Gramática da Língua Inglesa

    Para que Servem os Verbos Irregulares?

    Todo estudante de inglês em algum momento se pergunta para que servem os verbos irregulares em inglês. Tenho certeza que você aí já se fez essa pergunta ou conhece alguém que a fez. Portanto, se você quer saber mesmo para que servem os verbos irregulares, continue lendo esta dica.

    Antes saiba que os verbos irregulares em inglês são aqueles verbos que não seguem o padrão quando devem ser escritos no passado (Past Simple) ou no Particípio Passado (Past Participle). Mas, que padrão é esse?

    A grande maioria dos verbos da língua inglesa quando escritos no Past Simple ou no Past Participle recebem a partícula –ed no final deles. Há algumas regrinhas para isso e sobre elas já aprendemos na dica O Past Simple em Inglês.

    Para facilitar o entendimento desta dica, observe a lista de verbos a seguir:

    • live » lived
    • study » studied
    • walk » walked
    • open » opened
    • cook » cooked
    • control » controlled

    Note que todos os verbos acima quando colocados no passado (ou particípio passado) recebem a partícula –ed no final. Eles seguem um padrão, por assim dizer. Agora veja os verbos abaixo:

    • speak » spoke » spoken
    • write » wrote » written
    • get » got » gotten/got
    • drive » drove » driven
    • swim » swam » swum
    • see » saw » seen
    • have » had » had

    Na segunda lista de verbos, note que eles foram escritos com uma forma diferente tanto no passado quanto no partícipio passado. Os verbos speak, write, get, drive, swim, see e have não seguem o padrão (não são escritos com –ed) no passado ou no particípio passado. Assim, dizemos que esses são verbos irregulares em inglês.

    Caso você queira saber mais sobre a diferença entre verbos irregulares e verbos regulares, recomendo que leia a dica Gramática: Verbos Regulares e Verbos Irregulares. Vamos agora ao objetivo desta dica: entender para que servem os verbos irregulares. Ou melhor, quando devemos usar os verbos irregulares em inglês?

    Anote aí que as formas irregulares dos verbos devem ser usadas no Past Simple e no Past Participle. Veja a seguir alguns exemplos para entender isso melhor.

    »»» No Past Simple:

    • I spoke to her last night.
    • She sent me an email.
    • I made a lot of mistakes.
    • We drove for hours.
    • They got late last morning.

    As sentenças acima mencionam ações que aconteceram no passado (usamos os verbos no Past Simple). Nelas encontram-se verbos que possuem uma forma irregular no passado: speak, send, make, drive e get.

    »»» No Past Participle:

    As sentenças que você acaba de ler fazem uso de estruturas gramaticais específicas – Present Perfect, Past Perfect e Passive Voice. Essas estruturas gramaticais pedem o uso da forma do verbo no partícipio passado (Past Participle). Os verbos see, send e build possuem formas irregulares no partícipio passado, logo essas formas irregulares foram usadas nas sentenças: seen, sent e built.

    Se quiser baixar gratuitamente uma lista de verbos irregulares e ter aí em seus estudos, veja a dica Tabela de Verbos Irregulares.

    Como você pode ver o problema maior não está nos verbos irregulares. Afinal, essa coisa de irregular nada mais é do que algo relacionado à escrita. Isto é, o verbo sing deverá ser escrito sang no passado e sung no partícipio passado. Portanto, você logo percebe que isso está relacionado à ortografia e também a algumas estruturas gramaticais específicas.

    Então o que você realmente deve aprender e como escrever o verbo corretamente no passado (Past Simple) e no particípio passado (Past Participle). Isso é algo que você aprende lendo e escrevendo inglês. Além disso, deve também, aos poucos, aprender as estruturas gramaticais nas quais o Past Participle deve ser usado. Para ajudar um pouco mais com isso, leia a dica “O Que é O Past Participle?“.

    Não sei se esta dica ajudou você o tanto quanto esperava. Caso não tenha ajudado, deixe sua dúvida na área de comentários abaixo e vamos continuar conversando sobre para que servem os verbos irregulares. Agora se ela ajudou e você gostou, então compartilhe-a no Facebook, Twitter e/ou Google+. Até a próxima!

    11 Comentários

    1. Olá, boa tarde!!! Adorei a sua dica! Senao for pedir muito, gostaria que voce tirasse uma dúvida minha. Qual a diferença do ” don’t have” e o ” haven’t”??? Já li tantas coisas que me deixaram ainda mais confusa e eu gostaria de uma explicação mais simples. Please, help me!

      1. usa-se don’t have quando não tem nenhuma obrigação ou necessidade para fazer alguma coisa uma criança mal educada diz assim :’i don’t have my homework” o que da para entender a tradução eu não preciso fazer meu dever de casa.o haven’t voce usa para responder que nem have you worked?no i haven’t se a pessoa perguntar :what?ai voce fala no i have not para dar enfase para ficar mais claro

    2. Excelente explicação. Mas tipo, achei que você iria falar sobre a razão de existir irregular. Pelo menos foi o que eu entendi a partir do titulo da postagem.

      1. Também achei isso. O titulo desse post esta errado ou faltou a real explicação para que servem esses verbos irregulares. Particularmente acho que devem existir outras palavras que se pronunciadas teriam o mesmo som que algum desses verbos na regra padrão. Então para diferenciar “o criador” resolveu trocar.

        1. Fábio, não entendi seu comentário. Ou melhor, não entendi parte dele. Então vamos por partes.

          Parte 1: “O titulo desse post esta errado ou faltou a real explicação para que servem esses verbos irregulares.”

          Leia o que escrevi acima em resposta ao comentário do Josias. Vai servir para você também.

          Parte 2:”Particularmente acho que devem existir outras palavras que se pronunciadas teriam o mesmo som que algum desses verbos na regra padrão. Então para diferenciar “o criador” resolveu trocar.”

          Não entendi nada nessa parte! O que exatamente você está tentando dizer? O que tem a ver pronúncia de palavras neste caso? O que “o criador” resolveu trocar?

          Enfim, explique melhor a parte 2 e aí eu vejo se tem como responder algo.

          😉

          1. OK. Vou escrever diferente, talvez consiga passar melhor minha linha de raciocínio. Quiz dizer que no caso do passado os verbos são acrescentados com -ed, porém existem alguns irregulares com escritas fora desse “padrão”. Mas porque estão fora do padrão? Talvez pelo falo de que esse verbos se fossem acrescidos de -ed como todos os outros se parecessem (sonoramente) com outras palavras e assim poderiam causar confusão. Entendo que outra possível causa se esses verbos fossem acrescidos do -ed não fluíssem na pronuncia como a lingua inglesa é vogal,consoante,vogal,consoante. Diferente da lingua portuguesa que o que esta escrito é o que é falado. Um exemplo seria o gonna. (going to) – had better (dbetter) Não existem essas palavras na gramatica mas se fala assim. Obrigado.

      2. Josias, vamos pensar em português um pouco.

        Na gramática da língua portuguesa também temos verbos irregulares. Ou seja, verbos que não seguem o padrão. Como assim? Veja a conjugação do verbo correr no passado (pretérito perfeito):

        Eu corrI
        Ele corrEU
        Nós corrEMOS
        Eles corrERAM

        Agora veja a conjugação do verbo entender:

        Eu entendI
        Ele entendEU
        Nós entendEMOs
        Eles entendERAM

        Veja que os verbos fazer e entender seguem um padrão ao serem conjugados no passado. O mesmo vale para os verbos comer, vender, mexer, escrever.

        Veja agora o verbo ter:

        Eu tinha
        Ele tinha
        Nós tínhamos
        Eles tinham

        Ou ainda o verbo fazer:

        Eu fiz
        Ele fez
        Nós fizemos
        Eles fizeram

        Veja que os verbos ter e fazer não seguem o padrão. Portanto, podemos dizer que os verbos ter e fazer são verbos irregulares.

        O que isso significa?

        Significa que Verbos Irregulares, seja em português ou em inglês, não é uma classe de palavras com uma função específica. Como dito no texto acima, verbos irregulares são verbos que não são escritos da mesma forma que os demais verbos na conjugação em um tempo verbal ou outro.

        Em inglês, o padrão dos verbos no passado é escrevê-los com -ed. Mas, alguns verbos possuem formas próprias e não são escritos com -ed. Esses verbos que fogem ao padrão com -ed são chamados de verbos irregulares.

        No seu comentário, você diz que achou que eu “iria falar sobre a razão de existir irregular”. Pois bem, saiba que eles existem por simplesmente existirem. Diga-me: por que é que os verbos ter e fazer (verbos irregulares em português) existem? Por que será que esses verbos fazem parte da língua portuguesa? Qual a lógica para a existência deles?

        Se você achar a resposta para essas perguntas levando em conta os verbos irregulares em português, você terá a resposta para a existência dos verbos irregulares em inglês.

        O texto acima procura mostrar aos leitores que os verbos irregulares servem apenas para serem escritos no passado (Past Simple) e no particípio passado (Past Participle). Agora, discutir o porquê da existência deles é algo que envolve a história da formação das línguas, envolve estudos filológicos e etimológicos desnecessários aos estudantes de inglês e até mesmo aos falantes nativos.

        Enfim, analise tudo isso que falei aqui sobre a língua portuguesa e então faça uma comparação com o inglês. Você certamente começará a entender isso tudo de modo mais descomplicado.

        😉

        1. ola denilson nasci no Brasil mas com 5 anos de idade fui para Inglaterra nunca esqueci o portugues mas os brasileiros que vem para falam tudo errado diferente dos outros estrangeiros então me veio a duvida por que eles falam tão errado?fui procurar em net vendo esses sites que ensinam ingles online francamente e revoltei a pior de todas é FISK e Wizard ensinam tudo errado e ainda acham que estão certos isso é revoltante tenho relatos de brasileiros que vieram fazer intercâmbio aqui não sabiam responder perguntas basica como:you’re me? (você esta entendendo? queria saber os donos dessas escola não tem vergonha na cara?você esta de parabens continue assim ensinando o inglês de verdade we britanish shake saying not to Wizard and Fisk e sehor denilson um sehor quiser vim para uk make yourself at home or be at ease

    3. Precisa ter mais organização destaca os principais verbos, ter uma explicação mais especifica (mais clara) e mostra a diferença entre esses dois verbos!

      1. Vanessa,

        Ao longo da dica acima são indicados alguns links. Clicando neles você encontraram mais detalhes sobres os verbos irregulares, os regulares, os tempos verbais, lista de verbos irregulares para download e coisas assim.

        A dica acima tem apenas um objetivo: mostrar às pessoas que os verbos irregulares são apenas palavras (verbos) conjugados de forma diferente do padrão e que servem para serem usados em determinados tempos verbais e construções gramaticais específicas. Tudo isso está dito no texto e com links apontando para outras dicas do site. Dicas estas que complementam o que está escrito acima.

        😉

    Botão Voltar ao topo
    Fechar