Como se diz em inglês?

Como “contar mentiras” em inglês?

Calma! Não vou ensinar nada de errado a ninguém. Afinal, mentir é feio e, portanto, não posso concordar com o fato de que você deve contar mentiras em inglês (ou em português). A ideia nessa dica é apenas a de mostrar a você como se diz “contar mentiras” em inglês e também algumas outras palavras e expressões usadas para falar sobre mentiras.Um erro muito comum de estudantes de inglês é falar “count lies” achando que está falando “contar mentiras”. Confesso que “count lies” seja até possível, desde que você esteja fazendo uma contagem real da quantidade de mentiras que alguém fala por aí. Por outro lado, a nossa combinação (collocations) “contar mentiras” em inglês será “tell lies”. Caso seja uma mentira só, então basta dizer “tell a lie”.

Se você aprender apenas o “tell lies” ou “tell a lie” acima, eu já me dou por satisfeito. Porém, digamos que você queira ser mais informal. Para isso terá de falar “lorota” ao invés de “mentira”. Afinal, “lorota” é um sinônimo bem informal para “mentira”. Em inglês, um termo informal para “lie” é “fib”. Assim, você pode dizer também “tell fibs” (contar lorotas).

Algumas pessoas dizem que “fib” é aquela mentira que você conta por brincadeira, só para tirar onda da cara de alguém. Em algumas regiões do Brasil isso é conhecido como “caô”. Geralmente, uma “fib” não causa danos! Dessa forma, pode-se dizer que “fib” é quase um sinônimo para “white lie”, a famosa “mentira branca”.

Além de “fib”, há ainda a palavra “whopper” que é também uma “lorota”. A diferença é que “whopper” refere-se a uma tremenda hiper mega super mentira. (He told a whopper and everyone believed it = ele contou uma tremenda mentira e todo mundo acreditou). Assim, você tem “tell lies”, “tell fibs” ou “tell a whopper”. Todas significam praticamente a mesma coisa; só muda a intensidade.

Para encerrar, saiba que essa história de combinar palavras é bem interessante. Por exemplo, nós podemos dizer “contar mentiras”; mas muita gente prefere “passar um caô”. Enfim, as combinações com as palavras mudam e observar isso é muito válido no aprendizado de inglês. Aqui no blog já falei sobre isso, são as tais collocations (palavras que combinam com outra palavra). Dessa forma, veja abaixo algumas combinações comuns com a palavra “mentira” em português e seus equivalentes em inglês:

  1. grande mentira, tremenda mentira, uma mentira e tanto – (whopping) great lie, monstrous lie, big lie (he told a whopping great lie! = Ele contou uma tremenda mentira)
  2. mentira deslavada/descarada/grosseira – barefaced lie, blatant lie (come on, what you just told us is a blatant lie = Qualé, o que você acabou de nos contar é uma mentira delavada)
  3. um monte de mentiras – a pack of lies, a tissue of lies ou a web of lies (What she told us is a tissue of lies = O que ela nos disse é um monte de mentiras.)
Em português, você pode “mentir descaradamente” (eu desaprovo este tipo de comportamento, mas o problema é seu!). O fato é que em inglês “mentir descaradamente” é “lie through your teeth” (estranho, não?). Uns exemplos para você saber como usar isto:
  • I don’t trust him! He always lies through his teeth! (Eu não confio nele! Ele sempre mente descaradamente!)
  • She’s lying through her teeth! (Ela está mentindo na maior cara de pau!)

Pronto! Isto é tudo por hoje! E não precisa usar um “lie detector” (detector de mentira, que tecnicamente é chamado de polygraph – polígrafo), eu estou dizendo a verdade. Afinal, a lie has no legs [to stand on] (mentira tem pernas curtas). Portanto um “fibber” (loroteiro) ou “liar” (mentiroso) não tem vez por aqui.Você já curtiu a página do Inglês na Ponta da Língua no Facebook? Caso não tenha curtido, você está ficando de fora de super promoções para ganhar livros, ebooks, e muito mais.

6 Comentários

  1. Olá Professor Denilso,Há muito tempo tenho procurado estudar inglês. Na verdade, desde criança eu sempre gostei de idiomas estrangeiros, e o inglês era o mais acessível, pelo menos eu acredito, para os brasileiros, já que por um bom tempo sempre foi o único cobrado nas escolas públicas. Eu não via a hora de chegar à quinta-série, pois somente a partir daí é que em minha cidade o inglês era ensinado. Entretanto, como tinha irmãos mais velhos que estudavam em séries mais avançadas, eu pegava os cadernos deles e tentava aprender um pouco.Infelizmente, decepcionei-me com o ensino quando tive a oportunidade, pois os professores não eram bons e o ensino era muito maçante. Passávamos o ano inteiro só com o present tense do verbo to be. Eu morava em uma cidade pequena do interior de um estado enorme (em extensão). Era difícil ter acesso ao estudo de inglês.Mesmo assim, eu fazia o que podia para aprender. Desde uns dez anos ou mais, eu consigo ler textos em inglês. Posso dizer que estou num nível acima do intermediário. Entretanto, minha pronúncia e compreensão do inglês falado são péssimas, pois eu sempre estudei sozinho, através de livros e gramáticas, então nunca pratiquei conversação e listening. Somente agora, depois de 25 anos, mudei para uma cidade maior e aqui tem uma única escola de inglês. Estou matriculado nela desde fevereiro. Agora espero melhorar nessa parte que ainda me considero ruim.Somente agora também, ao pesquisar sobre escolas de inglês na internet, encontrei a InFlux. Em seu site, encontrei o blog, e assim encontrei o seu blog também. Estou gostando muito das dicas que você e seus colegas passam para nós aprendizes. Nunca tinha ouvido falar em collocations ou chuck of languages. Entretanto, gostaria de sugerir, se é que me permite, que estes termos sejam usados em português mesmo. Vi numa dica que você não acredita em uma tradução para estes termos. No entanto, eu já penso diferente. Embora goste muito de idiomas estrangeiros, acredito que cada um tem seu momento de ser falado. Assim, através da definição que você deu pra estes termos, sugiro que eles poderiam ser chamados de “arranjos” e “fragmentos idiomáticos”, respectivamente. Why not? Se você for o primeiro a fazer isso. Com certeza daqui a pouco, todos estariam falando e escrevendo assim. Pois um idioma é construído no dia-a-dia, com o uso. Valeu! Um grande abraço. PS: a minha dica no final é so tentando contribuir. Com certeza você já sabia disso.

  2. Olá DenilsoNão tenho certeza se você já postou sobre isso, mas como posse dizer "pagar um mico" em inglês??Tipo "Eu paguei o maior mico ontem a noite!" ??

  3. Hi denilso, What's going on?I read your post, it's a good hint for us, because if someone (speaker) it's joking with us, we'll understand them.Sorry if I commited any mistake above, anyway I just trying what I'm learning at english course and practice it.Thanks for all the tips!Hugs my friend!!!Marcelo T.

  4. Ouço muito falar de "liar liar pants on fire" mas não sei de onde veio essa expressão. Eu pensava que seria nossa tradução literal para "menitras tem pernas curtas" mas eu acho que é mais para contos de fadas.

  5. Anônimo,"Liar liar pants on fire" é uma expressão usada entre as crianças para dizer que uma delas está mentindo. Os adultos a usam de forma cômica. Ou seja, não muito segredo nela!=]

Botão Voltar ao topo
Fechar