Dicas Para Aprender Inglês

Qual o melhor método para aprender inglês?

Confesso a você que quando alguém me pergunta qual o melhor método para aprender inglês, eu travo. Não que eu não entenda de métodos de ensino e aprendizado de inglês. O problema é que essa pergunta é um tanto quanto complicada para responder.

Para ajudar você com isso, vou antes desfazer algumas confusões (crenças erradas) que muita gente – estudantes e até mesmo professores – tem sobre essa coisa de método. Vamos lá!

O que é método?

Para começar a entender isso, deixe-me dizer o que não é método:

  • Método não é um escola de idiomas. Na verdade, toda escola de idiomas tem um método. Muitas vezes duas ou mais escolas podem usar o mesmo método.
  • Método não é um livro usado em curso. Os livros (chamados de coursebooks) são apenas instrumentos utilizados dentro de um método. O livro faz parte do método, mas não é o método propriamente dito.
  • Método não é o mesmo que metodologia. Método é o modo como o ensino/aprendizado deve acontecer. Metodologia refere-se ao estudo das práticas pedagógicas como um todo. Isso envolve até mesmo a relação alunos/professores dentro da sala de aula.
  • Método não é abordagem. Abordagem (approach, em inglês) refere-se ao conjunto de crenças teóricas sobre a natureza da linguagem e do modo como as línguas são aprendidas/adquiridas. Todo método é desenvolvido levando em conta conceitos estabelecidos por uma abordagem. Isso significa que de uma só abordagem podem ser criados vários métodos.

Qual o Melhor Método Para Aprender Inglês?Mas afinal, o que é método?

De modo bem simples, um método responde à pergunta “como?“. Ou seja, digamos que minha linha de ensino se enquadra nas teorias da abordagem comunicativa (Communicative Approach, atualmente chamada de Communicative Language Teaching). Assim, eu começo a perguntar como posso colocar as ideias/crenças dessa abordagem em prática.

  • Como a língua é vista dentro dessa abordagem?
  • Como a língua pode ser ensinada de acordo com essa abordagem?
  • Como as pessoas aprender uma segunda língua conforme essa abordagem?
  • Como ensino gramática levando em conta os princípios dessa abordagem?
  • Como desenvolvo um passo a passo para as aulas tendo como base essa abordagem?

Assim, dizemos que método é o plano sistemático usado para apresentar (ensinar) a língua. O método é o passo a passo seguido pelos professores e aulas para que os objetivos de aprendizado sejam alcançados.

Qual o melhor método para aprender inglês?

Falando francamente, o melhor método para aprender inglês não existe. Infelizmente!

Do ponto de vista profissional (técnico, linguístico, científico…), o melhor método é aquele que satisfaz as necessidades e perfil de cada aprendiz. Ou seja, o que existe são vários métodos e cabe a você estudante de inglês identificar aquele com o qual mais se identifica.

Se você acha que para aprender inglês é preciso estudar a gramática formal de cabo a rabo, então procure uma escola (ou professor) que foque apenas na gramática formal. Caso você queira aprender a se comunicar inglês de modo natural sem focar tanto na gramática formal (mas sim na gramática de uso e ainda assim falar tudo certo), então procure uma escola ou professor que ofereça aulas assim. Enfim, conheça primeiro o método sendo oferecido e opte por aquele com o qual você se sente à vontade.

Eu conheço pessoas que adoram o CCAA. Dizem que o CCAA é a melhor escola, o melhor método. Por outro lado, conheço pessoas que odeiam o CCAA e amam a Cultura Inglesa. Outras dizem que o CNA é 100% melhor. Enquanto alguns dizem que o CNA não presta e que a melhor é o Yázigi. Uns dizem que nenhuma escola presta e que o melhor é ter um professor particular. Outros já criam seu próprio método e estudam sozinhos.

Enfim, a escolha do melhor método para aprender inglês (ou da melhor escola, professor, curso etc) é uma questão pessoal. Vai da identificação de seu estilo de aprendizado com o método de ensino oferecido.

Para dar certo é preciso que você siga o método. A escola ou o professor não podem fazer nada sem a sua participação. Aliás, posso até dizer que o melhor método para aprender inglês é você mesmo. Suas atitudes, seu envolvimento com a língua, sua disciplina, seu desejo de aprender cada vez mais e mais, seu empenho para fazer as tarefas, sua disposição e coisas assim farão a diferença.

O resto é apenas uma ajuda que você tem à sua disposição para alcançar o seu objetivo de falar inglês. Isso significa que o problema nem sempre está em encontrar o melhor método, mas sim em encontrar em você as melhores atitudes para que você aprenda no seu ritmo e do seu jeito (método).

Como desenvolver um método?

 Melhor Método Para Aprender InglêsJá que o método depende muito de cada estudante, então como é que você mesmo – aí no conforto de sua casa – pode desenvolver seu próprio método para aprender inglês?

Como dito acima, tudo depende da sua motivação, força de vontade, dedicação, persistência e coisas assim. Coisas que você está cansado de saber.

Juntando isso tudo e mais algumas outras coisas – materiais, livros, revistas, filmes, músicas, internet etc. – você deve  fazer algumas perguntas que servirão de ajuda para você manter o rumo e progredir cada vez mais. Essas perguntas são:

  • Como estudar a gramática?
  • Como estudar vocabulário?
  • Como praticar o listening?
  • Como praticar o writing?
  • Como praticar o speaking?
  • Como praticar o reading?
  • Como avaliar o progresso nos estudos?
  • Como colocar em prática tudo o que aprendo?

Enfim, ao pensar em como fazer, você estará desenvolvendo o seu método de estudo. Se você estuda em escola (seja física ou online), você também poderá ter o seu método aliado ao método da escola. Nesse caso, a pergunta é “Como posso ir além daquilo que a escola me oferece?“.

Felizmente, aqui no Inglês na Ponta da Língua – ao longos desses oito anos de existência na internet – você poderá encontrar muitas dicas que responderão às perguntas sobre como desenvolver o seu método de estudos levando em conta cada uma das perguntas acima. Visite o site, use a ferramenta de busca e encontre o seu melhor método para aprender inglês.

5 Comentários

  1. Vejo pessoas que depois que passaram a viver num país anglo-falante por 3 ou 4 anos, ouvindo inglês o tempo todo, falando com os nativos, praticamente se tornaram fluentes. Isso não pode ser chamado de melhor método?

    Acho difícil um residente no Brasil, que nunca saiu daqui, ter um certo domínio do “listening” e falar. Já quando alguém passa um tempo no exterior, o aprendizado avança a passos gigantescos. Mesmo porque é uma forma natural de aprendizado. O indivíduo não precisa se forçar a falar corretamente nem a aprender gramática. Isso é o contrário do ensino das escolas de inglês, pois elas engessam os alunos. Grande parte termina o curso e não consegue falar nem entender(listening) um nativo.

    1. Olá, Paulo! Obrigado por seu comentário.

      Eu conheço pessoas que moraram durante anos nos Estados Unidos e até hoje não falam inglês com confiança e são péssimas ao ouvir algo. Por outro lado, conheço pessoas que nunca saíram do Brasil e hoje são excelentes falantes e ouvintes do inglês.

      Portanto, essa coisa de sair do Brasil e aprender lá fora é pura conversa fiada. Afinal, o que conta é a vontade, a motivação, a persistência, a dedicação e coisas assim que cada pessoa deve ter.

      Pessoas que passam anos na Inglaterra e voltam para o Brasil sem falar inglês dizem que se arrependem por não terem se dedicado mais. Terem aproveitado a oportunidade para estudar a língua. Faça um curso por lá. Conviver mais com pessoas que falavam inglês. Enfim, lamentam por não terem aprendido o quanto deveriam.

      Pessoas que nunca saíram do Brasil e possuem um excelente domínio do inglês – em todas as habilidades – contam suas histórias de superação, de força de vontade, de coisas que faziam para aprender inglês e dominar o idioma a todo custo.

      Enfim, como você pode ver, nem mesmo essa coisa de morar fora é o melhor método. Aliás, morar fora de um país não é método de aprendizado. Leia o final do texto e você certamente perceberá que o melhor método que faz é cada pessoa.

      Até a próxima! Take care!

      1. I totally agree with you Denilso. I lived in Ireland for a year, but I had to do my best to learn English. It is so sad to see Brazilian students wasting their valuable time in a different country and end up learning nothing. They think if they just go there they will learn English. There is no such thing as learning English without any effort.

        1. That’s it, Cleiton! People have to learn that they themselves are the best method of learning! 😀

      2. Bom aprender uma língua é como tocar piano ou pintar quadros você tem que praticar e interagir com o idioma todos os dias. No Brasil isso é mais difícil e no Exterior depende aonde você mora e trabalha com quem. Se mora com Brasileiros e trabalha com latinos você nunca esta em contato com a lingua inglesa. Eu moro em Londres na Inglaterra há 20 anos e porque trabalho com ingleses ha 20 anos estou em contato com a lingua todos os dias 12 a 13 horas por dia. Então acredito que a melhor metodologia é estar em contato com a lingua sempre. Você não pode aprender piano se não tocar todos os dias. Um pianista profissional toca umas 10 horas por dia pelo menos. Então tudo é muito relativo. Se tiver condições de investir e morar no exterior onde tenha a oportunidade de estar em contato com o idioma todos os dias então vale a pena sim. Mas se não tiver como investir então no Brasil é aquela velha história tem que ter muita vontade e disciplina e passar a maior parte do dia quando puder em contato com o idioma.

Botão Voltar ao topo
Fechar