O certo é you and I ou you and me?

O certo é YOU AND I ou YOU AND ME? Está pergunta foi enviada por uma leitora lá em nossa página no Facebook. Como parece ser uma dúvida comum para muitos, resolvi publicá-la aqui e assim esclarecer isso para todos os leitores diários do blog.

A resposta para essa dúvida é um tanto quanto simples. Basta você pensar nas equivalências em português. Isso mesmo! Imagine as duas sendo usadas em português e você perceberá a diferença e aprenderá o uso de cada uma.

Assim, basta lembrar que you and I significa você e eu e you and me, ‘mim e você‘. Para o pessoal que me criticará por escrever ‘mim e você‘ tenho a dizer o seguinte: embora, ‘mim e você‘ esteja realmente errado do ponto de vista da Gramática Normativa, vale lembrar que pela Gramática de Uso [o português falado no Brasil no dia a dia] é assim mesmo que a maioria fala em português.

Para ser sincero, até hoje não encontrei ninguém dizendo ‘ti e mim‘. Aliás, acabo de lembrar que no português falado diariamente no Brasil as pessoas também usam ‘você e eu‘ de modo ‘errado‘. Com exemplos fica mais claro, então veja:

  • Ele ama você e eu.
  • Ela mandou esse recado para mim e você.
  • Eles falaram sobre mim e você.
  • A mamãe pediu para mim e você…

É por conta desse tipo de construção diária na língua portuguesa aqui no Brasil que muita gente confunde o uso de you and I e you and me. Então anote aí para não fazer confusão. You and I é sempre usado como sujeito de uma sentença. Ou seja, é o você e eu que faz a ação que está sendo dita:

  • You and I are married. [Você e eu somos casados.]
  • You and I have been together for years. [Você e eu estamos juntos há anos.]
  • You and I will not talk to her, ok?[Você e eu não vamos falar com ela, tá bom?]
  • You and I will be friends forever. [Você é eu seremos amigos para sempre.]

Não se assuste se você escutar um falante nativo de inglês dizendo you and me ao invés de you and I nas sentenças acima. Se isso acontecer lembre-se que se trata daqueles ‘erros‘ cometidos sem que ninguém percebe e acaba se tornando natural no dia a dia da língua.

Já o uso correto de ‘you and me‘ é para quando eles forem objeto da oração. Ou seja, you and me sofre, por assim dizer, as consequências da ação. No conjunto de sentenças em português dadas acima como exemplo, temos as expressões ‘você e eu‘ e ‘mim e você‘, não é? Nelas as expressões ‘você e eu‘ e ‘mim e você‘ sofrem as consequências do que está sendo dito; logo, devemos usar ‘you and me‘ ao vertê-las para o inglês:

  • He loves you and me.
  • She sent a letter to you and me. | She sent you and me a letter.
  • They talked about you and me.
  • Mom asked you and me

Será que deu para perceber a diferença comparando as duas línguas? Será que ficou claro a forma como tentei mostrar isso e assim evitar a confusão? Caso ainda tenha ficado com dúvidas releia a dica. Se não for o bastante ainda é só deixar um comentário aí abaixo. Assim, a gente vai se entendendo melhor.

  • Lucelia

    Adorei a dica!

  • Daniel

    Acho superinteressante este blog. Tem me ajudado bastante a aprender inglês. Só que eu estou pensando em visitar outros sites que ensinam inglês e parar de ler este, pois o autor do blog(no caso o Denilso de Lima) não atende a nenhum dos meus comentários e dúvidas.Queria saber qual o problema que eu tenho. Você atende até dúvidas de pessoas anônimas, mas faz pouco caso das minhas.Uma vez eu perguntei porquê o THAT era usado como ISTO(Fiz esta pergunta nos comentários do post THAT como conjunção QUE) e até agora nada, mas tudo bem, páro de encher o saco.

  • Flavia

    "You and ME, we used to be together,Every day, together,Always…"(da música Don't speak, No Doubt)Os gringos erraram feio ou é "licença poética-musical"?

  • http://www.blogger.com/profile/15460768799149498231 Antonio

    Denilso,E o que voce me diz de "me and you ou I and you"?

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Olá pessoal, vou responder a cada um de vocês na seguinte ordem: Lucélia, Daniel, Flávia e Antônio, ok? Vamos lá!> Lucélia, obrigado pelo feedback. É sempre bom saber se as pessoas gostam ou não do que fazemos. Assim a gente sabe se está no caminho certo ou se precisamos acertá-lo ao longo da caminhada! > Daniel, não me lembro de ter visto a sua pergunta anterior aqui! Só após esse seu comentário aqui é que percebi a mancada. Por favor! Você não está enchendo o saco e fazer perguntas! Não pense assim! O problema é que recebo muitos comentários por dia e às vezes não consigo atender a todos. Sem contar que ainda tenho de trabalhar, cuidar da família, desenvolver outros projetos, etc. Aí fica mesmo difícil! Em todo caso, saiba que a sua pergunta não é fácil de ser respondida. O problema da resposta não está no inglês, mas sim no português. Veja bem, em português temos 3 pronomes demonstrativos – esse, este, aquele – e seus variantes. Em inglês são apenas dois – this e that. O modo como usamos em português é que confunde na hora de colocar em inglês. Portanto, é preciso se acostumar com os usos que eles fazem e comparar com os usos que fazemos em nossa própria língua. Quando eu comecei a estudar inglês também fazia confusões com isso, mas depois aprendi como era o certo em português [isso mesmo, em português] e comecei a compreender como era em inglês. Vou ver se escrevo um post sobre isso em breve!> Flávia, quando eu escrevi esse post, pensei nessa música. A explicação é que o compositor fez apenas uma mudança para dar uma rima na canção. Portanto, não vejo como erro!> Antônio, basta você inverter a ordem de suas palavras e você perceberá que é tudo a mesma coisa que está no post. Ou seja, "me and you" é o mesmo que "you and me" e "I and you" é o mesmo que "you and I". Sem diferenças!Denilso

  • Júlio Pacobah

    Desculpe a intromissão, mas acho que não se utiliza em inglês "I and You". "You and I" é expressão fixa. Por exemplo, se quiséssemos traduzir aquela música do Tim Maia, seria assim: Me and you, You and I together (eu e você, você e eu juntinhos)Quanto à música do No Doubt, o you and me está correto, afinal funciona como objeto deslocado e não sujeito: 'we used to be together you and me' seria a ordem direta da referida sentença.

  • http://www.blogger.com/profile/10679697389014921166 Denilso de Lima

    Olá Júlio, obrigado por seus comentários e esclarecimentos sobre a música do No Doubt! Minha única observação aqui é com relação ao uso de "I and You". Em muitos locais é comum sim o uso dessa construção. Ou seja, por mais estranho que possa parecer "I and You" costuma sim aparecer em alguns contextos.Há até mesmo músicas e livros escritos com a expressão dessa maneira. No entanto, sempre quando alguém fala isso outra pessoa poderá dizer "put the donkey second"; pois, para muitos é falta de educação começar a sentença com "I". Por essa razão o melhor é dizer "you and I" ou "you and me". A razão é apenas por questão de bons modos e não linguística.That's it!

  • Rosângela

    Danilo, seu blog é muito bom. Parabéns!Você responde exatamente as dúvidas que encontro na sala de aula.Parabéns novamente pelo alcance do seu trabalho!

  • Cassio Silva

    Este comentário foi removido pelo autor.

  • Cassio Silva

    Uma outra dica sobre "You and me" e "You and I"Na música do Michael Jackson, a "I'll Be There", ele diz: "You and I must make a pact…"You and I é usado em inícios de orações e frases.Quanto a You and Me…Há a música do Lifehouse – You and Me.Se for sujeito, usa-se You and I:You and I are buying new clothes tomorrow.You and I should study more.Se for objeto, usa-se You and Me:He was talking to You and Me.He was talking about You and Me being friends.I hope it helpsCheerio, guys!

  • Cassio Silva

    Um modo fácil de lembrar como usar 'you and me', 'you and I'.Vai uma dica:Associe "We" com "You and I"Exemplos:You and I are going to the cinema. (ou to the movies, no inglês americano). Associando com "We": We are going to the cinema.You and I are supposed to go now. Com "We": We are supposed to go now.No caso de You and Me, associe com "Us"Exemplos:He is talking to you and me.Com Us: He is talking to usHe was thinking about you and me buying some things.Com Us: He was thinking about us buying some things.Só para complementar o que eu disse acima.Denilson, parabéns pelo trabalho!Keep up the good work!

  • http://www.facebook.com/LeticiaBolzonSilva Letícia B. Silva

    Sempre suspeitei que fosse isso, obrigada pela dica, como sempre!

  • http://www.facebook.com/nhyphk Kaio Henrique

    mim e você não está errado a partir do momento em que estejam ligados à preposição… “a mim e você”, afinal, “eu dou algo a você” e não “eu dou algo a ‘lhe'”

  • denilsolima

    Olá Evelyn,

    Adoro quando o pessoal tacanho e preso às regras da Gramática Normativa questionam algo. Veja que em meu texto eu escrevi,

    “embora, ‘mim e você’ esteja realmente errado do ponto de vista da Gramática Normativa, vale lembrar que pela Gramática de Uso…”

    Note que estou falando do ponto de vista de duas gramáticas: a Normativa (à qual você se prende) e à de Uso (que é a mais natural e não presa às regras).

    Veja ainda que na mesma sentença eu escrevi

    “embora ‘mim e você’ esteja REALMENTE ERRADO…”.

    Ou seja, não defendi erro nenhum.

    Recomendo, respeitosamente, que você leia livros de interpretação de texto e também livros de Linguística para entender que não há apenas uma gramática no mundo, mas sim várias. E de acordo com cada uma delas podemos chegar a conclusões diferentes sobre o uso de algo em uma língua.

    Espero que você não me interprete mal. Afinal, estou apenas querendo ajudar. 😉

    • Evelyn Costanza

      Já começa me respondendo faltando a vírgula do vocativo. O correto seria “Olá, Evelyn,”
      Voltando ao assunto, você, respeitosamente, é que está mal de interpretação de texto. Pois, pela Gramática Normativa, é que “mim e você” está totalmente CORRETO. Enquanto que, pela Gramática de Uso, está “errada” (se posso arriscar a palavra “errada”, ouso assim). A sua interpretação faltou na hora que eu expliquei que você trocou as bolas. Pela Normativa, correto. Pela de Uso, errado.
      Atenciosamente,

      • denilsolima

        Não, Evelyn!

        A vírgula do vocativo pode ser usada de várias maneiras e para isso basta consultar o VOIP e algumas outras gramáticas. Mas, isso é o de menos. Afinal, quando os gramaticistas começam a perder um argumento, eles procuram logo outro para desviar o foco. Portanto, essa coisa de vírgula não vem ao caso. O problema aqui é a diferença entre Gramática Normativa e Gramática de Uso, que você está confundindo. Mas, não sendo você da área, vou gastar um pouco do que aprendi e continuo aprendendo.

        De modo claro, você é quem está trocando as bolas. Pois, de acordo com Bechara, Faraco, Bagno, Cintra, Cunha e um monte de outros gramáticos e linguistas a Gramática Normativa é a gramática do certo e errado. É a gramática das regras. É a gramática que nos diz o que está certo ou não dentro da língua. Tudo o que é considerado errado está simplesmente fora da Gramática Normativa. Portanto, o argumento acima ainda é válido.

        Já a Gramática de Uso, também conhecida como Gramática Internalizada, e em alguns casos Gramática Descritiva, é a gramática usada pelos falantes da língua sem a necessidade de seguir regras. Essa gramática não considera erro aquilo que se tornou comum no modo de dizer das pessoas. É a gramática do dia a dia e que reflete o modo como a língua é usado em um local e como ela foi naturalmente memorizada pelos falantes ao longo da vida.

        Caso se interesse pelo campo da Linguística com mais seriedade e profundidade, posso, com o maior prazer, recomendar vários livros de leitura introdutória para você. Tenho certeza que você aprenderá muito e não fará mais confusões. Um bom livro para começar é Preconceito Linguístico, de Marcos Bagno. Mas, há ainda outra mais simples. Um exemplo é Linguagem, Língua e Fala, de Ernani Terra.

        Enfim, é isso aí! Take care!

  • denilsolima

    O melhor, Rafaella, é dizer “Why me?” (Por que eu?)

    😉

  • Pingback: Aprendendo Com A Música: 21 Guns – Green Day | Inglês Com Rock()

Denilso de Lima 28/09/2010