises, pois o mercado de mineracao e petroleo aqui tem chamado a atencao de varias multi-nacionais. Ou seja, a Australia está na mídia !!! Grande abraço e continue postando artigos sobre o ingles aussie… good on ya mate !!!

  • Gustavo

    Muito interessante, só não concordei muito com o parágrafo onde se fala sobre a pronúncia das palavras – day, yesterday, mate…" – todo mundo falava como a pronúncia americana.

  • http://www.facebook.com/giseli.carvalho.102 Giseli Carvalho

    Também já estive em Sydney participando da JMJ (Jornada Mundial da Juventude), q nesse ano será aqui no Brasil, e confesso q passei um sufoco… , pois meu inglês é totalmente voltado para o americano…às vezes, não entendia nada…. mas dava um jeito. Houve uma ocasião q cheguei para uma senhora e pedi água e ela me respondeu q naõ tinha entendido… então pensei: "Nossa.. falei tão certinho…" mas nessa mesma hora falei um "water" com uma pronúncia mais voltada para o britânico… e ela na mesma hora foi pegar a água pra mim….. Foi uma experiência maravilhosa pois pude aprender muita diferença na língua deles, inclusive ganhei uma xerox com um vocabulário específico de lá… Realmente… "Canguru" eles chamam de roo…. como "G'day"… enfim…. bateu saudade….. Gosto d+ do inglês na ponta da língua… 😛

  • https://www.facebook.com/pedro.supertramp.9 Pedro Supertramp

    Pessoal, para aqueles que tem interesse em estudar na Austrália nos níveis de Graduação/Pós-Graduação, até o dia 14/01/2013 o Governo brasileiro oferece através da parceria com o Group-of-8 (grupo composto por oito das melhores universidades da Austrália) cursos de 1 ano de duração com bolsas sanduíche no valor de ~$AUD2500/mês. Os pré-requisitos podem ser encontrados no site do programa "Ciência sem Fronteiras".

    P.S: Assisti a uma palestra em minha Universidade com a representante Latino-americana do grupo, e segundo dados de 2011 das 1000 bolsas ofertadas para a Austrália, aproximadamente apenas 500 foram preenchidas.

    Chamada Pública: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/au
    Edital: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/documents/
    Go8: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/un
    Representante Brasileiro: http://www.latinoaustralia.com.br/ciencia-sem-fro

    É isso ai, fica a dica!

  • Tatiane

    Parabens pelo site eh maravilho, e se puder faca um post faland sobre a Irlanda :) se vc entender os irlandeses vc esta com o seu ingles otimo hahaaha …

  • R.Marques

    Pessoal, moro na Australia ha 6 anos, e gostaria de confirmar o artigo do Denilso aqui no site. O ingles da Australia é realmente assim mesmo. Praticamente em todos os niveis da populacao (idade, nivel educacional, local onde moram, etc). Eles falam a letra A como o nosso A no portugues, e não como o "EI" do ingles americano. Claro, se falar com algum australiano "mestiço" pode ter uma variacao, mas o tipico é mesmo essa diferenca.

    Aliás até hoje quando estou no telefone e o australiano do outro lado da linha soletra uma palavra, tenho que confirmar a letra A se é A de "apple" ou I de "island" !!!

  • Rafael

    Muito bom esse comentário!
    Há informações demais sobre o inglês americano e britânico na internet e nas bibliotecas. Já sobre o inglês australiano, canadense, irlandês, sul-africano e neo-zelandes há muita pouca informação a respeito.

    Acho que você deveria fazer um tópico sobre o inglês da Nova-Zelândia, Canadá, Irlanda, Africa do Sul e Escócia que são os países que mais tem intercâmbio. Já outros países como Jamaica, Belize, ilhas do Caribe, Nigéria, India entre outros não há tanta necessidade já que não há tanta procura por intercâmbio para esses países.

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Thanks Rafael! A ideia é realmente escrever outros textos falando sobre a língua inglesa ao redor do mundo. Ou seja, apresentar as características de outros países onde a língua inglesa é a principal língua. Além deste texto, temos também os outros dois abaixo, sugiro que dê uma olhada neles:

      Inglês no Mundo: África do Sul
      Inglês Indiano: Características e Curiosidades

      Take care! 😉

  • Pingback: Inglês Australiano: Características e Curiosidades | Royalle Traduções()