Por que colocar S no final de verbos?

Por que colocar S no final de verbos em inglês? Essa é uma pergunta um tanto quanto frequente entre vários estudantes de inglês – principalmente aqueles que ainda estão no inglês básico. Então, para ajudar a tirar a dúvida, nesta dica compartilho um trecho do livro Gramática de Uso da Língua Inglesa – a gramática do Inglês na Ponta da Língua (à venda em todo o Brasil).

Mas, antes de falar por que colocar S no final de verbos, tenho de comentar um pouquinho sobre a conjugação dos verbos em inglês e em português. De modo geral, não há segredos para conjugar um verbo em inglês.

» Leia também: Simple Present Regras

A Complexidade do Português

Bem diferente do que acontece em português. Para exemplificar isso, veja só a conjugação do verbo “trabalhar” no Presente do Modo Indicativo:

  • eu trabalho
  • tu trabalhas
  • ele trabalha
  • nós trabalhamos
  • vós trabalhais
  • eles trabalham

Note que de acordo com os pronomes pessoais usados (as pessoas de quem falamos), o verbo sofre uma ligeira mudança no final. Um estrangeiro aprendendo português sofre para aprender isso corretamente. Aliás, talvez sirva de consolo saber que muitos deles não conseguem dominar isso muito bem!

Por que colocar S no final de verbos?A situação piora mais em português pois essa alteração no final do verbo será diferente caso o verbo termine com -ar (cantar, falar, andar), -er (correr, comer, escrever), -ir (mentir, sair, falir) ou -or (compor, expor, repor). Tente você aí conjugar esses verbos no Presente do Modo Indicativo e você perceberá a “confusão” que temos na nossa língua portuguesa.

A Simplicidade do Inglês

Felizmente, essa confusão toda não existe em inglês. Pelo menos não da forma como temos em português. Em inglês tudo o que você precisa saber é o verbo que quer usar e o sujeito (pronome pessoal ou nome da pessoa) que estará junto a ele. Os pronomes pessoais nesse caso são: I (eu), you (tu, você, vós, vocês), he (ele), she (ela), we (nós), they (eles). Sabendo os pronomes, você simplesmente tira de letra a conjugação dos verbos em inglês no Simple Present.

Veja como fica o verbo “work” conjugado no Simples Present, que equivale ao nosso Present do Modo Indicativo:

  • I work
  • you work
  • he works
  • she works
  • it works
  • we work
  • they work
  • Paulo works
  • Camila and Patrícia work

Se você prestou atenção, deve ter notado que o verbo “work” é escrito do mesmo jeito para praticamente todos os pronomes. A única diferença está nos pronomes “he”, “she” e “it” ou quando falamos de uma terceira pessoa (Paulo). Assim, podemos reorganizar os exemplos em inglês da seguinte maneira:

  • I work
  • you work
  • we work
  • they work
  • Camila and Patrícia work

acima mudamos os pronomes (sujeitos); mas, o verbo permaneceu inalterado: work em todos os casos. Por outro lado, temos ainda:

  • he works
  • she works
  • Paulo works

Nesses casos o verbo recebeu um S no final. Por quê?

» Leia também: Quando usar DO ou DOES em inglês?

Por que colocar S no final de verbos?

Você deve ter notado que essa coisa de colocar S no final dos verbos em inglês não acontece sempre. Isso é algo que acontecem apenas com os pronomes “he”, “she” e “it” ou quando falamos de uma outra pessoa (uma pessoa só). É nesses casos – e somente neles – que você deve se preocupar ao conjugar um verbo no Simples Present. Pois, é aí que temos de fazer umas pequena modificação no verbo, ou seja, acrescentar o S. Veja mais exemplos:

  • He walks fast. (Ele anda rápido.)
  • She speaks 5 languages. (Ela fala 5 idiomas.)
  • Pamela lives here. (A Pamela mora aqui.)
  • It works. (Funciona.)
  • Sandro jogs every morning. (O Sandro corre todas as manhãs.)
  • My father needs more time. (O meu pai precisa de mais tempo.)

Veja que todos os verbos receberam um S. Portanto, a resposta para a pergunta por que colocar S no final de verbos em inglês é a seguinte:

Colocamos S no final de verbos em inglês quando conjugamos o verbo no presente (Present Simple) com os pronomes “he”, “she” e “it” ou quando estamos falando de apenas uma só pessoa.

Mas, como nem tudo são flores é bom você saber – acredito que já até saiba! – que há casos nos quais não colocaremos apenas um S no final do verbo. Dependendo da última letra no verbo você terá de acrescentar -es ou -ies. Para saber quais são esses momentos leia a dica Terceira Pessoa do Singular no Simple Present. Nela você aprenderá também um erro muito comum que estudantes de inglês costumam cometer com essa coisa de acrescentar s ao verbo em inglês.

Conclusão

Gramática de Uso da Língua InglesaEspero que você tenha entendido melhor essa coisa de  por que colocar S no final dos verbos em inglês. Resumindo tudo o que foi dito acima, posso dizer que acrescentamos -s (-es ou -ies) somente na terceira pessoa do singular no Simple Present. Ou seja, somente quando falamos de uma terceira pessoa e apenas no tempo verbal presente.

Como você aprende isso?

Para provas, concursos, atividades gramaticais, leitura de textos, etc., você aprende apenas decorando as regras. Não tem outra saída! Já para falar inglês (se comunicar naturalmente) esse é o tipo de coisa que você aprenderá com o tempo. No começo é difícil lembrar das regras (por meio da memória) e aplica-las instantaneamente; portanto, saiba que na fala você aprenderá cometendo erros.

Não se frustre com o fato de você saber as regras e não conseguir colocá-las em prática! Leva realmente um tempo para usar isso de modo natural. Pesquisas mostram que os nativos só passam a falar isso sem problemas entre os 08 e 10 anos de idade. Antes dessa idade, eles também falam “errado” e nem por isso passam fome.

Esta dica foi adaptada do livro Gramática de Uso na Língua Inglesa. Se você tem o livro, leia as páginas 67 a 72 e faça as atividades para colocar isso tudo em prática. Mas, caso você ainda não tem esse livro, saiba que ele está à venda em todo Brasil. Clique aqui para saber onde comprá-lo online por um preço mais em conta.

That’s all for now, guys! I hope you’ve enjoyed this tip. So, bye bye, take care and keep learning.

Uso de DON’T com HE, SHE e IT

Se você assiste a filmes em inglês ou ouve músicas em inglês com frequência, já deve ter notado o uso de don’t com he, she e it em vários momentos. Ou seja, é comum ouvirmos “he don’t”, “she don’t”, “it don’t”. Mas, se aprendemos que o certo é “he doesn’t”, “she doesn’t” e “it doesn’t”, por que eles às vezes usam don’t no lugar de doesn’t? Esse é o assunto desta dica! Então, continue lendo.

Para início de conversa saiba que o certo – de acordo com as regras da gramática normativa da língua inglesa – é dizer “he doesn’t”, “she doesn’t” e “it doesn’t”. Portanto, aprenda o certo, use o certo, fale o certo, escreva o certo e nunca – jamais! – duvide do certo. Em resumo: o certo é o certo e não se fala mais nisso.

Leia também » Quando usamos don’t e doesn’t?

Mas, como a dica é para falar sobre o uso de don’t com he, she e it, vamos ver o que dizem os estudiosos no assunto.

Grammar for TeachersA citação abaixo – já traduzida para o português – foi tirada da página 05 do livro “Grammar for Teachers: a guide to American English for native and non-native speakers” (Andrea deCapua. Ed. Springer) [os destaques são meus]:

“Para muitos falantes nativos do inglês americano, a sentença ‘he don’t know it they can come’ representa uma forma não-padrão do inglês que é tida como um indicador de um status socioeconômico baixo e/ou marginalizado. Em outras palavras, isto é uma forma de linguagem estigmatizada que é considerada pelo público em geral como inglês americano ‘incorreto’, tanto na forma falada quando na escrita’.

Resumindo isso tudo, a ideia que está sendo apresentada é a de que o uso de don’t com he, she e it é algo característico de pessoas com baixo nível de escolaridade, baixo poder aquisitivo e mesmo marginalizadas pela sociedade. Assim, para o público em geral, esse uso é considerado como “incorreto”. Logo, deve ser evitado no inglês falado ou escrito.

Até aí tudo bem! Mas, digamos que você esteja ouvindo a canção Hello, da Adele, e se depara com o seguinte:

But IT DON’T matter, it clearly doesn’t tear you apart anymore.

Então, você pensa: “Pera aí! A Adele é uma cantora famosa, super rica, educada e tudo mais. Então, por que ela canta ‘it don’t?

Leia também » Inglês com Música: Hello, de Adele

No mesmo livro citado acima, na mesmíssima página, a autora nos diz que:

Até mesmo falantes com alto nível de formação escolar produzem sentenças assim, com exceção quando estão em contextos formais”.

Então, saiba que a Adele está apenas servindo como uma prova de que o uso de don’t com he, she e it é comum entre os falantes de inglês, independentemente de quem seja. Isso pode até ser considerado um “erro”, mas é comum entre os falantes nativos. Isso, claro, apenas em contextos extremamente informais e nos quais as tais regras podem ser deixadas de fora. Já em contextos mais formais, o certo é usar o certo: “he doesn’t”, “she doesn’t” e “it doesn’t”.

Você pode ainda estar pensando assim: “Denilso, você citou como fonte um livro que trata do inglês americano. Então, isso aí é coisa só de americano. Afinal de contas, americano fala tudo errado mesmo! O britânico não! O britânico fala tudo certinho, bonitinho e tal!

Ok! E aí, eu faço a seguinte e pergunta: “A Adele é de onde mesmo?

Se estivermos falando da mesma Adele, então você sabe que ela é uma cantora britânica nascida em Tottenham, Londres e criada no sul da cidade.

Longman Grammar of Spoken and Written EnglishPortanto, o uso don’t com he,  she e it não é uma exclusividade do inglês americano. Para provar isso, cito abaixo outra gramática, Longman Grammar of Spoken and Written English – que na página 1123 diz:

“The invariant use of the base form of the present tense, where the –s form occurs in standard English, the form don’t instead of doesn’t is especially current.”

Ou seja, essa gramática reforça que o uso de don’t com he, she e it é algo um tanto quando comum no inglês não-padrão. Para exemplificar isso, os exemplos abaixo são mostrados:

  • He don’t have no manners. (American English)
  • She don’t know much about him. (British English)

Por fim, em uma página de erros comuns em inglês mantida pela Washignton State University, eles escrevem o seguinte sobre don’t e doesn’t:

But in popular song lyrics “don’t” prevails: “she don’t like the lights,” “he don’t love you like I love you,” “it don’t come easy.”

Ou seja, no mundo musical o uso de o uso de don’t com he, she e it é mesmo algo muito frequente, independentemente de ser americano, britânico, australiano, irlandês etc. Isso nada tem a ver com licença poética. Trata-se apenas de uma questão de escolha.

Ok! Então, isso significa que agora você poderá sair por aí dizendo “he don’t”, “she don’t” e “it don’t” sem problemas?

Claro que não, né!? Não é bem assim!

Na verdade, isso apenas significa que assim como em português, na língua inglesa é comum as pessoas falarem algumas coisas fora do padrão (fora das regras). Contudo, você deve saber que se quiser causar uma boa impressão, deverá usar aquilo que é considerado certo. Então, acostume-se com o certo, que foi justamente o que eu deixei bem claro no segundo parágrafo deste texto.

That’s it! Espero tem ajudado você a entender um pouco mais sobre o uso de don’t com he, she e it. Agora quando você ouvir isso em uma música, filme, seriado, desenho animado etc., saberá que é algo comum. Entretanto, se quiser falar certo e do modo apropriado, deverá evitar isso.

Até a próxima! 😊

O que são TIME CLAUSES?

Recebi um email no qual o leitor pergunta o que são future time clauses e quando usamos isso. Então, para facilitar o assunto decidi escrever sobre o que são time clauses. Afinal, um assunto leva ao outro. Mas, antes de continuar, saiba que isso é algo que quando falamos inglês naturalmente nem percebemos.

Ou seja, na prática todo mundo escreve e fala sem se preocupar com esses termos técnicos que você vai ler aqui. Na verdade, ao falarmos inglês naturalmente nós certamente – devido ao hábito – acabaremos usando as palavras certas de modo automaticamente sem nem pensarmos em regras e tecnicismos relacionados à gramática normativa da língua.

» Leia também: Regras Gramaticais do Inglês:  ajudam ou atrapalham?

O que são CLAUSES?

Em inglês, uma clause nada mais é do que uma sentença na qual temos um sujeito e um verbo.

  • I am tired. (Eu estou cansado.)
  • We don’t like her. (Nós não gostamos dela.)
  • The TV set is broken. (A TV está quebrada.)
  • They’ve been living here for since 1985. (Eles moram aqui desde 1985.)
  • Rosana is traveling to the USA next week. (Rosana vai viajar para os Estados Unidos na semana que vem.)

Espero que você tenha entendido isso. Não é nada tão complicado! Basta saber que uma frase com um sujeito e um verbo é uma clause em inglês.

Independent Clauses e Dependent Clauses

time clauses em inglesAs clauses podem ser de dois tipos: independent e dependent. Mais uma vez, devo alertar que isso também não é nada complicado. É só usar a cabeça um pouco e perceber a diferença entre elas pelo próprio nome de cada uma.

Assim, uma independent clause é uma clause independente, ou seja, ela sozinha passa o seu recado. Quando dizemos ou escrevemos uma independent clause não precisamos acrescentar nenhuma outra informação. Só se quisermos!

  • I was feeling really tired.
  • It was raining.
  • We don’t like her.
  • She went home.
  • My father was sleeping.

Veja que as sentenças acima já dão a informação que queremos. Não precisamos dizer mais nada. Por essa razão, nós dizemos que se tratam de independent clauses (em português chamamos de oração principal). Veja agora a sentença abaixo:

  • when I left the house this morning. (quando eu saí de casa hoje cedo)

Imagine alguém dizendo isso! Você certamente vai ficar se perguntando onde está o resto da informação. Essa frases acima precisa de algo mais para ficar completa. Ela depende de algo a mais para fazer sentido. É por isso que dizemos que essa sentença aí é um dependent clause (em português chamamos de oração subordinada). Ela depende de mais informações. Assim podemos juntá-la com um independent clause para fazer mais sentido:

  • I was feeling really tired when I left the house this morning.
  • It was raining when I left the house this morning.
  • My father was sleeping when I left the house this morning.

Claro que podemos inverter a ordem dessas sentenças (observe o uso da vírgula):

  • When I left the house this morning, I was feeling really tired.
  • When I left the house this morning, it was raining.
  • When I left the house this morning, my father was sleeping.

Pronto! Nada de outro mundo! É só uma questão de saber dar nome a essas coisas. O curioso é que na prática – na hora de falar inglês de verdade – ninguém lembra disso. As pessoas apenas falam e pronto. Mas, vamos continuar aprendendo!

O que são TIME CLAUSES?

Ufa! Chegamos à parte que resume toda esta dica. Claro que para entender o que são time clauses, você precisa entender o que são clauses e os dois tipos de clauses. Então, se você pulou as duas partes acima, espero que entenda o que vou escrever abaixo.

De modo bem técnico, posso dizer a você que time clauses são clauses (orações) temporais que são iniciadas por uma conjunção temporal.

Ok! Calma! Para tudo! Vamos entender algumas coisas aqui antes! O que é uma oração temporal (time clause)? E o que é uma conjunção temporal? Será que isso tem a ver com o clima?

Nada disso! A palavra temporal aí se refere ao tempo (time) de quando algo acontece. Elas sempre tem uma conjunção (palavra) que indica o momento em que algo aconteceu, acontece ou acontecerá. Assim, as conjunções temporais mais comuns são:

Assim, qualquer sentença começando com uma dessas palavras é uma time clause:

  • (…) when I left home this morning (quando eu saí de casa hoje cedo)
  • (…) while he was doing the dishes (enquanto ele lavava a louça)
  • (…) since Maria arrived (desde que a Maria chegou)
  • (…) by the time John left (quando o John saiu)
  • (…) before I go home (antes de eu ir para casa)

Todas essas sentenças aí são exemplos de time clauses (orações temporais). Veja que todas elas começam com uma conjunção temporal.

» Leia também: Lista de Conjunções em Inglês

Tudo bem até aqui!? Ainda consegue continuar lendo isso!? Espero que sim! Estamos quase no final!

O que são FUTURE TIME CLAUSES?

Como o próprio nome diz future time clause são sentenças relacionadas ao futuro. Ou seja, a algo que ainda vai acontecer. Veja os exemplos abaixo:

  • My father will buy a new car after he saves enough money. (Meu pai comprará um carro novo depois que ele juntar a grana para isso.)
  • They won’t start the match until the rain stops. (Não iniciarão o jogo até que a chuva pare.)
  • Sandro’s going to visit all his relatives before he joins the army. (Sandro vai visitar todos os familiares antes de se alistar no exército.)
  • As soon as I finish the dishes, I’ll help you with your homework. (Assim que eu terminar com a louça, vou te ajudar com o dever de casa.)
  • While I wait for the bus, I’ll have some coffee. (Enquanto espero o busão, vou tomar um cafezinho.)
  • When the movie ends, I’m going to bed. (Quando o filme acabar, eu vou dormir.)
  • I’ll come back home when I finish work. (Voltarei pra casa quando terminar o trabalho)

Veja que todas as sentenças acima estão informando que algo acontecerá no futuro. Veja que temos as independent clauses e também as dependent clauses. Veja ainda que todas as dependent clauses são time clauses relacionadas ao futuro (future time clauses).

Legal! Mas, e daí!? O que tem de tão especial nessas tais de future time clauses?

De acordo com o uso da língua inglesa, as future time clauses devem sempre manter o verbo no present simple em inglês. Somente a oração principal (independent clause) é a que recebe as palavrinhas que indicam o futuro na língua inglesa (will, won’t, am going to, are going to, is going to). Veja:

  • My father will buy a new car [independent clause com will] after he saves enough money [dependent clause com present simple].
  • When the movie ends [dependent clause com present simple], I‘m going to bed [independent clause com am going to].
  • She‘s going to be an astronaut [independent clause com is going to] when she grows up [dependent clause com present simple].

E aí!? Será que ficou fácil de entender isso tudo? Será que deu para tirar as dúvidas sobre o que são time clauses e o que são future time clauses? Espero que sim! Do contrário, deixe um comentário abaixo e vamos continuar aprendendo juntos. Até a próxima! 🙂

O Verbo To Be no Present Simple

Como conjugar o verbo to be no present simple? Se você quer aprender como isso funciona de modo prático, sem aquele monte de listas e teorias mirabolantes, esta dica irá ajudar. Então, vamos lá! Ah! Caso se interesse, lei também a dica Por que o verbo to be é tão chato?

Para começar, a primeira coisa que você deve saber para conjugar o verbo to be no Present Simple é que há em inglês três palavras que serão usadas de acordo com o sujeito da oração. Essas três palavras e suas equivalências em português são:

  • am » sou, estou
  • is » é, está
  • are » está, estamos, estão, é, somos, são

Aprendendo essas três palavras é só começar a criar exemplos de acordo com o que você quer dizer. Assim, se você quizer dizer “eu estou” ou “eu sou” é só soltar um “I am“:

  • Eu estou cansado. » I am tired. | I’m tired.
  • Eu sou inteligente. » I am intelligent. | I’m intelligent.

o verbo to be no present simpleAgora se a sua intenção for dizer algo como “ele está“, “ela está“, “Maria está“, “José está” ou  “ele é“, “ela é“, “Maria é“, “José é“, basta usar o pronome (ou nome da pessoa) com a palavra “is“:

» Leia também: Usando o Pronome It em Inglês

  • Ele está cansado. » He is tired. | He’s tired.
  • Ela está com fome. » She is hungry. | She’s hungry.
  • Maria está lendo um livro. » Maria is reading a book.
  • José está assistindo a um filme. » José is watching a movie.
  • Ele é feio. » He is ugly. | He’s ugly.
  • Ela é bonita. » She is beautiful. | She’s beautiful.
  • José é rico. » José is rich.
  • Maria é pobre. » Maria is poor.

Mas, se sua ideia é dizer “você é” ou “você está“, então diga “you are“.

  • Você é um cara legal. » You are a nice guy. | You’re a nice guy.
  • Você está redondamente enganado. » You are very much mistaken. | You’re very much mistaken.

Para dizer “nós estamos“, “nós somos“, “Maria e eu estamos” ou “José e eu somos“, basta falar “we are“, “Maria and I are” e “José and I are“. Vale dizer que para “a gente está” ou “a gente é“, você também dirá “we are“:

  • Nós estamos juntos. » We are together. | We’re together.
  • A gente está junto. » We are together. | We’re together.
  • Nós somos casados. » We are married. | We’re married.
  • A gente é casado. » We are married. | We’re married.
  • José, Maria e eu estamos cansados. » José, Maria and I are tired.
  • Maria, José e eu somos pobre. » Maria, José and I are poor.

Temos também que saber como dizer “eles são“, “eles estão“, “elas são“, “elas estão“, “José e Maria são“, “José e Maria estão“. Nesses casos é só usar “they are” e “José e Maria are“:

  • Eles são ótimas pessoas. » They are great people. | They’re great people.
  • Elas são amigas. » They are friends. | They’re friends.
  • Eles estão aqui. » They are here. | They’re here.
  • Elas estão aqui. » They are here. | They’re here.

Falta apenas aprender agora que para dizer “vocês são” ou “vocês estão” é só dizer “you are“.

  • Vocês são loucos. » You are crazy. | You’re crazy.
  • Vocês estão aqui. » You are here. | You’re here.

» Leia também: O Pronome You significa VOCÊ ou VOCÊS?

Como você pode ver tudo depende do sujeito da oração. Não tem muito erro! O que você tem de fazer é se acostumar com o significado e uso de cada uma dessas combinações. Uma dica para ajudar você a fixar isso tudo é criar exemplos e, claro, ter paciência. Com o tempo você terá isso tudo na ponta da língua com certeza. Mas, calma aí pois ainda não acabou!

Digamos que você queira colocar um não em todas as sentenças acima. O que fazer?

Simples! Basta usar a palavra not após cada combinação: “am not“, “are not“, “is not“.

» Leia também: Was ou Were?

Caso você queira fazer uma pergunta é só colocar o verbo na frente do sujeito da oração: “are you…?“, “is he…?“, “are they…?“, “is she…?“. Vamos a alguns exemplos:

  • I am not married. | I’m not married. » Eu não sou casado.
  • You are not intelligent. | You’re not intelligent. | You aren’t intelligent. » Você não é inteligente.
  • She is not the boss. | She’s not the boss. | She isn’t the boss. » Ela não é a chefe.
  • They are not my friends. | They’re not my friends. | They aren’t my friends. » Eles não são meus amigos.
  • Are you married? » Você é casada?
  • Are they there? » Elas estão?
  • Is he an engineer? » Ele é engenheiro?
  • Is she your friend? » Ela é amiga sua?

Essas são as informações básicas que você precisa ter sobre o verbo to be no Present Simple. Não se preocupe achando que é muita coisa para decorar. Com o tempo você aprende isso naturalmente.

» Leia também: Quando usar o Simple Present em inglês?

Agora se o seu objetivo é decorar isso tudo mecanicamente para simplesmente fazer uma prova de inglês na semana que vem, então o jeito é decorar tudinho mesmo. Nesse caso é lista abaixo pode ser útil. Decore tudo e boa sorte em seu teste de memória!

  • I am, you are, he is, she is, it is, we are, you are, they are
  • I am not, you are not, he is not, she is not, it is not, we are not, you are not, they are not
  • Am i?, Are you?, Is he?, Is she?, Is it?, Are we?, Are you?, Are they?

Terceira Pessoa do Singular no Simple Present

O que é a terceira pessoal do singular no Simple Present e como conjugar o verbo corretamente com eles? Isso é o que você vai aprender nesta dica.

Ao estudar a gramática da língua inglesa, você tem de decorar uma série de regras. São tantas que é comum ver os estudantes de inglês fazendo confusão sobre quando usar uma regra ou outra. Geralmente, eles até misturam uma coisa com a outra e cometem erros desnecessários.

Uma dessas confusões está no uso das regras relacionadas à terceira pessoa do singular no Simple Present. Então, vamos ver se resolvemos isso nesta dica. Mas, vamos em partes!

Terceira Pessoa do Singular

A terceira pessoa do singular nada mais é do que os pronomes HE, SHE e IT. Lembrando que HE significa ELE, SHE significa ELA e IT é usado para uma série de coisas. Para entender melhor o pronome it leia a dica Usando Pronome IT em inglês.

Simple Present Tense

Esse tempo verbal é, de modo geral, o tempo verbal que fala sobre o presente. Ou seja, ele geralmente se refere ao momento atual. Na teoria, ele não serve para falar sobre o passado (coisas que já aconteceram) ou o futuro (coisas que acontecerão). Você poderá aprender mais sobre esse tempo verbal lendo a dica Quando Usar o Simple Present em Inglês.



Terceira Pessoa do Singular no Simple Present

Terceira Pessoa do Singular no Simple PresentAo conjugar um verbo na terceira pessoa do singular no Simple Present, você deve observar algumas regrinhas ortográficas. De modo resumido essas regras são:

  • Sempre acrescente -s ao verbo: reads, writes, opens, sleeps, sings, sits, walks, runs, sees, etc.;
  • Se o verbo terminar com a letra -o, -s, -ch, -sh, -x, ou -z acrescente -es: goes, does, misses, watches, washes, fixes, buzzes, etc.
  • Se o verbo terminar em uma sequência de consoante e -y, tire o -y e acrescente -ies: cry » cries, try » tries, study » studies, reply » replies, etc. (Obs.: se o verbo terminar em uma sequência de vogal e -y, basta acrescentar -s: pray » prays, say » says, play » plays);
  • Os verbos behave são exceções a tudo isso, pois eles terão as formas ishas, respectivamente.

» Leia também: Gramática Present Simple

Veja os exemplos:

  • She goes to school every day. (Ela vai à escola todos os dias.)
  • He studies English. (Ele estuda inglês.)
  • She never talks to stranges. (Ela nunca fala com estranhos.)
  • He always reads the newspaper in the morning. (Ele sempre lê o jornal pela manhã.)
  • She has a very good job. (Ela tem um emprego muito bom.)
  • It rains a lot here. (Chove muito aqui.)
  • He washes his car every Sunday. (Ele lava o carro dele todos os domingos.)

Um Erro Comum

Um erro muito comum em relação à aplicação dessas regras ocorre quando entram em cena as tais sentenças negativas e  interrogativas. Isso porque a maiorias dos estudantes de inglês fica na dúvida se as regras devem ser usadas ou não. Afinal, quais das sentenças abaixo estão corretas:

  • “She doesn’t study German” ou “She doesn’t studies German”?
  • Does he live here?” ou “Does he lives here?”?

Afinal, devemos aplicar as regras ou não?

Anote aí que a resposta é NÃO. Isso mesmo! Em sentenças negativas e interrogativas não devemos aplicar as regras que você aprendeu acima. Aquelas regras só devem ser usadas em sentenças afirmativas. Veja,

  • He washes his car every Sunday.
  • He doesn’t wash his car every Sunday.
  • Does he wash his car every Sunday?

Notou que o verbo (wash) nas sentenças negativa e interrogativa não mudou? Já na afirmativa aplicamos a regra (wash » washes).

» Leia também: Quando usar DO ou DOES em Inglês? e ainda Quando usar DON’T e DOESN’T?

Portanto, ao fazer uma prova e nela tiver uma questão como a que segue abaixo, eu espero que você saiba qual a resposta correta. Preste atenção ao “doesn’t” na sentença e escolha a forma correta do verbo sem problemas.

» He doesn’t ____ TV at night.

a. watches
b. watchs
c. watch
d. watching
e. watched

E aí!? Você sabe qual é? Deixe sua resposta na área de comentários abaixo para termos certeza de que a dica ajudou a tirar essa dúvida. Até a próxima! 🙂

Quando usar o Simple Present em inglês?

Antes de falar sobre o tema que é título deste post, deixe-me fazer uma rápida pergunta: “você sabe usar o Presente do Modo Indicativo na Língua Portuguesa?“. Pense um pouco a respeito e depois continue lendo essa dica de inglês.

Acredito que todos aqueles que aprendem português desde pequeno sabem USAR o tal Presente do Modo Indicativo naturalmente. Está duvidando? Então vamos fazer um teste! Complete as sentenças abaixo com o verbo em parênteses:

  • Eu …………… (estudar) inglês todos os dias.
  • Nós ……………. (gostar) de limonada suiça.
  • Você ……………. (fazer) esta atividade facilmente.
  • A água ……………. (congelar) em 0° Celsius.
  • A água ……………. (ferver) aos 100° Celsius.
  • O filme ……………. (começar) às 10 hoje a noite.
  • O planeta Plutão ……………. (ficar) bem longe da terra.

Parece brincadeira isto, né? Coisa de escola! Mas enfim, fiz isto apenas para mostrar a você que em inglês o uso do Simple Present é a mesma coisa que em português. Não há diferenças nos usos! Com outros tempos verbais o uso pode até ser diferente, mas em se tratando do presente nao vejo grandes diferenças assim.

A diferença está mesmo na formação do tempo verbal e sobre isto eu já falei aqui no blog: Tempos Verbais: Simple Present (na negativa), Simple Present (uso com I, you, we e they), Simple Present (uso com he, she e it).

O grande problema é que ao ler uma Gramática da Língua Inglesa, as pessoas criam uma paranóia achando que tudo é diferente. Já começam a estudar como se fosse difícil, fosse chato, fosse uma coisa de outro mundo, etc. Não é bem assim. Veja só:

1. Usamos o Simple Present para falar de coisas corriqueiras, do dia a dia, que ocorrem com frequência [isto é ou não a mesma coisa que em português?]

  • We work from Monday to Friday. [Nós trabalhamos de segunda a sexta]
  • She studies English on Saturday. [Ela estuda inglês aos sábados]
  • You love your mother. [Você ama a sua mãe]
  • I live in Curitiba. [Eu moro em Curitiba]

2. Usamos o Simple Present para expressar fatos verdadeiros e universais [veja nos exemplo que em português é a mesma coisa]:

  • Water boils at 100° Celsius. [A água ferve a 100° Celsius]
  • Water freezes at 0° Celsius. [A água congela a 0° Celsius]
  • The sun shines every day. [O sol brilha todos os dias]
  • It rains a lot in April. [Chove bastante em abril]

3. Usamos o Simple Present para falar sobre horários [de trens, peças de teatro, cinemas, aulas, etc] ou ainda eventos cujos horários já estão mais do que combinados e estabelecidos [nos exemplos você percebe que em português o uso é idêntico]:

  • My plane takes off tomorrow at 4pm. [Meu avião parte amanhã às 4 da tarde]
  • He starts his new job tomorrow. [Ele começa amanhã no novo emprego]
  • The film begins at 9 tonight. [O filme começa às 9 hoje a noite]
  • She has a meeting with them next Monday. [Ela tem uma reunião com eles na próxima segunda]

O que você acha? É mesmo tão diferente assim? Tem alguma dúvida ou comentário a fazer? É só escrever aí abaixo. Take care!

Tempos Verbais: Simple Present (Presente Simples)

Já escrevi aqui no blog dois textos falando sobre o tempo verbal conhecido como Simple Present ou também Present Simple. Em um destes textos foi mencionado apenas o uso com os pronomes I, you, we e they e em outro o uso com os pronomes he, she e it. Neles falamos apenas do uso deste tempo verbal em sentenças afirmativas.

O que não falei até hoje foi sobre como usá-lo em uma frase negativa. Antes de continuar, recomendo que você leia os textos mencionados nos parágrafos acima.Para quem nunca entendeu isto, saiba que uma sentença negativa em português é aquela que você usa um ‘não‘ entre o sujeito e o verbo:

 

  • Eu não gosto de manga.
  • Ela não fala alemão.
  • A gente não gosta de futebol.

Em inglês, o ‘não’ das sentenças acima vão mudar de acordo com o pronome. Ou seja, se o sujeito [pronome] for ‘I‘, ‘you‘, ‘we‘ ou ‘they‘ então devemos usar ‘do not‘ para colocar a sentença na negativa:

  • I do not like mango. [Eu não gosto de manga.]
  • You do not study Spanish. [Você não estuda espanhol.]
  • We do not watch TV. [Nós não assistimos TV.]
  • They do not speak English. [Eles não falam inglês.]

Vale acrescentar aqui que informalmente não costumamos usar “do not“. É comum abreviarmos e dizer “don’t“. Anote aí: “do not” é formal e “don’t” é informal/coloquial; porém, são a mesma coisa.

  • I don’t like mango.
  • You don’t study Spanish.
  • We don’t watch TV.
  • They don’t speak English.

Agora se o sujeito da sentença for ‘he‘, ‘she‘ ou ‘it‘, aí teremos de usar “does not“. Veja,

  • She does not like mango. [Ela não gosta de manga.]
  • He does not study Spanish. [Ele não estuda espanhol.]
  • It does not bark. [Ele/Ela não late.]

Informalmente, deixamos o “does not” de lado e usamos “doesn’t

  • She doesn’t like mango. [Ela não gosta de manga.]
  • He doesn’t study Spanish. [Ele não estuda espanhol.]
  • It doesn’t bark. [Ele/Ela não late.]

Agora, se você leu os artigos que mencionei no primeiro parágrafo acima, vai notar que os pronomes ‘he‘, ‘she‘ e ‘it‘ alteram o modo do verbo ser escrito ou falado na forma afirmativa, certo? Se você não leu, leia para não se perder.

Depois que você aprender tudo que foi dito lá, aprenda que nas sentenças negativas aquelas regras vão todas para o lixo. Ou seja, não precisam ser usadas! Veja,

  • She likes mango. [Ela gosta de manga.]
  • He studies Spanish. [Eleestuda espanhol.]
  • It barks. [Ele/Ela late.]

Na negativa não precisamos deste ‘s‘ ou ‘ies‘.

  • She doesn’tlike mango. [Ela nãogosta de manga.]
  • He doesn’t study Spanish. [Ele nãoestuda espanhol.]
  • It doesn’tbark. [Ele/Ela não late.]

Para termos certeza que isto ficou claro! Que tal fazer uma rápida atividade? Basta clicar aqui para praticar! Take care! See ya!

Simple Present Regras

Simple Present Regras: quais são? Aprenda nesta dica!Publiquei algum tempo atrás, com data retroativa, uma dica sobre o Present Simple em inglês para os pronomes I, you, we e they. Fiquei devendo o mesmo tempo verbal para os pronomes he, she e it (tecnicamente conhecidos como terceira pessoa do singular). Então, vamos falar sobre eles.

Simple Present Regras (relembrando)

O Simples Present em inglês é muito fácil de ser conjugado. Veja,

  • para dizer “eu gosto” é só dizer “I like“;
  • para dizer “você gosta” é só dizer “you like“;
  • para dizer “nós gostamos“, é só dizer “we like“;
  • para dizer “eles gostam“, é só dizer “they like“.

Note que em português o final do verbo (-o, -a, -amos, -am) muda de acordo com a pessoa (eu, você, nós, eles). Já em inglês o verbo – no caso, like – continua o mesmo, a única coisa que muda é a pessoa (I, you, we e they).

Até aí, tudo bem! O problema é quando você tem de usar os pronomes he, she e it. Pois, entram em cena certas regrinhas que devem ser aplicadas.



Simple Present Regras (he, she it)

Simple Present RegrasAs regras para os pronomes he, she e it são simples. Tudo é uma questão de você se acostumar com elas. Para isso é só praticar!

Regra Geral

De modo geral, a maioria dos verbos recebe um -s ao final:

  • read » reads
  • sing » sings
  • run » runs
  • write » writes
  • sit » sits
  • sleep » sleeps
  • open » opens

Regra 2

2) Mas, se o verbo terminar com as letras -o, -s, -sh, -ch, -x ou -z você terá de acrescentar -es:

  • go  » goes
  • do » does
  • miss » misses
  • wash » washes
  • watch » watches
  • fix » fixes
  • buzz » buzzes

Regra 3

3) Caso o verbo termina em uma sequência de consoante e ‘y’ – exemplos são try, reply, hurry, cry e outros – você deverá jogar o pobre do ‘y’ na lata do lixo e colocar ‘-ies‘. Veja,

  • try » tries
  • reply » replies
  • hurry » hurries
  • cry » cries

Preste atenção ao fato de isso se aplicar apenas a verbos terminados em uma sequência de consoante e ‘y’. Verbos que terminam com vogal e ‘y’ prevalece a regra geral, ou seja, acrescente apenas o ‘s‘.

  • stay » stays
  • play » plays
  • pray » prays

Regra 4

Como não poderia deixar de ser, há exceções a tudo isso. Tem dois verbos que possuem formas próprias para as terceiras pessoas do singular (he, she e it). São os verbos behave, que com estes pronomes viram is e has, respectivamente:

  • be » is
  • have » has

That’s it! Se você queria saber sobre Simple Present Regras, aí estão todas elas. Nada muito complicado, não é mesmo? Tudo é uma questão de costume e aprender a usar isso naturalmente na escrita e na fala. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto, leia as dicas dos links abaixo. Take care!