GET A MOVE ON: o que significa essa expressão?

Get a move on!? Você já ouviu essa expressão sendo usada em algum diálogo? Ficou sem entender direito seu significado e uso? Se respondeu sim a essas pergunta, continue lendo esta dica para aprender.

Get a move on: significado

Straight to the point, a expressão get a move on é apenas uma maneira informal para pedir a alguém que se apresse. Em português, equivale ao nosso “Anda logo!”, “Mexa-se!”, “Mova-se!”, etc. Portanto, não é nada tão complicado de entender.

Abaixo compartilho a explicação em inglês para você aprender ainda mais:

If you tell somebody to get a move on you are saying impatiently that you want them to hurry

Get a Move OnQue em bom português significa: se você diz a alguém para “get a move on”, você está dizendo impacientemente que quer que ela se apresse.

» Leia também: GO DUTCH – o que significa?

Exemplos

  • Get a move on, Mike! You’ll be late for school. (Anda logo, Mike! Você vai se atrasar para a escola.)
  • We’ll miss the start of the movie if you don’t get a move on. (A gente vai perder o começo do filme se você não se apressar.)
  • We’ve got to get a move on if we want to finish this project by the end of the week. (Temos de nos apressarmos se quisermos encerrar este projeto até o fim desta semana.)

» Leia também: MEET HALFWAY – o que significa?

Uso e sinônimos

Como dito acima, o uso dessa expressão é tido como informal. Portanto, ela é mais comum quando você estive falando ou escrevendo algo para um amigo, familiar ou pessoa com a qual você tem proximidade.

Outras expressões que podem ser usadas com o mesmo sentido são “get rolling” e “get cracking”.

  • The alarm went off ten minutes ago, so get rolling. (O celular despertou dez minutos atrás, então anda logo.)
  • If you want to finish that soon, you best get cracking. (Se você quiser acabar com isso logo, é melhor se apressar.)

Vale dizer que essas duas expressões também tem outros sentidos e usos. Mas, isso é assunto para uma próxima dica.

Portanto, até a próxima!

Aprenda mais sobre essa expressão: Macmillan Dictionary, Collins Cobuild Dictionary, The Free Dictionary.

O que significa SO BAD?

Lá em nossa página no Facebook, perguntaram o que significa bad quando temos a combinação so bad. Foi aí que decidi escrever sobre o que significa so bad. Afinal, não podemos falar apenas da palavra bad nesse caso. É preciso entender o que significa e como usar so bad como uma expressão. Então, continue lendo!

O que significa so bad?Falando em significado, so bad passa a ideia de muito, bastante, de montão. Mas, isso é apenas em alguns casos. Ou melhor, so bad geralmente aparece com com alguns verbos em inglês: want, miss, like, enjoylove e outros. Veja os exemplos:

  • I miss you so bad. (Eu sinto muito a sua falta. | Eu sinto tanto a sua falta.)
  • I want it so bad. (Eu quero muito isso.)
  • They wanna meet you so bad. (Eles querem muito te conhecer.)
  • I want this job so bad. (Eu quero muito esse emprego.)
  • You say you love me so bad but… (Você diz que me ama de montão mas…)
  • Have you ever loved someone so bad? (Você já amou muito alguém?)
  • I like this song so bad that I can’t stop singing it. (Eu gosto tanto dessa música que eu não consigo parar de cantá-la.)
  • It’s my first time here but I enjoyed it so bad that I wanna come back more often. (É minha primeira vez aqui, mas eu gostei tanto que quero voltar mais vezes.)

» Leia também: Want e Wanna: qual a diferença?

No lugar de so bad, podemos usar outras palavras/expressões para expressar a mesma ideia. Por exemplo, você pode usar a expressão so much. Portanto, nos exemplos acima, basta trocar so bad por so much que a ideia será a mesma. É também possível usar a palavra really; mas, nesse caso temos de mudar um pouco a ordem das palavras:

  • I really miss you.
  • I really want it.
  • They really wanna meet you.
  • You say you really love me but…

» Leia também: Usando o Pronome IT em Inglês

Acho que deu para entender, né?

Muito bem! Agora para ficar uma dica mais completa, saiba que de acordo com as regras do certo e errado na gramática da língua inglesa, o certo é dizer so badly. Ou seja, todo mundo fala so bad, mas para quem é fissurado em gramática o certo é so badly. Esse so bad é coisa comum do inglês falado e escrito informalmente. Então, pode ficar tranquilo em dizer so bad que ninguém vai achar que você é um analfabeto em inglês.

Para encerrar, vale ainda lembrar que so bad nem sempre será uma expressão do modo como você aprendeu acima. Há momentos, em que o significado será literal mesmo: tão ruim, tão péssima, tão horrível, tão mau, tão mal.

  • The food was so bad nobody ate it. (A comida estava tão horrível que ninguém comeu.)
  • He is so bad! (Ele é tão ruim.)
  • This is so bad for us. (Isso pega tão mal pra gente.)

E tem ainda o uso de so bad com o sentido de que pena que:

  • So bad you can’t come with us. (Que pena que você não pode vir com a gente.)
  • So bad you weren’t there. (Que pena que você não estava lá.)
  • So bad they aren’t together anymore. (Que pena que eles não estão mais juntos.)

That’s it! Espero ter ajudado você a entender melhor o que significa so bad em inglês. Agora é ficar de olho em quando ela aparecer em uma frase e assim ir se acostumando com seus significados e usos. Take care! 🙂

O que significa Bye, Felicia?

Para quem gosta de aprender expressões em inglês, gostará desta dica. Eu acho! Afinal, aprenderá o que significa Bye, Felicia e também outras coisas sobre ela. Acredite se quiser, mas essa expressão tem conquistado notoriedade; portanto, vale a pena ficar por dentro.

O que significa Bye, Felicia?

Para início de conversa, “Bye, Felicia” é um modo sarcástico de algo como “cai fora!” ou “vê se some!”. Dependendo da situação também pode ser “já vai tarde!” ou “se é por falta de tchau, adeus!” Para facilitar vamos imaginar uma situação.

o que significa bye, feliciaDigamos que uma pessoa irritante  esteja no mesmo local que você. Todas as vezes que você diz algo ou tenta fazer algo a pessoa dá um jeito de interromper. Você suporta a situação por educação! Em determinado momento a pessoa decide se despedir e avisa a todos que está indo embora. Você (ou outra pessoa), então, de modo bem sarcástico dá aquela olhada fenomenal de quem não dá a mínima e diz “Já vai tarde!” ou “Se é por falta de tchau, adeus!”.

A ideia é mais ou menos por aí! Até o final desta dica você vai entender melhor!

Pois bem! O fato é que no inglês americano o que as pessoas andam dizendo nesse momento é a expressão “Bye, Felicia!”.  Isso é dito de modo bem sarcástico e irônico. Se você quiser ter uma ideia de como isso é pronunciado, assista ao vídeo abaixo.

Bye, Felicia! na prática

Para melhorar um pouco mais, esse “Bye, Felicia!” também foi dito por alguém dentro da White House enquanto o presidente estadunidense (ou norte-americano) Barack Obama discursava e alguém resolveu interrompê-lo. Veja a confusão toda no vídeo abaixo. O “Bye, Felicia” pode ser ouvido em 1:47.

Muita gente fez brincadeira com isso aqui no Brasil. Chegaram a dizer que a pessoa no vídeo do Obama disse “Vai, Corinthians!”.  Algo bem estranho de se dizer no contexto! Portanto, saiba que não tem nada ver! O que a pessoa realmente disse foi “Bye, Felicia!”.

Mas, quem é Felicia? De onde surgiu essa expressão?

Temos de voltar ao ano de 1995, quando um filme chamado Friday chegava aos cinemas. Ice Cube era Craig Jones e Chris Tucker, Smokey. Os dois estavam desempregados e tinham de se virar para pagar 200 dólares a um traficante no prazo de 24 horas.

Em determinado momento uma viciada chamada Felicia (interpretada por Angela Means) procura os dois. Ela quer pegar o carro de Smokey emprestado e também tentar arrumar um cigarrinho do capeta (de maconha). Smokey diz para ela sumir dali e deixá-los em paz (Get the hell on, Felicia!).

Ela então vira-se para Jones. Como o sujeito tem problemas bem maiores que o dela, ele não dá a mínima para o que ela diz e resolve mandar ela cair fora dizendo “Bye, Felicia”. O diálogo que ocorre na cena é o seguinte:

Felicia: Let me borrow a joint.
Smokey: You need to borrow a job with your broke ass. Always trying to smoke up somebody’s shit. Get the hell on Felicia.
Felicia: I’m gonna remember that.
Smokey: Remember it. Write it down. Take a picture. I don’t give a fuck!
Felicia: Craig?
Craig Jones: Bye, Feliscia.
Felicia: Damn. Y’all stingy.

E a cena é a que está no vídeo abaixo:

De 1995 para cá, a expressão foi sendo usada por algumas pessoas. Aos poucos ela cresceu e hoje está praticamente na boca de todos. Depois do incidente na Casa Branca, o “Bye, Felicia!” certamente ganhou ainda mais fama. Portanto, vale a pena saber a respeito. Eu acho! 🙂

Recentemente, Ice Cube, em uma entrevista, falou sobre essa expressão. As palavras dele foram:

I mean, ‘Bye, Felicia,’ right now, that is the phrase to get anybody outta your face [who’s] saying something stupid. Just, ‘Bye, Felicia.’”

Bom! É isso, pessoal! Agora você já sabem o que significa Bye, Felicia e também a origem da expressão. Se vão usá-la ou não, fica a critério de cada um. Até a próxima! 😀

O Pronome You significa você ou vocês?

Esta é mais uma daquelas perguntinhas feitas frequentemente em sala de aula. No início de um curso de inglês aprende-se que o pronome you pode significar tanto “você” quanto “vocês”. E aí pronto! Arma-se uma confusão em sala: professora, este “you” aqui na tarefa/texto significa “você” ou “vocês”?

Para início de conversa tenho de dizer que nem mesmo os falantes nativos de inglês sabem quando o pronome you – ao ser usado sozinho – é usado para “você” ou “vocês”. Curiosamente, as gramáticas mais atuais da língua inglesa falam justamente isto! Calma aí que eu explico!

Na língua falada eles fazem uso de certos artifícios para que quem ouve saiba se eles estão falando “você” ou “vocês”. Mesmo em texto escritos – quando informais e neutros – eles usam estes artifícios. Um desses recursos mais comuns pode ser visto na sentença abaixo:

  • What are you guys doing?

You Significa Você ou VocêsVeja que o pronome you está acompanhado de “guys” [pronúncia-se /gáis/]. Neste caso, o “guys” não deve ser traduzido por “caras” [acredite: muita gente costuma traduzir]. Esta palavrinha está ali, junto de “you”, apenas para indicar que a pergunta está sendo feita a duas ou mais pessoas e não apenas a uma. Ou seja, a interpretação deve ser a seguinte:

  • O que vocês estão fazendo?

Com isso descobrimos que no inglês falado eles não usam apenas o “you” para fazer referência a “vocês”. Aprendemos também que o “you” sozinho deve ser entendido como “você”. Veja,

  • What are you doing? = O que você está fazendo?
  • What are you guys doing? = O que vocês estão fazendo?

Além do “you guys”, eles também costumam dizer “you all” – geralmente dito apenas “y’all” – ou ainda “you folks”. Quando são apenas duas pessoas é comum dizer apenas “you two” – parecido com nosso “vocês dois”.Para encerrar veja mais alguns exemplos:

  • Are you two ok? (Vocês estão bem?)
  • You guys are really crazy! (Vocês são muito loucos!)
  • You guys don’t know anything. (Vocês não sabem de nada.)
  • Where are you all going? (Onde vocês estão indo?)
  • You guys better be careful! (É melhor vocês se cuidarem!)
  • What’s the matter with you guys? (Qual o problema de vocês?)

Última dica: ao assistir a um filme ou seriado, procure prestar atenção a essas expressões. Certamente, você irá ouvi-las o tempo todo. Pois, em inglês elas são muito comuns.

Outra coisa que não pode deixar de ser dita! Não se assuste se, por acaso, encontrar um gringo por aí falando “yous” – isto mesmo, “you” com “s” no final. Apesar de ser menos comum, os linguistas já registraram seu uso em algumas regiões dos Estados Unidos e Irlanda. Ou seja, em alguns locais, eles têm o pronome you (você) e o yous (vocês). Interessante, não?

You want to speak English or book English?

Há no título desta postagem duas observações interessantes para quem estuda [ou ensina] inglês. A primeira é que é uma pergunta; no entanto, eu não usei o verbo auxiliar “do” no início da sentença como pede a Gramática das Regras: “do you speak…?“. Além disso, o título quer saber se você quer falar “English” ou “book English“. Afinal, o que é “book English”? Vamos analisar isso com mais calma!

O fato de eu não ter usado o verbo auxiliar “do” na pergunta foi proposital. Na dica Fazendo Perguntas Informalmente em Inglês eu escrevi nem sempre usamos certos verbos auxiliares como exigem as “regras” gramaticais. Ou seja, no dia a dia é natural e frequente ouvirmos alguém dizendo:

  • You live here?[Você mora aqui?]
  • You guys went to the party last night? [Você foram pra festa ontem a noite?]
  • You a teacher? [Você é professor?]
  • You ok? [Você está bem?]

Você talvez estranhe isso. Porém, anote aí que no Spoken English [inglês falado] isso é extremamente comum e natural. Se você assistir a um filme ou seriado, ouvir uma música, conversar com falantes nativos da língua em situações naturais [neutras e informais], você notará isso com grande frequência. Portanto, foi por conta dessa naturalidade da língua que eu não usei o “do” na pergunta que dá título a esse post.

Book English or Bookish EnglishO que falar sobre o “book English“? De modo bem simples, “book English” refere-se ao tipo de inglês encontrado nos livros de inglês. Ou seja, é um tipo de inglês encontrado apenas nos livros e que, na maioria das vezes, não reflete o uso real e prático da língua. Algumas pessoas também chamam o “book English” de “bookish English” [inglês teórico]. Para ficar ainda mais claro, o turco Mustafa Baran escreveu um artigo sobre o assunto. Nesse artigo ele diz: “se você fala ‘book English’, por exemplo, você estará falando o que está nos livros e não na vida [real]“.

Isso significa que ao se preocupar demais [exacerbadamente] com as regras gramaticais na hora de falar inglês você estará falando “book English” e não “English“. Muitas vezes estudantes [e professores] de inglês se apegam tanto às regras e vocabulário dos livros de inglês que acabam falando apenas o “book English“. Michael McCarthy, uma autoridade no ensino e pesquisa da língua inglesa no mundo, escreveu:

Professores de Idiomas tem a tendência de trabalhar com um conjunto de regras baseadas na língua escrita, na qual a estrutura das orações e sentenças estão claramente definidas. A língua falada, no entanto, apresenta algo bem diferente, e frequentemente contém formas que seriam consideradas agramaticais [incorretas, erradas] na escrita. Esses ‘erros’ costumam passar despercibos na fala natural […] – em Discourse Analysis for Language Teachers, p. 143.

A preocupação com o “book English” acaba fazendo com que as pessoas percebam como a língua é realmente usada no dia a dia. Não só isso, mas muitas pessoas acabam estudando inglês durante anos, aprendem praticamente tudo sobre a gramática do inglês e palavras raramente usadas no dia a dia; esses ao irem para o mundo real ficam com a impressão de que não sabem nada de inglês, não conseguem entender o que é falado a elas, abrem a boca e falam “book English“. A fluência acaba sendo prejudicada por conta da vontade de falar tudo 100% correto. Essas situações acabam gerando frustração, medo, vergonha, desespero, ódio pela língua, etc.

O que fazer para sair do “book English“? As dicas são aquelas de sempre:

Enfim, tenha sempre em mente que para ir além do “book English” depende muito mais de você do que de seu professor, livro, cursos de idiomas, etc. Só você poderá responder à pergunta no título dessa postagem da melhor maneira: you speak English or book English?

THOUGH no final de sentenças em inglês

Como devemos usar a palavra though no final de sentenças em inglês? Qual o significado de though no final de sentenças em inglês? Isso é algo muito comum no inglês falado (spoken English). Portanto, continue lendo para aprender a respeito. Ou se quiser, você pode ainda assistir ao vídeo no qual falo mais sobre isso. O vídeo está no final da dica!

Though = But

Creio que poucos sabem disso, mas a palavra though é, nesse caso (contexto), usada informalmente com o sentido de but (mas).

Antes, caso você queira aprender mais sobre o uso de but, leia a dica como usar as palavras but e however. Tem ainda uma outra na qual falo sobre o uso da palavra although e outras similares. Leia para melhorar ainda mais o seu inglês. Agora vamos falar dessa história de though com o sentido de but. Dê só uma olhada nos exemplos abaixo:

  • I’m busy today, but we could meet tomorrow.
  • It sounds like fun, but isn’t it dangerous?
  • I thought he’d been drinking, but I wasn’t completely sure.
  • We had a long break today, but I didn’t enjoy it.
  • We are close friends, but I haven’t seen her in years.

Até aí, tudo bem! Mas, o que tem a ver essa coisa de though ser usado com o sentido de but? Continue lendo pois é agora que você vai entender melhor o uso de though no final de sentenças em inglês.

Though no Final de Sentenças em Inglês

Though no Final de Sentenças em InglêsComo você viu acima, a palavra (conjunção) but é usada para contrastar uma sentença que acabou de ser dita. Isso é comum no inglês tido como neutro ou formal. Já no inglês informal (seja ele falado ou escrito), o uso de though é mais comum.

Portanto, o uso de though no final de sentenças em inglês nada mais é do que algo que você vai fazer quando estiver falando de modo mais descontraído com os amigos e amigas. Ou seja, nada de usar isso em documentos, contratos, emails formais, etc. Preste atenção em seriados ou filme e você perceberá esse though sendo usado aos montes.

Para ficar mais fácil de entender, veja só como ficam as sentenças usadas acima com but, mas agora sendo usadas com though:

  • I’m busy today. We could meet tomorrow, though.
  • It sounds like fun. Isn’t it dangerous, though?
  • I thought he’d been drinking. I wasn’t completely sure, though.
  • We had a long break today. I didn’t enjoy it, though.
  • We were close friends. I haven’t seen her in years, though.

Note que though aparece sempre no final da sentença. Isso não é uma regra gramatical! É apenas o modo como ele é usado nesse caso. Note também que podemos trocar  though por but. Mas aí o but deverá vir para o meio da sentença.

Um Pouco mais Sobre Though

De acordo com os dicionários o uso de though com o sentido de but acontece geralmente quando desejamos mencionar que um fato, opinião ou questão expressa certa surpresa diante do que acabou de ser dito, fazendo com o que você disse antes perca um pouco a importância. Observe nos exemplos dado acima que isso acontece. Compare com as equivalências [traduções]:

  • Estou atarefado hoje, mas podemos nos reunir amanhã.
  • Parece divertido, mas não é perigoso?
  • Eu achei que ele estava bebendo, mas não tinha plena certeza.
  • Nós tivemos um longa folga hoje, mas eu não gostei.
  • A gente era amigas íntimas, mas eu não a vejo há anos.

Agora que você já sabe sobre o uso de though no final de sentenças em inglês, posso contar uma coisa meio louca que acontece no inglês informal e que muitos falantes nativos acham errado.

Um “errinho” comum

Às vezes você encontrará as palavras “but” e “though” sendo usadas na mesma sentença:

  • We all got problems but we gotta deal with them, though. (Nós todos temos problemas, mas temos de lidar com eles.)
  • It’s hard work but I don’t have any deadlines like you have, though. (É um trabalho complicado, mas eu não tenho prazos como você tem.)
  • A wonderful day but a bit cold, though. (Um dica maravilhoso, mas um pouquinho frio.)

Veja que agora não foi preciso traduzir though. Não há a necessidade para isso! Em inglês é algo comum de ser dito informalmente. Em português não temos nada assim. Portanto, o importante é entender o que está sendo dito: a mensagem central.

That’s all for now! Espero que a dica tenha deixado clara a ideia do uso de though no final de sentenças em inglês! That’s all for now, guys! So, bye bye, take care and keep learning.

Though no Final de Sentenças em Inglês (vídeo)

O que significa AIN’T? Podemos usar essa palavra?

O que significa AIN’T? Será que é realmente um erro usar essa palavrinha em inglês? Vamos aprender agora!

Nos meus tempos de recém iniciado na arte de ensinar inglês (aquele momento no qual você acha que sabe tudo só porque recebeu o “título” de professor de inglês) eu dizia justamente o que muitos ainda costumam dizer nos dias de hoje: Ain’t é usada apenas pelos caipiras que falam inglês.

Foi assim que aprendi. Logo, foi o que eu sempre disse aos alunos. No entanto, com o tempo percebi que ain’t é uma palavra muito interessante e cheia de curiosidades. Ela é usada em várias expressões e momento do dia a dia em que a língua é usada informalmente. Então, nada melhor que aprender o que significa ain’t e seu uso. Assim, você deixará o preconceito de lado.

O que significa AIN’T?

Originalmente, ain’t era apenas a abreviação de “aren’t” (are not) no inglês falado. Mas, com o tempo passou a ser usada como a abreviação de “am not” e “is not” também! Ou seja, ain’t passou a ser usado informalmente para tudo. Veja as sentenças abaixo:

  • I ain’t hungry. [I‘m not hungry.] (Eu não estou com fome)
  • You ain’t a good friend.[You aren’t a good friend.] (Você não é um bom amigo.)
  • He ain’t a good guy.[He isn’t a good guy.] (Ele não é gente boa)
  • We ain’t married. [We aren’t married.] (Nós não somos casados.)
  • You guys ain’t coming with us. [You guys aren’t coming with us.] (Vocês não vão vir com a gente.)
  • They ain’t home. [They aren’t at home.] (Eles não estão em casa.)

O que significa ain't?Como você pode observar, ain’t nada mais é do que a maneira informal de dizer aren’t, am not e isn’t.

 O curioso é que nos dias de hoje ain’t é também usada no lugar de don’t have, doesn’t have e didn’t have. Veja:

  • I ain’t got a car [I don’t have a car.](Eu não tenho carro.)
  • She ain’t got many friends. [She doesn’t have many friends.](Ela não tem muitos amigos.)
  • He ain’t an answer for that. [He doesn’t have an answer for that.](Ele não sabe a resposta.)
  • We ain’t any money on us. [We didn’t have any money on us.](A gente não tinha dinheiro.)

Através dos exemplos acima você pode notar o quão versátil a palavra ain’t é. Alguns linguistas já declaram que em um futuro não muito distante ela poderá substituir oficialmente a forma negativa do verbo “be” e “have“. O pessoal mais preso à gramática das regras fica de cabelo em pé quando lê ou escuta isso.

Quem usa AIN’T? Será que está errado usar?

O Merriam-Webster Dictionary, um dos principais dicionários da língua inglesa, afirma que,

embora seja tido amplamente como forma não-padrão da língua inglesa e mais frequente na fala de pessoas com pouca educação escolar, ain’t está ganhando força no inglês americano (especialmente como negativa de ‘be’ e ‘have’). Sendo usado tanto na fala quanto na escrita para chamar atenção e para dar enfâse ao que está sendo dito. […] Nas relações familiares ain’t costuma surgir como uma forma de amizade e afinidade com o interlocutor.

Veja que os lexicógrafos (profissionais que organizam dicionários) já se rendem ao uso do ain’t. Ou seja, eles não dizem que o uso de ain’t é característico de um grupo específico de pessoas. No entanto, eles são bem claros em afirmar que ain’t é ainda tido como algo não-padrão, ou seja, não faz parte da Gramática Normativa da língua inglesa.

Mas mesmo diante deste fato, curiosamente, os lexicógrafos do Merriam Webster reconhecem que há algumas frases e sentenças fixas na qual o ain’t surge normalmente sem que as pessoas torçam o nariz ao ouvi-las, são elas

  • you ain’t seen nothing yet. (você não viu nada ainda)
  • two out of three ain’t bad. (dois de três não está nada mal)
  • if it ain’t broke, don’t fix it. (em time que está ganhando, não se mexe)

Estas sentenças deveriam estar na ponta da língua de todo estudante de inglês. Afinal, elas são frequentemente usadas da forma como estão acima.

» Leia também: Expressões Comuns com Ain’t

Cuidado com certos comentários

Essa história de que “ain’t” só é usada pelo povão foi na verdade uma invenção de um camarada chamado Robert Lowth, um bispo que escreveu uma das primeiras gramáticas da língua inglesa. Foi esse Mr. Lowth quem afirmou em sua gramática que essa palavrinha deveria ser banida da fala dos nobres, pois ela era característica da plebe (do povão, da ralé). Assim, a nobreza inglesa deveria evitar usá-la.

Mesmo diante dessa tentativa de proibição, ‘ain’t‘ continuou sendo usada durante muito tempo até mesmo pelos mais altos membros da corte inglesa, incluindo a própria família real.

» Leia também: Como se diz ralé em inglês?

Para encerrar, quero acrescentar que para os falantes nativos da língua inglesa, o uso do ain’t é sim tido como característica do linguajar de pessoas de “classe social baixa, com pouquíssimo grau de instrução escolar e pouco valor intelectual“. Ou seja, se para a maioria dos falantes o uso do ain’t passa esta imagem, imagine o que eles pensarão ao vê-la saindo da boca de um aprendiz da língua inglesa. Não muito bom, não é mesmo!?

Lembre-se embora esta palavra esteja ganhando terreno dentro da língua inglesa o correto ainda é evitá-la. Porém, caso você conviva com um grupo de pessoas que a usa como forma de mostrar que você faz parte do grupo (questões de familiaridade ou afinidade), então use-a. Nunca esquecendo, no entanto, dos limites que ela possui até este momento. Além disso, nas expressões tidas como naturais e nas quais “ain’t” se faz presente, não há problemas em usar. Afinal, é assim que todo mundo fala.

That’s all, folks. Espero que tenha gostado de aprender o que significa ain’t e também quando usar (ou não) essa palavra é usada. Take care and keep learning!