Gírias do Inglês Americano

Aprender gírias é algo um pouco complicado. Já escrevi um texto aqui no site – Gírias em Inglês: aprender ou não? – no qual falo sobre esse lado complicado de aprender gírias. Portanto, leia o texto para entender o lado obscuro de aprender gírias em inglês. Depois que ler e entender, você poderá se divertir com as 10 Gírias do Inglês Americano que compartilho abaixo.

Lembre-se: há pessoas que odeiam gírias; portanto, nada de usar esse tipo de vocabulário como se fosse a coisa mais normal do mundo. Cuidado!

Leia também:

CHILLAXING

» de boa, relaxando, morgando

  • He didn’t get that by chillaxing. He had to work hard for it. (Ele não conseguiu isso ficando de boa. Ele teve de ralar muito.)
  • I was at home chillaxing, you know. (Eu fiquei morgando em casa, tá ligado.)
  • But instead of chillaxing, Hannah Bukzin ’17 was sweating it out. (Mas ao invés de ficar de boa, Hannah Bukzin, 17 anos, estava dando um duro danado.)

Gírias do Inglês AmericanoCRAY-CRAY

» doidão, doidinho, malucão; maluquice, doideira

  • Did you see that new Ke$ha video where she has snails crawling on her face? Girl has gone cray-cray. (Cê viu o novo clipe da Ke$ha em que ela aparece com caramujos no rosto? A guria tá mó doidona.)
  • Are you really going there!? That’s cray-cray! (Você vai lá!? Isso é doideira!)

CRUNK

» da hora, demais, mó legal, show de bola

  • Dude, you shoulda been there last night – it was crunk. (Véi, cê tinha que ter ido lá ontem à noite – foi da hora.)
  • I wish my hair was as mega crunk as Cristina’s. (Eu queria que meu cabelo fosse assim show de bola que nem o da Cristina.)

DAT

» o mesmo que that (uma prova de que o ‘th’ está começando a ser pronunciado como ‘d’ em alguns cantos)

  • Hey, take a look at dat girl. (Ei, saca só aquela gata.)
  • Dat’s the craziest thing ever. (Essa é a coisa mais maluca que já vi.)
  • I want a piece of dat. (Eu quero um pedaço disso.)

FOREVS

» para sempre, uma eternidade (o mesmo que forever)

  • It’ll take them forevs to do that. (Vão levar uma eternidade para fazer isso.)
  • I’ll be with you forevs. (Vou ficar com você para sempre.)
  • Forevs is that kind of thing they thing it’s a word but it isn’t. (Pracempre é aquele tipo de coisa que eles pensam ser uma palavra mas não é.)

GRIND

» ralação (relacionado ao fato de estar fazendo extremamente difícil)

  • I’m on that midterms grind. I have to study hard, bro! (Tô na maior ralação das provas semestrais. Tenho de estudar pra cacete, parceiro.)
  • We were on the grind from 5 in the morning till the sun goes down. (A gente ficou na ralação das 5 da manhã até o sol sumir.)

KILLIN’ IT

» arrasando, mandando bem, botando pra quebrar

  • OMG I totally was killin’ it on the dance floor. (PQP Eu tava super arrasando na pista.)
  • Keep up the good work, girl! You’re killing it! (Continue assim, guria! Você está mandando bem!)
  • He must be killing it. (Ele deve estar arrasando.)

MAD

» muito (o mesmo que very)

  • Dat’s mad awesome, G. (Isso é muito legal, véi.)
  • It’s mad cold outside. (Tá frio pra cacete lá fora.)
  • That was mad expensive. (Isso foi muito caro.)

OFF THE CHAIN

» da hora, o bicho, show de bola

  • The party was really off the chain, G. (A festa foi show demais, véi.)
  • The Alpha Beta Omega party last night was off the chain. (A festa dos Alfa Beta Omega ontem à noite foi o bicho.)
  • Dat purse you bought is totes off the chain. (Aquela bolsa que você comprou e super da hora.)

TOTES

» totalmente, completamente (o mesmo que totally)

  • I’m totes doing that, G. (Eu vou muito fazer isso, véi.)
  • I totes want to go to the mall ‘cause I totes needa purchase new heels. (Eu quero muito ir ao shopping pois tô precisando muito de um sapato novo) [heels = sapato de salto alto]
  • Totes! (Totalmente!)

Pronto! E assim você tem algumas gírias do inglês americano para se divertir. Para encerrar, ressalto aqui que há pessoas que odeiam gírias como essas acima. Portanto, cuidado ao usar essas palavras. Afinal, gíria não é o tipo de linguajar que muitas pessoas curtem em uma conversa. Até a próxima! 🙂

Artigos Relacionados
Comentários