Pronúncia do Inglês

Pronúncia em Inglês: Os Sons da Língua Inglesa

Adrian Underhill é uma das maiores autoridades no mundo no que se refere ao ensino da pronúncia da língua inglesa. Ele é o criador do que nós conhecemos como Sound Foundations Phonetic Chart [figura que ilustra este post].Abaixo você encontrará uma série de vídeos no qual ele inteligentemente e pacientemente fala sobre estes sons e como são produzidos. Vale a pena ouvir e praticar.

Além dos vídeos você pode também fazer o download gratuito do Phonetic Chart clicando aqui. Ao fazer o download abra o arquivo e clique em cada um dos sons para saber como são pronunciados. Certamente, você aperfeiçoará ainda mais a sua pronúncia da língua inglesa. Caso não consiga fazer o download clicando no hyperlink, você pode visitar a página da MacMillan e sentir-se à vontade.

Seguem os vídeos (Caso não esteja visualizando os vídeos abaixo, clique aqui):

Vídeo 01

Vídeo 02

Vídeo 03

Vídeo 04

22 Comentários

  1. legal.. no livro que tenho e no CD-ROM do livro tem um negocin dele, inclusive quando você clica em cima do símbolo daí vem um sonzinho e uma palavra com o mesmo som.———————–off topic. não querendo ser chato, mas é pq quando eu li uma parte desse post eu fiquei um pouco curioso, é sobre advérbios, pois no texto você escreveu "…vídeos no qual ele inteligentemente e pacientemente fala sobre estes sons…"e que eu também venho notado em livros que quando se usa dois advérbios um seguido do outro, o primeiro não tem o sufixo -mente.no meu entender, eu acho, que o certo seria "…vídeos no qual ele inteligente e pacientemente fala sobre estes sons…"como vocês podem ter notado, não sou expert em português, quanto menos em inglês, mas é pq surgiu essa dúvida aqui, e se estiver certo ou errado, me corrijam.vlw!legal esse tópico!!

  2. Hello Vinicius, thanks for the message.Com relação à dúvida gramatical, saiba que formal ou normativamente falando e escrevendo você tem toda a rezão.Porém, no blog muitas vezes eu quebro algumas regras da gramática normativa [nada muito sério] apenas para me aproximar mais do público que acompanha o meu trabalho.Simplesmente isto!:D

  3. Sempre uso o Chart em sala de aula, meus alunos estão muito acostumados com Phonetics, para dizer a verdade não consigo imaginar um curso de Inglês no qual não se ensina fonética. Como diz uma de nossas funcionárias: é fraude!Abraços

  4. pow denilson, legal mesmo! E gostei do Phonetic Chart. Estou estudnado pronuncia e todo material bom que acho vai para biblioteca, hehe no inicio dos meus estudos nao valoriza, mas hj vejo o quanto eh importante e tento cada dia melhorar.estou viciado em ver uma palavra e ja ir buscar a transcricao + pronuncia. Um detalhe importante eh ficar atento a pronuncia britanica que vai sofrer alteracao na maioria das vezes, tenho sofrido com isso quando vou ouvir um britanico.
    abracos,

  5. Olá Denilson, acompanho suas dicas..e acho um máximo!!Comecei a fazer inglês a pouco tempo, não sei se é vantagem ou desvantagem,mais faço com uma professora particular..Sempre gostei muito do português,e tenho facilidade de aprender..Mais a questão é rs que ela me explica tudo,mais na hora de eu falar da um branco tremendo,ou seja esqueço..queria saber se existe uma forma fácil do ser humano "memorizar" como se falar,o que devo fazer?? Estou perdidaaaa rs se puder me ajudar agradeço.beijoo Tatiane

  6. I do love the british accent in these videosDenilso, your work is more than good, it's amazing

  7. Just to add a hint…Uma diferença entre a pronúncia americana e britânica é pelo fato de os americanos terem um sotaque mais anasalado do que os britânicos.Os americanos sempre pronunciam o "r" nos finais das palavras. No caso do britânico, o som do "r" fica quase imperceptível, pois não é anasalado. No inglês americano se diz "example" (com som de 'em'), no britânico fica com som de 'am'Example (AmE) – eczempouExample (BrE) – eczampouDaughter (AmE) – dóterDaughter (BrE) – dôutaEssa sua ideia de colocar as pronúncias, Denilso, foi muito bem pensada! Ajudará a muitos que tem dificuldade na pronúncia do inglês!Good thinking! Nice punch, Den!

  8. Oie DenilsonGostei das dicas. Para mim que estou aprendendo inglês há quase 2 anos sinto muita falta de pronúncia, ou seja. Gostaria de melhorar e preciso muito a minha pron[uncia.

  9. Muitíssimo obrigada! Esses vídeos vão me ajudar muito no meu curso de pós-graduação! São excelentes! Amei a dica e já compartilhei! Afinal conhecimento deve ser dividido!Abraços!

  10. Denilsoclica nos simbolos e forma as palavras ,ou são sons de consoantes ?abraço

  11. Victor, obrigado por seu comentário aqui.

    Assim como você, muita gente procura por respostas que muitas vezes não existem. Isso é o que atrapalha muitos a aprenderem inglês de modo natural e mais divertido.

    Do ponto de vista didático, não há razões para se preocupar com as diferenças de sons de “oo” em palavras como “door”, floor”, “school”, “fool”, etc. O que temos de fazer é aprender que essas palavras são pronunciadas assim e ponto final.

    Em português, a situação é a mesma. Por que em alguns locais as pessoas pronunciam “xerox” de modo diferente? Algumas pessoas falam “XÉrox” e outras falam “xeRÓX”. Por que essa diferença? Qual a regra? Um estrangeiro que, por acaso, esteja aprendendo português tem apenas de saber que há essas diferença e usar as palavras sabendo o que elas significam e ponto final.

    Tentar procurar uma explicação lógica, uma regra ou algo assim não ajudará em nada. Só atrasará o aprendizado de quem quer que seja.

    Sobre a diferença de “nice” e “pretty”, posso dizer que “nice” é algo como “simpático”, “agradável”; “pretty” é “lindinho”, “lindinha”. Mas, é preciso se envolver com a língua para aprender como e quando cada palavra é usada com esses sentidos ou outros. 🙂

    😉

Botão Voltar ao topo
Fechar