Como ser um tradutor ou intérprete?

Tenho recebido inúmeros emails de pessoas querendo saber o que fazer para ser tradutor e/ou intérprete; portanto, vou aproveitar a onda de procura e escrever a respeito. No entanto, como minha área de atuação é SLA (Second Language Acquisition) e ELT (English Language Teaching), vou indicar ao longo do texto outras fontes para que os interessados no assunto possam encontrar muito mais informações.

Infelizmente, a profissão de tradutor ou intérprete ainda não é regulamentada pelo Ministério do Trabalho. Isso quer dizer que qualquer pessoa que se considere capaz e preparada pode exercê-la.

Mas não se engane, o simples fato de saber inglês muito bem não é o suficiente para você ser tradutor/intérprete. Não seja arrogante ao ponto de achar que só isso basta. Saber inglês é só meio caminho andado. No blog Tecla Sap, do renomado intérprete Ulisses Wehby de Carvalho, há dois excelentes artigos sobre esse assunto:

[list type=”arrow2″]

[/list]

Para exercer a profissão com confiança e até mesmo dignidade e humildade é essencial que você faça um curso. Hoje em dia, você pode optar entre vários tipos de cursos: aqueles oferecidos por tradutores e intérpretes reconhecidos, os de cursos de idiomas e até mesmo os de formação universitária.

Ao contrário dos cursos oferecidos pelas universidades, aqueles oferecidos por escolas de idiomas e tradutores reconhecidos são chamados de cursos livres, ou seja não são reconhecidos pelo MEC. Portanto, eles emitem um certificado de que você fez o curso, mas não é um diploma (emitido apenas por universidades).

Uma rápida pesquisada no Google, você encontra inúmeros cursos de tradução e interpretação. Algumas indicações para facilitar sua busca:

[list type=”arrow2″]

[/list]

Em relação a cursos a minha dica é: não faça um curso qualquer; pesquise bem e faça o curso com profissionais gabaritados. Afinal, assim como no caso de cursos livres de inglês, os cursos livres de tradução/interpretação também têm muita malandragem e picaretagem.

Caso você esteja se perguntando sobre a diferença entre tradutor e intérprete aí vai a resposta. O tradutor é o profissional que traduz textos escritos (documentos, livros, emails, cartas, revistas, artigos, etc.), já o intérprete é o profissional que empresta sua voz à outra pessoa. O intérprete pode fazer a interpretação simultânea (em cabines e com equipamento especial) ou a interpretação consecutiva (aquela na qual uma pessoa fala uma sentença e outra interpreta na sequência).

Tem ainda o tradutor juramentado que é aquele tradutor aprovado em concurso público realizado pela junta comercial de um estado e, portanto, é ele quem pode traduzir documentos oficiais (acordos comerciais, contratos, históricos escolares, depoimentos jurídicos, etc.). Para saber mais sobre o assunto leia o texto “Como posso ser Tradutor Juramentado?” no site da ABRATES (Associação Brasileira de Tradutores e Intérpretes).

Por fim, recomendo que você leia mais informações nos sites da ABRATES  e do SINTRA (Sindicato Nacional dos Tradutores). Lá você encontra a tabela dos valores praticados, informações sobre como se filiar e muito mais. Leia ainda no site do SINTRA as informações para estudantes e professores de tradução e interpretação. Com certeza, o quanto mais você ler, mais aprenderá sobre essa profissão que tem conquistado um espaço cada vez maior dentro do Brasil. Go for it!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Olá João Gustavo, tudo bem?Para ser bem sincero, eu não costumo indicar nenhum curso de idiomas. Acredito que essa decisão pertence a cada pessoa. E em uma cidade um curso pode ser o melhor e em outra não.Não sei quais são os demais cursos de idiomas em sua cidade. Algumas escolas realmente prometem mundos e fundos, mas muitas vezes acabam se tornando uma dor de cabeça na vida do aluno. Será que você está preparado para isso?A Wise Up por exemplo tem um sistema de vendas que tem gerado muitas reclamações no PROCON de vários estados brasileiros. Tudo isso pelo fato de você, como cliente, ter de comprar (a preço exorbitante) todo o material do curso (do básico ao avançado). Se no meio do caminho você tiver de parar por algum motivo (doença, viagem, morte em família, etc.), eles não te devolverão absolutamente nada do que você achar que tem direito. Não é isso um risco?Aprender inglês em 18 meses é realmente um sonho. Porém, lembre-se que isso depende muito mais de você, do que dá escola. Isso significa que você pode entrar em uma outra escola e estudar muito em casa para poder atingir o seu objetivo. Você pode comprar livros, entrar em sites, participar de comunidades e fóruns, escrever, ler, ouvir, falar (sozinho mesmo se for o caso) e assim aprender do mesmo jeito e em um tempo satisfatório para você.Por fim pense nisso: Essa é a única opção de curso em sua cidade? É a melhor escola que tem aí? O comprometimento dos professores é digno de nota? A escola oferece uma certificação internacional, como TOEIC, ao final do curso? A escola te oferece extras para que você tenha a sua necessidade (inglês para jornalismo) satisfeita? Você já conversou com alunos de inglês que estudaram nessa escola e pediu a opinião deles? Conversou com alunos que saíram de lá fluentes em inglês? Você, como consumidor, avaliou a escola em todos os aspectos possíveis? Condições de pagamento, por exemplo? O pagamento do curso é escalonado (semestral, por exemplo)? Isso tudo, meu caro, deve ser levado em consideração ao entregar o seu dinheiro (cheques) em uma escola de idiomas. Seja ela uma Wise Up, Wizard, CCAA, CNA, Fisk, Yazigi, inFlux, etc., etc., etc.Após tudo isso ser ponderado conscientemente, a sua escolha final será feita sem pesar na consciência depois. Lembre-se: muitos vendedores de curso de idiomas querem mais fechar o negócio e atingir suas metas de vendas, depois disso só Deus é quem sabe o que pode acontecer. Portanto, cuidado com a lábia de vendedores treinados para te enrolar. Pesquise um pouco mais!

  • http://jornalismoinfocus.blogspot.com/ Joao Gustavo
    • Bianca

      Melhor forma de aprender o inglês e fazer esse cursinho olines , por que e mesma coisa que se faz em curso normal 😉

  • http://www.twitter.com/vivitamina Vivian (vivitamina)

    Bom dia, Gustavo.Por experiência própria, posso falar a respeito da WiseUp. Antes de mais nada, verifique se o curso que estão te oferecendo é da própria WiseUp ou LEXICAL. Depois de já ter assinado o contrato e ter iniciado o curso, que caiu essa ficha. Tentei kebrar o contrato, mas teria uma multa monstruosa pra pagar. Então terminei o curso mesmo assim já que meu objetivo era aprender a língua.No meu caso, o curso era de 24 meses, e não 18 (por ser LEXICAL – por sinal, com material COMPLETAMENTE diferente da verdadeira WiseUp. Por exemplo, na WU, eles usam DVD e a estória contada é como se fosse um seriado tipo Friends. Já no Lexical, são CDs de áudio e com estória completamente diferente).Como o Denilso disse, isso depende muito do aluno também. Eu continuei pois o ensino era bem puxado e exigia bastante do aluno (já que eles tinham que correr com a matéria).Ah, gramática passa longe de lá, viu? Não que ela seja realmente necessária (sou pupila do Dr. Descomplica) mas se vc pretende aprender algo com base gramatical ensinando as coisas com seus detalhes "técnicos", lá não é o melhor lugar.Tudo é muito na base da conversation. Raramente tem listening na sala, pq eles contam que o aluno escute o CD em casa. Pra mim, o curso foi um bom guia para os meus estudos, já que grande parte disso tudo foi pelo meu esforço de querer me aprofundar.O material é caro mesmo! E não pense que caso vc queira parar o curso, e vender o material pra outra pessoa, que isso vai dar certo… vc está enganado. Eles não aceitam que outro aluno tenha material de terceiros. Então vc fica com isso encalhado.Enfim, essa foi minha visão do que eu vivi.~ DENILSO, ME DESCULPE, NAO SABIA SE PODERIA FAZER ESSE TIPO DE COMENTÁRIO AQUI.

  • Anonymous

    Para quem se interessa por tradução moro em João Pessoa, e na UFPB, universidade onde estudo, desde 2009 existe o curso de Tradução!!!!!!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Hey Vivian, Claro que não me importo. O espaço é democrático e com o intuito não apenas de dar dicas de inglês, mas também dicas que envolver a língua inglesa como um todo. E isso inclui opiniões sobre cursos de idiomas. Pelo que entendi você comprou gato por lebre. Fez a matrícula achando que era Wise Up e acabou levando Lexical. (rsrsrsrsrs) Isso eu acho uma sacanagem!Agora fica por conta do Gustavo dizer o que pensa!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    O link para a Universidade Federal da Paraíba foi adicionado ao post!

  • http://www.blogger.com/profile/10477301611136987393 Ulisses Wehby de Car

    Denilso,Tudo bem? Excelente post! Obrigado pela menção ao Tecla SAP mais uma vez. Valeu!Abraços

  • Juliana Berteges

    Olá Denilso!Iniciei minha pós graduação em Tradução pela Universidade Gama Filho no Rio de Janeiro.O curso é excelente, com profissionais renomados e competentes. Estou gostando muito e aprendendo muito sobre esse universo, que até então, achava que era só ter um bom dicionário ao lado e dominar bem as línguas inglesa e portuguesa. (inocente que só! rs)O curso é reconhecido pelo MEC e já existe há 7 anos se nao me engano.Ele também é oferecido a distância e presencial nas unidades do RJ e SP.Quanto aos cursos de inglês, já tive experiência como professora no Lexical, IECI, e atualmente CCAA. Sou formada pelo CCAA, me adaptei bem ao método, e conhecendo as outras metodologias dos cursos que trabalhei, acho o CCAA bem mais completo.No Lexical, tudo é corrido, na unidade em que trabalhei, meu instrumento de trabalho era um radinho sem vergonha que tocava cd e o professor tinha q advinhar a faixa q tinha q tocar e quando o aluno pedia para repetir era terrível!! Sem contar que o aluno tem que se virar o tempo todo e entrar no curso com uma base (pelo menos de saber o que é inglês e verbo to be) caso contrário, não conseguiria acompanhar.IECI, sem comentários! Até hoje não entendi com que intuito esse curso existe! Que metodologia chata! Tudo totalmente sem noção! Você faz o aluno de idiota mesmo!Enfim, desabafos a parte, o principal para entrar em um curso de idiomas é conhecer bem, e de repente, pedir para assistir a uma aula, sem compromisso, para ver se a pessoa se adapta e gosta do método entre outros quesitos. Pelo menos, onde trabalho, isso é oferecido, e que também acho justo, para nao acontecer igual nossa amiga que comprou gato por lebre!Abraços!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Ulisse, my dear friend, o Tecla Sap será sempre referência. É impossível escrever um texto sobre tradução e interpretação e não mencioná-lo! Thanks for dropping by! Take care!

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Juliana, obrigado pela mensagem e sinta-se à vontade para fazer o desabafo! É sempre bom contar com a opinião de outros profissionais!

  • http://www.tradutorlegendagem.blogspot.com Marco Azevedo

    Olá Denilson. Gostaria de parabenizá-lo pelo post, principalmente quanto a questão sobre o fato das pessoas acharem que apenas um bom inglês é suficiente para desempenhar a profissão. Nos cursos de Tradução e Interpretação, aprendemos a técnicas variadas necessárias para o bom desempenho da função. Somente um bom curso especializado na área poderá preparar os aspirantes a tradutores ou inttérpretes. Sou estudante do curso de Tradutor e Intérprete do Unasp – Centro Universitário Adventista, localizado no interior de São Paulo e gostaria de recomendar este curso que é muito bom,pois possui professores bem preparados e que trabalham na área e conhecem muito bem o mercado de trabalho.http://www.unasp-ec.com/unasp/departamento/ver.php?id=10

  • Luciana

    Olá Denilso!Vale a pena mencionar o curso de pós-graduação latu sensu da Universidade Gama Filho. Estou fazendo o curso presencial aqui em Belo Horizonte, mas eles também oferecem a opção à distância e em várias outras capitais. Até agora tenho achado o curso muito bom. Os professores são excelentes e atuantes na área de tradução e interpretação. Segue o link pra quem tiver interesse: <a href="http://www.posugf.com.br/cursos/home.phphttp://www.posugf.com.br/cursos/home.php<br />Abraço,Luciana Lopes

  • Anonymous

    Olá DenilsoAproveitando que o assunto é tradução, a UNESP de São José do Rio Preto oferece o curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor.

  • Anonymous

    Oi Denilson!Eu moro em Santos e não tenho a intenção de fazer uma faculdade em São Paulo, então gostaria de saber se o curso de Tradução e Interpretação da UNISANTOS é uma boa indicação?E tbm, se eu preciso fazer uma outra graduação na área que eu pretender me especializar ou seria melhor um curso técnico, por exemplo, na área de administração.Obrigada!Bárbara

  • Anonymous

    ola. estudei e residi em new york por 8 anos e vim para o brasil com 13 anos de idade. falo tres linguas e gostaria de saber se tem algum curso, e nao faculdade de tradutor e legendas. grato.

  • Anonymous

    Ola Mestre,Meu nome eh Jorge e trabalho numa metalurgica multinacional americana como chefe de engenharia e por isso mantenho contato frequente com pessoas dos USA.Ocorre que surgiu a oportunidade de atuar, na igreja que frequento,portanto sem fins lucrativos,como interprete consecutivo de um pastores que vem de fora falando ingles.Como nao sabia nada sobre isso, mas me interessei muito e depois de ver como isso eh atualmente feito, tive a oportunidade de faze-lo por meia hora e senti como eh diferente estar acostumado a um dialogo em ingles americano e traduzir na hora ingles britanico com sotaque africano, por isso estou a procura de aperfeicoamento e achei seu site.Vc conhece algum curso de interpretacao que possa me ajudar ? Sera que conseguirei transformar meus conhecimentos em ingles em habilidade para interpretacao? sabe se ha algum curso la fora com esse foco? Enfim, agradeco de maneira antecipada qualquer dica.Um abracoJorge

  • http://www.blogger.com/profile/09373352034510448723 Taty Jovi

    Olá Denilso!!Acabei de mudar para o Rio e fiz teste de aptidão e entrevista para o curso Formação de Intérpretes de Conferências da PUC Rio. Você o recomenda? Sei que a PUC é uma instituição de renome, mas não sei nada sobre este curso…Aqui no RJ há outros, mas apenas nunca tinha ouvido falar. Um abraço e obrigada! Vale dizer que já sou formada na Unesp de Rio Preto e trabalho há seis anos com tradução/versão escrita.Desde já, obrigada!Tatiana

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Olá Taty, tudo bem?Obrigado por seu contato e por sua confiança em meu trabalho.Infelizmente, eu não conheço o curso mencionado acima. Logo, não posso falar nada a respeito. Conheço as instituições, sei da seriedade das mesma; porém sobre o curso especificamente não tenho como dizer algo.Att.,Denilso de LimaCurta nossa fanpage no Facebook

  • Rei Do Rock

    A VERDADE E UMA SO – curso de pós-graduação – TRADUÇÃO SO DEVERIA SER DESTINADO PARA GRADUADOS EM LETRAS, POIS SE UMA PESSOA COMS ESSAS QUALIFICAÇOES DISPITUAR VAGA COM OUTROS PORQUE VIVEREM NO EUA OU FIZERAM CURSO TECNICO EM TRADUÇÃO, FICARAM PARA TRAS.

  • jaazzi

    Gustavo gostaria que visitasse o site wwww.efortlessenglish.com do AJ Hoge e veja suas dicas de como se deve estudar inglês e tornar-se fluente. Não há truque algum para aprender outro idioma. Depende de você mas siga como exemplo o AJ Hoge e não vai precisar gastar fortunas nos cursos aqui do Brasil. Você aprende como uma criança aprende em qualquer lugar do mundo. Listening é o caminho.

  • helio

    Eu gostaria de uma orientação de alguém por favor. Eu vou fazer curso : bacharelado em tradução português e inglês.e estou fazendo curso de inglês. minha pergunta é essa ; preciso já saber inglês antes de entrar no curso de interprete ou não tem problema eu tá cursando ainda o curso de inglês ?

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Helio, tudo bem? Minha humilde opinião é a seguinte:

      Qualquer pessoa que pense em fazer um curso de Tradução/Interpretação ou Letras/Inglês deveria ter pelo menos nível intermediário de inglês. Isso facilitaria muita coisa ao longo do curso. Claro que a pessoa deverá continuar estudando inglês para poder se desenvolver cada vez mais e assim ir melhorando o que sabe. O resultado será um só: destaque profissional. Portanto, se você já cursa inglês, não vejo problema de você entrar no curso de intérprete. Mas, pense bem: ser um profissional da área de interpretação exige bastante conhecimento da língua inglesa. Isso significa ter um domínio excelente dos idiomas. Dominar o vocabulário, conhecer expressões, ser ágil no pensar em outra língua, saber as estruturas mais avançadas dos idiomas, etc., não é algo que se aprende da noite para o dia e nem é algo que paramos de aprender um dia. Portanto, dedique-se o máximo que puder e você será um grande profissional dessa área. Good luck!

      :)

  • Edna

    Ah! tem tambem uma coisa muito importante para quem quer estudar ingles. Procure saber em primeiro lugar se o professor vai falar somente ingles com os alunos. Tive uma professora que respondia em portugues porque os alunos perguntavam em portugues. Metade de conhecimento vai ser perdido.
    Em segundo lugar, esta professora chegava atrasada todos os dias, mas no final do horario ela nao completava os 10 ou 15 minutos perdidos.
    Por fim, antes de fazer a matricula, pergunte se, cancelando vc tem que pagar por um determinado tempo alem dos dias que faltam. Isso e' serio.
    Pois bem, estudei em uma escola que queriam me obrigar a pagar um semestre inteiro depois de 3 meses de aborrecimento por causa essa professora.
    Espero ter ajudado um pouco tambem.

  • Elvis

    Boa Tarde Denilson de Lima, estudo Tradução/Interpretação na Uninove, estou no 3° ano e ainda não tenho experiência confirmada em carteira como Tradutor/ Intérprete. Minha pegunta é: O que eu preciso fazer pra entrar no mercado de trabalho como tradutor/intérprete? quais são os caminhos que devo trilhar?Visto que ainda não tenho experiência.

    Obrigado

  • Elvis

    Boa Tarde Denilson de Lima, estudo Tradução/Interpretação na Uninove, estou no 3° ano e ainda não tenho experiência confirmada em carteira como Tradutor/ Intérprete. Minha pegunta é: O que eu preciso fazer pra entrar no mercado de trabalho como tradutor/intérprete? quais são os caminhos que devo trilhar?Visto que ainda não tenho experiência.

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Elvis,

      Para entrar no mercado de trabalho você terá de ir atrás de uma empresa ou grupo de tradução, deixar seu currículo com eles e ver o que rola. Você pode também trabalhar freelance para editoras, empresas, etc. Aí só indo atrás para saber como se faz.

      Att.,

      Denilso de Lima

  • Luiz Paulo

    Bom dia Denilson estou precisando contratar tradutores de qualquer idioma será que você poderia me indicar alguém
    Att,
    Luiz Paulo

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Olá Luiz Paulo, infelizmente não conheço ninguém que eu possa indicar. Sorry about that!

  • Flávia Cavalari

    Denilson, bom dia!
    Estou a procura de um curso para tradutor em Sorocaba e região, ou até mesmo São Paulo, mas não encontrei nenhuma opção….encontrei a Alumini que possui um curso no período vespertino que não me atende e nanhuma outra opçaão…liguei na Sintra, Abrates e ninguém pode me indicar nada…..tenho preferência por curso que não seja à distância….Agradeço a ajuda….

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Flávia, tudo bem? Eu também não tenho nenhum para te indicar. Creio que o jeito será pesquisar mesmo! Vamos torcer para algum leitor ter uma dica para você! Good luck! 😉

  • Carmo Canguary

    Bom dia Sr. Denilson,
    Sou angolano funcionàrio público, a minha empresa pretende enviar-me frequentar um curso de tradução e interpretação durante 2 anos, numa instituição com reconhecimento internacional. Pode indicar-me algumas, que ficarei muito grato.
    Atenciosamente,

    Carmo Canguary
    Ministério dos Petróleos da República de Angola.

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Olá Carmo, obrigado por seu comentário.

      Infelizmente, não conheço nenhuma instituição que possa indicar para seus estudos.

      😉

  • midian

    Gostaria de saber qual a diferença entre tradutor e intérprete em inglês?e onde eu encontro um curso aqui no RJ?

  • Gecildo

    Bom dia!
    Quem já concluiu o curso de letras na universidade, automaticamente já pode exercer a função de tradutor? ou é preciso fazer um curso propriamente para tradutor?se sim, posso fazer uma página no facebook sobre meu trabalho?

    • http://www.inglesnapontadalingua.com.br Denilso de Lima

      Gecildo,

      Há o curso de Tradução/Interpretação. Você pode fazer uma especialização na área. Você pode fazer cursos na área e assim aprender mais sobre os conceitos fundamentais da tradução. Você pode fazer o concurso para Tradutor Juramentado e assim ser reconhecido pela Junta Comercial do seu estado, etc. Enfim, você pode continuar estudando e aprendendo e se desenvolvendo. Ou pode simplesmente começar a fazer traduções como freelance e ir conquistando clientes sem problemas, mas você não poderá fazer traduções oficiais de documentos, contratos, etc. Pois para isso é preciso ser juramentado. Enfim, procure saber mais sobre a Profissão Tradutor para saber quais são as exigência e recomendações. 😉

  • denilsolima

    Olá Laura,

    Se o que você deseja é ser tradutora e intérprete, então o melhor e mais lógico é você ir direto para o curso de Tradução/Interpretação.

    😉

  • Claudio

    Olá Denilso,

    Você tem alguma dica para quem está querendo entrar no mercado de free lancers de tradução? Onde é possível saber a respeito de ofertas de trabalho? Obrigado!

  • denilsolima

    Não tenho Letícia. Creio que seja preciso procurar por algo no Google e pesquisar a respeito. 😉

  • Juliana Fleming

    Olá Denilso, gostaria de uma indicação sua para cursos de formação de tradutor/intérprete em Porto Alegre, RS. Só encontro no RJ ou SP. Gostaria de fazer um curso para aprimorar o meu trabalho, pois já trabalho com isso. Sou bacharel em Administração de empresas e não gostaria de ter que de momento voltar para a faculdade e fazer mais 4 anos de letras. Estou procurando um curso de meses como os de 360 hrs e tal. Tens algum para me indicar? Obrigada!

Denilso de Lima 09/03/2011