O que é uber? O que significa uber?

Você certamente já ouviu falar do aplicativo Uber, não é mesmo? Já até sabe das confusões que andam rolando em alguns cantos do mundo por causa dele. Mas, você sabia que, além de ser o nome de um aplicativo, uber é também uma gíria em inglês? Continue lendo para aprender o que é uber e como usar essa palavra.

Para início de conversa, uber (ou über) é uma palavra de origem alemã que equivale ao “above” em inglês (acima, em cima, de cima, sobre):

  • Ich sehe die Sterne über mir. (Eu vejo as estrelas acima de mim.)

O que é uber?Mas, no inglês americano falado uber chegou como gíria e seu significado é: “super”, “extremamente”, “o melhor”, “o top”, “máximo”, “supremo”. Enfim, uber é usado para se referir a algo que está acima de qualquer outra coisa. Leia os exemplos a seguir para entender melhor isso.

  • I’m uber confused. (Estou super confuso.)
  • His dad’s an uber carpenter. (O pai dele é um super carpinteiro.)
  • Their band is uber hip. (A banda delas é a top das tops.)
  • The uber-model Gisele Bündchen will be there. (A super modelo Gisele Bündchen estará lá.)
  • Her Family is uber-billionaire. (A família dela é mega bilionária.)
  • That was the first time I went to an uber fancy restaurant. (Foi a primeira vez que eu fui a um restaurante hiper mega chique.)
  • I’m part of the uber intellectuals who live in this world. (Eu faço parte dos intelectuais supremos que vive neste mundo.)
  • Wow! That was uber lame! (Nossa! Isso foi super péssimo!)

Bom! Espero que os exemplos tenham ajudado você a saber o que é uber e como usar essa gíria em inglês. Mas, continue lendo, pois ainda tem mais!

Em inglês, uber pode ser escrita também como na grafia alemã: über. Além disso, podemos escrevê-la junta à outra palavra, separada por um espaço ou por um hífen: ubercarpenter, uber carpenter ou uber-carpenter; übermodel, über model ou über-model.

No que se refere ao inglês, acabei! Mas, caso você esteja se perguntando por que o aplicativo Uber tem esse nome, continue lendo!

o que é uberOs criadores do aplicativo o batizaram como Ubercab. Como você bem sabe, cab significa táxi. Portanto, Ubercab em português seria algo como Supertáxi. A ideia dos fundadores era por meio do aplicativo oferecer um serviço de transporte que estava acima da qualidade do mesmo serviço oferecidos pelos táxis convencionais.

Mas, lá em San Francisco, California, USA, onde tudo começou, eles foram considerados uma empresa de táxi convencional que operava sem as devidas licenças. Estavam operando ilegalmente! Assim, a prefeitura de San Franciso determinou que eles interrompessem as operações ou mudassem algumas coisas. Foi aí que tiveram a ideia de retirar a palavra cab do nome e ficaram apenas com Uber. E foi assim que o Uber nasceu, ganhou o mundo e arrumou muita confusão.

Para encerrar, saiba que a palavra über vem do grego ὑπέρ (híper) e chega no latim como super. Portanto, o nosso super tem tudo a ver com o über. Super legal, né? Ou, uber cool, huh? Antes de encerrar de vez, lembre-se que em inglês, uber é uma gíria, portanto, evite usá-la em contextos formais!

Well, that’s it, guys! Depois de tudo isso, eu tenho certeza que você poderá dizer por aí que o Inglês na Ponta da Língua is über-informative. 😀

O que significa Bye, Felicia?

Para quem gosta de aprender expressões em inglês, gostará desta dica. Eu acho! Afinal, aprenderá o que significa Bye, Felicia e também outras coisas sobre ela. Acredite se quiser, mas essa expressão tem conquistado notoriedade; portanto, vale a pena ficar por dentro.

O que significa Bye, Felicia?

Para início de conversa, “Bye, Felicia” é um modo sarcástico de algo como “cai fora!” ou “vê se some!”. Dependendo da situação também pode ser “já vai tarde!” ou “se é por falta de tchau, adeus!” Para facilitar vamos imaginar uma situação.

o que significa bye, feliciaDigamos que uma pessoa irritante  esteja no mesmo local que você. Todas as vezes que você diz algo ou tenta fazer algo a pessoa dá um jeito de interromper. Você suporta a situação por educação! Em determinado momento a pessoa decide se despedir e avisa a todos que está indo embora. Você (ou outra pessoa), então, de modo bem sarcástico dá aquela olhada fenomenal de quem não dá a mínima e diz “Já vai tarde!” ou “Se é por falta de tchau, adeus!”.

A ideia é mais ou menos por aí! Até o final desta dica você vai entender melhor!

Pois bem! O fato é que no inglês americano o que as pessoas andam dizendo nesse momento é a expressão “Bye, Felicia!”.  Isso é dito de modo bem sarcástico e irônico. Se você quiser ter uma ideia de como isso é pronunciado, assista ao vídeo abaixo.

Bye, Felicia! na prática

Para melhorar um pouco mais, esse “Bye, Felicia!” também foi dito por alguém dentro da White House enquanto o presidente estadunidense (ou norte-americano) Barack Obama discursava e alguém resolveu interrompê-lo. Veja a confusão toda no vídeo abaixo. O “Bye, Felicia” pode ser ouvido em 1:47.

Muita gente fez brincadeira com isso aqui no Brasil. Chegaram a dizer que a pessoa no vídeo do Obama disse “Vai, Corinthians!”.  Algo bem estranho de se dizer no contexto! Portanto, saiba que não tem nada ver! O que a pessoa realmente disse foi “Bye, Felicia!”.

Mas, quem é Felicia? De onde surgiu essa expressão?

Temos de voltar ao ano de 1995, quando um filme chamado Friday chegava aos cinemas. Ice Cube era Craig Jones e Chris Tucker, Smokey. Os dois estavam desempregados e tinham de se virar para pagar 200 dólares a um traficante no prazo de 24 horas.

Em determinado momento uma viciada chamada Felicia (interpretada por Angela Means) procura os dois. Ela quer pegar o carro de Smokey emprestado e também tentar arrumar um cigarrinho do capeta (de maconha). Smokey diz para ela sumir dali e deixá-los em paz (Get the hell on, Felicia!).

Ela então vira-se para Jones. Como o sujeito tem problemas bem maiores que o dela, ele não dá a mínima para o que ela diz e resolve mandar ela cair fora dizendo “Bye, Felicia”. O diálogo que ocorre na cena é o seguinte:

Felicia: Let me borrow a joint.
Smokey: You need to borrow a job with your broke ass. Always trying to smoke up somebody’s shit. Get the hell on Felicia.
Felicia: I’m gonna remember that.
Smokey: Remember it. Write it down. Take a picture. I don’t give a fuck!
Felicia: Craig?
Craig Jones: Bye, Feliscia.
Felicia: Damn. Y’all stingy.

E a cena é a que está no vídeo abaixo:

De 1995 para cá, a expressão foi sendo usada por algumas pessoas. Aos poucos ela cresceu e hoje está praticamente na boca de todos. Depois do incidente na Casa Branca, o “Bye, Felicia!” certamente ganhou ainda mais fama. Portanto, vale a pena saber a respeito. Eu acho! 🙂

Recentemente, Ice Cube, em uma entrevista, falou sobre essa expressão. As palavras dele foram:

I mean, ‘Bye, Felicia,’ right now, that is the phrase to get anybody outta your face [who’s] saying something stupid. Just, ‘Bye, Felicia.’”

Bom! É isso, pessoal! Agora você já sabem o que significa Bye, Felicia e também a origem da expressão. Se vão usá-la ou não, fica a critério de cada um. Até a próxima! 😀

Diferentes Modos de Dizer Mãe em Inglês

Mãe em Inglês

Você sabe que mãe em inglês é mother, não é mesmo? Não há nada de novo nisso! A gente nem precisa fazer curso de inglês para aprender isso. Mas, será que você sabe outras maneiras para dizer mãe em inglês? Continue lendo esta dica para aprender.

Além de mother, é bem provável que você também conheça as palavras “mom” e “mum”. Sendo “mom” é mais comum no inglês americano e “mum”, no inglês britânico. Mas você sabia que em algumas regiões da Inglaterra e na Irlanda, o mais comum é dizer “mam”?

mãe em inglêsEmbora a escrita seja diferente, as palavras “mom”, “mum” e “mam” possuem pronúncias quase idênticas. Muda muito pouco! Portanto, não se preocupe com essas diferenças. Você certamente já deve estar pronunciando isso do jeito certo.

Mas, calma! Ainda tem mais!

Dependendo de onde você estiver – ou seja, a região onde o inglês é falado –, você poderá ouvir as seguintes palavras:

  • mommy
  • mummy
  • mammy
  • motha
  • momma
  • ma
  • mater
  • madre
  • mama
  • maw

Qual a diferença entre elas todas?

Bom! Digamos que o pessoal acha a palavra “mother” um tanto quanto formal. Assim, eles preferem termos mais carinhosos para se referir àquela pessoa especial de nossa que tanto amamos. Isso significa que geralmente os termos mais afetuosos serão usados no âmbito familiar. Já em situações mais sérias o termo “mother” certamente é o melhor a ser usado.

Além dessas maneiras acima, saiba que em inglês as pessoas adoram usar outros termos para se referir à mãe quando estão em ambientes mais informais. Assim, você poderá ouvir palavras tipo:

  • Household CEO (a chefe da família)
  • Masters & PhD in Patience (Mestra e Doutora em Paciência)
  • Familial Law Enforcer (Agente da Lei Familiar)
  • Playground Medic (Médica de Playground)
  • English Language Educator (Educadora de Língua Inglesa)
  • Non-TV Activity Coordinator (Coordenadora de Atividade Não-televisiva)
  • Fast Food Chef (Cozinheira de Lanches Rápidos)
  • Chief Monster Hunter (Chefe Caça de Monstros)
  • Doll Doctor (Médica de bonecas)
  • Manners Expert (Especialista em Bons Modos)
  • President of Waste Management (Presidente de Prevenção de Perdas)

Enfim, brincadeiras à parte, essas coisas só servem para mostrar que as mães são realmente muito importantes em nossas vidas. Seja lá na língua que for.

That’s it! Agora você já sabe diferentes modos de dizer mãe em inglês. E não se assuste se você encontrar alguma outra palavra por aí para se referir a ela. Afinal, tudo é possível! Até a próxima, turma! 😀

Como dizer TPM em inglês?

TPM, sigla para Tensão Pré-Menstrual. Nem é preciso falar mais nada. Afinal, a maioria sabe muito bem o que é isso! Portanto, a pergunta é: como dizer TPM em inglês?

O termo (ou, a sigla) mais comum por lá é PMS (Premenstrual Syndrome). Mas, é possível encontrar também a sigla PMT (Premenstrual tension).

  • What can women do to get rid of PMS? (O que as mulheres podem fazer para se livrarem da TPM?)
  • Is my PMS normal? (Minha TPM é normal?)
  • What are the symptoms of PMS? (Quais são os sintomas da TPM?)
  • Stomach cramps. Lower back pain. Tender breasts. Fatigue. Bloating. Anxiety. Depression. Irritability. Mood swings. If you’re a woman, you know what those symptoms add up to: PMS. (Cólicas. Dores nas Costas. Sensibilidade nos seios. Cansaço. Inchaço. Ansiedade. Depressão. Irritabilidade. Mudanças de humor. Se você é mulher, você sabe o que esses sintomas significam: TPM.)
  • The effect of PMS is different for each woman. (O efeito da TPM é diferente em cada mulher.)

Como Dizer TPM em Inglês?Caso a ideia seja dizer estar de TPM, então em inglês será have PMS.

  • She’s having PMS. (Ela está na TPM.)
  • How do you deal with a girl when she’s having PMS? (Como lidar com uma garota quando ela está na TPM?)
  • Do you take anything when you’re having PMS? (Você toma alguma coisa quando está de TPM?)

Lembre-se  que agora estamos também no Youtube!
Clique aqui e inscreva-se em nosso canal!

Apenas para constar, vale ainda dizer aqui que menstruação em inglês é period (tem também menstruation, mas period é o termo mais usual). Já para ciclo menstrual, diga menstrual cycle.

Agora digamos que a ideia seja dizer estar menstruada, o que dizer? Aí a combinação de palavras será be on one’s period. Claro que dizer estar menstruada soa muito forte e direto. Portanto, a solução é traduzir por estar naqueles dias.

  • She’s on her period. (Ela está naqueles dias.)
  • I’m on my period. (Estou naqueles dias.)
  • How to make a woman feel better while she’s on her period? (Como fazer uma mulher se sentir melhor quando ela está naqueles dias?)

Anote aí que para amenizar a expressão é comum algumas mulheres dizerem I’m delicate. Isso soa bem menos direto do que dizer I’m on my period. O contexto sempre deixará claro o que a pessoa quer dizer. Outras expressões menos diretas são:

  • Aunt Flo is visiting.
  • AF is visiting.
  • AF came today.
  • Aunt Flo and cousin Red are visiting.
  • I’m riding the crimson wave this week.
  • I’m on my time of the month.

Por fim, saiba que em inglês há também gírias não muito legais para se referir a isso. Uma é be on the rag, que pode ser traduzida como estar de chico, estar de bode, estar do jeito que o vampiro gosta, estar com calcinha de toureiro, estar trabalhada na hemoglobina, estar contra calça branca e outras tantas expressões que há em português. Para o período menstrual, ou mesmo a TPM, a gíria pode ser rag week. Mas, lembre-se: on the rag e rag week pode soar como ofensas; portanto, evite usá-las.

Chega, né? Já deu para aprender muita coisa! Caso você queira aprender mais termos, recomendo que leia   uma lista de words and expressions for menstruation around the world. Aqui no Inglês na Ponta da Língua, esse assunto já deu o que tinha que dar. 🙂

Gírias em Inglês: O que é clipping?

Gírias em Inglês: vale a pena aprender ou não? Esse foi o título de uma dica publicada aqui no Inglês na Ponta da Língua dias atrás. Nela a minha intenção era mostrar que temos de tomar cuidado com essa coisa de aprender gírias em inglês. Afinal, dependendo do ambiente, das pessoas, da situação não qual estivermos, elas nem sempre são apropriadas. Portanto, de certa forma, todo cuidado é pouco.

No entanto, há gírias que são usadas com tanta frequência e por tantas pessoas que nós, estudantes de inglês como segunda língua (ou língua estrangeira), temos de estar atentos a elas. Temos de ser capazes de entendê-las e até mesmo usá-las, claro, quando apropriado. Um tipo de gírias que não ofende ninguém e que é muito usado é conhecido como clipping. Mas, afinal o que é clipping?

Clip significa cortar. Logo, clipping tem a ver com o fato de você cortar uma palavra e usar apenas uma parte dela para se referir a algo. O interessante é que algumas palavras que passam pelo processo de clipping e que são consideradas gírias podem simplesmente se tornar palavras comuns em inglês e nem são mais vistas como gírias. Um exemplo disso é a palavra bus (ônibus). Originalmente, o termo era omnibus, mas acabou sendo cortada (clipped) para bus. Tem ainda a palavra flu (gripe) cuja versão completa é influenza.

Quando a palavra original é tida como difícil de ser pronunciada ou um tanto quanto formal, as pessoas logo dão um jeito de cortá-la (reduzi-la) para ficar mais fácil. E assim a língua vai ganhando novas palavras por meio de gírias criadas pelo processo de clipping. Um exemplo curioso é a palavra pizza que é cortada para um simples za (pronúncia-se za). Portanto, se você ouvir alguém dizendo “Hey, let get some za“, não se assuste.

Gírias em Inglês: ClippingsSe alguém perguntar “what’s your fave color?“, lembre-se que “fave” é a forma curta de “favorite“. Tem ainda as palavras (gírias) “cause” e “coz” que são as formas curtas (clipped) de “because“. Seguem abaixo outras gírias criadas por meio do processo de clipping e que são usadas com certa frequência em inglês:

  • congrats (congratulations) [parabéns]
  • do (hairdo) [penteado]
  • fab (fabulous) [maravilhoso, incrível, fantástico, fabuloso]
  • ‘rents (parents) [pais]
  • info (information) [informação, informações]
  • decaf (decaffeinated coffee) [café descafeinado]
  • limo (limousine) [limosine]
  • fridge (refrigerator) [geladeira]
  • zine (magazine) [revista]
  • pic (picture) [foto, imagem]
  • rep (reputation) [reputação]
  • fam (family) [família]
  • legit (legimate) [legítimo]

Para ajudar você a entender melhor essa ideia de clipping, assista ao vídeo abaixo. Nele você verá a prof. Anne Curzan, da Universidade de Michigan, falando sobre clipping e como as palavras que são consideradas gírias em inglês podem ganhar lugar na língua do dia a dia. Devo acrescentar ainda que este vídeo está sendo compartilhado aqui com a devida permissão do College of Literature, Science and Arts da Universidade de Michigan, por meio de uma parceria de troca de conteúdos firmada entre o Inglês na Ponta da Língua e a University of Michigan.

Abaixo do vídeo você encontra a transcrição do mesmo. Aproveite!

Slang plays with words. It’s part of what makes it rebellious. It’s also part of what makes it very fun.

So, we can say I’m going to go spend time with the fam. so I can hang out with the rents. Or we can go get some za because maybe it’s delish. Or we read zoned, but maybe we think zines are ridic. Or we can go get a mani or a pedi because you’re taking good care of your bod.

Linguists call this clippings. And we can shorten words by clipping something off the front, as in rents from parents. Or we can clip off the end of a word: fam for family.

I’m very interested in a set of very slangy clippings right now, where young people are clipping off the end and than adding an s. So, whatever becomes whatevs; totally becomes totes; probably become probs; and then we have haps, which may come from happenings so there’s an s on it, and the expression “what’s the haps?”.

Now, while many of these slang words are new, the process of clipping is not new. And some of you may have been thinking that when I used the word bod and you may have been thinking “that been around for a while”, which it has. It’s been around since at least the 1940s.

And, in fact, there are clippings that are no longer slangy or colloquial to us; they’ve become standard. so if you think about clippings like phone from telephone, or gym from gymnasium, exam from examination, a mic, a limo. All of these are clippings but most of them now don’t feel like slang. In fact, I can’t remember the last time I said I was going to go buy gasoline as opposed to getting gas.

So it’s important to remember when you hear these clippings that young people are using in slang that it’s not that we aren’t using clipping in the language all the time. and some of these slangy clippings will stick, many of them will not. But some of them will just become unnoticed in the language, the same way that we now have the flu, and the phone, and the deli.

Gírias em Inglês: aprender ou não?

Com certa frequência, recebo pedidos de pessoas que querem que eu fale sobre gírias em inglês. O desejo dessas pessoas é que eu faça uma lista das gírias mais usadas no dia a dia da língua inglesa. Mas, será que aprender gírias em inglês é realmente algo que vale à pena? Até que ponto aprender e usar gírias é realmente válido? Nesta dica vou falar sobre isso e ajudar você a entender melhor este assunto.

Aprender Gírias em Inglês: sim ou não?

Diante dos inúmeros pedidos, eu poderia fazer aqui uma lista de gírias sem problema algum. Afinal, é só compilar o material e publicar. Mas, como profissional de ensino de inglês, eu devo dizer que aprender gírias em inglês – ou em qualquer outra língua – pode ser, e geralmente é, algo bem complicado. Afinal, as gírias devem ser sempre usadas com cuidado e moderação. Vejamos isso!

Em português, conheço inúmeras gírias: verme (pessoa imprestável), bundão (pessoa medrosa ou pessoa idiota), chapado (bêbado, drogado), magrela (bicicleta), gororoba (comida ruim), miar (dar errado), paia (mentira, conversa fiada), papo reto (conversa direta e sem meios termos). Mas eu e inúmeras outras pessoas que conheço não usamos essas gírias no nosso dia a dia.

Ao dar uma palestra, eu não falo algo como: “aí, cambada, papo reto com vocês sobre essa parada aqui“. Isso não soará muito bem no ambiente. Pois, não se espera que um palestrante fale dessa maneira.Portanto, muitas vezes as gírias não são bem vindas.

Gírias em InglêsPor outro lado, ao falar com meus familiares e amigos, posso usar algumas gírias. Assim, posso dizer a um amigo algo como “a parada lá miou!“. Meu amigo e eu compartilhamos o assunto, sabemos do que se trata; logo, compreendemos o que está sendo dito. Claro que há gírias que não usarei com todos os meus amigos e familiares. Algumas são restritas a um grupo de amigos específicos.

Como você pode ver, o uso de gírias em português é algo que exige cuidado e bom-senso. Esse cuidado e bom-senso, nós adquirimos ao longo da vida. Como falantes da língua portuguesa e também conhecedores de nossa cultura, nós sabemos quando é apropriado usar gírias ou não. Para isso, levamos em conta o ambiente (local), o grupo de pessoas com o qual falamos, o fato da gíria ser conhecida para aquele grupo e coisas assim. Esse conhecimento nós adquirimos naturalmente e sabemos a hora certa de usar ou não.

Falando sobre Appropriateness

Em Linguística, esse conhecimento natural é chamado de appropriateness. Essa palavra feia serve para indicar que você, estudante de inglês, precisa aprender/saber se uma palavra ou expressão é apropriada para uma determinada situação (contexto).

Por incrível que pareça, appropriateness é algo que muito estudante de inglês ignora. Não por que querem, mas por achar que o que ouvem por aí vale para tudo. Como assim?

Ao assistir a um filme, um estudante de inglês pode ouvir as palavras “douche bag” e “scumbag” e ler a tradução na legenda como “idiota“, “tapado“, “babaca“, “imbecil“, “otário“. Esse estudante pode então achar que essas palavras podem ser usadas em toda e qualquer situação. No entanto, é preciso tomar muito cuidado! Pois, essas duas palavrinhas aparentemente inofensivas são consideradas extremamente rudes em inglês. Logo, o uso delas não é apropriado em todos os cantos onde se fala inglês.

Assim, é bom saber que as gírias em inglês podem muitas vezes parecer inofensivas para nós, mas podem soar extremamente ofensivas para os falantes nativos.

Um outro exemplo é a palavra “jugs“, uma gíria para “seios grandes“; mas é considerada grosseira e ofensiva. Outra é “jerk around“, cujo significado mais comum é “passar o tempo sem fazer nada“; no entanto, devido à presença da palavra “jerk” que remete ao ato da masturbação, seu uso deve ser evitado em todas as situações. É preciso saber quando é apropriado usá-las. Para um estudante de inglês como segunda língua, o melhor é nunca usá-las. Evitando assim passar a imagem de grosso, mal educado, deselegante.

Outro problema das gírias

Claro que nem todas as gírias são ofensivas, grosseiras, pesadas e coisas assim. Um exemplo é “pin“, uma gíria usada para se referir à perna. É inofensiva! Assim, você pode dizer “what happened to your pin?” (o que aconteceu com as pernas dele?). O problema é que essa gíria não é conhecida em todos os cantos onde o inglês americano é falado. Trata-se de uma gíria restrita a uma região ou grupo de pessoas. O mesmo vale para calaboose (cadeia), kvetch (reclamar), pillowed (grávida), yazzihamper (pessoa insolente) e outras tantas. São gírias usadas por algumas pessoas em alguns locais e não por todos os falantes de inglês americano. O melhor fazer é ficar com as palavras neutras: leg, jail, complain, pregnant, obnoxious person.

Algumas gírias são bem conhecidas e usadas por praticamente todos os falantes nativos da língua. Algumas dessas já até fazem parte dos dicionários e são ensinadas sem problemas. Mas, temos sempre de manter em mente se o uso delas é apropriado ou não em determinada situação. Por exemplo, a gíria dude serve para dizer “cara” (pessoa). Ela é tão comum que aparece em seriados, filmes, músicas, etc. Muita gente a aprende e até diz algo como “what’s up, dude?” (E aí, cara?). Todavia, trata-se de uma gíria informal que ninguém a usaria em uma reunião de negócios ou ao conversar com um agente de imigração ou um policial. Ou seja, melhor não usar dude.

De modo geral, aprender gírias em inglês é interessante. Elas fazem parte da língua. Você precisa entender o que as pessoas dizem e elas usarão gírias uma vez ou outra. Portanto, aprenda gírias. Saiba o que elas significam. Mas, acima de tudo, procure saber se a gíria que você aprende é apropriada ou não em determinada situação ou ao falar com determinado grupo de pessoas. Só assim você estará realmente aprendendo gírias em inglês.

Por fim, lembre-se sempre do seu nível de conhecimento da língua inglesa. O uso das gírias costuma cair bem com pessoas que já são capazes de falar inglês fluentemente. Um estudante básico ou intermediário tentando usar gírias pode soar estranho. Assim, leve sempre em consideração o seu próprio nível de inglês. Isso também ajuda você a soar mais natural e à vontade com as gírias.

Agora que falei sobre o lado mais técnico das gírias em inglês, sinto-me mais à vontade para, vez ou outra, compartilhar algumas gírias por aqui.

That’s all for now, guys! Take care and keep learning!

Gírias com Números em Inglês – Melhorando seu Vocabulário em Inglês

Nesta dica você aprenderá algumas gírias com números em inglês. Embora as gírias possam às vezes não serem bem vindas em certos momentos (contextos), as dicas desta dica não causarão mal a ninguém. Mas, lembre-se que assim como qualquer outra gírias, essas também só deverão ser usadas em contextos muito informais e somente quando há uma afinidade/amizade maior com as demais pessoas.

Para saber um pouco mais sobre o que penso a respeito dessa coisa de aprender gírias em inglês, recomendo que leia a dica Gírias em Inglês: aprender ou não?

Gírias com Números em Inglês

Geralmente em se tratando dos números em inglês, nós aprendemos apenas a lê-los em determinadas situações. Fora isso, ninguém dá muita atenção aos números. Assim, muitos não percebem que os números também são usados como uma forma de se fazer entendido, de expressar ideias diferentes. Nessas horas é preciso saber o que esses números significam; pois, eles não se referem aos números em si. Eles se referem sempre a uma ideia que está por trás. Continue lendo para entender melhor!

180

Um exemplo disso é 180 (lê-se one-eighty) que no inglês americano significa algo como “reviravolta”, “mudança de opinião”, “mudança de ideia”. Assim, quando você quiser dizer algo como “Nossa! Que reviravolta!” poderá falar “Wow! What a 180!”. Também é possível dizer “I did a 180 and decided to go with them” (eu mudei de ideia e decidi ir com eles). Portanto, para dizer “mudar de ideia” você pode usar a expressão “do a 180”.

Gírias com Números em Inglês

411

Outro número interessante usado nos Estados Unidos é 411 (lê-se four-one-one). Esse era (e ainda é em algumas cidades) o número para o qual você ligava (liga) caso precisasse (precisa) saber o telefone de alguém. Ou seja, era o número para pedir informações; logo, “411” significa “informações”. Dessa forma, você pode dizer “I need more 411 on that” (preciso de mais informações sobre isso) ou “if you need further 411, please get in touch” (se você precisar de mais informações, entre em contato).

2-10

Agora digamos que alguém diz “I have to take the 2-10 to work today”, o que você entende? Pense bem! Você tem dois pés e dez dedos neles. Portanto, “take the 2-10” significa “caminhar”, “ir andando”. Trata-se de uma forma diferente de dizer que você vai a algum lugar à pé. A sentença no começo deste parágrafo pode ser traduzida assim “eu tenho de ir à pé para o trabalho hoje”.

304

304” (lê-se three-oh-four) é algo que você certamente não faz ideia. Mas, a partir de hoje saberá do que se trata. Você tem uma calculadora aí perto de você? Então, digite “304” nela e depois vire a calculadora de cabeça para baixo. Com um pouco de imaginação você verá a palavra “hoe” (h0E), que significa “p*ta”, “vagabunda”, “cadela”, “piranha”, etc. Ou seja, uma mulher de reputação questionável. Assim, se alguém diz “she’s a 304”, estará xingando a mulher em questão de “p*ta”.

313

Agora digamos que você descreve uma região da sua cidade como “313” (lê-se three-one-three). Isso significa que a região mencionada é extremamente perigosa. Trata-se daquele bairro barra pesada onde a criminalidade impera. A pessoa pode até entrar, mas sair é uma incógnita.

24/7

Um número usado com frequência é “24/7” (lê-se twenty-four-seven). Isso refere-se a algo que acontece o tempo todo: 24 horas por dia, 7 dias da semana. Assim, “I think of you 24/7, babe” significa “eu penso em você o tempo todo, meu amor”. Você que estuda inglês dia e noite pode, por exemplo, dizer “I study English 24/7”.

9-2-5

Outro número que vale a pena mencionar é “9-to-5”, às vezes representado por 9-2-5. Se você diz que alguém tem de arrumar um 9-to-5, estará dizendo que a outra pessoa precisa arrumar um emprego. 9-to-5 refere-se ao horário normal de trabalho em muitos países de língua inglesa. Ou seja, a pessoa entra às 09:00am e sai às 05:00pm (they work from nine to five).

101

Por fim, temos “101” (lê-se one-oh-one). Esse é usado para dizer que algo é tão básico que qualquer pessoa saber fazer ou entende a respeito. Por exemplo, “you should know how to boil an egg; that’s cooking 101” (você deve saber como cozinhar um ovo; isso é o básico do básico na cozinha) ou “the verb to be is very easy – that’s English 101” (o verbo to be é muito fácil – isso é o básico do inglês).

Enfim, fique de olho em músicas, filmes e seriados. Você certamente encontrará outros números enigmáticos sendo usados por aí. Aprenda-os! Afinal, you never know if a 304 from a 313 will try to get a 411 from you somewhere. So, study English 24/7 even if you have to take the 2-10 to school. This is English 101, man. And sometimes you’ll have to do a 180 if necessary. Take care!

O que significa I’ve got your number?

O que significa I’ve got your number? Você deve estar pensando que a resposta a esta pergunta é algo muito simples, não é mesmo? Deve estar até achando que nem vale ler a dica até o fim! Afinal,  essa é uma frase que qualquer aluno iniciante consegue entender o que significa. Interpretando palavra por palavra, é bastante óbvio o que ela significa. Mas, cuidado! Não se deixe enganar!

I’ve got your number: significado e uso

I’ve got your number é uma expressão usada em inglês quando queremos dizer que a pessoa não pode mais nos enganar. Ou seja, nós sabemos que ela vive aprontando alguma coisa e que agora não adianta ela posar de santa; pois, já sabemos que ela não é de tanta confiança.

I've got your number!Uma expressão que usamos muito em português nesse contexto é quem não te conhece, que te compre. Mas, em gluns momento também podemos traduzir por sei bem qual é a tua ou tô sacando a sua.

Exemplos

  • I know what you’re up to. I’ve got your number. (Eu sei o que você anda aprontando. Quem não te conhece, que te compre.)
  • I’ve got your number, so I’ll keep an eye on you. (Tô sacando bem qual a sua. Então, vou ficar de olho em você.)
  • I don’t trust you. I’ve got your number, man. (Eu não confio em você. Eu sei muito bem qual é a sua, brother.)
  • Yeah! I know you wanna help! I’ve got your number. (Tá bom! Sei bem que você quer ajudar. Quem não te conhece, que te compre.)
  • I’ve got your number. Don’t think you can fool me. (Sei bem qual é a sua! Não pense que você consegue me enganar.)

» Leia também: Gírias com Números em Inglês

Portanto, sempre que alguém, da qual você desconfia das reais intenções ou que tenha um histórico de maracutaias, estiver cheio de boas intenções e coisas do tipo, você poderá dizer I’ve got your number.

Para encerrar, vale acrescentar que é muito mais comum ouvir e dizer I got your number. Um exemplo, “I got your number, boy. So, don’t try to fool me” (Sei muito bem qual é a sua, véi. Então, não tente me fazer de idiota).

E aí!? Será que deu para entender bem a ideia? Agora que você já sabe o que significa I’ve got your number, já não vai poder dizer que se trata de uma simples expressão, não é mesmo? Até a próxima!

Erros que incomodam os próprios nativos

Richard Nordquist, autor do Grammar & Composition Blog, no About.com, fez aos seu leitores a seguinte pergunta “What expressions tick you off?“. O objetivo dele era saber que palavras ou expressões irritam [tick off] os falantes nativos da língua inglesa.

Ele recebeu muitas mensagens com tais palavras e expressões. Algumas eram gírias, outras neologismos [palavras novas]. Tinha também erros gramaticais, erros ortográficos, erros de pronúncia, redundâncias e coisas do tipo. Fiz uma seleção dos mais curiosos para que você – estudante ou professor de inglês – tome cuidados com eles.
Então vamos lá!

AIN’T 

Eu já falei sobre o tal do ain’t em várias dicas aqui no Inglês na Ponta da Língua. Curiosamente, muitos nativos ficam irritados com esta contração. No entanto, outros se irritam muito mais quando as pessoas dizem “cain’t” ao invés de “can’t“. Confesso que este “cain’t” aí realmente é algo muito estranho! Ain’t até que é aceitável em alguns momentos, mas cain’t realmente não dá para tolerar.

[Leia também: “O que significa AIN’T?” e “Expressões Comuns com AIN’T” ]

DUDE

Erros que Incomodam os Próprios NativosAs gírias costumam irritar muitas pessoas. Algumas são aceitáveis, outras são condenáveis. E é assim que muitos falantes nativos se irritam com o termo dude. Caso você não saiba, dude equivale ao nosso cara, meu, mano, véi, bro, chegado, parceiro e outros do gênero. Visto que dude é um dos termos que constam na lista negra de muita gente, eu acredito que Dude, where’s my car?” [Cara, cadê meu carro?] deva ser um filme extremamente insuportável a estas pessoas. Fica aí a dica: não faça uso frequente da palavra dude. Use-a com cautela e apenas com pessoas que são realmente seus amigos.

LOL e OMG

Até mesmo o internetês é odiado! Assim, LOL (usado para expressar uma gargalhada na conversas via internet) e OMG (abreviação para Oh, my God! – Ai meus Deus!) são tidas como insuportáveis.

[Leia também: “O que significa LOL?” e “Gírias da Internet em Inglês“]

Aks

Você não sabe o que é aks? Ok! Não se preocupe! Na verdade aks é o modo como várias pessoas pronunciam a palavra ask. Assim, ao invés delas dizerem “Ask her” (Pergunte pra ela), elas acabam dizendo “Aks her“. Enstranho, não é mesmo!?

Ainda nessa onda de falar errado algumas palavras, muita gente falar “asterik” quando o certo é “asterisk“. Essa é legal pois lembra o fato de que em português (no Brasil) tem gente que fala “asterístico” ao invés de “asterisco“, que é o correto. Ou seja, independentemente da língua, essa palavra dá dor de cabeça em muitas pessoas.

ATM Machine

Outro que qualquer um achará estranho é “ATM machine“. O problema aqui é que o ‘M‘ na abreviação refere-se a “machine“; portanto não há a necessidade de dizer ‘machine‘ após ‘ATM‘ [caixa eletrônico]. Afinal seria como se a pessoa estivesse dizendo ‘Automated Teller Machine machine‘. Portanto, trata-se de uma redudância.

Return back

Essa é outra redundância odiada. Afinal, back nesse caso já passa a ideia de retornar. Então, para que dizer return back? Eu simplesmente Não consigo nem dizer algo a respeito. Então, vamos continuar!

Your e You’re

Em relação à Gramática Normativa os erros comuns e inquietantes são as confusões feitas entre “your” e “you’re“. Isto é, na pressa algumas pessoas escrevem “Your a nice person“, quando o correto é “You’re a nice person“. A confusão entre “your” e “you’re” ocorre pois a pronúncia das duas palavras é a mesma. Essa mesma confusão ocorre também com as palavras “they’re”, “there” e “their”.

[Leia também: “Erros de Inglês Cometidos por Americanos” e “Gramática de Uso: There, Theyre’e Their“]

Should of

Outro erro clássico é o de escreverem “should of” no lugar de “should’ve“. O erro ocorre pela mesma razão do erro de “your” e “you’re”. A pronúncia de “should’ve” é a mesma de “should of”. O problema é que “should of” não faz o menor sentido. Afinal, não dizemos algo como “They should of told her“, mas sim “They should’ve told her“.

Vale dizer que essa confusão ocorre também com “would’ve“, “could’ve“, “might’ve” e outras.

Me and him

Além destes tem “me and him” antes de verbos. Ou seja, ao invés da pessoa dizer “He and I study English“, alguns dizem “me and him study English“. Isto equivale a dizer “mim e ele estudamos inglês“. Aqui temos de lembra que os pronomes sujeitos são He e I. Portanto, como sujeitos de uma oração, esses devem ser os pronomes usado. Caso a ideia seja tê-lo como objetos da sentença, então o certo será usar him e me.

[Leia também: “O Certo é You and I ou You and Me?” e “11 Common Mistakes in English“]

Aproveitando o rumo da conversa, cito também o tal do “between you and I“. Leia a dica Leia mais sobre erros comuns para saber mais a respeito.

Não dá para colocar todos aqui! Porém, dá para ir falando sobre um aqui e ali de vez em quando. Caso você queira conferir a lista completa é só clicar aqui. Você vai se supreender com algumas das sugestões feitas pelos próprios falantes da língua inglesa. Divirta-se e aprenda!

That’s all, folks! Opa, vale dizer que ‘folks‘ também está na lista das irritantes. Então o jeito é terminar dizendo ‘That’s all for today, guys’. O problema é que ‘guys‘ também está na lista negra. Enfim, até a próxima, pessoal! 😀

Como dizer FICAR e FICANTE em inglês?

Querendo saber como dizer FICAR e FICANTE em inglês? Então, continue lendo para aprender.

Antes de continuar, vale dizer que esses termos são gírias. Portanto, é sempre bom saber que em inglês podemos ter termos (palavras) que expressam a mesma ideia de modo exato ou não. Assim, uma expressão que pode ser usadas quando você tiver de falar algo assim é hook up.

Veja só algumas sentenças tiradas de sites de relacionamento e revistas. Observe também como ficam as equivalências em português.

  • I recently had my first “hooking upexperience. (Recentemente, tive meu primeiro pega. | Recentemente, tive minha primeira pegação.)
  • How to turn a hook up into a relationship. (Como transformar um rolinho casual em umm relacionamento.)
  • Now you want to hook up with her for a night of passion. (Agora você quer ficar com ela para uma noite de paixão.)
  • Turning a hook up into a relationship requires effort. (Fazer com que um caso vire um relacionamento requer esforço.)

Como dizer ficar e ficante em inglês?Veja que hook up se encaixa bem na ideia de ficar com alguém e até mesmo da ação em si que podemos traduzir por rolo, rolinho casual, caso, lance… Enfim, há em português inúmeras gírias para isso.

Abaixo seguem alguns exemplo de hook up sendo usado como verbo. Note as equivalências em português.

  • I hooked up with this beautiful girl on Saturday! Boy, she’s so hot! (Fiquei com uma tremenda gata no sábado! Cara, ela é muito boa!)
  • Have you ever hooked up with an ugly person? (Você já ficou com uma pessoa pessoa?)
  • I’d love to hook up with him! He’s a hunk! (Eu adoraria ficar com ele! Ele é tão gostosão!)

Aprenda mais sobre hook up lendo a dica O QUE SIGNIFICA HOOK UP.

Outra palavrinha também comum para dizer que se está ficando com alguém é o simples  go out.

  • We’re just going out. It’s nothing serious. (A gente só está ficando. Não é nada sério.)
  • Who are you going out with, you kinky girl? (Com quem você está ficando, sua danadinha?)
  • We went out a couple of times, but it’s over now. (A gente ficou algumas vezes, mas agora já acabou.)

Há ainda outras palavras e expressões. Mas, essas duas são bem comuns. Então, vá com calma e aprenda aos poucos.

Já o ficante ou a ficante pode ser date. Mas, aí é preciso explicar melhor. Se for algo nada sério, então diga “casual date“. Mas, caso seja algo sério, diga “steady date“. Portanto, “He’s just a casual date” significa “Ele é só um ficante“.

That’s it! Agora você já sabe como dizer ficar e ficante em inglês. Então, procure por mais exemplos com as palavras acima e aprenda melhor como usara cada uma delas. Até mais! 😉