Something, Anything, Nothing: diferenças e usos

Quando usar as palavras something, anything, nothing em inglês? Foi essa a pergunta que recebi recentemente via email. Portanto, para ajudar a entender essas palavras, vamos falar sobre elas na dica de hoje.

A dica que sempre dou, quando a dúvida é sobre o uso das palavras, é a seguinte: sempre observe as palavras sendo usadas em contextos reais. Portanto, ao encontrá-las em um texto (revista, livro, jornal, artigo científico, dicionário) ou ouvi-las em um diálogo, entrevista, música, etc., observe o contexto em que são usadas e também a estrutura da sentença. Observar o uso em contexto é a melhor maneira de entender como as palavras são realmente usadas em inglês.

Uma outra dica, que muita gente repudia, mas eu considero muito válida e útil é traduzir a sentença na qual elas estão presentes. Assim, você é capaz de comparar os usos e diferenças na sua própria língua (português) e na língua-alvo (inglês). Para o pessoal que é contra a ideia do uso moderado da língua materna em sala de aula, recomendo a leitura do artigo “Uso da Língua Portuguesa na Aula de Inglês”.

Para deixar essas duas dicas mais claras vamos usar as palavras something, anything, nothing como cobaias. Vamos começar com “something”:

[list type=”arrow2″]

  • We have to do something about that. (Nós temos de fazer algo a respeito disso.)
  • You should send her something. (Você deveria mandar algo para ela.)
  • I have something importante to tell you. (Eu tenho uma coisa importante para te dizer.)
  • There’s something in your hair. (Tem uma coisinha no seu cabelo.)

[/list]

Something, Anything, NothingObserve as equivalências dadas para “something” em cada uma das sentenças acima: “algo”, “uma coisa”, “uma coisinha”. Poderíamos ainda ter usado “alguma coisa”, mas, seja franco, com que frequência dizemos “alguma coisa” em português? As palavras mais naturais são “algo”, “uma coisa”, “uma coisinha” e talvez algumas outras do gênero. Agora veja essas outras sentenças:

[list type=”arrow2″]

  • She looks pale – is there something wrong with her? (Ela está pálida – tem algo de errado com ela?)
  • Is there something special about that? (Tem algo de especial nisso?)
  • Can you do something about that noise? (Dá pra você fazer algo em relação a esse barulho?)
  • Would you like something to eat? (Você quer comer alguma coisa?)

[/list]

Se você estuda inglês há algum tempo, deve estar pensando “ei, eu aprendi que não usamos ‘something’ em sentenças interrogativas (perguntas)”. Não tem nada de errado em aprender isso. Mas, saiba que é comum encontrarmos “something” em perguntas. Esse é o tipo de coisa que você aprende conforme se envolve com a língua (lendo, conversando, ouvindo).

Mas, o que dizer de “anything” e “nothing”? Observe as duas sentenças abaixo e suas equivalências:

[list type=”arrow2″]

  • I don’t know anything about that. (Não sei de nada sobre isso.)
  • I know nothing about that. (Não sei de nada sobre isso.)

[/list]

Note que na primeira sentença usamos a palavra not (don’t). Isso a torna uma sentença negativa. Assim, sempre que usamos o “not” (pode ser como don’t, doesn’t, didn’t, couldn’t, wouldn’t, won’t, etc.) deveremos usar a palavra “anything”:

[list type=”arrow2″]

  • We won’t say anything. (A gente não vai falar nada.)
  • They couldn’t do anything to help him. (Eles não podiam fazer nada para ajudá-lo.)
  • There isn’t anything to see here. (Não tem nada para comer aqui.)
  • You don’t have anything important to say. (Você não tem nada de importante para dizer.)

[/list]

Por outro lado, se a palavra “not” não for usada e ainda assim eu queira manter o sentido de “nada”, terei de usar a palavra “nothing”:

[list type=”arrow2″]

  • We will say nothing. (A gente não vai dizer nada.)
  • They could do nothing to help him. (Eles não podiam fazer nada para ajudá-lo.)
  • There is nothing to eat here. (Não tem nada para comer aqui.)
  • You have nothing important to say. (Você não tem nada de importante para dizer.)

[/list]

Não acabamos ainda! Observe o conjunto de sentenças a seguir:

[list type=”arrow2″]

  • You can buy anything you want on the internet. (Você pode comprar o que quiser na internet.)
  • If anything happens, call me. (Se acontecer alguma coisa, me liga.)
  • She would do anything for her kids. (Ela faria qualquer coisa pelos filhos.)
  • Anything would be much better than staying here. (Qualquer coisa seria muito melhor que ficar aqui.)

[/list]

Ao usarmos “anything” nas sentenças acima estamos passando a ideia de “qualquer coisa” ou “tudo” (de tudo). Podemos, portanto, traduzir as sentenças acima de outras maneiras:

[list type=”arrow2″]

  • Você pode comprar qualquer coisa que quiser na internet.
  • Se qualquer coisa acontecer, me liga.
  • Ela faria de tudo pelos filhos.

[/list]

Anything” pode ainda aparecer em sentenças interrogativas também:

[list type=”arrow2″]

  • Is there anything I can do to help you? (Há algo que posso fazer para ajudar a senhora?)
  • Do you want anything from the supermarket? (Você quer alguma coisa do supermercado?)
  • Do you need anything else? (Você precisa de mais alguma coisa?)

[/list]

Para encerrar a dica, anote aí que aquela “regra” do “something” para sentenças afirmativas e “anything” para sentenças negativas e interrogativas funciona bem quando você está em um nível básico. O problema é que a língua não tem nível. O que significa que conforme você for se envolvendo mais e mais com o uso da língua, começará a perceber que a tal “regra” é furada, pois, não funciona matematicamente. O jeito então é aprender a observar essas palavras sendo usadas em contextos reais. Do contrário, você vai continuar vivendo uma grande ilusão.

  • Glaucia

    Thank you so much Denilso! You are awesome!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    You're welcome, Glaucia.Denilso de LimaCURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

  • Beta & Beto

    I liked. This is the real language. xxxx