Regras da Pronúncia do Inglês: será que tem?

Você já quis saber quais são as regras da pronúncia do inglês? Será que há regras? Se essas regras existem, será que elas funcionam? E aí? Como realmente aprender a pronunciar as palavras em inglês?

É sobre isso tudo – e outras coisas mais – que falo no vídeo abaixo.

Portanto, se você está atrás das tais regras da pronúncia do inglês, assista ao vídeo e descubra como aprender a pronunciar as palavras em inglês não precisa ser algo tão complicado o quanto você pensa.

Se gostar do vídeo, curta, comente e compartilhe! Afinal, fazendo isso, você estará ajudando outras pessoas a ficar cada vez mais com o Inglês na Ponta da Língua. Caso não esteja vendo o vídeo abaixo, clique aqui para assistir no Youtube.

eBook Pronúncia Básica do Inglês

Quer aprender mais sobre a pronúncia do inglês? Aprender o alfabeto fonético em inglês e assim ter uma ferramenta a mais para deixar você com seu Inglês na Ponta da Língua? Então, conheça o ebook Pronúncia Básica do Inglês. Para saber mais sobre ele, clique na imagem abaixo.

Pronúncia Básico do Inglês (ebook)

Etiquetas
dicas de inglês em vídeo regras da pronúncia do inglês
Mostrar mais

3 Comentários

  1. Show Denilso, como sempre! Concordo que há mitos no ensino de idiomas; contudo não posso deixar de expressar que só quando estava no TC (Teacher´s Course) e estudei fonologia notei que muitas dicas simples teriam me ajudado muito se tivessem sido me ensinado lá no básico. Um exemplo, com todo respeito, quantos brasileiros pronunciam a palavra “closet” ou mesmo “onion” corretamente? Sabemos que o inglês não é um idioma fonético, paciência, né? mas há palavras que precisam um toque além do que “ouvimos” na internet.
    Grato, Akio, Petropolis RJ

  2. Suas dicas são importantíssimas, especialmente para quem conhece o idioma e tem algum bloqueio para soltar a língua.
    Parabéns pela bela exposição, você se expressa muito bem e transmite segurança!

  3. Amigo, você não pesquisou direito AS REGRAS COMPLETAS DA PRONÚNCIA DO INGLÊS foram sistematizadas no Brasil desde 2013. Se liga, pra não mentir pras seus leitores e alunos.

Botão Voltar ao topo