Como Aprender a Pronúncia das Palavras em Inglês?

4.6K Flares 4.6K Flares ×

Tenho recebido inúmeros emails de leitores querendo saber como aprender a pronúncia das palavras em inglês. Fiz uma rápida busca aqui no site e descobri que nunca escrevi sobre isso. Portanto, quero hoje resolver isso e dar dicas para ajudar você a aprender a pronúncia das palavras em inglês.

Houve uma época na qual os dicionários de inglês vinham com a pronúncia aportuguesada das palavras. Assim, a palavra “by” trazia ao seu lado a pronúncia escrita da seguinte maneira [bái]. O mesmo valia para “house” [ráus], “paper” [pêiper], “chair” [tchér], “book” [búq] e assim por diante.

Claro que alguns sons não tinham (e nem tem ainda) como serem aportuguesados. Palavras que possuíam o “th”, por exemplo, vinham com os sons de “f”, “s”, “z” ou “d”. Isso não retratava bem os sons do famoso “th” em inglês. O mesmo vale para os sons diferentes entre “beach” e “bitch”. Os dicionários então tiveram de mudar.

Com a chegada da teconologia, os dicionários (vendidos em livrarias) passaram a ser comercializados com os famosos CD-ROMs. Isso facilitou e muito a vida de quem estuda inglês. Basta colocar o CD no computador, instalar o que tiver de ser instalado e todo o conteúdo do dicionário, incluindo a pronúncia das palavras em inglês, estará à sua disposição sempre que desejar.

A Pronúncia das Palavras em InglêsAlguns desses dicionários vem até com ferramentas que gravam a sua voz – o modo como você pronúncia a palavra – e comparam com a pronúncia do falante nativo no CD (que pode ser britânico e/ou americano). Alguns desses dicionários disponíveis no mercado são:

[list type=”arrow2″]

  • Longman Dicionário Escolar Inglês/Português – Português/Inglês (nível básico e pré-intermediário)
  • Dicionário Oxford Escolar Para Estudantes Brasileiros de Inglês (nível básico e pré-intermediário)
  • Password – English Dictionary For Speakers Of Portuguese (nível básico e pré-intermediário)
  • Collins Cobuild Advanced Dictionary of American English (nivel intermediário e acima)
  • Oxford Advanced Learner’s Dictionary (nivel intermediário e acima)
  • Longman Dictionary of Contemporary English (nivel intermediário e acima)
  • Macmillan English Dictionary (nivel intermediário e acima)

[/list]

Caso você seja daqueles que não quer comprar um dicionário para tê-lo em casa e prefere usar a internet, o que fazer? Felizmente, há na inúmeros recursos para estudantes de todos os níveis. Não tem como reclamar!

A grande maioria dos dicionários de inglês pode ser acessada gratuitamente na internet. Um exemplo é o Macmillan Dictionary Online. Ao acessá-lo você poderá digitar a palavra que deseja aprender, ler suas definições e usos e ouvir a pronúncia. Para isso basta clicar no ícone de áudio que está geralmente abaixo da palavra [veja a imagem abaixo].

Aprender a Pronúncia das Palavras em Inglês

O dicionário online da Macmillan é apenas um exemplo. Saiba que há ainda inúmeros outros.

[list type=”arrow2″]

[/list]

Outro site que pode ajudar muito é o Howjsay. Ao acessá-lo você pode digitar uma palavra ou mesmo uma frase, esperar a página carregar e ouvir a pronúncia. Depois é só clicar sobre a palavra/frase e ouvir quantas vezes quiser. Sobre as frases, vale dizer que essas devem ser frases pequenas e comuns em inglês: “what’s up?“, “how can I help you?“, “can I call you back?“, “I’ll put you through“, “you’re kidding“, etc.

Você pode ainda assistir aos inúmeros vídeos gratuitos disponíveis no Youtube que trazem dicas de pronúncia para todos os estudantes de inglês. Um dos canais que recomendo é o Rachel’s English. Vale a pena dedicar um tempinho para ouvir as dicas da Rachel e assim ir melhorando a sua pronúncia em inglês. [Leia mais sobre pronúncia na dica Aprender a Pronúncia do Inglês]

Alfabeto Fonético InternacionalAlém disso tudo, você pode dedicar tempo para aprender o Alfabeto Fonético Internacional. Esse alfabeto é uma forma interessante de você visualizar como as palavras são pronunciadas. Concordo que os símbolos usados no tal alfabeto sejam estranhos e pareçam complicados; mas, saiba que não são. Portanto, aprenda-o. Nada de ficar reclamando, achando que é difícil. Com o tempo você saberá como ele funciona e perceberá que aprender a pronúncia das palavras em inglês com ele é muito mais fácil. [Leia mais em Alfabeto Fonético Internacional]

Calma aí! As dicas que dei acima são de inglês britânico ou inglês americano?

Se você está no nível básico ou intermediário e ainda perde tempo com esse tipo de pergunta, sinto informar que você talvez demorará muito tempo para aprender a pronúncia do inglês. Já escrevi aqui uma dica na qual eu afirmo que o importante é você aprender inglês. Depois que tiver um bom conhecimento da língua, faça um curso de pronúncia voltado para o inglês britânico, americano, australiano, canadense, sul-africano, etc. Você decide! Preocupar-se com isso no começo dos estudos é, de certa forma, uma grande perda de tempo. Aprenda inglês e só depois dedique-se a uma variante específica da língua.

Por fim, lembre-se: você não aprenderá a pronúncia das palavras em inglês da noite para o dia. Aliás, você não vai falar inglês como um americano de uma hora para outra (talvez isso nunca aconteça!). Algumas palavras podem ser fáceis, outras nem tanto. Mas, entenda que aprender a pronúncia da língua inglesa leva tempo, esforço e dedicação. Algumas pessoas podem aprender o som do “th” mais rápido que você; outras poderão levar anos ou mesmo nunca conseguir. Não desanime! Dedique-se! Fortaleça os pontos fortes e os pontos fracos melhorarão aos poucos ou nem serão percebidos quando você falar inglês com alguém.

Essas são as dicas que tenho para você que deseja aprender a pronúncia das palavras em inglês ou mesmo a pronúncia do inglês de modo geral. Até a próxima! 😉

  • Laís

    Olá, Denilso! Faz tempo que acompanho o seu blog e recentemente adquiri o Longman dicionário escolar. Ele é tão pequenininho, que fiquei imediatamente desconfiada, mas o conteúdo é realmente ótimo. O CD-ROM é um show na hora de estudar. Gostei muito do post e vou aqui colocar a sugestão de algo que sempre tive muita esperança de ver por aqui: um post explicando um pouquinho sobre cópias de textos em inglês. Eu faço, mas, honestamente não sei se estou fazendo da forma correta. Baixo as revistas e vou copiando (literalmente) todos os artigos. Depois pego os erros (ás vezes nós lemos, mas a mente processa de um jeito errado na hora de colocar no papel) e pratico especificamente com eles e com as palavras desconhecidas. Não sei se essa é a forma certa. Gostaria muito que tivesse um post sobre isso.

    • denilsolima

      Laís, obrigado por seu comentário.

      Sobre sua sugestão de dica, saiba que já publiquei algo a respeito aqui mesmo no site. No texto com Dicas Para Melhorar a Escrita em Inglês, eu escrevo sobre essa coisa de fazer cópias de textos. Dê uma olhada lá para ver o que foi sugerido ao pessoal.

      Qualquer coisa, estou por aqui! 😉

  • Idelmária Ferreira

    Não faz ideia de como me ajudou!

    • denilsolima

      Fico feliz em saber, Idelmária! :)

  • Mariana

    Professor atualmente moro nos EUA, estou fazendo um programa de intercambio e estou aqui a 5 meses vou ficar mais 18 meses completando um total de 2 anos. Minha maior preocupacao atualmente ‘e que esse tempo n seja suficiente para eu ganhar fluencia… As vezes sinto que meu ingles n esta avancando, tenho fluencia na escuta, consigo falar “bem” (com isso quero dizer que consigo me fazer entendida) mais conjugo tudo errado, minha escrita ‘e terrivel e isso ‘e so um dos milhoes de problemas que tenho. Lendo sua dica sobre dicionario pensei se de repente dicionario eletronico tb n seria uma opcao? aqueles tipo um tablet, vc conhece alguns desses para indicar? Vc teria algum livro tb que poderia me ajudar por aqui?

    • denilsolima

      Mariana,

      Há muitos dicionários em formato de aplicativos para sistemas iOS e Android. Uma rápida busca na iTunes Store ou no Google Play é possível encontrar várias opções. Eles vêm com pronúncia e são super práticos de serem usados.

      Sobre livros há vários para todos os tipos. Aqui mesmo no site eu já dei inúmeras indicações de livros de inglês. Portanto, sugiro que faça uma busca para encontrar essas dicas. A ferramenta de buscas, está no topo da coluna lateral ali na direita do site.

      Tem também dicas para que você melhore em todas as habilidade que deseja: listening, writing, speaking e reading. Portanto, dê uma olhada aí e você certamente encontrará muita coisa.

      :)

  • Danilo Martins de Souza

    É bom saber, pois o som do “th” em ingles é muito dificil… Alguns dizem que é som de “F”, mas mesmo assim ão consigo pronuncia-las

    • denilsolima

      Pois é, Danilo! O som do “TH” não existe em português. Ou seja, não é um som comum à nossa língua. Portanto, não é fácil mesmo produzi-lo. É preciso muito treino, paciência, dedicação e persistência para fazê-lo. Conheço pessoas – brasileiros – que moraram por anos e anos em países de língua inglesa que não conseguem fazer esse son corretamente, mas nem por isso deixam de se comunicar em inglês com naturalidade e desenvoltura.

      Felizmente, há muito mais coisas para aprender e se fazer entender em inglês do que esse simples som. Portanto, não se desespere!

      😉

  • Miqueias Seles

    Obrigado! ajudou muito mesmo! abraço!!

    • denilsolima

      Thanks, Miqueias! bom saber que a dica foi útil! 😉

  • Rangel Lobo

    Vivendo e aprendendo cada vez mais aqui no inglês na ponta da língua! Hoje posso dizer que tenho o The Best teacher ever! Ler as postagens é mais que um prazer é uma honra! Abraços!!! :)

    • denilsolima

      E comentários como o seu, Rangel, me deixam muito feliz. Sinal de que o que faço aqui realmente ajudam estudantes interessado e dedicados a aprender inglês. Assim continuaremos por muito mais tempo. Muito obrigado pelas palavras! :)

  • denilsolima

    Obrigado, Natália! bom saber que as dicas ajudam! E continue recomendando o Inglês na Ponta da Língua. Só assim continuaremos com nosso trabalho por aqui. :)

    • Natália Nunes

      Se depender de mim o seu trabalho será cada dia mais reconhecido. Até meu professor de inglês viu que eu não estava errada de tanto que eu falava: “eu li no Inglês na ponta da língua” que isso é assim pq é assim, ou, dando os significados e usos. Um trabalho excelente, nunca deverá ser acabado. Meu muito obrigado mais uma vez. Ah e venha a São Paulo lançar livros, palestras com certeza estarei lá.

      • denilsolima

        Legal! Fiquei mais feliz ainda! Em março, estarei em São Paulo e estou vendo aqui se consigo um espaço para dar um mini curso ou uma palestra aos interessados. :)

  • denilsolima

    Danilo, obrigado por seu comentário. Fico feliz, muito feliz mesmo, com suas palavras. O site está aqui para ajudar e não para atrapalhar. Pelo jeito estou conseguindo isso! Thank you so much! :)

  • denilsolima

    Olá, Rafael! Obrigado por seu comentário!

    Sobre sua pergunta, tenho a dizer que aqui mesmo no site há inúmeras dicas com outras dicas para ajudar você a aprender a aprender inglês sem se perder com as teorias gramaticais. Use a ferramenta de busca e procure por termos como “gramática de uso”, “aprender naturalmente”, etc.

    Um livro que poderá ajudá-lo nesse processo é o “Gramática de Uso da Língua Inglesa”, de minha autoria. Nele apresento a gramática da língua inglesa de um modo descontraído e de acordo com o uso da língua em situações reais. Nada de regras, termos muito técnicos e coisas do tipo.

    Espero que goste! 😉

  • kenia de Souza

    Olá Denilso! Meu nome é Kenia. Curto sua página no facebook e acho muito interessante suas postagens, me ajudam bastante. Gostaria de saber se eu ,que estou a pouco tempo na caminhada para aprender a falar inglês, poderia acompanhar os vídeos que você recomendou da Rachel’s English, vídeos estes que penso serem mais “avançados” para mim. O que você acha? Desde já agradeço a compreensão e parabenizo pelo seu trabalho.

    • denilsolima

      Kenia, eu acho que tudo nesse mundo ajuda qualquer pessoa a aprender inglês. Os vídeos da Rachel podem ser considerados avançados, mas não custa nada você escolher alguns vídeos e ver se dá conta de entendê-los e aprender com eles. Não se prenda a essas divisões de níveis. Arrisque e veja como isso fará uma grande diferença em sua caminhada. 😉

      • kenia de Souza

        Muito Obrigada pela dica :)

        • denilsolima

          You’re welcome! :)

  • Carlos J G Cunha

    Este site tem todos os sons da fonética inglesa (britânico)

    BBC World Service

  • denilsolima

    Não desanime! Se fizer isso você jogará fora tudo o que aprendeu até aqui. O segredo é continuar aprendendo. Siga em frente! :)

  • denilsolima

    😉

  • denilsolima

    Chrystian, obrigado por seu contato.

    O modo mais natural é aprender a pronúncia da palavra e acostumar-se com o uso dela no dia a dia da língua. Fora isso, não há regras, fórmulas mágicas, macumba, despacho, absolutamente nada que ajude. Infelizmente! :)

  • denilsolima

    Olá, Cris! Leia a dica do link abaixo e veja se ela responde a sua dúvida:

    O que é connected speech?

    😉

    • Cris

      Obrigada pela resposta, mas nao ajudou muito nao! A minha duvida esta ligada na forma como lemos, gostaria de saber se podemos ler em inglês assim como aprendemos em português, ou seja, com o ba be bi bo bu. Cada sílaba tem um som e uma pronúncia , mas em qualquer palavra que eu for lê , eu consigo saber como é a pronúncia . Gostaria de saber se em inglês existe essa regra. Por exemplo se eu juntar letras eu consigo ter um som e poderei repetí-lo em todas as palavras onde eu encontrar aquelas mesmas letras juntas?

      • denilsolima

        Não, Cris! Infelizmente, não existe regras para isso! Você deve aprender a pronunciar as palavras do modo como elas são sempre. Nada de regras silábicas ou coisas do tipo.

        :)

  • Willian

    Caro Denilso, gostaria de agradecer ao seu trabalho – que, aliás, conheci essa semana – e sua franqueza ao nos informar sobre o aprendizado do inglês. Alguns certamente preferem ser “confortados” com palavras agradáveis e que dizem tudo ser fácil, mas eu valorizo quem fala a verdade e mostra como as coisas são na realidade: sem firulas, sem falsidades, sem “marketismo”.
    O português é uma lingua muito mais complicada que o inglês. Acho que todos já puderam ouvir estrangeiros – mesmo com anos morando no Brasil – falando com forte sotaque de seu país de origiem, além de errarem com frequência a concordância nominal e verbal (que, aliás, vez ou outra, até nós erramos!) e mesmo assim estão aí, falantes do português.
    Mais uma vez, obrigado pela informação e pela franqueza. Pretendo acompanhar seu trabalho, pois comecei agora a estudar o inglês e estou decidido a continuar e conquistar a fluência!

    • denilsolima

      Hi, Willliam! Obrigado por suas palavras. Saiba que ao longo desses 20 e tantos anos trabalhando na área de ensino de inglês, sempre deixei bem claro que as coisas não são tão fáceis como os “marqueteiros” dizem. Não há milagres. Não há fórmulas mágicas. Não há um método 100% perfeito. Mas, isso não quer dizer que seja impossível aprender inglês. O que faz a diferença é a ATITUDE de cada um. Esse sim é o segredo! O importante é nunca desistir e aprender algo novo a cada dia. :)

Denilso 17/12/2013
4.6K Flares Twitter 18 Facebook 4.6K Google+ 9 LinkedIn 3 Email -- 4.6K Flares ×