Dicas Para Escrever no Business English

A revista americana Forbes, dias atrás, publicou um artigo intitulado 10 Tips for Better Business Writing. No artigo, estão listadas dicas simples para ajudar aquelas pessoas que querem melhorar na redação de textos no mundo dos negócios.

Abaixo, compartilho com vocês as dez dicas dadas por eles. Eu recomendo que você leia o artigo original. Assim, você aprende a escrever melhor e também pratica a sua leitura em inglês. Para ler o original, clique aqui. Seguem as dez dicas traduzidas:

01. Deixe as metáforas de lado – Nunca use metáforas, símiles ou outras figuras de linguagem que você costuma ver escritas em outros locais.

02. Use uma linguagem simples e direta – Nunca use uma palavra longa, quando uma pequena dá conta do recado. Com muita frequência, uma palavra do dia a dia é melhor que uma palavra rebuscada. Use uma linguagem simples, clara e precisa. Ao invés de dizer “a atual situação”, explique exatamente o que é.

03. Deixe de fora as palavras desnecessárias – Seja radical ao editar seus textos. Caso não precise de uma palavra, apague-a.

Dicas Para Escrever no Business English04. Mantenha-se ativo – Jamais use um verbo na passiva sendo que você pode usar na ativa. Verbos na ativa ajudam a dar  energia ao seu texto. Ao invés de escrever “The meeting was led by Tom”, escreva “Tom led the meeting”.

05. Use o Inglês – Jamais faça uso de termos técnicos (jargões), uma sentença de língua estrangeira ou um termo científico, se você pode usar uma palavra equivalente do inglês cotidiano. Usar jargões demonstra preguiça, e deixa a mensagem obscura. Usar estrangeirismos faz com que você pareça um metido (exibido).

06. Contenha o seu entusiasmo – Evite usar muitos pontos de exclamação. Encerre com termos mais profissionais como “Best” ou “Regards” ao invés do bobinho “xoxo” (beijos e abraços).

07. Relacione os sujeitos aos pronomes e verbos – Essa dica parece óbvia, mas as pessoas geralmente cometem erros. O número do sujeito (se é singular ou plural) determina a conjugação do verbo. Use uma forma verbal no singular com as palavras “nobody”, “someone”, “everybody”, “neither”, “everyone”, “each”, “either”.

08. Reduza o número de advérbios – Use um verbo mais enfático no lugar de um verbo fraco com um advérbio. Ao invés de escrever “sales grew quickly” (as vendas aumentaram rapidamente), prefira “sale accelerated”.

09. Saiba quando usar “that” e “which” – “That” costuma introduzir informações essenciais no que é chamado de “claúsula restritiva”. “Which” introduz uma informações extras em uma “claúsula não-restritiva”. Aí vai um exemplo: “I’m interested in speaking with you abou tour new product, which has the potential to increase sale”. A segunda sentença (claúsula) fornece uma informação extra e não é essencial para a primeira sentença. Portanto, “which” é o certo. Em uma sentença como “Computers are the only products that we sell”, a parte “that we sell” é essencial ao significado da sentença, logo a palavra certa é “that”. Não dá para tirar a palavra “that” da sentença sem mudar o significado da mesma.

10. Não confunda “affect” com “effect” – “Affect” é um verbo cujo significado é “influenciar”. “Effect” é um substantivo e significa “resultado”. “The weather affects our ability to travel, and had a terrible effect on our flight to New York” (O tempo afeta nossa habilidade de voar, e causa um péssimo efeito em nosso voo a Nova Iorque).

De todas essas dicas, a 10ª é a única que não nos atrapalha. Afinal, em português sabemos muito bem a diferença entre “afetar” e “efeito”. No entanto, uma grande parte dos falantes de língua inglesa sofre para usar essas palavras corretamente. Caso você ainda queira mais dicas para melhorar a sua escrita em inglês, leia o texto “Dicas para Melhorar a Escrita em Inglês” publicado dias atrás aqui no blog.

Artigos Relacionados
Comentários