Can you give me a kiss?

O texto abaixo foi escrito por Amadeu Marques [autor dos livros Snowball, Say it Right! e Say it Right! Exercícios] e publicado no site Brand New Routes [da DISAL]. Decidi publicar o texto aqui por ser algo relevante para o aprendizado de inglês no Brasil. Afinal, o comercial de uma escola de idomas pode perpetuar erros que professores não podem permitir. Não [apenas] pela Gramática Normativa em si; mas sim pelo real uso da língua feito por falantes nativos da língua inglesa. Os trechos entre colchetes e em vermelho são comentários meus e não expressam a visão do autor do texto original.


Como parte de uma campanha publicitária de um curso de inglês, está sendo veiculado em alguns jornais e revistas um anúncio que mostra a foto de dois pré-adolescentes, sentadinhos num banco, ela preparando-se para dar a primeira mordida em uma maçã do amor. Ela não diz nada, apenas escuta o que o garoto diz. Ela tem duas lindas covinhas nas bochechas e uma expressão marota. O garoto, bem inocente, tem uma fala no balão. A fala é esta: CAN YOU GIVE ME A KISS? E o anúncio arremata a brincadeira, dizendo: Inglês. Logo você vai precisar.

O que há de estranho aí? Concentro-me na fala do garoto. O redator da agência de publicidade evidentemente pensou em português e fez o garoto fazer uma pergunta implausível [um falante nativo da língua inglesa não falaria desta forma]. Algum garoto que fale inglês sem primeiro pensar em português, supostamente estudante daquele curso, faria essa pergunta? Acho que não.

Mexendo pouco na frase, passando para CAN I GIVE YOU A KISS? a coisa já seria consertada, porque isso é inglês [de verdade, é o uso da língua em situação real; logo], isso poderia perfeitamente ser dito. E a consequência seria a mesma: bitoca na menina. Mas se o criador da frase insistisse em que o garoto preferisse que a iniciativa bitoqueira tinha de partir da menina, então a pergunta seria WILL YOU GIVE ME A KISS? [o ‘will you…?’ é a forma correta de fazer um pedido nesta situação] ou então, autoritário e já se revelando um insuportável machão, GIVE ME A KISS! Mas, sendo o anúncio de um curso de inglês, não faz sentido que a fala não esteja em bom inglês. O autor da frase provavelmente não sabe que:

  • Can I …? é usado em perguntas e pede permissão (portanto estaria certo nessa situação) [Ou seja, o correto seria o garoto pedir permissão para beijar a menina. Logo sua fala deveria ser ‘can I give you a kiss?]
  • Can you …? é muito menos usado, e não expressa permissão [não é usado naturalmente neste caso]; em vez disso [can you…?] indaga sobre a habilidade da outra pessoa para fazer algo [algo como você sabe…?]. Daí a garota poderia responder: Of course I can give you a kiss, I’ve got lips, but I just don’t want to, you’re just a kid. Now go away!

[Caso você tenha comentários a fazer ou ainda dúvidas sobre este assunto é só escrever na área de comentários abaixo.]

Artigos Relacionados
Comentários