Dica para melhorar o listening

Antes de iniciar o assunto de hoje quero convidar você a ler e, se possível, comentar o post “você compra fluência em inglês“. Leia e deixe lá sua opinião!

Fluência e listening [compreensão auditiva] são temas bastantes pesquisados e sobre os quais recebo perguntas e pedidos de ajuda com frequência. Para facilitar, informo que já escrevi aqui sobre como melhorar o listening. Dei lá cinco dicas rápidas sobre como cada estudante pode melhorar esta habilidade: vencer a ansiedade, deixar de lado o desespero, vencer um péssimo hábito, tomar uma atitude e administrar bem o tempo.Em um segundo post – Por que listening é difícil? – abordei um fato que muitas pessoas – professores e alunos – desconhecem a respeito desta habilidade: o papel dos neurônios. Calma! Trata-se apenas uma explicação neurológica sobre o fato de escutar em inglês.

São dois textos indispensáveis para quem estiver buscando melhoras nesta habilidade. Além destes temas um outro que deve ser levado em consideração é o de níveis. Muitas pessoas quando se propõem a praticar o listening escutam qualquer coisa. Isto é um erro grave. O correto é ouvir textos apropriados a cada nivel.

Há no Common European Framework uma descrição do que cada nível deve ser capaz de compreender em se tratando de listening:

 

A1 [Básico] – reconhece sentenças e palavras muito básicas relacionadas a si mesmo, à família e coisas concretas ao seu redor. Isto quando o interlocutor falar devagar e de modo claro.

A2 – reconhece sentenças e palavras de alta frequência relacionados às áreas de relevância pessoal: assuntos pessoais, informações familiares, compras, localização em sua área, emprego. É capaz ainda de compreender o ponto principal em mensagens e anúncios ditos de modo claro, simples e curtos.

B1 – compreende o ponto central de fala padrão [sem sotaques] sobre temas corriqueiros encontrados no trabalho, escola, lazer, etc. É capaz de escutar rádio ou TV e compreender o ponto central de programas que discutem temas atuais e comuns ou tópicos de interesse pessoal ou profissional. Desde que a fala seja feita de modo claro e lento.

B2 – compreende falas e discursos mais demorados e acompanha temas argumentativos complexos desde que o tema seja familiar. Compreende ainda a maioria das notícias televisivas e programas de temas atuais. É capaz também de compreender a maioria dos filmes desde que a fala seja feita através do inglês padrão [sem sotaques regionais].

C1 – consegue entender falas e discursos mais prolongados mesmo quando os temas não estejam claramente estruturados e quando os temas relacionados não estejam bem explicitados. É capaz de acompanhar filmes e programas de TV sem muitas dificuldades.

C2 [Avançado] – não tem dificuldades em compreender qualquer tipo de inglês falado [variados sotaques] seja ao vivo ou via TV/rádio, mesmo quando a fala é rápida e sem pausas. Claro que necessita de um tempo rápido e curto para familiaizar-se com o sotaque ouvido.

É isto aí o que especialistas tem a dizer com relação ao listening. Espero que esteja tudo bem claro. No caso de dúvidas, deixe seu comentário abaixo. See ya’ll. Take care!

Artigos Relacionados
Comentários