Gramática: Pronome Relativo Who

Ao contrário do que muita gente pensa, a palavra “who” não é usada apenas para fazer perguntas em inglês. Seu significado também não será sempre “quem”. Dependendo do contexto, o significado e o uso da palavra “who” muda bastante. 

Isso causa certa confusão em muitos estudantes de inglês. Principalmente, quando começam a estudar as os seus Relative Pronouns. Ninguém merece isso, não é mesmo? Portanto, vou tentar explicar esse negócio da maneira mais simples possível. Vamos torcer para eu conseguir; do contrário, a gente tenta de novo.

Para começar, dê só uma olhadinha nas sentenças abaixo:

  • He’s the guy who helped me. (Ele é o cara que me ajudou.)
  • Carol is a friend of mine who got married last year. (Carol é uma amiga minha que se casou no ano passado.)
  • There’s a man outside who wants to talk to you. (Tem um homem lá fora que quer falar com você.)

Nos casos acima estamos evitando fazer duas sentenças. Ou seja, ao invés de dizer “There’s a man outside. He wants to talk to you”, nós dizemos “There’s a man outside who wants to talk to you”.  Veja que isso é algo simples de ser observado e fácil de ser aprendido. Se você procurar por mais exemplos em textos, perceberá essa relação do “who” com o sujeito da sentença (oração) e não terá problemas. Observe agora as sentenças a seguir:

  • People who like Brazil are going to love this. (Pessoas que gostam do Brasil vão adorar isso.)
  • Those who are tired can go home now. (Aqueles que estão cansados podem ir embora agora.)

Agora o “who” está restringindo um grupo de pessoas. Veja a diferença:

  • People are going to love this. (As pessoas vão adorar isso.)
  • People who like Brazil are going to love this.

Note que a primeira sentença inclui todo mundo (todas as pessoas). Já na segunda apenas as pessoas que gostam do Brasil. Aqui a palavra “who” desempenha um papel fundamental para esclarecer melhor de quem se trata.

Nos dois casos vistos acima, não devemos separar o “who” com vírgulas. Portanto, se você estiver escrevendo algo (carta, texto, artigo, relatório, etc.) não use vírgulas. Para ficar mais claro, observe as próximas sentenças:

  • Mr. Souza, who is a doctor, was called to help us. (Sr. Souza, que é médico, foi chamado para nos ajudar.)
  • Marcela, who studied English at college, gave us some tips. (A Marcela, que estudou inglês na faculdade, nos deu algumas dicas.)
  • Paulo, who has been living in the US for years, was our guide in there. (Paulo, que está morando nos EUA há anos, foi nosso guia por lá.)

Veja que agora a palavra “who” e a pequena sentença na qual ela está encontram-se entre vírgulas. O que isso significa?

De modo bem simples, isso significa que essa parte entre as vírgulas pode ser deixada de fora da sentença e nada mudará no sentido (significado) da sentença. Leia as três sentenças novamente sem a parte entre as vírgulas e veja como a ideia principal é mantida. sem problemas. Essa parte entre as vírgulas é apenas uma informação adicional que em nada altera a mensagem central da sentença. Observe:

  • Mr. Souza was called to help us. 
  • Mr. Souza, who is a doctor, was called to help us.

Viu como a parte entre as vírgulas é um simples acessório e pode ser realmente deixada de fora?

Tudo bem até aqui!? Bom, há ainda mais coisas para falar sobre isso. No entanto, por conta do espaço, vou deixar para falar em outra ocasião. Por enquanto, você já tem algo para pensar a respeito. Portanto, releia as dicas acima e prepare-se para mais sobre esse assunto em breve.

That’s it for now, guys! Take care!

Artigos Relacionados
Comentários