Dicas Para Aprender Inglês

    5 Dicas Para Perder o Medo de Falar Inglês

    Dias atrás, em nossa página no Facebook, pediram para eu dar aqui no blog algumas dicas que sejam úteis para quem quer perder o medo de falar inglês. Intrigado com o o assunto, resolvi fazer três perguntas:

    • Você tem medo de falar inglês?
    • Por que você tem esse medo?
    • O que você faz para vencer esse medo?

    Recebi inúmeras respostas. Na maioria delas as pessoas diziam que têm medo de falar errado, medo de falar alguma bobagem, medo de ser julgado (avaliado) pela outra pessoa, medo de esquecer as palavras, medo de errar a pronúncia, etc. Foram várias as respostas. O interessante é que ninguém respondeu a terceira pergunta: O que você faz para vencer esse medo?

    Então, decidi levar em conta minha experiência (como aprendiz, professor, autor e pesquisador) e compartilhar com vocês algumas dicas que podem ajudar. Mas, lembre-se que essas dicas só serão eficazes se você colocá-las em prática. Não adianta dizer “vou fazer isso” e nunca fazer. Também não adianta dizer “isso é legal” e não fazer nada. Dizer algo como “essa dica é boa” e não tomar uma atitude não traz resultado. Ou seja, coloque-as em prática, caso contrário nada acontecerá.

    Seguem abaixo, portanto, cinco dicas simples para quem realmente quer perder o medo de falar inglês.

    5 Dicas Para Perder o Medo de Falar Inglês1ª Dica – Leia textos (ou mesmo sentenças) em voz alta. Acostume-se a ouvir sua própria voz em inglês. Isso ajuda você a melhorar a pronúncia, a memorizar palavras, expressões, sentenças, etc., e a ouvir você mesmo falando inglês sem achar estranho;

    2ª Dica – Quando possível grave-se ao ler um texto. Escolha um texto pequeno e fácil (pode ser um diálogo de um livro, o parágrafo de um texto) e leia-o repetidas vezes em dias diferentes. Grave cada leitura sua e compare as leituras desde o primeiro momento até o último. Leia e grave quantas vezes achar necessário e veja como você vai melhorando a cada leitura;

    3ª Dica – Crie diálogos entre duas pessoas e faça o papel de cada um deles. Você deve escrever o texto antes e praticá-lo em voz alta depois. Isso ajuda você a pensar em inglês, a estruturar as sentenças (gramática e vocabulário) e a vencer aquela ansiedade na hora de falar inglês;

    4ª Dica – Mantenha sua mente pensando em inglês. Quando estiver em uma fila, sala de espera, restaurante, ônibus, etc., pense em inglês. Descreva a roupa das pessoas, descreva as pessoas, repita mentalmente as placas dos carros (letras e números) é inglês, descreva os caminhos pelos quais você passa em inglês, etc. Enfim, faça de tudo para que seu cérebro se mantenha ativo com a língua inglesa. Isso ajuda você a ampliar o seu vocabulário em inglês;

    5ª Dica – Ao aprender uma estrutura gramatical, anote alguns exemplos e reescreva-os para que seu cérebro se acostume com a estrutura. Depois, reescreva o mesmo exemplo, mas trocando algumas palavras. Isso ajuda você a diversificar o modo como a estrutura gramatical é usada e faz com que a estrutura fique melhor fixada no cérebro. Isso é coisa de Abordagem Lexical: aprender a gramática de uso na prática.

    Essas são 05 dicas simples. Acredito que você pode começar a coloca-las em prática hoje mesmo. Não pense que elas são difíceis. Na verdade, tudo é uma questão de começar a fazer pelo menos uma delas. Com o tempo você se acostuma e logo começa a colocar em prática outra dica. Seu medo de falar inglês aos poucos vai diminuindo, você ganha mais confiança e, certamente, desenvolverá a fluência que você tanto deseja.

    Gostou dessas dicas!? Gostou mesmo!? Acha que elas podem ser úteis a outras pessoas!? Então, compartilhe-a com seus amigos e amigas no Facebook e no Twitter. Até a próxima! Take care!

    36 Comentários

    1. As dicas estão muito boas!! Já praticava todas menos a 2ª, achei interessante.

    2. BOM DIA,Prezado Denilso, comprei o livro 'porque assim e não assado', e adorei, mas gostaria de alguma dica sobre como usar as collocations apresentadas ali, para memorizar de maneira mais rápido, sem ter que ficar sempre lendo e relendo o livro. Por exemplo, eu gostaria de pregar na parede no quarto e etc…algo que deixe visivel a minha vista todo o tempo. Enfim, gostaria de uma dica que me ajude a memorizar as collocations, aguardo resposta.

    3. Bom dia, Anônimo! Obrigado por seu comentário!Bem! Sua pergunta é um tanto quanto interessante. Sua vontade de memorizar tudo, mais ainda. Porém, infelizmente, não é por meio da decoreba mecânica que você aprenderá os collocations.Como eu digo no livro, collocations é algo que você aprende naturalmente, com a prática da língua inglesa a cada dia. Ou seja, fazer uma lista e pendurar em uma parede só vai frustrar você. Afinal, o cérebro possui outras coisas com a qual se preocupar e a lista logo se tornará cansativa, sem sentido, estorvo, etc., etc.Minha dica: aprenda ao poucos. Vá com calma. Eu estudo inglês há mais de 20 anos e até hoje não aprendi todos os collocations com algumas palavras simples. A cada dia aprendo algo novo e assim vou melhorando cada vez mais e mais.Acho que é isso! Qualquer coisa, estou por aqui! Take care!

    4. Parabéns pela postagem! Eu sempre falo para os meus alunos lerem textos em voz alta e falarem sozinhos. Foi assim que 'destravei' a língua quando estava aprendendo inglês. Gostaria de convidá-los a visitar meu blog, chamado English in Brazil. Posto de tudo um pouco sobre o ensino e a aprendizagem da língua. teachercarinafragozo.blogspot.com. See you!!!

    5. Realmente as dicas são valiosas sê praticadas. Além de simples, podem ser bem eficazes. Lembrei que certa vez pronunciava errada a palavra insecure, depois de ouvi-la numa música, descobri como era fácil. Essa prática de gravar e ouvir, faz com que percebamos nossa evolução.Obrigada Denilso por sua dedicação em ajudar os autodidatas da língua inglesa.

    6. Oi,Denilson!Gostei muito das dicas!Escrevo um blog só sobre medo/vergonha de falar inglês e te convido a visitá-lo quando puder.Estarei dividindo as suas dicas no meu blog para os meus leitores também!Sucesso em 2012!!Hugs!:))

    7. Excelente dicas, Denilso.Destravei a língua para o inglês na marra, quando morei por 10 meses na Austrália. Fui para lá com um bom conhecimento de gramática e de vocabulário, mas tinha receio de falar. Só fui perder o medo porque lá eu tinha que me virar ou depender dos outros, então liguei o f… e rapidamente estava falando inglês(certo ou errado, mas falando).Há um ano passei a acessar o blog atrás de dicas para aperfeiçoar o meus conhecimentos na língua inglesa, mas percebi que elas também têm contribuído – e muito – no meu aprendizado de alemão.Muito obrigado!Parabéns pelo blog e muito sucesso!

    8. Denilson..vc poderia falar alguma coisa a respeito do uso de "make " e "do" ?abraço, sucesso e parabens pelo blog..

    9. Adorei o seu blog.Descobri hoje por acaso procurando por " Present Perfect", no qual tenho duvidas.Com suas dicas ficou mais fácil de entender.Já estou seguindo no twitter.Virei dar olhadinha aqui sempre!Thank's =D

    10. Oi Denilson, tudo bem? Onde encontro seus livros, quais sao as publicações, ebooks ja disponiveis? Se for PDF da pra usar em iPad… No aguardo.

    11. Corrigindo!! Não quero fazer parte do grupo que erra 😉 Foi falta de atenção!Oi Denilso, tudo bem?Gostaria de saber sobre as suas publicações, títulos, ebooks para comprar.No aguardo e muito obrigada!!

    12. Olá Denilso, sempre que possível, eu peço aos meus alunos que inventem algum diálogo, peço para que treinem e depois apresentem para os outros, e para minha máquina fotográfica/câmera. Na outra aula eu mostro a eles. Sempre há aquela típica resistência.. mas com o tempo eles não 'sofrem' tanto hahah Consome certo tempo mas acho que fazendo às vezes, o esforço vale a pena, porque além de tudo eles ouvem algo criado por eles e sentem que estão aprendendo.Adoroo seu blog! E sempre recomendo aos meus alunos e colegas de trabalho.Obrigada.

    13. Fiz muito a dica três e quatro, até hoje ainda pratico situações mentais para praticar meu ingles enquanto estou em algum lugar, já imaginei como seria uma briga de transito quando eu vi essa situação uma vez.

    14. Olá Denilso.Por incrível que pareça eu sofri desse mal ontem. E parece que essas dicas se encaixaram perfeitamente. Quando eu pensei em pesquisar-las vi seu poste no facebook.Então, tenho um inglês ótimo Listening (avançado) writing (intermédiario) e speaking (pré avançado). O problema é que eu sou um péssimo criador. Eu sei as palavras e expressões que devo usar mas na hora não sai nada mais do que um vocabulário intermediário, do dia-dia (besteiras). Meu speaking eu sei que é bom mas quando estou falando com uns amigos Estado Unidenses e Canadenses eles dizem que meu inglês é ótimo mas eu sei que não é o meu inglês natural, eu penso ué porque meu inglês é tão bom, entendo tudo mas na hora de falar eu fico tão nervoso e minha língua enrola?Obs: Eu já venho praticando essas dicas a um bom tempo Denilso, penso em inglês 24h por dia, ouço inglês 10 horas por dia, escrevo um texto por dia, estudo gramática a cada 2 e tenho conhecimento de muitas slangs e expressões idiomáticas, mas simplesmente na hora de falar não saem, quando eu estou conversando sozinho meu inglês flui tão normal, tão bom. Você acha que eu preciso de uma experiencia no exterior pra vencer esse meu medo? ou nervosismo na hora de falar?

    15. Sempre pensei e conversei sozinha em inglês e francês (que são as duas línguas que falo). Achava que eu tinha algum problema por estar fazendo isso (ter um pézinho no hospício ou algo assim) haha. Fiquei feliz agora! Não sou a única.

    16. Eu sempre gostei de falar comigo sozinha em inglês. Pensar em inglês, reclamar em inglês… é até engraçado esse último, porque, mesmo quando estou com meus amigos e tal, quando eu me assusto, ou acontece alguma coisa, eu digo "Oh,no!", ou "Oh, my Gosh" e eles ficam me zoando, mas sai naturalmente….Sobre o que fazer pra perder o medo:Uma vez eu estava no Pão de Açúcar, e tinha uma hora que só eu e minha prima falávamos português! Todas as outras pessoas em volta da gente falavam outras línguas (principalmente inglês e espanhol), e nem parecia que estávamos no Brasil! Só que eu, com medo e vergonha, não falei com ninguém, ou seja, não pratiquei meu inglês em meio a tantas oportunidades que tive lá. Saí de lá frustrada, porque perdi essa grande oportunidade!Uma semana depois, no Cristo, eu também fiquei com um pouco de medo, mas lembrei que, se eu não arriscasse, ia acontecer igual ao que aconteceu no Pão de Açúcar, eu ia sair de lá frustrada por ter perdido a oportunidade. Lembrado disso, logo tomei coragem e estratégica (rsrs) e comecei a puxar conversa com duas britânicas; Foi ótimo, pois eu falo inglês americano, mas sempre quis me envolver um pouco mais com o inglês britânico, e foi uma ótima oportunidade de treinar meu listening! E foi super legal, entendi absolutamente tudo! Então é isso que eu faço para perder o medo, eu penso que: se eu não arriscar, vou perder grandes oportunidades e vou me arrepender! =)E assim, eu arrisco, e tenho tido várias experiências maravilhosas com conversações com turistas de vários lugares do mundo! =D

    17. Gostei bastante das dicas e há um tempo praticava a quarta, pois sempre viajo muito e aproveito para ir pensando em inglês. Geralmente, vou descrevendo mentalmente em inglês como está sendo meu dia ou semana enquanto estou no ônibus viajando. Vou buscar colocar em prática agora a primeira e a quinta dica, que gostei bastante também.

    18. Olá Denilson. Qual é um bom gravador para que possa gravar as minhas lições (2ª dica).? Agradeço.

    19. Eu sou desse jeito. Curso faculdade de Letras e sei muitas coisas em inglês só que quando chega na hora de falar eu travo. Fico com vergonha de falar em inglês. 🙁 Vou tentar seguir essas dicas pra valer. Obrigada por nos ajudar sempre!

    20. Eu sempre faço a Quarta dica, alguns dias atrás, eu falei em inglês sem querer com o atendente do Mc Donalds, rs.

    21. Suas dicas são ótimas!! Eu estudo inglês há alguns anos e ano passado fiz um intercâmbio de 5 meses na Austrália…. o que foi ótimo para mim. Leio, escrevo e ouço em inglês com certa facilidade, mas na hora de falar eu travo! quando estava na Austrália, estava perdendo isso e já conversava em inglês com pessoas de vários países com certa fluência. Entretanto, depois que voltei para o Brasil, sinto que estou perdendo isso, pois não tenho com quem conversar em inglês…. vou seguir as suas dicas!!

    22. Good morning! How are you?

      Your tips are important! Sometimes I do some tips you have been teaching us.
      I am not afraid to speak english, mistakes happen, nobody is perfect, we are speaking another language that is not ours.
      We are not native speakers, we do not live there and mistakes can happen.
      They do not like to study portuguese and they think it difficult.
      Thank you once more for the tip.

      1. Thanks, Fátima! Don’t be afraid of speaking English. The more you practice, the better you become.

        😀

    23. otimas dicas vai me ajudar a perder esse medo de falar inglês.
      Obrigada!!!! *……….*

    24. That’s an awesome one, Sérgio! I guess I’ll write about it. Actually, I’ve already mentioned it on a tip here on the blog. Anyway, this technique is so awesome that it deserves a blog post. 🙂

    25. Dicas muito valiosas! Obrigada por compartilhar seu conhecimento! =)

    Botão Voltar ao topo
    Fechar