Como melhorar o vocabulário em inglês?

Como profissional de ensino da língua inglesa, minha especialidade é justamente a aquisição/ensino de vocabulário, tecnicamente “Lexical Acquisition and Teaching”. Tenho pesquisado muito esse tema desde 1998, meus livros e palestras (cursos e treinamentos) são a respeito disso. Eu simplesmente amo esse assunto. Curiosamente, notei que apesar dessa ser minha especialização, eu nunca escrevi muito aqui sobre como você pode melhorar o seu vocabulário em inglês. Então, vamos mudar um pouco isso.

Como muitos sabem, vocabulário é a base para o desenvolvimento da fluência em uma língua. Você pode saber muita gramática, mas se não tiver um bom repertório de palavras (um bom vocabulário), você não será capaz de se comunicar muito bem com as pessoas. Do que adianta saber regras e mais regras gramaticais e na hora de comunicar algo não ter as palavras certas para transmitir a ideia? É, portanto, realmente muito importante que você desenvolva um bom vocabulário caso queira ser fluente em uma segunda língua. Mas, como melhorar o vocabulário?

Os pesquisadores na área afirmam que se você souber as 2000 palavras mais usadas em inglês, você será capaz de se comunicar em cerca de 85% das situações cotidianas em um país de língua inglesa. O problema é que essas 2000 palavras não são aprendidas de modo isolado. Ou seja, não adianta pegar a  lista dessas 2000 palavras e achar que decorá-las será o suficiente para você falar inglês como um nativo. Então, o que fazer?

A dica que sempre damos é a seguinte: ao ler um texto preste atenção em como as palavras são usadas. Observe as expressões, as sentenças completas, as combinações e tudo mais. Em outras palavras não fique apenas nas palavras isoladas. Como exemplo veja o trecho abaixo:

Como melhorar o vocabulário em inglês?There are some advantages to not being elected President of the United States – like you can go to see the new “Twilight” movie without making a big fuss, which is exactly what Mitt Romney did this weekend.

Muita gente acha que saber cada uma das palavras acima é o bastante. A gramática também parece ser o suficiente para entender o texto corretamente. Você reconhece o uso de “there are” no começo do texto. Isso é o tal do “there to be”, o verbo “haver” em inglês. Daí você vai para o “some advantages”, que quer dizer “algumas vantagens”. Logo, “há algumas vantagens”. A próxima parte “to not being elected” confunde muita gente. Pois, querem saber por que o “to” está presente nessa parte? E também por que o verbo “to be” está escrito com –ing? Será isso o Present Continuous? Por quê?

O que descrevi no parágrafo anterior mostra o modo errado de se aprender vocabulário em inglês. Em outras palavras, analisar tudo parte por parte (palavra por palavra) não ajuda muito. Você pode pegar um dicionário e procurar o significado da palavra “fuss”, aprender o seu significado e achar que já está de bom tamanho. Na verdade, não está. Você precisa ir além. Então, como aproveitar melhor os textos e com eles melhorar o vocabulário em inglês? Veja abaixo os destaques que fiz no mesmo texto:

There are | some advantages to not being | elected President of the United States – like you | can go to see | the new “Twilight” movie | without making a big fuss |, which | is exactly what Mitt Romney did this weekend.

Agora vamos interpretar cada parte:

  • there are = há
  • some advantages to not being = algumas vantagens em não ser
  • can go to see = pode ir ver
  • without making a fuss = sem causar confusão
  • is exactly what … did this weekend = é exatamente o que … [fez, fiz, fizemos] neste fim de semana

Veja que separamos alguns conjuntos de palavras que só fazem sentido quando analisados/interpretados dentro do conjunto. Sabendo o uso e o significado desses pedaços (chunks) você compreende melhor o texto. E ao aprender esses pedaços (chunks) e seus usos você acaba melhorando o seu vocabulário e sua fluência em inglês. Para não ficar só nisso, você pode ainda procurar mais exemplos com essas combinações:

  • There are also some advantages to not being that beautiful.
  • There might be some advantages to not being a genius.
  • There are a few cinemas in Luanda where you can go to see a film.
  • Isn’t there a page where you can go to see all the products?
  • We always do this without making a big fuss about it.
  • They solved the whole problem without making a big fuss about it.
  • This is exactly what I did this weekend.
  • Beautiful Friday evenings call for long walks by the Potomac, which is exactly what we did this weekend.

Quando você aprender a ver os conjuntos, o seu cérebro assimila melhor as informações: contexto, significado, uso, etc. Você não foca apenas em uma palavra ou outra. Você se acostuma a ver o todo. Isso é o que faz a diferença na evolução (desenvolvimento) de seu aprendizado de vocabulário. Quanto antes você aprender a aprender assim melhor. Não prenda-se a uma palavra isolada, procure enxergá-la no conjunto, interprete o conjunto e aprenda de modo diferente.

Espero que tenha gostado da dica. Qualquer coisa, deixe um comentário na área logo abaixo.

Artigos Relacionados
Comentários