Você tem medo de falar inglês?

Na abertura dos Jogos Olímpicos, a apresentadora Regina Casé disse o seguinte: “Here is to diversity. Let’s dance.” Não demorou muito para que a turma que adora fazer piada com o inglês alheio passasse a comentar negativamente o modo como ela falou isso ou mesmo questionar se o que ela disse estava realmente certo.

Os comentários e piadas que li em vários locais eram absurdos. Li um texto no qual o autor disse “a internet não perdoa o inglês de Regina Casé”. Confesso que como profissional que atua nessa área a mais de vinte anos, eu acreditava que esse comportamento estivesse diminuindo ou deixando de existir; mas, na verdade, ele parece ter aumentado.

Pude ainda notar que o comportamento da maioria é o mesmo de anos atrás:

  • criticar o inglês do outro
  • procurar e apontar os erros no inglês do outro
  • julgar o inglês do outro como se o meu fosse melhor
  • fazer piada do jeito do outro falar inglês como se o outro fosse um nativo ou tivesse a obrigação de falar inglês com perfeição.

Esse comportamento geral um grande obstáculos para quem deseja aprender inglês: MEDO DE FALAR INGLÊS.

» Leia também: Por que brasileiro não aprende inglês?

Medo de Falar Inglês

Medo de Falar InglêsEstudantes de inglês no Brasil todo têm medo de abrir a boca para responder uma simples pergunta pelo fato de terem medo. Esse medo tem explicação e você certamente vai entender isso no restante deste texto.

Tempos atrás, perguntei a um grupo de mais de 150 estudantes de inglês o que eles realmente tinham medo. As respostas mais comuns foram:

  • Medo de errar na gramática
  • Medo de errar na pronúncia
  • Medo de ser julgado pelos outros
  • Medo de falar algo que não é exatamente aquilo que queria
  • Medo de se tornar motivo de piada para os outros
  • Medo de não entender o que está sendo dito

Você certamente deve concordar com essa lista. Afinal, esses medos são comuns a praticamente todos os estudantes de inglês. Esses medos causam consequências ao aprendizado de inglês. Mas, antes vamos falar entender um pouco mais sobre esse tal medo.

Xenoglossofobia

O medo de falar inglês como língua estrangeira ou segunda língua se encaixa dentro do que nós chamamos de XENOGLOSSOFOBIA. Esse palavrão todo serve para se referir ao sentimento de insegurança, nervosismo, ansiedade, apreensão que uma pessoa tem ao aprender ou ter de usar uma segunda língua ou uma língua estrangeira.

No contexto de aprendizado e ensino de inglês, esse “medo” aparece de três maneiras: nervosismo na comunicação, ansiedade ao fazer um teste e medo de avaliação negativa. Desses três, apenas dois interessam aqui:

  • Nervosismo na comunicação que é o sentimento de ansiedade que a pessoa tem ao ter de conversar (falar e ouvir) usando a segunda língua.
  • Medo da avaliação negativa que está associado ao fato do estudante ficar extremamente preocupado com o modo como os outros podem avaliar negativamente suas habilidades linguísticas (pronúncia, gramática, uso das palavras, etc.).

O número de pessoas que sofre esse mal aumenta quando nos deparamos com uma Regina Casé sendo massacrada por ter dito “Here is to diversity. Let’s dance.

Ao ler essas piadas – sejam elas por brincadeira ou não –, a maioria dos estudantes logo pensa: “Se ela que é uma artista global está sendo massacrada desse jeito, imagine eu falando inglês! Vou falar é nada! Vou nem abrir a boca para tentar me comunicar em inglês!”.

Consequências do Medo de Falar Inglês

As consequências causadas por esse medo são em geral as seguintes:

  • baixa auto estima dos estudantes
  • perda na confiança de que é capaz de aprender inglês
  • redução no nível de participação em sala de aula
  • bloqueio mental ao ter de usar a língua inglesa (o famoso travamento)
  • desinteresse em certos aspectos do desenvolvimento linguístico
  • esquecimento do que foi aprendido em aulas anteriores (redução na capacidade de memorização)
  • sentimento de frustração e desespero
  • desistência total no aprendizado de inglês

Você certamente conhece alguém que já passou ou está passando por isso. Talvez você mesmo esteja passando por isso nesse momento. Afinal, essas consequências são notadas em praticamente todos os grupos de estudantes.

Como vencer esse medo?

Eu diria que a melhor coisa para você fazer e vencer esse medo é ignorar por completo a turma que adora criticar o inglês alheio. Simplesmente não dê atenção aos comentários que eles fazem do seu inglês ou mesmo do inglês da Regina Casé, do Joel Santana, da Ana Maria Braga ou seja lá de quem for. Enfim, IGNORE!

Aqui no Inglês na Ponta da Língua, já publiquei um texto com o título 5 Dicas Para Perder o Medo de Falar Inglês. As 5 dicas mencionadas lá podem ajudar você a perder esse medo. Outras dicas que posso acrescentar são:

  • tenha um parceiro de estudos com o qual você poderá conversar à vontade e sem medo de estar sendo criticado;
  • escreva um texto curto sobre qualquer assunto do seu interesse e leia-o em voz alta várias e várias vezes;
  • decore diálogos curtos e procure fazer cada parte do diálogo com uma voz diferente;
  • leia e ouça assuntos do seu interesse: isso ajudará você a desenvolver o vocabulário necessário para falar sobre aquilo que você gosta; [Sobre isso leia o texto Você Sabe o Que é Narrow Reading?]
  • evite querer ser perfeito: o desejo de querer falar como se fosse um nativo mais atrapalha do que ajuda;
  • inspire-se em pessoas que não são nativos e mesmo assim falam inglês de modo natural e sem medo: se essa pessoa conseguiu, então você também consegue.

Enfim, de modo geral, o medo só pode ser vencido se você realmente quiser e fazer coisas que ajudarão você a desenvolver suas habilidades linguísticas.

» Leia também: 80 Dicas Para Aprender Inglês Sozinho

Conclusão

Falar para você não ter medo não resolverá muito. O medo é natural. No entanto, você precisa tomar uma atitude e vencer esse medo.

Quando eu comecei a estudar inglês também tive esse medo. Eu me sentia inseguro. Tinha medo de errar. Batia um desespero quando as palavras não surgiam da forma como eu gostaria. Enfim, o medo é comum. O que não comum é desistir por causa dele. O que não é comum é desistir por causa dos outros. Afinal, o seu sonho e sua vontade é FALAR INGLÊS; então, aprenda lidar com o medo e assim vencê-lo.

Artigos Relacionados
Comentários