O que fazer para ser fluente?

Esta é mais uma daquelas perguntas que considero irritante. Vez ou outra, alguém me pergunta o que fazer para se tornar fluente em inglês. Nas entrelinhas, a pergunta quer dizer o seguinte: “o que faço para ir dormir hoje e acordar amanhã com o inglês na ponta da língua?“.

Geralmente, quem faz tal pergunta acha que há uma super fórmula secreta que o ajudará a falar inglês fluentemente em um passe de mágica. Se você pensa desta maneira, tenho uma notícia para te dar: esta fórmula mágica ou chave da felicidade simplesmente não existe.Então o que fazer para ser fluente em inglês?

Primeiro, tenha em mente que leva tempo para se tornar Fluente. Ninguém vai para cama hoje e acorda no dia seguinte falando inglês com perfeição e eficiência. Para algumas pessoas a tão sonhada e desejada fluência pode nunca chegar. Para outros, ela pode chegar em um ano, dois anos, três anos… Mas isto depende de alguns fatores cruciais no aprendizado.

Segundo, motivação faz uma diferença em tanto. Se você estiver realmente motivado você se envolverá com a língua. Envolver-se com a língua é cercar-se dela o tempo todo. Mesmo quando você não está no seu curso de inglês. Por exemplo, procure ler em inglês; procure narrar o seu dia para você mesmo em inglês; quando quiser falar sozinho, fale em inglês; se tiver um amigo que também estuda inglês, fale inglês com ele; mantenha um dicionário personalizado de palavras e expressões – um caderninho no qual você anota expressões interessantes que você aprende ao longo do dia; escute em inglês. Envolva-se com a língua e procure manter contato com ela sempre que possível! No entanto, para que isto seja possível, motivação será a chave do sucesso.

Terceiro, avalie-se! Faça uma auto-avaliação sempre que possível. Antes de criticar seu cursinho de inglês ou seu professor, veja se você está procurando se envolver com a língua e fazendo a sua parte.

O quarto ponto é baseado no pensamento do filósofo alemão Friedrich Nietszche: a missão de aprender algo cabe “quase” que exclusivamente ao aluno, não ao professor. É o aprendiz que deve se esforçar para atingir um alto nível; o mestre apenas mostra o caminho, dá as dicas, aconselha e ajuda o aprendiz a evitar os erros cometido pelo próprio mestre. Cabe ao aprendiz tomar uma atitude pró-ativa e fazer a diferença.

Em resumo, tenha paciência, esforce-se, tome uma atitude e corra em busca da fluência! Enquanto você ficar tentando encontrar a fórmula secreta e continuar com reclamações e resmungos, simplesmente não chegará a lugar nenhum! Leia um pouco mais sobre isso em “Quanto tempo leva para ser fluente em inglês?“.

That’s it! Take care!

Artigos Relacionados
Comentários