Aprender 2000 Palavras em Inglês e a Fluência

Você já ouviu dizer que se aprender 2000 palavras em inglês, você será capaz de falar inglês fluentemente? Alguns costumam dizer que até mesmo 1500 palavras são o suficiente para atingir a fluência. De onde foi que tiraram essa ideia!? Será mesmo possível!? Como!?

Neste artigo, você vai entender como funciona um dos maiores truques usados para ganhar dinheiro das pessoas oferecendo cursos de inglês milagrosos. Para facilitar, vamos começar pelo começo.

O Início de Tudo

Em 1953, um senhor de nome Michael Phillip West, professor de inglês e pesquisador, apresentou um trabalho chamado de General Service List of English Words (GSL), tratava-se de uma pesquisa na qual constavam as 2000 palavras mais usadas em inglês.

Michael WestAlém de apresentar a lista, o prof. West sugeriu ainda que um estudante de inglês que aprendesse todas as palavras da lista e as famílias a elas relacionadas seria capaz de entender cerca de 90% a 95% do inglês falado e 80% a 85% do inglês escrito. Isso era algo simplesmente genial. O mundo começou a ficar de olho na lista.

A GSL trazia headwords que deveriam ser a base para o ensino da língua inglesa. O verbo be era uma dessas headwords. Assim, o estudante deveria aprender o verbo be em todas as suas formas: am, are, is, was, were, being e been. Abaixo você entenderá que isso não é algo tão simples o quanto parece. No entanto, o trabalho do prof. West era algo inovador na época e rapidamente foi reconhecido em todos os canto.

O Início de um Mito

Com o passar do tempo, pessoas má intencionadas começaram a usar o trabalho do prof. West para iniciar o mito de que aprender 2000 – ou 1500 – palavras em inglês seria o suficiente para alguém ser fluente em inglês.

Isso era realmente um milagre! Algo maravilhoso! Muitas pessoas começaram a fazer contas! Na verdade, podemos fazer essa conta agora mesmo para você ver como é algo surpreendente.

Se você estabelecer o objetivo de aprender apenas 10 palavras por dia, você precisará de 200 dias (cerca de 6 a 7 meses) para aprender 2000 palavras. Com isso você já atingiria a fluência. Mas, você tem pressa! Então, pode se dedicar e decorar 20 palavras por dia. Com isso, você reduz o tempo pela metade: apenas 100 dias (3 a 4 meses) para atingir a tão sonhada fluência.

Uau! Ser fluente em apenas 3 meses? Que maravilha, não é mesmo!? A sua pergunta deve estar sendo: “Onde encontro essa lista!? Como faço para consegui-la!? Quanto pago por ela!? Eu a quero agora! Não importa o preço!”.

Controle-se! Antes você tem de aprender um pouco mais sobre o assunto. Até mesmo o pessoal que trabalha essa ideia de modo sério e honesto sabe que aprender 1000 ou 2000 palavras não é o bastante para ser fluente. Há muito mais coisas por trás desse mito!

Por que isso é um mito?

Aprender 2000 Palavras em InglêsQualquer pessoa que tentar decorar 2000 palavras em inglês, logo perceberá que isso não dará muito certo. Mesmo decorando 20 por dia, a pessoa vai notar que falta algo. Por quê? Será problemas de memória?

O próprio prof. West diz que é preciso conhecer a família das palavras listadas. Assim, as palavras am, is, are, was, were, being, been e be devem ser vistas como uma coisa só. Ou seja, oito palavras são contadas como uma: be. O mesmo vale para get, gets, got, getting, gotten; cinco palavras contadas como uma: get. Temos também have, has, had; três palavras contadas como uma: have.

De acordo com a GSL, no parágrafo acima você aprendeu três palavras – be, get e have. Mas, na verdade, você tem de saber o uso de 16 palavras. Sendo que cada uma delas tem usos gramaticais específicos. Portanto, não é só decorar be, get e have; tem muito mais coisas aí.

Além das famílias de uma só palavra, é bom lembrar que as palavras em inglês podem ter vários significados e usos. Por exemplo, o verbo get não tem um só significado e uso. Get é um verbo que possui inúmeros significados e usos. Portanto, você não aprenderá todos os phrasal verbs, expressões, significados e usos apenas decorando o verbo get é uma lista de palavras. Além de get, o que dizer de outras palavras igualmente complexas: take, give, in, into, on, actually, for, up, to, that, can, will, ought, time e outras mais?

Um outro estudioso – Michael Lewis – afirma que as 2000 palavras mais usadas podem formar mais de 250 mil combinações de palavras inglês. Portanto, temos de ir além das 2000 palavras para sermos realmente fluentes em inglês.

Assim, o mito de que aprender 2000 palavras em inglês leva à fluência em pouco tempo simplesmente desmorona. Não é só decorar as 2000 palavras! Você precisa aprender a usá-las corretamente em vários contextos.

No entanto, vale dizer que nenhum estudioso tira o mérito da pesquisa realizada pelo prof. West. Identificar as palavras mais usadas em inglês não é tarefa fácil. Agora dizer que apenas aprender essa lista de palavras leva à fluência em inglês é algo exagerado.

Tirando Proveito do Mito

É nessa teoria de 1953 que muitos “professores” que vendem cursos via internet (ou mesmo cursos físicos) se baseiam para tirar dinheiro dos desesperados e apressados para aprender inglês.

É comum encontramos na internet vídeos com os supostos magos milagreiros do inglês dizendo coisas assim:

  • Eu tenho a chave do segredo para a sua fluência em inglês
  • Eu descobri um método poderoso que vai fazer você falar inglês em pouco tempo
  • Eu identifiquei o modo mais fácil e rápido para você falar inglês como um nativo
  • Neste curso, você aprenderá as palavras chaves do inglês que darão a você a fluência imediata

As frases usadas por são bem variadas. A maioria delas é muito parecida com as que você leu acima. Muito cuidado ao assistir a um vídeo na internet no qual o vendedor do curso – que quase nunca é um profissional de ensino de inglês – fala coisas assim.

Os “professores” – descobridores do tal grande segredo da fluência – focam todo o marketing deles nesse mito. Levando a teoria do prof. West em consideração, o mantra repetido por eles é: “Com esse novo método, você será fluente em inglês em até 3 meses”.

Eles exploram a teoria de modo errado e a usam para tirar dinheiro daqueles desesperados que acreditam estar diante do grande milagre para finalmente aprender inglês. Muita gente cai nessa conversa e descobre mais tarde que foi enganada.

O mais interessante é que muitos desses vendedores – “professores” – são tão bons no marketing que eles fazem o estudante (a vítima) acreditar que o problema não está no curso ou no método. Caso o estudante não consiga alcançar a fluência no tempo que eles dizem, os “professores” fazer a vítima ficar com a sensação de que ela é burra e incapaz de aprender inglês. E, o que é pior, as pessoas começam a desconfiar até mesmo das escolas e profissionais verdadeiramente sérios nessa atividade.

Portanto, muito cuidado com essa coisa de que “o grande segredo para ser fluente em inglês está no aprendizado das 1500 (ou 2000) palavras mais usadas em inglês”. A próxima vez que você encontrar algo assim por aí, lembre-se do vídeo abaixo:

Eu ainda torno minhas as palavras do Pe. Quevedo ditas neste outro vídeo:

Conclusão

Aprender 2000 palavras em inglês não é o suficiente para você ser realmente fluente em inglês. Não há milagres! Você precisa ir além das 2000 palavras em inglês. Você tem de se envolver com a língua e aprender como essas 2000 palavras são realmente usadas. Não caia na conversa fiada dos “professores” – charlatões – que oferecem tais milagres. Sempre investiguem um pouco mais antes de comprar um curso que baseia seu marketing apenas nisso. Muito cuidado!

Gostou do que leu aqui!? Você acha que esse texto poderá ser útil a outras pessoas!? Então, compartilhe-o! Assim, você estará nos ajudando a deixar as pessoas cientes das picaretagens que são oferecidas por aí.

Para encerrar, compartilho abaixo algumas das listas das palavras mais usadas em inglês. Isso apenas por curiosidade! Até a próxima!

» The General Service List (ampliada)
» The Longman Communication 3000
» The Top 2000 Vocabulary Words
» The New General Service List

Artigos Relacionados
Comentários